Há 14 anos morria Chico Science

fev 2, 2011 by     20 Comentários    Postado em: Atualidades

No dia 2 de fevereiro de 1997, morria o principal artista contemporâneo pernambucano, Francisco de Assis França, ou somente Chico Science.

Chico Science foi o tradutor de uma geração de jovens, e morreu justamente quando estava despontando para o Brasil.

Perdeu a vida em um acidente de automóvel, em frente ao Parque Memorial Arcoverde, em um domingo à noite.

Faz muita falta.

20 Comentários + Add Comentário

  • Grande, imenso Chico Science.

  • E como faz falta, Pierre…

    Em 1997, o manguebeat era o hit de nosso carnaval.

    Hoje, Aviões do Forró e outras porcarias fazem a festa.

    Um abismo de diferenças.

    • E como faz falta, Pierre…
      Em 1997, o manguebeat era o hit de nosso carnaval.
      Hoje, Aviões do Forró e outras porcarias fazem a festa.
      Um abismo de diferenças. [2]

      Até já falei dessa falta que ele faz num artigo antigo que pus aqui no Acerto.

      Muito triste que hoje tenhamos falsos-forrós e swingueiras em vez de música decente em nossas festas!

      • Menos, menos.

        1997 era o auge da axé music e do pagode seboso, que dominavam completamente o Carnaval. Em Olinda, era só o que tocava., tirando o espaço dos blocos e orquestras.

        Ainda bem que as caixas de som foram proibidas anos depois e a festa voltou ao normal. Nessa época, cada casa botava seu som alto na rua, invariavelmente axé e pagode, e era uma bagunça.

        Lembro muito bem que, na tarde do domingo em que Chico morreu, tava tendo “semana pré” regada a Molejo etc na avenida Boa Viagem.

        De lá pra cá, a música pernambucana (mesmo sendo os mesmos frevos lindos, mas velhos e cansados) ampliou seu espaço no Carnaval.

        Graças principalmente à herança do brilhante Chico Science.

        • Nisso eu concordo com o martins.

          E vou mais além: só passei a ver Chico Sciente sendo entoado em Carnaval muito depois de sua morte, porque virou “cult” (o que não tira seu brilhantismo, lógico).

          A propósito, lembro que no Carnaval de 2000, se não engano, Anna Julia dos Los hermanos era hit e tocava em todo canto em Olinda. Tanto que, somente no ano posterior começaram a proibir as caixas de som.

        • No ano seguinte, se não me engano, ainda com o som das casas, o hit foi o Bonde do Trigrão… quer dançar, quer dançar, o trigrão vai te ensinar…

        • E hoje a Nação Zumbi tem público muito maior do que na época de Chico.

  • Somente Falta!

  • tem muito porcaria por aí que se autodeclara gênio. Inclusive alguns pernambucanos espertalhões.
    Mas gênio mesmo só o Chico science. Seu som era realmente novo e instigante e o cara era um dos maiores” frontmen” da história do rock brasil. Viva o Chico!!!!!!!

  • Nas vezes em que escuto Chico Science, ou mesmo assisto aos vídeos na MTV ou VH1, literalmente viajo no tempo.

    Esse faz muita falta.

    O mais triste hoje são os ícones da atualidade, com os “Vou não, quero não, posso não (…)”, João do Morro e por aí vai …

  • “Uma cerveja depois do almoço faz muito bom pra se ficar pensando melhor…” mas não antes de dirigir!

    • Acho que ele costumava tomar cerveja ANTES do almoço..

  • [...] Lucena from the blog Acerto de Contas, pays tribute [pt] to Chico Science, deceased 14 years ago. He was the founder of one of the most influential [...]

  • [...] Lucena, do blog Acerto de Contas, homenageia Chico Science, morto 14 anos atrás. Ele foi o fundador de um dos mais influentes movimentos [...]

  • Tinha 13 anos e não acompanhei na época ¬¬. Mas hoje vemos que sua obra ainda deixa marcas.

    Sou P da vida com isso. Quando ia começar a acompanhar Tim Maia, ele puff, quando ia pro show de Cássia Eller que ocorrria no CLASSIC HALL, em virtude do Acústico MTV, puff, ela morre.

    Pô sacanagem, hein!!! :( .

    Tenho que ir ao show de alcione e roupa nova antes que eles se vão também.

    • “Antes que eles se vão” ficou estranho pra caramba. :P

    • Que urucubaca!! Boa sorte nos próximos shows!

    • Acrescente Benito de Paula e Guilherme Arantes também, antes que eles se … enfim, tomem destino
      :p

      • Bem lembrado. Dominguinhos tb. ;)

  • eu nasci no dia da morte dele

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

abril 2020
S T Q Q S S D
« mai    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).