FED corta juros em 0,5% e Bovespa dispara

set 18, 2007 by     Sem Comentários    Postado em: Economia, Finanças

paul-bernanke.jpg

Tudo ia tranquilo na Bovespa, até o Banco Central Americano divulgar o corte na sua taxa básica de juros em 0,5%, passando de 5,25% para 4,75%.

Todas as bolsas do mundo disparam neste momento, a Bovespa com alta superior a 4% e o dólar com queda expressiva de 2%..

A lógica é simples: os títulos americanos remunerando em menor valor os investidores, estes voltam às bolsas. No nosso caso, dinheiro investido em títulos do FED são vendidos, e voltam ao país. Os investidores convertem dólar em real, caindo a cotação da moeda americana. Ao fazerem isso, compram ações na Bovespa, e estas sobem.

O FED tomou a decisão mais correta. Em momentos de instabilidade e falta de liquidez, é melhor cortar os juros do que alimentar o mercado com mais dinheiro, podendo gerar inflação do mesmo jeito.

Vamos ver agora qual vai ser o comportamento do Copom na próxima reunião. Não há motivos para interromper a queda na curva de taxa de juros aqui no Brasil.

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

julho 2019
S T Q Q S S D
« mai    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).