Hoje completa 200 anos do primeiro jornal impresso no Brasil: a Gazeta do Rio

set 10, 2008 by     33 Comentários    Postado em: Atualidades

gazeta

No dia 10 de setembro de 1808 circulou a primeira edição da Gazeta do Rio de Janeiro. Foi o primeiro jornal impresso do Brasil.

A Gazeta era um jornal oficial da corte, mas tem grande simbolismo, porque até então era proibido para os brasileiros terem publicações impressas.

Observando o jornal, na verdade percebe-se que era apenas uma forma de divulgação de avisos e notícias sem muita importância. Mas a Corte percebeu a oportunidade, e divulgava o que acontecia na Europa Napoleônica.

Claro que o atraso das notícias era absurdo.

Você pode ler o primeiro jornal impresso do Brasil clicando aqui. É muito interessante.

Leia também o primeiro artigo da série sobre a História da imprensa no Brasil, que nós do Acerto de Contas estamos publicando em parceria com o historiador Rodrigo Acioli Peixoto – é só clicar aqui.

Há muito o que ser revelado sobre a história da Imprensa no Brasil… Fiquem atentos durante as próximas semanas, e vocês saberão em detalhes todas essas histórias.

A pergunta é: naquela época, o jornal surgiu para atender aos interesses da monarquia portuguesa.

O que mudou desde então na imprensa brasileira? A quem ela serve hoje?

As respostas irão surgindo ao longo da nossa série de artigos, como respostas ou mesmo como problemas, que colocaremos aos olhos de nossos leitores ao longo das próximas semanas.

Fiquem de olho!

33 Comentários + Add Comentário

  • IMPRENSA NACIONAL CELEBRA OS 200 DA GAZETA DO RIO DE JANEIRO

    10 de setembro de 2008 — Hoje é uma data muito importante para o jornalismo brasileiro. Há exatos 200 anos, nascia o primeiro jornal impresso no Brasil: a Gazeta do Rio de Janeiro.

    Nos seus 14 anos de existência, forneceu ao Rio de Janeiro e ao País algo fundamental: a informação. É com ela que as sociedades se firmam. E isso aconteceu com o Brasil. A partir de 1808, com a chegada da Corte Portuguesa, começou a formação do Estado nacional. Os pilares do Estado brasileiro foram erguidos por instituições como a Impressão Régia, criada pelo príncipe regente D. João, a 13 de maio de 1808.

    Foi dos prelos da Impressão Régia — hoje, Imprensa Nacional —que no dia 10 de setembro de 1808 saiu a primeira edição do jornal. Era um sábado. A Gazeta do Rio de Janeiro se apresentava com quatro páginas. Os exemplares foram vendidos na casa do mercador de livros Paulo Martin Filho, no fim da Rua da Quitanda, ao preço de 80 réis.

    Nascia, assim, o jornalismo feito no Brasil. O jornal foi inicialmente editado pelo padre Frei Tibúrcio José da Rocha, pertencente aos quadros de servidores da Impressão Régia, órgão da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e de Guerra. Vitalidade desde o início. Só em 1808 foram impressos 32 números e mais 19 edições extraordinárias.

    Ao todo a Gazeta do Rio de Janeiro publicou 7.495 páginas de informação. Informação de conteúdo variado, numa linha parecida com a dos jornais de hoje. Ao lado dos despachos régios, estavam estampados anúncios, notícias do exterior e das províncias, capítulos de novelas. Assuntos de natureza cultural e comercial tinham espaço assegurado. Circulou até 1822. Exatamente até o dia 31 de dezembro. Era o último número, o 157.

    A imprensa oficial brasileira, no ano do bicentenário da Imprensa Nacional, orgulha-se de ter feito surgir a Gazeta do Rio de Janeiro (que hoje também festeja 200 anos de criação) por meio dos prelos trazidos a bordo da nau Medusa. Hoje, portanto, sobram motivos para este Órgão comemorar a data, o que queremos compartilhar com todos os veículos de comunicação do País — que procuram traduzir os interesses da sociedade, fortalecendo assim a democracia.

  • gostei muito da reportagem e historia e muito interessante

  • Adoreiiiiiiiiiiiiii!
    Usei para um trabalho da escola muito bom!
    bjs *-*

  • usei pra um trabalho da esccola bolivar de freitas adorei

  • estou fazendo uma pesquisa em sala de aula adorei a materia bjs**

  • estou fazendo uma pesquisa na escola amei de mais**

  • muito bom, usei para um trabalho na escola

  • Também gostei da reportagem e usei para um trabalho de Literatura sobre “Retratos do Brasil” na escola. Puxa, salvaram a minha pele!!!

  • Eu usei para trabalho da escola!!!

    AdOrei!!!!!!
    beijinhOsSs

  • mtu boa essa reportagem vo usa prum trabalho da escola

  • valeu pela dica,
    vai me judar no trabalho e nos pontos a mais!!

  • Adorei!!! Usei para um trabalho da faculdade!!! Valeu pelas dicas! muito interessante!

    • q bom q todos gostarom tambem adorei

  • adorei a reportagem usei para fazer um trabalho de feira de conhecimento !!!!!!!!!

  • gostei muita reportagem eu usei para fazer um trabalho e acabei lendo e achei muito interessante!!!@#$#@!!!!!!!#$%¨&&****&&%¨%%$$@##@@!!!!!!!!!!@@##$#$%$%%¨%$$$##$$%%$$$$##@@@!!!!!!!!!@@@##$$%$%$$$$$$$$$

  • Eu gostrei muito porque esse jornal nos fonece as notícias.!!
    Espero que continue assim..
    sucesso pra vocês..!!

  • A contribuição que a Gazeta Rio trouxe para o Brasil foi espetacular. Adorei a matéria.

  • muito legal to fazendo trabalhoo sobre isoo

  • naão gostei nada disso aqi .. q porra¬¬ ficar lendo isso

  • seus lazarentos … fica inventando essas porras
    aii
    q merda seu bando de corno -.-’

  • puta raiva q eu fiqei vaão se fuder seus filhos das putas lazarentos

    neem sei porq fui ler essa merda aqi seu FDP

  • eu gostei muito de ficar sabendo tudo isso

  • mto loco bicho

  • estou trabalhando no jornal impresso na escola
    emeb benedito jose de morais mto loco bicho

  • $_$

    • eu davi gostei muito da reportagem
      ]

  • adorei é muito legal parabens pelo jornal!!!s2 bjoooss

  • isso sim que é um MARAVILHOSO e FANTASTICO comentario.
    ADOREIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • maria paula eu sei q vc esta ai

  • eu esto trabalhando sobre o primeiro jornal enpresa

    • ola davi

  • Estou pesquisando sobre a matéria para um trabalho, me deparei com essa maravilha de texto!!!! Valeu, parabens!!!!

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação às punições de corruptos...

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia


  • “O homem de bem é um cadáver mal informado. Não sabe que morreu.”
    Nelson Rodrigues.

ARQUIVO

abril 2014
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).