Igreja Católica e família brigam por santuário no interior de Pernambuco

mai 19, 2008 by     71 Comentários    Postado em: Atualidades, Sala de Justiça

casa-do-santuario-de-santa-quiteria.JPG
Casa em que está instalada a imagem de Santa Quitéria. Município de São João
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

Esta semana é comemorado o dia (22, quinta-feira próxima) de Santa Quitéria. Em virtude deste fato, trago de volta uma matéria que publiquei aqui no blog no dia 03 de dezembro do ano passado. A matéria fala sobre o santuário de Santa Quitéria de Frexeiras, localizado no município de São João, nas proximidades de garanhuns.

O santuário pertence a uma família, e vem sendo motivo de discórdia entre a família Guilherma da Rocha e a Igreja Católica. A Igreja, não tendo permissão para realizar missas, nem sequer entrar no santuário, não tem qualquer controle sobre as romarias que anualmente conduzem milhares de fiés de todo o país para a região.

Apesar de o dia da santa ser comemorado oficialmente no dia 22 de maio, os proprietários do santuário comemoram no dia 7 de setembro.

Segue abaixo a matéria na íntegra, e acrescida de mais fotos:

Igreja Católica e família brigam por santuário no interior de Pernambuco

Em uma de minhas andanças pelo interior do estado de Pernambuco, no ano passado, descobri uma história inusitada e conhecida por poucos. É a história do Santuário de Santa Quitéria de Frexeiras (foto).

O Santuário fica localizado no município de São João, vizinho de Garanhuns, no Agreste do Estado.

Quando ouvi falar do santuário, que milhares de fiéis peregrinavam todas as semanas para o local, resolvi conhecer melhor o lugar e fiz alguns contatos para conhecer o dono do santuário.

As terras pertencem à família Guilherme da Rocha, há pelo menos 300 anos. Tendo sido vendida em partes ao longo do tempo para outras famílias, atualmente está em propriedade dos Guilherme da Rocha apenas uma parte desse grande lote inicial.

Segundo um dos herdeiros, que tive a oportunidade de conhecer e entrevistar nesse dia, sua família, originariamente “Corrêa da Rocha” (que atualmente é a família “Guilherme da Rocha”, devido a uma promessa feita a São Guilherme), quando veio de Portugal para cá, por volta do ano de 1695, tendo recebido um grande lote de terras em sesmarias na região, trouxe consigo a imagem da santa, e construiu a casa na qual hoje está localizado o santuário.
Tudo começou quando minha família veio de Portugal tomar posse de terras que foram concedidas pelo governo de Portugal em 1695, já trouxeram os escravos e quando chegaram aqui na região construíram a casa para morar e foram preparando a terra para a cultura de subsistência e quando eles vieram de Portugal trouxeram na bagagem a imagem de Santa Quitéria, essa imagem que está aqui de 44 cm e que era a imagem de devoção da família. Com as freqüentes novenas realizadas aqui na casa (a família era muito católica), os escravos começaram essa devoção à Santa Quitéria, os índios também, e os escravos foram espalhando para os escravos de outras propriedades e os donos de outras fazendas, que existia uma santa milagrosa e aí começou a peregrinação; e no final do século XVII, a casa, que foi para abrigar uma família, foi transformada nesse espaço para receber as constantes visitas que vinham montadas em lombo de burro, em carro de boi até a modernidade de hoje em que elas vêm de ônibus, de caminhões pau de arara, vem muita gente a pé.”

Todas as semanas milhares de fiés vão ao santuário prestar homenagens à Santa Quitéria. As homenagens são feitas com variedades incríveis de ex-votos (pedaços de corpos ou corpos inteiros esculpidos, geralmente, em madeira. As esculturas representam a parte do corpo afetada, pernas, cabeças, mãos, etc. e são entregues quando o fiel se cura – ver foto abaixo). É uma grande movimentação para o turismo do tipo religioso, um dos pontos fortes na região. Garanhuns com seu Mosteiro de São Bento, seu Seminário de São José, é com certeza ma cidade que atrai muitos turistas. São verdadeiras obras de arte, de um tipo que, em se não sendo genuína, é no mínimo fruto de muita dedicação do artista-fiel a essas esculturas de ex-voto.

dsc02004.JPG
Cabeça esculpida em madeira. Ex-voto.
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

Um dos proprietários do Santuário de Santa Quitéria de Frexeiras (frexeira é o nome de uma planta da região), na ocasião da entrevista, me disse que não recebe nenhum incentivo para infra-estrutura do local, por parte do poder público, e que isso estaria prejudicando seus negócios, reduzindo seus lucros e dificultando o acesso dos fiéis ao santuário, que estariam expostos à violência e à falta de serviços.

Outros tipos de esculturas são feitas, mais luxuosas, com placas. Abaixo, uma dessas mais bem elaboradas, provavelmente encomendada, e não esculpida, visto ser em bronze e muito bem acabada.

placa-estatua-de-garoto-acidentado_santa-quiteria-de-frexeiras.JPG
Escultura em bronze. No pé da escultura, lê-se: “Armando Sales Brasil -
acidentado no dia 12- 01-70 / vem oferecer a Santa Quitéria das Frexeiras
sua estátua em agradecimento por ter ficado completamente restabelecido
/ São Paulo X-01-71″
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

Ao mesmo passo, existe um problema político-religioso sério na região. A família proprietária do santuário não permite a entrada de representantes da Igreja Católica ao local. Então, sabendo disso, fui procurar o Bispo da diocese de Garanhuns Dom Irineu, que me recebeu muito bem nesse dia. Então, entrevistei também o Bispo para saber melhor que danado de história era essa.

O Bispo D. Irineu me explicou que por ser uma propriedade privada, a Igreja não tinha acesso ao santuário, não podendo realizar missas e nenhum tipo de comunhão ou ritual institucional. Apenas uma vez realizou-se uma missa ali no santuário, em 2001. Depois disso o Bispo e a Igreja foram definitivamente proibidos de entrar na propriedade.

Santa Quitéria das Frexeiras… as informações primeiras que tive é que eram proibidos padres e bispos se apresentarem no santuário porque pertencia a uma família, era uma propriedade privada que trouxe a imagem de Santa Quitéria de Portugal“, disse o Bispo.

Falando sobre sua primeira ida ao santuário, disfarçado, Dom Irineu me falou a primeira impressão que teve:

eu fui disfarçado, botei um boné na cabeça cheguei lá fiquei olhando pra conhecer. Poxa, tem tanto Peregrino que vai orar, aí eu fui entrando na sala olhando as coisas, uma senhora vendendo imagem de santos, aí a Sra. disse: que alegria! chegou Dom Irineu! aí foi quando me abraçou, abriu a porta, acendeu as luzes, trouxe a santa, todas as fotografias para a gente conhecer(…). O santuário é horrível; a imagem, coitadinha, está cheia de correntinhas de ouro pendurada, é uma imagem maltratada.” Mas, pela foto, vemos que a imagem não parece tão maltratada, mas sim encoberta por correntes de ouro; se isso for “matratada”, na semântica do Bispo, ela está realmente bastante maltratada. (veja abaixo a foto do altar de Santa Quitéria das Frexeiras – clique na imagem para ampliar)

santa-quiteria-de-frexeiras.JPG
Imagem de Santa Quitéria de Frexeiras.
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

A pendenga entre a Igreja e a família foi parar na justiça. Mas, a Igreja resolveu por bem não interditar o santuário, mesmo alegando que tem esse poder. O Bispo critica a forma como são realizadas as festividades no dia da Santa (7 de Setembro, apesar de o dia oficial da Igreja Católica ser 22 de maio). Segundo o Bispo,

O dia da padroeira é um dia de bebedeira, briga, confusão, prostituição, peixeira e depois a família briga para dividir o dinheiro que foi arrecadado, e o povo é que foi enganado por um culto particular de uma santa da igreja católica, a igreja tinha durante todo esse tempo o direito de ter interditado esse templo, como teria o bispo de interditar, mas eu nunca vou fazer isso, a gente continua, enfim, tolerando.

O herdeiro da propriedade, da família Guilherme da Rocha me disse que, por falta de investimentos do poder público, é obrigado a contratar segurança particular para os dias de festa. Os investimentos solicitados pelos proprietários do santuário, nas palavras do herdeiro:

Eu acredito que, primeiramente a estrada, os 4 km de acesso que faltam ser complementadas [asfaltadas], as praças, poços artesianos para que os romeiros pudessem pegar água, banheiros seriam de fundamental importância, um trabalho de conscientização com os moradores daqui para que eles pudessem tirar mais proveito do turismo religioso, presença da vigilância sanitária, presença da PM já que eles não vêm aqui, e tem pessoas que se aproveitam dessa peregrinação para vir roubar os romeiros, já que em sua maioria são pessoas idosas que viram alvos fáceis dos ladrões.”

O processo na justiça é bastante complexo. Segundo o Bispo, as outras famílias proprietárias de terras vizinhas ao santuário (3 famílias) são a favor de uma intervenção da Igreja, para reorganização do santuário, mas a família Guilherme da Rocha é contra, por serem os donos da localidade do santuário e da imagem. As palavras do Bispo podem explicar melhor que eu este imbróglio.

Aí vieram três jovens herdeiros da família, são quatro famílias herdeiras, falar comigo para explicar porque não saiu a missa [a segunda missa, um ano depois] então o problema é: essas são três famílias unidas e uma delas não concorda…todos são jovens e eles dizem ‘nós não temos vocação para isso, nossos pais, nossos avós, bisavós, já morreram, eles é que tinham vocação para isso’. E, um deles até me disse: ‘vou confessar um pecado grave da nossa família: nós exploramos a igreja todos esses anos’. Então, eu disse, ‘a posição da Diocese é unicamente negociar, nós não negociamos com vocês famílias se não estiverem todos unidos, eu quero que vocês cheguem em um acordo, não quero ter problemas com vocês, nem com a diocese.’ Aí, diante disso, eles acharam por bem convocar as quatro famílias e os prefeitos de Garanhuns e São João, já que Santa Quitéria pertence a São João, chamei também uma comissão que eu tinha convocado pela diocese para negociar com as famílias, as pessoas do conselho econômico da diocese, e por tanto uma sala cheia de gente, comecei a reunião e passei a palavra para comissão que me representava para negociar com eles, cada um mostrou o seu ponto de vista, um mostrou o seu ponto de vista jurídico, já que era advogado, praticamente quem falava era o advogado, então depois disso eu fiz minha proposta pessoal, como pessoa física, Irineu: enquanto eu tiver pela Diocese, a minha proposta é: se de fato as famílias resolverem passar para nós, sem indenização ou com indenização, eu prometo a construção de um santuário digno de Santa Quitéria das Frexeiras e além disso prometo colocar um padre vinte e quatro horas por dia e uma congregação religiosa onde jovens e irmãs para atender bem os peregrinos e para fazer uma bela estrutura, (…)”

prosseguindo, o Bispo disse que “não como está sendo feita até agora; agora eu queria que vocês falassem as suas propostas. O prefeito daqui [Garanhuns], Luiz Carlos, disse que falou com o prefeito de São João sobre santa Quitéria e que já estava asfaltada [a estrada entre um e outro município] até a divisa de Garanhuns, e que Garanhuns não tinha compromisso. Porém, Luiz Carlos disse: você faz a metade e a gente faz a outra metade e isso está de pé, eu aceito também as condições que Dom Irineu colocou, não tem sentido o poder público investir em uma propriedade privada… Aí o prefeito de São João disse também a mesma coisa sobre o asfalto e disse também que tinha feito promessa para uma estrutura urbanística de grande porte para transformar Santa Quitéria no centro de peregrinação e turismo religioso. ‘Agora eu fico assim também igual ao bispo, enquanto a família não sair o poder público não pode investir em propriedade privada’… Aí chegou a vez da família falar, então saiu a quarta família.

Outra coisa curiosa é que na mesma propriedade, em uma casa em frente à do santuário, existe uma casa-museu com dezenas de esculturas sacras, doadas por fiés de todo canto do nordeste e do país. Houve um tempo em que se cobrava ingresso para entrada. No local, existem algumas catracas velhas, já quebradas, semelhantes às catracas de circo. Abaixo, publico com exclusividade para o leitor do Acerto de Contas, fotos dessas esculturas, tiradas quando estive lá.

Esculturas em madeira. Medem cerca de 2 metros de altura. Foto: André Raboni.
Esculturas em madeira. Crucifixos. Medem cerca de 2 metros de altura.
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

 

Cristo. Escultura em madeira. Foto: André Raboni.
Escultura em madeira, mede cerca de 1,80 cm.
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

 

Veja esta imagem por outro ângulo:

Cristo. Foto: André Raboni.
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

 

Escultura em madeira, medindo cerca de 1,60 cm. Foto: André Raboni.
Escultura em madeira. Mede cerca de 1,60 cm.
(Foto: André Raboni. Clique para ampliar)

P.S.: O meu propósito em publicar esta matéria e estas fotos é simples: tornar público o conhecimento de um fato que vem ocorrendo há séculos no interior de Pernambuco, e que, em grande parte, permanece desconhecido da população.

Por outro lado, acredito que armazenar as imagens e as entrevistas, informações tão preciosas quanto estas de que disponho, não me vale de nada. Tais informações devem ser de domínio público e não propriedades particulares minhas.

Por esses motivos, eu trouxe de volta esta matéria publicada originalmente neste blog, no dia 03 de dezembro de 2007. Hoje, dia 19 de maio de 2008, acrescentei estas últimas 4 imagens, e também o relato desta casa-museu, o qual havia ficado fora de meu texto primeiro.

__________________

Obs.: Conversei agora há pouco (isso foi no dia 03 de dembro de 2007) com um Padre de Garanhuns que me disse que os problemas ainda continuam acontecendo. Atualmente, o Bispo Dom Irineu não está mais à frente da Diocese de Garanhuns, tendo retornado para o Sul do País.

Obs.2: As imagens e as entrevistas são exclusivas do Acerto de Contas.

71 Comentários + Add Comentário

  • “O proprietário do Santuário de Santa Quitéria de Frexeiras (frexeira é o nome de uma planta da região), na ocasião da entrevista, me disse que não recebe nenhum incentivo para infra-estrutura do local, por parte do poder público, e que isso estaria prejudicando seus negócios, reduzindo seus lucros e dificultando o acesso dos fiéis ao santuário. ”

    Oush! Ele quer que o governo dê “incentivos” ($$$) para ainfra-estrutura do “negócio” dele? Só faltava, agora, o governo lançar linhas de crédito para “negócios” religiosos!

  • Rapaz, pra mim pelo o que parece no final das contas é puro interesse de exploração econômica. A família ou não tem grana pra investir ou não tem interesse, o que não acredito muito, e a Igreja…melhor nem falar…
    Acredito que a questão que resolverá a lide esta fundada na propriedade do bem, e juridicamente fica claro que este é pertencente a família, já que assuntos “estatais” não devem se confundir com assuntos canónicos, segundo o próprio Jesus, “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”

    • eu acho que deus deu a vida para cada ca cuidar da sua pois do que ficarem tentando pegar a igreja porque nao tratem de rezar e pedir a misericordia de deus na vida desses desocupado e deixe a igreja pois esses sim sao os verdadeiros corruptos safados

  • “Não acredito muito, e a Igreja” [2]
    Sigo a linha de pensamento do Guilherme,
    eu acho que existem tantos problemas mais relevantes do que esses
    envolvidos com religião, tão simples, deixa a Igreja cuidar das coisas que lhe cabe o direito, e quanto ao Governo, vá cuidar da saúde do povo que deve precisar de mais assitência!

    • Eu acredito, que há mais coisas por trás desta briga, a verdade ainda não está clara, pessoas se utilizam de “donos” mais quem realmente é dono, a verdade deve ser a base de tudo, mentiras existem, pessoas estão tirando proveito desta situação e que se dizem proprietários. Mas isto não devo julgar Deus é único… brigar pro imagens… as pessoas esqueçem que a vida após a morte este sim é o caminho de todos… nós não somos donos de nada… só da nossa matéria.

  • Caros colaboradores ! Tem que existir um acordo entre a Igreja juntamente com o Poder Executivo local para organizarem o Santuário beneficiando todos os civis daquela localidade. Sou natural de Paudalho e minha cidade vive na mesma situação, como é sabido, lá existe o Engenho Ramos, de uma família tradicional, que ”toma conta” dos fluxos finaceiros do Santuário de São Severino dos Ramos o TERCEIRO MAIOR SANTUÁRIO DO BRASIL, cobrando taxas exorbitantes dos pobres comerciantes. Lá trava-se uma batalha entre o Governo Municipal e os Ditadores que até hoje ali emplantam sua ditadura louca achando que pode explorar tudo ! Enfatizo vocês deste grandioso Blog ACERTO DE CONTAS que se puder possam lembrar de nós Paudalhenses e que possam dar uma passada em Paudalho para conferir o que descrevo, porque acredito eu que esse esquema de exploração já faz parte do nosso PASSADO !!!!

  • sou estudante de teologia da igreja catolica estou desejoso de ter alguem que rezasse por mim uma vez por semana para que eu seja um bom padre nessas terras de missao.

    JESUS É A NOVA PASCOA
    BOAS FESTAS DA PASCO

    cel. 258 82 38 200 58

  • eu estive la 2vs e uma locura entre a queles povo a imagem da santa e desprezadas o povo e muito enganados ate uma imagem de nossa senhora dos prazeres estava la como nossa senhora do anparo

    a igreja tem que ve isto de um jeito e de outro

  • Já estamos no século XXI e se as pessoas ainda insistem em comprar ingresso para exercitar sua fé, é problema delas. Deixa que a santa poderosa faz o milagre de botar vergonha na cara de todo mundo, principalmente do dono do “negócio”. Espero que o poder público não se meta nisso porque não é para isso que pagamos impostos.

  • Os nossos povos são muito católicos e devotos por desendencia; quando era garoto no interior de Pernambuco, especialmente em São João presenciei caravanas de romeiros indo a Santa Quitéria. Muitos milagres eu ouvir falar lá, e quem não conhece o santuário de Santa Quitéria no interior do Nordeste.
    Vai lá quem quer, briga lá quem quer, discorda quem quer se faz intervenção quem tem poder, a Igreja não é poder!
    As famílias ali vivem do turismo católico, a Igreja vive do Juazeiro, aparecida e etc.
    O santuário de Santa Quitéria continuará existindo dentro da fé do povo sertanejo. Paga-se la um copo de água quem quer, ninguém é obrigado a nada. O bispado de Garanhuns tem tendência a interferir na vida privada das pessoas, e, mas Deus está olhando sempre, não é assim lá o interesse é particular, e não existe lei que proíba tal devoção ou tal prática. Lá são pessoas humildes que vem carregando a tradição da família, é só verificar pelas fotos que o santuário é uma casa de gente humilde. Quem lava o chão depois das romarias? Quem pinta a casa grande todo o ano? Quem mantém os banheiros limpos para as mulheres o tempo todo? Quem mantém as estradas? Quem limpa as sujeiras quando os romeiros vão embora?
    Peço que as autoridades ajudem o Santuário de Santa Quitéria de flecheiras, lá se encontra um povo sofrido pelas mazelas da vida e a falta de cobertura dos políticos, Exemplo: A falta de emprego.
    O bispado de Garanhuns critica, mas não se propõe a ajudar de alguma forma.

    JUSCELINO DA ROCHA – Conselheiro da OAB/Olinda

    • Penso que a família deveria tentar entrar em entendimendo com a diocese, afinal a família estaria colaborando com a expansão do cristianismo. Os antepassados devem sofrer com essa contenda, pois prepararam o santuário para prover a paz e não a guerra.

      Uma das opções que acho possível de refletirem, seria fazerem um acordo com a igreja, cededo a casa onde está o santuário e o museu, ficando vedado à igreja comerciar, limitando-se a parte espiritual evangelizadora. E à família detendo o direito de abrir comércio nas proximades etc tudo pré-acordado, inclusive ficando com metade do valor da arrecadação do museu.

      Ficaria bom pros dois lados, o número de fiéis iria quintuplicar e iria chover bençãos sobre todos.
      Pensem nisso!

      DEUS GUIE À TODOS.

      ABRAÇOS

      Alírio Cavalcanti

  • DESCULPE-ME PELOS ERROS ACIMA TRANSCRITOS, ESCREVI COM O CORAÇÃO!

    • Olá, juscelino não conheço o santuário e nem garanhuns pretendo conhecer me parece ok. seu pensamento sobre.

  • PROCASTA = PROJECTO CASA DE ACOLHIMENTO S. TOMÁS DE LUGELA.

    D I R E C Ç Ã O DO P R O C A S T A
    Coordenador: Gertrudes Alba
    Administrador : Mário Natos Mainato
    Posto administrativo de Munhamade-Cubá
    Distrito de Lugela, Província da Zambézia, Moçambique-África
    Tel: 258 82 38 200 58
    Tel: 258 82 84 502 50
    misererenobis@yahoo.com.bbr

    1 – TÍTULO DO PROJECTO:
    CASA DE ACOLHIMENTO S. TOMÁS DE LUGELA

    2 – FINALIDADE DO PROJECTO:
    PEDIDO DE FUNDOS PARA MELHORAR UMA CASA DE ACOLHIMENTO PARA ALUNOS DESFAVORECIDOS EM LUGELA

    3 – DONO DO PROJECTO:
    A COMUNIDADE DE LUGELA

    4 – BENEFICIÁRIOS DO PROJECTO:
    Alunos desfavorecidos e, que carecem de uma habitação durante o período lectivo para continuarem os seus estudos na Escola Secundária de Lugela.

    5 – INFORMAÇÃO
    O distrito de Lugela foi um dos últimos a ser comtemplado no projecto do governo da extenção da rede das Escolas Secundárias na Província da Zambézia. Após a introdução do ensino Secundário Geral nesta parcela, verificou-se um afluxo dos jovens assim como dos adultos nas escolas. Devido ao maior número de alunos que graduam anualmente o centro internato de Lugela não tem capacidade de responder posetivamente os pedidos de internamentos. Por causa disto a comunidade de Lugela vive a situação de falta de condições condignas de uma casa para habitação dos alunos. Perante este problema sentiu ser necessário o melhoramento e ampliação da sua casa de acolhimento para responder a tal situação que enfraquece a região.
    Lugela é um distrito que possui quatro postos administrativos com as suas respectivas localidades. Cada posto administrativo possui 3 a 4 Escolas Primárias Completas “ as chamadas E.P.Cs ” e os graduados destas escolas todos são encaminhados a Escola Secundária da sede do distrito, e muitos alunos não encontram lugar no lar.
    6 – SITUAÇÃO GERAL DO PROJECTO:
    O projecto foi elaborado para servir fins de carácter educacional. A comunidade de Lugela, apesar de ter sofrido com a guerra terminada em 1992 e outras calamidades que reduzem os esforços para um desenvolvimento sustentável, tem uma vitalidade enorme. E isto nos leva a termos confiança no seu futuro pós, o povo empreende esforços de maneira a sair da situação da pobreza provocada pelas contantes mudanças climáticas e sem pôr de lado a guerra dos 16 anos. Mas por causa da falta de meios para iniciar certos projectos a pobreza atinge cerca de 90% da população de Lugela deixando vários sonhos irrealizáveis. Um dos meios para se libertar da pobreza é a educação com meios adequados.

    a) SITUAÇÃO GEOGRÁFICA:
    O distrito de Lugela fica situado entre os distritos de: Oeste e Nordeste distrito de Milange, Sul distrito de Mocuba Leste distrito de Namarroi. O distrito encontra-se cerca de 275 km da capital provincial, Quelimane, com uma população em crescimento rápido. O trabalho da casa será feito na sede do distrito para tornar mais fácil a deslocação dos alunos à escola. Da escola ao centro de acolhimento dista cerca de 1km.

    b) SITUAÇÃO POLÍTICA
    O distrito de Lugela, assim como outros tantos pontos deste Moçambique, foi gravemente afectado pela sangrenta guerra dos 16 anos entre a Frelimo, partido de orientação Marxista, no poder desde a independência 1975 e a Renamo, movimento da Resistência Nacional de Moçambique, guerra que terminou com a assinatura dos Acordos Gerais de Paz em Roma no ano de 1992.
    Com a assinatura destes acordos, Moçambique tornou-se um País Democrático e multipartidário, e, tem-se caracterizado pelos progressos socio-económicos e políticos estáveis e contínuos que incluem as eleições gerais livres realizadas em: 1994, 1999 e 2004.

    c) SITUAÇÃO ECONÓMICA
    A população do distrito de Lugela na sua maioria dedica-se à agricultura de subsistência familiar, não produz o suficiente para vender e comer durante o ano inteiro. Essas pessoas também não têm dinheiro e muito mais outros meios para comprar produtos e satisfazerem as suas necessidades elementares. Os poucos e escassos produtos que se conseguem na família têm de ser repartidos entre membros do agregado familiar. O milho, os feijões, o amendoim e a mapira são as culturas mais praticadas. E quase ninguém usa insumos agrícolas: fertilizantes e equipamentos agrícolas. Algumas pessoas sobrevivem de empregos eventuais mas também, mal pagos. Não existe alguma actividade industrial e uma minoria insignificante pratica o comércio informal. Existe pequenos estabelecimentos comerciais, que tem ajudado a população na aquisição de produtos da primeira necessidade.

    d) SITUAÇÃO SOCIO-CULTURAL:
     EDUCAÇÃO:
    Existe rede escolar um pouco abranjente e além disso, verifica-se uma fraca qualidade de ensino e índices elevados de desistências. O número de pessoas que não sabem ler nem escrever é maior especialmente nas mulheres. Este facto, dificulta o uso de tecnologias agrícolas que melhoraria a produção e também entraria a assimilação das recomendações de cuidados de saúde e higiene públicas.

     SAÚDE:
    Há zonas do distrito de Lugela onde não chega a rede sanitária completa e muita das vezes se usa medicamentos tradicionais. Os medicamentos tradicionais constituem os primeiros socorros da população.
    A malária, a tuberculose, as diarreias e doenças respiratórias assim como a SIDA são maiores causas de mortes no distrito de Lugela, principalmente nas crianças e jovens são as camadas mais vulneráveis de epidemias nesta região. A SIDA é particularmente responsável de inúmeros órfãos que num futuro próximo poderá ser um forte entrave ao desenvolvimento do distrito pós, morrerá muita gente em idade activa. São raras vezes que há campanhas de vacinação de crianças e muitas delas têm menos possibilidades de sobreviverem após o nascimento devido a sua situação económica: correm mais riscos de contraírem doenças durante a sua vida. Neste distrito muitas pessoas consomem água imprópria sem nenhum cuidado e serviço de saneamento.

    e) SITUAÇÃO RELIGIOSA:
    O distrito de Lugela tem duas missões Católicas nomeadamente a Missão de S. Francisco de Assis de Lugela a Missão de S. Gabriel de Munhamade e as Missões das igrejas Adventista do Sétimo Dia, Assembleia de Deus, União Baptista e Velhos Apóstolos.
    Muita gente de Lugela professa a religião tradicional, como magias africanas e outras fixões misticas religiosas. As igrejas se destacam pela sua educação moral e perseverança da dignidadde do homem. Tem feito encontros de formação dos seus animadores das diversas comunidades em materias de diversas situações sociais em vista ao bem das comunidades rurais.

    7 – DESCRIÇÃO DO PROJECTO:
    No plano deste projecto damos o nome de «CASA DE ACOLHIMENTO
    S. TOMÁS», por ter sido esta a preocupação da comunidade de Lugela desde muito tempo em privilegiar o acolhimento aos alunos para a educação. Entre todos os meios de educação, tem em especial importância a escola que, por força da sua missão e enquanto cultiva as faculdade intelectuais com cuidado constante, desenvolve a capacidade de julgar rectamente, introduz no património cultural adquirido pelas comunidades passadas, promove o sentido dos valores. A escola prepara a vida profissional, e cria o convívio amigável entre alunos de índole e condições diferentes, favorece a disposição de mutuamente se compreenderem; além disso, a escola constituí como que um centro, de cuja actividade e progresso devem participar as famílias, os professores, as várias associações que promovem a vida cultural, civica e religiosa, a sociedade civil e toda a comunidade humana. Por conseguinte, a educação é uma das melhores via para libertar o homem da pobreza. Segundo a Declaração dos direitos Humanos, a educação é um dever das nações ao mesmo tempo um direito do povo.
    Estamos cientes de que o ensino precisa de ter um lugar condigno, onde a luz da verdadeira ciência possa libertar a humanidade da ignorrância e da escravidão, para conduzir a pura sabedoria. E para concretizar esta tarefa desejamos melhorar a casa porque não reune condições favoráveis para se habitar devido a chuvas que se fazem sentir nesta região. Entretanto, quando chove, a roupa, comida ficam molhadas, situação que várias vezes leva os alunos a passar dias sem participar às aulas e mesmo passarem as refeições. O projecto a ser financiado será implementado, sem pretender ser uma ostentação de riqueza, no meio desta camada dos necessitados, como sempre dissemos, criaria um ambiente de acolhimento, ensino e aprendizagem para consolidação da unidade da massa estudantil.

    a) Objectivo Geral do Projecto:
    - Garantir os alunos a uma adequada educação.

    b) Objectivo Específico:
    - Contribuir para o combate do analfabetismo no país cuidando dos alunos para um crescimento equilibrado da vida estudantil.
    - Ver a a acimilação da matéria escolar e a sua eficácia dos estudos.
    - Criar um convívio amigável entre alunos de índoles e condições diferentes.
    - A casa de acolhimento vai ser construida na perpectiva de dois dormitórios:
    1-dormitório masculino e 1- dormitório femenino para criar um ambiente propício para uma aprendizagem melhor aos alunos.

    c) Duração do Projecto:
    A nossa grande espectativa é de melhorarmos a casa de acolhimento até Janeiro de 2008.

    d) Perspectiva de Manutenção:
    Para garantir a boa manutenção e assegurar a continuidade positiva das actividades projectadas após a implementação, a comunidade de Lugela em colaboração com o conselho Ecuménico de Lugela “Comunidades Cristãs” tomarão a sério a sua manutenção como o fazem com a primeira casa de material precário.

    e) Resultados Esperados
    Depois da sua implementação das actividades que é de beneficiar os alunos:
    1- A comunidade de Lugela terá uma casa de acolhimento para os alunos desfavorecidos.
    a) os alunos desfavorecidos terão um lugar digno para habitar durante o período lectivo.
    b) os alunos estarão motivados em se matricularem porque tem um lugar para viverem comodamente.
    c) havendo uma casa de acolhimento haverá um aproveitamento positivo nos resultados académicos
    d) anualmente a casa vai absorver um número de alunos que não tem por onde viver durante o tempo das aulas.
    e) a casa de acolhimento vai criar um convívio amigável e fraterno entre alunos de índoles e condições diferentes.

    8 – ORÇAMENTO NECESSÁRIO PARA A EXECUÇÃO DAS ACTIVIDADES:
    Em contacto com algumas organizações vocacionadas neste tipo de obras de construção civil para resolver a situação dos nossos alunos necessitados, o custo envolvido para a efectivação deste projecto avaliou-se o orçamento de 7 500 USD, equivalente a 187 500,00Mt ao câmbio do dia.
    Não temos outras organizações como doadores, confiamos naquela generosidade que sempre caracterizou a vossa Agência.

  • Como diz a velha máxima:”É conversando que as pessoas se entendem”…vejo que possivelmente esteja faltando essa vontade de conversar em alguma das partes; um conversar sem interesse particular ou pessoal, com espíritos desarmados. E aí que dessa conversa poderiam resultar bons frutos como por exemplo, o interesse público, a preservação da memória e da religiosidade de todo um povo, que, ainda que em qualquer tempo tenha sofrido algum tipo de exploração ou engano religioso, mas tudo foi em nome da Fé! Isso deve ser repensado, pois é esse o maior valor que está em jogo.Que todos os envolvidos tenham bastante discernimento para refletir e dialogar a questão, que o povo e acima de tudo a fé sejam as palavras chaves nesse diálogo. Ainda que tenham que ser também revistas todas as maneiras e formas de continuar essa tradição ou profissão/procissão de fé; reestruturadas, planejadas, mdificadas até, desde que se leve em conta que a fé é um grande patrimônio de um povo, senão o maior!!!E o povo tembém é senhor da história e dos tempos e é do povo que brotam tanto os administradores quanto os devotos. Graça e paz aos que lerem e aos que derem créditos a isto!!

  • Ah! Lembro-me que, ainda em criança vi minha mãe e uma irmã minha sairem para longa romaria de um município de Alagoas até aí em ‘pagamento’ de promessa feita e graça alcançada por intermédio de Santa Quitéria. hoje, estudante/concluinte do curso de teologia na Diocese de petrolina-Pe, pesquisando sobre religiosidade popular procurei por esta lembrança e percebi o impasse e saiu o texto acima. Que todos sejam abençoados e sensatos!!

  • gostaria de saber se esta igreja ainda e do tio olegario ou tia maria do carmo quen quer saber e filha de cicero mendonça osasco SAO PAULO BRAZIL. TENHO UM ADESIVO DE SANTA QUITERIA NO MEU CARRO ENUNCA ME ESQUEÇO DA SANTA QUITERIA A MILAGROSA E ELA SEMPRE ME PROTEGERA AMEM.

    • minha cara eliane mendonca parecer que minhas prece foran ouvidas voce deve ser minha prina eu so sobrinho de olegario filho de jose lopes o irmao cacula meu tel 6233396643 lique a cobrar un fraterno abraco jomero

  • Gostaria de saber nde encontrar a história de Santa quitéria, minha comunidade a tem como padroeira mas disconhece a história de vida da Santa peço de coração se alguem a tem que me avise ou me mande por e-mail.
    Agradeço.

    • Santa Quitéria A vida de Santa Quitéria tem traços históricos, que se completam com a lenda.
      Quitéria era uma das nove filhas nascidas de parto único de Cálsia Lúcia, mulher de Lúcio Caio Otílio, governador de Portugal e Galiza sob o Império Romano, no século II da nossa era. Quitéria nasceu em Braga, na região do Minho, por ocasião em que seu pai acompanhava o imperador romano Adriano em viagem pela Península Ibérica. Seus pais eram pagãos.

      Sua mãe envergonhada pelo fato, instruiu a parteira de nome Cyta que matasse as nove crianças sem que o marido soubesse. Mas, movida pelos sentimentos cristãos de piedade e amor ao próximo, Cyta desobedeceu à patroa entregando as meninas ao arcebispo de Braga, Santo Ovídio, que as batizou e encomendou aos cuidados à diversas famílias cristãs.
      E os anos se foram, quando surgiu uma violenta perseguição contra os cristãos, pelos romanos. As nove irmãs acabaram por ser levadas à presença do Cônsul, exatamente, o seu pai Lúcio Caio. Aí chegadas, revelaram ao espantado pai toda a verdade. A mãe confessou, o pai perdoou e recebeu-as nos seus domínios. Por todos os meios tentaram os pais, a partir daí, afasta-las da religião cristã. No entanto sem sucesso, pois as nove acabaram por fugir do palácio real. Apenas uma foi encontrada, Quitéria, e de novo levada à presença de seu pai, que a partir daí se tornou mais tolerante no respeito pelas práticas religiosas de sua filha. Nova fuga ocorreu quando Lúcio Caio se preparava para obrigá-la a casar com o nobre rapaz de nome Germano.

      Por querer uma vida consagrada a Deus, ela fugiu novamente, por isso, recebeu de seu pai a cólera implacável da tirania, mandando martirizar a própria filha, que foi degolada. Isto ocorreu no dia 22 de maio do ano de 130, sendo sua festa celebrada nesse dia como Santa Quitéria, virgem e mártir. Em Ipuiuna, nós celebramos o seu dia em 22 de maio, mas de maneira especial em Junho, juntamente com São João Batista.

      Santa Quitéria é invocada contra angústia, depressão, mordida de cachorro, e raiva do gado. Santa Quitéria, rogai por nós.

      São João Batista e Santa Quitéria testemunharam Jesus Cristo com suas vidas. São mártires da Igreja, exemplo de fé, nossos intercessores junto a Jesus.

  • com alegria vejo un pouco de minha historia so sobrinho de olegario guilhuene da rocha irmao mais velho de meu pai gostaria de fazer contacto com alguen da minha familia, tia maria e os demais primos. que nao os vejos a mais de 30 anos agradeceria fazer conctato. tem.cel.r.; jomero guedes un abraco

  • moro em Garanhuns e nunca vi tantos detalhes sobre á santa e seu santuario,ao qual sempre vou e trabalho informalmente no local. fiquei literalmente satisfeito com tudo e grato .

    • caro ellias victor vossa senhoria e abencoado por morar en una das mais bela cidade do pe., procure viver mais un pouco da historia que te cerca sera muito gratificante viverla meu fraterno abraco. jomero OABGOE21630

  • Eu sou membro da familia Guilherme filho de Lurdes Guilherme da Rocha, meu avô chama-se Antonio Guilherme da Rocha, eu vivo na cidade de São bernardo do Campo a 50 anos, sem nunca ir procurar nenhum problema com essa mundiça que vive brigando entre eles, todos vivem em entrigas, menos eu e minha familia que nunca fomos procurar nada, aquilo é um a verdadeira baicharia e vergonha para sociedade que conheçe muito bem, que o que vivem na cidade explorando e brigando por esmolas de enos favorecidos, sem retornar nenhum beneficio para os mesmo que lá frequenta, essa mundiça Guilherme da Rocha, vive exclusivamente de briga entre eles, sem haver nenhum acordo, quando existia os meus avos e bisa-avos, tinham um certo respeito agora com essa mundiça nova que só pensa no lado deles e mais de ninguem pra eles está tudo bem, isto é uma vergonha nacional, e um disrespeito para quem tem fé em Santa Quitéria.

    • Sr. Luiz, nao fale isso. Deixe de ser falso, demagogo. Vc vive na miseria de tanto maltratar nossa Mae Santa Quiteria. e quando vem aqui eh para vender uma parte.

  • sou da cidade de canhotinho atualmente estou morando em são paulo já foi varias vezes no santuario de santa quiteria tenho muita fé na santa quiteria das frexeiras gostaria tanto quer quondo eu fou ai em março o santuario esteja reformado e uma capela muito bonita para santa quiteria das frexeiras para atender melhor os romeiros, e que as pessoas que falar que é dono do santuario tenha conciencia e faça alguma coisa.

  • Boa Noire meu amigo, me diz uma coisa como faço para chegar ate essa capela abraço

  • Poxa eu moro em garanhuns bem pertinho de frexeiras.
    EU sempre fui a Frexeiras mais não sabia dessa historia,
    fiquei muito emprecionado ,
    com tudo,
    Desde já meus parabéns pela materia ao dono do blog,
    gostei msm de saber um pouco da historia do povo e a santa quiteria da frexeiras,
    Desde já Felicidades á todos i um Feliz 2010

  • ola tudo bem, a igreja poderia fazer ai um belo santuario, minha mãe nasceu em garanhuns, mas viveu no sitio divisão jupi e jucati, ela fala muito e canta o hino dela, mas agora ela não sabe de toda a letra, eu como sou organista, goste muito, queria sabe quem possa ter a partitura e letra do hino de santa quiteria, minha mãe canta em pequenos pedaço. nao da para tirar de ouvido, quem tiver poder fazer uma caridade de fonecer a partitura ficarei muito feliz.mande resposta

    abraço

    enilson

  • Estive no começo do ano no santuário de santa Quitéria das Frexeiras e me interessei muito pela história do lugar.
    Então fui pesquisar sobre a devoção à santa e cheguei até aqui. Um coisa interessante é que na minha pesquisa descobri que há uma grande devoção à santa Quitéria num município português chamado Felgueiras, lá existe um santuário onde, supõem-se, ocorreu o martírio da santa.

    • PAZ DE CRISTO

      CARO AMIGO ALEXANDRE , FICO FELIZ POR VC SE ENTERESSAR PELA HISTORIA DE SANTA QUITERIA E VC DESCOBRIU ALÉM, PARABÉNS, POSSO DAR UMA SUGESTÃO VOCE PODERIA PESQUISAR PARA NÓS A LETRA DO HINO E A PARTITURA SE TIVER DE SANTA QUITERIA, EU MORO EM SÃO PAULO , SOU ORGANISTA, EU TENHO UM PEDAÇO DA LETRA NÃO SEI SE É ESSA MINHA MÃE QUE CANTA, TB NÃO SEI SE ESTA CORRETA A ESTROFRE, ENTÃO VAMOS LÁ:

      HINO A SANTA QUITERIA

      SE ELA FOSSE MINHA MADRINHA
      EU JA ERA TODA DELA
      VIVIA DE ROSTO EM ROSTO
      A RAINHA SANTA QUITERIA.

      VIVA O PADRE QUE VENERO
      VIA A PRINCESA DO CEU
      A RAINHA SANTA QUITERIA.

      NÃO SE A LETRA ESTÃO CORRETA .

      PESQUISE PARA NÓS FICO GRATO, VC CONSEGUIR MANDE PARA MIM , ESCANEADO, OU EM CARTA, MEU E-MAIL ep.pontes@yahoo.com.br, MANDE RESPOSTA

      sou da familia MOREIRA PONTES , DO SITIO DIVISÃO JUPI / JUCATI.

      ABRAÇO

      ENILSON
      SÃO PAULO

  • sai de garanhuns nos anos 80 ,moro em são paulo-sp, e hoje
    o7/03/2010,me lembrei da minha terra [garanhuns-pe]e fui
    pesquisar sob a padroeira ,como eu chamava quando era
    criança[santa quiteria de flexeiras]que sempre me lembro da
    santa.[todo dia 07setembro de ano que passa]
    ai fiquei muito triste ,quando me deparei com historia da briga
    da familia com a igreja catolica.
    fico aqui em são paulo,torcendo que tenha um bom acordo, entre os lados entereçados,
    para que os fieis não sejam prejudicados.
    um abraço; amauri macena da silva.

  • BRAGANÇA PAULISTA-SÃO PAULO -SP 21/03/2010 as12:00
    as familias herdeiras envolvidaa na questão,tem que usar o- bom senso[a sabedoria ]para resolver a questão entre a -
    igreja catolica e as familias.
    deixando a igreja catolica tomar conta do santuario,na -
    verdade se pensar bem isso ai[ É UM PATRIMONIO DA HUMANIDADE]
    quanto tempo faz que não e rezada uma missa no local.

  • Quando criança, meu pai me levou nesse santuário, só para conhecer. Meu pai achava engraçado quando o dono dizia que as terras eram tudo da santinha, os boizinhos que tavam no pasto, tudo, tudo era da santa. Meu pai, concordava com a cabeça, depois resmungava baixinho: ô santinha rica.

    • cara ROSILDA,tamben passei por esta situacao,mais do lado oposto pois so sobrinhos do domo, e acha verdadeiro mercado PERSSA A RUMARIA

    • Tambem conheço este lugar e estive várias vezes em frexeiras atualmente moro em SP. Gostaria de saber se voce Rosilda é minha Irmã Meu pai chama-se João donato da silva(falecido) minha mãe Maria josé alves da silva se for voce responda nesta coluna ou ligue;(11 -958494761) OBRIGADO.

  • por favor alguem pode me explicar como eu posso chegar a igreja de santa quiteria,para pagar uma promessa da minha mae ja falecida.a promessa eu e meu irmao junto com a minha mae teria de entrar na igreja de santa quiteria descalcos, e soltar folguetes,minha faleceu ha 20 anos atras,meu irmao virou evangelico,somente eu tenho essa preocupacao de pagar a promessa,moro em sao paulo.e nas minhas feria pretendo,ir ate a igreja pagar a promessa.
    obrigado SANTA QUITERIA VOS ABENCOE

  • por favor alguem pode me explicar como eu posso chegar a igreja de santa quiteria,para pagar uma promessa da minha mae ja falecida.a promessa eu e meu irmao junto com a minha mae teria de entrar na igreja de santa quiteria descalcos, e soltar folguetes,minha faleceu ha 20 anos atras,meu irmao virou evangelico,somente eu tenho essa preocupacao de pagar a promessa,moro em sao paulo.e nas minhas feria pretendo,ir ate a igreja pagar a promessa.
    obrigado SANTA QUITERIA VOS ABENCOE

    • meu carovaldenir para chegar a santa quiteria e muito simples, en seu pedido de informaçao voce nao reporta de onde e para que possa dar unba orientacao mais precisa, santa quiteria fica do municipio de sao joao permanbuco, mais a melhor referencia e guaranhuns, fica a seis kn da cede en estrada asfaltada,desejo le sucesso en seus objetivos, respeitosamente. dr. jomero woilldesom oabgoe21630

  • Minha mãe minha Santa, tenho meu amigo Manuel que tem mais problemas do que eu e tenho certeza que a Senhora vai resolver o problema dele me ajude nessa batalha e tbm na volta pra minha terra, 1° coisa quando eu chegar lá vou le pagar essa promessa de que ele fique bom e eu tbm saiu dessa situação que eu venho passando, 1° coisa quando eu chegar na minha terra vou lhe visitar e muito obrigado por tudo tenho certeza que eu vou lhe visitar muito obrigado

  • Sou irmão do Luis Luilherme Alves, por parte de pai. Quer queira ou não o Luis é erdeiro dessa quirelinha. E ele falou que assim que o vaticano comprar esse local, ele vai dar uma gorgeta pra cada um dos seus 16 irmãos. Afinal a familia Vilela tambén faz parte desse bolo. Os Rochas, até agora só morderam o filé tem que roer o osso tambén. Me ajuda ai pô.
    Antonio de Lima Alves, (não se esqueção do mano Manoel Vilela.)

  • Sou Cicera de Lima Vilela, irmã de Luis Guilherme Alves, vocês já brigaram muito. Mais como o montante é grande dar pra dividir pra todos nós mais a santa já ajudou a todo mundo agora é nossa vez, Cumpram a promessa.

    • cara maria cicera comcordp com voce prenamente esta briga e minha velha conhecida, so sobrinho de olegario irmao de meu pai gostaria de saber mais sobre a familia do sr. luis guilherme pelo visto e meu parente, aceite un abraco fraternal, e permita chamala de prima. jomero willdeson guedes OABGOE21630

  • Busco imagen de Santa Quiteria, donde se puedan apreciar sus rasgos iconograficos, (talla o escultura), Gracias

  • ORAÇÃO DO PODER.
    AS SETE DORES DE MARIA ORAÇÃO PODEROSA! ORAÇÃO MUITO PODEROSA!!! FAÇA UM PEDIDO, antes de ler!!! Que hoje haja PAZ dentro de mim, que eu possa confiar no poder mais alto que é Deus, pois estou exatamente onde devo estar. Que seja feita a vontade de Deus!! Nosso Pai que eu não esqueça as possibilidades infinitas que nascem da FÉ, que eu possa usar estas bênçãos que são dadas, que eu possa me sentir satisfeito sabendo que sou filho de Deus, e, permita-me Senhor que sua presença se estabeleça em meus gestos de FÉ a minha alma a liberdade para cantar e dançar e se aqueçam na LUZ que está aqui para todos nós!!! Amém!!!! Envie este texto para sete altares de igreja, ou na internet para sete comunidades catolicas e veja o que acontecerá em 1(uma) hora

  • O santuáriio está praticamente deteriorado, comosabemos na época da romaria é arrecadado uma boa quantia em dinheiro, isto faz com que surja esta briga entre os donos da vila e a igreja, nesta vila não há quase nenhum investimento, inclusive o acesso ainda não é pavimentado, onde cerca de 5 Kms de distancia entre Garanhuns e a vila após o inverno, época de maior cncentração de romeiros a estrada fica em péssima situação, devido as chuvas e a movimentação de veículos, tais como pau de arara e onibus, como o poder público ao meu entender não deveria investir no santuário, mas pelo menos deveria pavimentar o acesso, pois é um descasocom os fieis que pagam anualmente o sagrado IPVA…

  • “A Igreja é santa mais também é pecadora porque é administrada por homens” Santa Quitéria de Frexeiras é e continuará sendo sempre a Rainha dos romeiros, dos pobres, dos boias-frias, dos excluidos enfim de todos os romeiros que teem fé e que veem na fé em Santa Quitéria alivio para suas mazelas. “Mais forte que a seca, a fome e o sofrimento só a fé” E tenho muito fé nesta Santa milagrosa, serva de Deus que acolhe a todos em sua capela simples, porém de grande riqueza quando se observa todas aquelas jóias de ouro, as fotografias, as muletas, os cabelos, os ex-votos talhados em madeira, os ex-votos feitos por Mestre Vitalino e Zé Caboclo e muitos mestre famosos que qualquer museu do mundo disputariam para ter em seus acervos.
    Que Deus ilumine um milhão de romeiros que vão em romaria todos os anos ao Santuário de Rainha Santa Quitéria de Frexeiras pagar suas promessas e renovar sua fé.
    Santa Quitéria assim que for possível mandarei fazer uma coroa de ouro com as jóias que herdei de minha família para colocar em vossos pés como gratidão por inúmeras graças alcançadas.
    Obs. Se no vaticano há brigas e divergências por questões financeiras não seria diferente em um vilarejo. Que cada familiar faça a sua parte que Deus tudo vê e que prestaremos conta só a ele de nossoa atos e ações, atitudes e omissões.
    Marcos
    Aveiro-Portugal

  • Eu estive 1 vez em santa quiteria quando era criaça mais ainda me lembro de alguma coisa,gostaria de rever o lugar.

  • É triste nós vemos isto uma santa tão milacrosa no meio de uma briga que para mim o poder publico deve sim entra nesa brica pelo qui eu vie o poboblema todo é o dinheiro que os fies dão nas festividade, eu fui agraciado por ” SANTA QUITERIA” no ano de 1975, fui ate la e paguei minha promessa, em junho de 2010, etive muito doente e mim vali dinovo da santa fui e fui agraciado denovo mas juro que esto com medo de ir paga minha promessa eu tenho que paga e vou paga mas vai ser dificio, qui nós vemos que um lugar com muita gente é muito vizado pelos ladroes mesmo com segurança e sem a mesma como é que esta neste local. mas imfelismente este é o noso pais. disprovido de tudo e de todos, vemos que isto é sim uma briga por dinheiro mas quem deve tomar conta de santo é a icreija não pessoas particulares qui só ver o qui entra de dinheiro.

  • oi eu mi chamo neti sou filha de francisco antonio que mora em rodiador meu comentario e so de tristeza pois vejo na internet o que esta acontecendo na minha cidade fiquei muito triste bjs

  • boa noite sou neti moro em itaituba pa mando meu email para meus colegas e meus familiares marinalda neide bruna estou bem graccas a deus bjs para todos

  • meu email e nete itbenert.com

  • gente descupa errei meu email e neteitbenet@.com

  • igreja faz bem em ficar de fora. Afinal ela ja é criticada demais por alguns. quem tem que resolver isto são as autoridades.
    Aos que criticam a igreja, primeiro que a conheçam, estudem e saibam como funciona e se organiza. Dar opinião por conta propria é o mesmo que medicar um doente sem ser medico.
    voce que critica a igreja, ja visitou uma obra de caridade, creche, orfanato, hospital mantido pela igreja? Ou quanto ja fez de caridade pelo teu proximo?

  • Prezado Marco Bahé, hoje “viajando” pelo mundo virtual a procura de retratos de família, encontrei sua inusitada, extrambólica e maravilhosa história. Adorei! As verdades são muitas, porque cada pessoa ou grupo construiu sua verdade e dela não abre mãos. Inclusive não abrem as mãos nem mesmo na hora da partilha do dinheiro. Antes de tudo o fato revela uma beleza cultural impar. Gostaria de saber mais sobre essa história. O sr. tem outros escritos sobre isso? Parabéns! Isso é o que chamo de “caça ao tesouro”.!

  • SOU SEMINARISTA EM SÃO PAULO – SP, SOU NATURAL DE CUPIRA -PE. Estive 4 vezes em santa Quitéria dou testemunho da enorme quantidade de fiéis que vão lá para exercitarem sua fé, mas também dou testemunho do desprezo do local e principalmente da falta que faz a presença da Igreja lá, a pratica ou realização dos Sacramentos, a celebração da Eucaristia, afinal são essas coisas que dão sentido as romarias. Se é uma propriedade particular como é, ao mesmo tempo trata-se da fé dos católicos e cabe a Igreja os assuntos da fé, e visto por esse lado, a Igreja não só pode como deve interferir para fortalecer essa fé tão pura do povo e garantir que não sejam explorados.
    Vamos pois, rezar para o Espírito Santo conduza essa questão a uma solução acertada e possamos em breve contar com mais um santuário católico para de lá se propagar o Evangelho aos peregrinos que ali vão confirmar sua fé.
    SANTA QUITÉRIA ROGAI POR NÓS E INTERCEDEI POR ESSA CAUSA. AMÉM.

  • APROVEITO PARA PEDIR AOS FIÉIS DAS DIOCESES DE GARANHUNS, MACEIÓ E PALMARES,

  • APROVEITO PARA PEDIR AOS FIÉIS DAS DIOCESES DE GARANHUNS, PALMARES E MACEIÓ QUE DIVULGUEM ESSE ASSUNTO E REZEM PARA QUE EM BREVE A IGREJA POSSA ASSUMINDO AQUELE SANTUÁRIO, REALIZAR ALI UM GRANDE TRABALHO DE ANUNCIO DO EVANGELHO.

    TAMBEM PARABENIZO ESTE SITE POR ESSA BELÍSSIMA MATÉRIA.

    FRATERNALMENTE
    SEMINARISTA SEBASTIÃO JOSÉ DOS SANTOS

    FILHO DE PANELAS E CUPIRA

    ATUALMENTE EM SÃO PAULO – SP.

  • Bom dia a todos os fiés….

    Estive pela primeira vez na cidade que fica a imagem de Santa Quitéria ontem dia 11/09/2011…E infelizmente pude perceber a falta de estrutura do local que fica a imagem da Santa e de uma Igreja para a Santa Quitéria receber os seus devotos e fiés….
    Nota-se que essa família que toma conta da imagem….fazem da imagem um verdadeiro comércio….Visando no final das tardes o lucro para cada membro dessa família Guilherma da Rocha…Isso é uma pouca vergona….. Tenho muita fé em Deus e em Santa Quitéria que essa família…um dia vai deixar de se achar donos da imagem….E que Santa Quitéria toque no coração ruim dessa família para que eles cedam para a criação da Igreja Católica no Local…. Isso é uma pouca vergonha…Essa família vive das custas dos pobres….

  • E tenho muito fé em Deus e em Santa Quitéria…Que ainda irei pagar a minha promessa aí em Fleixeiras PE, na cidade de Santa Quitéria…Que será assistir a missa na Igreja de Santa Quitéria ajoelhada, Não sabia que aí não tinha uma Igreja e fiz essa promessa…. Família Guilherma da Rocha….Deixem de enricar nas custas dos pobres….Vcs ficam diante da imagem arrecadando dinheiro pra vocês Próprios….. E nem se quer ajeitam o local….
    O local está precisando ser reconstruido…..ou de uma boa reforma…. Eu vi com os meus próprios olhos que tem uma escada no local que está já desabando….e vcs só pensam no dinheiro que o povo ajuda….E nem se quer pensam em in vestir no local….

  • Sou de Arapiraca – AL. E digo a essa família Guilherma da Rocha que se acham dono da Imagem de Santa Quitéria.. Que vou incentivar a Igreja Católica a tomar as devidas providências….. Fiés e Devotos de Santa Quitéria….Digam sim a uma Igreja no Local em que nós temos a padroeira Santa Quitéria….

  • fui ao santuario domingo e não gostei da estrutura a familia deveria entregar a diocese pra tomar conta pelo menos se contruiria uma igreja digna!!!!!!

  • Eu sou irmão de Luis guilherme da Rocha por parte de pai sei que a familia vilela que sempre estivaram junto aos guilherme, nunca tiveram beneficio nemhum vindo de esmolas ofertadas por pobres famijerados que visitam a santa quiteria.Isso é uma poca vergonha brigar por algo que não foi conseguido com esforços de trabalhos e sim sabedorias mediucre que não fora adqueridas com conhecimentos do que é uma religião; Ali só houve espertalhões querendo tirar proveito de algo insignificante. Quando você chega ao local onde é sediada a imagem de santa quiteria, o que você avista são pessoas pedindo esmolas porque não tem nada que lhe favoreça. É asssim que esses abutres querem viver aproveitando da miseria de quem não tem nada. Há vamos trabalhar e viver com dignidade!!
    Ass. Antonio Vilela

  • boa noite eu me chamo maria helena
    Naci na sona rural da cidade de Maraial pernambuco
    conheço o santuário. meus familiais receberão vários milagres pela interseção de santa quitéria, fico triste
    em saber que esta família estão brigando por esta causa sendo que eles poderia esta agradecendo a deus
    Por esse lugar santo que muntos pobres e fieis receberão graças, milagres e benção de deus pela interseção de santa quitéria.Que santa quitéria coloque paz união no corações desas famílias que eles saiba que o dinheiro nem sempre trás alegria mais que a verdadeira alegria é deus,que eles sintase mas que
    gratificado por fazer parte dessa historia.

  • Tive oportunidade de visitar este lugar, e não vi diferença no que esta família faz para o que os lideres católicos sempre fizeram em suas igrejas. Se aproveitarem da fé para enriqueceram. Foi assim no passado quando a igreja católica em nome da fé condenou milhares de pessoas a fogueira e torturou outros milhares em nome da santa inquisição.
    Hoje como a constituição defende a liberdade de cultos esta mesma igreja comercializa a fé de seus seguidores omitindo a verdade no tocante ao pecado de idolatria como podemos ver em (Êxodo 20.4)(Levitico 26.1)(Deuteronômio 11.16)(Isaias 42.8)(I João 5.21). O meu sentimento é o mesmo de Paulo em Atos 17.16, quando não concorda com o que os mercadores da fé faziam em Atenas.
    O que é feito em Fleixeiras é visto em todo o Brasil quando é vendido fotos, estatuas, fitinhas, terços e muitos outros objetos em nome da fé, quando se realiza missa de sétimo dia, missa de trigésimo dia e missa anual para o defunto, cobrando por todas essas missas.
    Sobre uma capa de santidade dizem às pessoas que eles têm autoridade para perdoar pecados dos outros quando eles mesmos estão repletos de pecados como vimos em Arapiraca-Pe, quando Homens que perdoavam pecados na missa e as noites praticavam orgias na casa paroquial.
    Hoje a igreja ofereceu Três Milhões de Reais a Família pela chamada Santa Quitéria que nem eles mesmos sabem de onde veio esse nome, com uma fachada de santidade mais com a visão em que e chamada santa traga bilhões apara os cofres da santa igreja.
    O ministério público deveria intervir nessa forma cruel e desumana de granjear dinheiro alheio.

  • Nos meus 19 anos de vida frequento o Santuário de Santa Quitéria desde pequena.
    Hoje fui até lá (05/08/2012), sei que esse post é antigo, mas sei também de sua importância
    para fies e sociedade.

    A IGREJA NÃO MERECE NEM PISAR NO SANTUÁRIO! O que padres, bispos e afins tem que
    entender é que a fé é que obra todos os milagres NÃO ELES!
    Se existem romarias, milagres e muita fé é pq o povo gosta, você que visitou deve ter sentido a
    essência do lugar. Tudo que compõe o santuário deixa-o mais lindo, as fotos antigas, as esculturas
    velhas penduradas na parede, a casa mais velha ainda. Tudo isso é Pernambuco, tudo isso é Brasil
    tudo isso é CULTURA!

    Qual Papa abriu as portas do vaticano para que as pessoas pudessem pegar nas peças, viajar
    pela historia, sem que tudo seja filmado, sem que alguém fique no seu pé olhando cada passo
    que você pensa em dar!?
    Se dizem que para a família isso é uma especie de negocio EU DIGO que a igreja não se mete
    em nada sem uma segunda intenção! Malditos alienados que pensam que podem mandar no
    mundo! Quem manda no mundo é Deus e mais ninguem!!!

    Que esse lindo santuário ainda pobre em infra-estrutura posso melhorar seu acesso sem nunca
    mecher na sua essência e que Santa Quiteria continue iluminando nossas vidas e obrando seus
    milagres.

  • Já visitei várias vezes, sei que tem famílias, padres, romeiros e outros envolvidos. Para mim não importa quem queira usufluir dos coitados que visitam. O que falta é limpeza, banheiros, cada dia que passa o desprezo aparece.

  • com certeza quem manda alí é a familia (guilherme rocha) nao se podem construir nada alem do que já existe lá, é um absurdo.

  • Eu recebi uma graça que foi meu local de trabalho que se chama lava jato santa quiteria de frexeiras milagrosa localizado em maceio alagoas meu carro, e minha familia pós eu sei que ela é milagrosa e vou paga minha promeça de perto espero que todo mundo consiga a graça que eu consegui pós foi atraves de um quadro dela que iam jogar no lixo e eu pequei depois disso só graças na minha vida eu amo ela e sei que ela sempre esta com migo nas horas deficies, e nas alegrias , espere que nunca feche o santuario, não vejo a hora de ir aos pés dela e ver ela de perto tudo que eu tenho eu agradeço a ela, e espero um dia poder comprar um terreno em maceio para fazer uma iqreja com o nome dela sei que n vai demorar pós ela vai mim dar esta oportunidade…………….

  • minha madrinha e minha protetora Rainha santa quiteria o meu mair sonho è ir na frexeiras agradecer as graças resebidas obrigada minha doce mãe santa quiteria e continui na direção da ninha vida amem

  • como está a situação no momento? é uma pena ver jovens na familia sem um pingo de discernimento, sem exercer os valores cristãos que receberam de seus antepassados e dizer que não tem vocação, e cadê o respeito pela história dos avós. Que Santa Quitéria interceda por essa situação. eu estava pesquisando a vida de Santa Quitéria, porque minha mãe chamava-se Quitéria, gostaria muito de conhecer esse Santuário mas não assim do jeito que tá, local que não tem missa, o inimigo toma de conta. pensem nisso. valeu!

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação às punições de corruptos...

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia


  • “O homem de bem é um cadáver mal informado. Não sabe que morreu.”
    Nelson Rodrigues.

ARQUIVO

abril 2014
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).