Ipojuca tem o maior PIB per capita de Pernambuco

dez 19, 2007 by     28 Comentários    Postado em: Economia

 recife5
Capital Pernambucana oncentra 34,1% do PIB do Estado

O IBGE divulgou hoje um grande trabalho, chamado PIB dos municípios, onde podemos analisar claramente várias nuances da economia pernambucana.

A surpresa é a disparidade em alguns números encontrados. Claro que Recife é o maior PIB do Estado, disso não se tinha dúvidas, mas quando analisamos os dados de PIB per capita, Ipojuca apresenta um resultado muito elevado, que não condiz com as condições de vida da população. Os dados são de 2005. Estão com certo atraso, mas já são bastante úteis.

Lula em Ipojuca( Foto Ricardo Stuckert PR)
Lula e Eduardo visitam obras em Ipojuca

Claro que os dados apresentam distorções, como por exemplo o fato do que é produzido nos municípios deixarem pouco valor agregado para a população, pois às vezes são distritos industriais. Mas observando os dados, verificamos que o crescimento de alguns deles é surpreendente. O que mais chama a atenção é a diferença de Ipojuca em relação aos demais.

Os 10 maiores PIB’s per capita de Pernambuco, em 2005, em reais, são:

  1. Ipojuca: 51.577
  2. Petrolândia: 17.107
  3. Cabo de Sto. Agostinho: 16.855
  4. Itapissuma: 11.442
  5. Recife: 11.102
  6. fernando de Noronha: 10.001
  7. Camutanga: 9.084
  8. Igarassu: 6.921
  9. Rio Formoso: 6.359
  10. Jaboatão: 6.348

Os 10 maiores PIB’s de Pernambuco, em 2005, em milhares de reais, são:

  1. Recife: 16.664.468
  2. Jaboatão:4.067.013
  3. Ipojuca: 3.505.321
  4. Cabo: 2.852.381
  5. Olinda: 1.937.881
  6. Caruaru:1.576.557
  7. Petrolina: 1.549.823
  8. Paulista: 1.140.991
  9. Igarassu: 629.163
  10. Garanhuns: 564.875

O PIB de Recife representa 0,78% do PIB Brasileiro. Quando verificamos a importância em relação ao PIB do Estado, Recife representa 34,1%. Era de 36,5% em 2003.Ipojuca era de 5,8% em 2002, e agora representa 7,2%. Ipojuca tem a 37a. maior renda per capita do Brasil.

Aos poucos iremos divulgando as análises dos resultados. É uma excelente massa de dados para explorar.

28 Comentários + Add Comentário

  • Acho que tem algo errado nessa pesquisa. Em 2004, Santa Cruz do Capibaribe estava em 2o. lugar no PIB per capita, se não me engano. Pelo menos ele estava entre as as 10 mais.

    Em 2005, a capital da sulanca sumiu das listas das 10 mais.

    Outra coisa, dá para acreditar que Camutanga e Petrolândia estejam nessa lista?

  • Petrolândia recebe muitos royalties por conta de Sobradinho. É um município rico!

  • Pierre, na segunda tabela, os dados estão em milhares de reais, e não em reais, como você colocou. Se fossem em reais, a população do Recife seria de cerca de 1.500 pessoas.

  • Fábio,

    Segundo o site do IBGE (na parte Cidades@), em 2004, o PIB per capita de Santa Cruz do Capibaribe era de R$ 3.054,00; o de Camutanga era R$ 11.948,00 e o de Petrolândia era de R$ 12.802,00. Ah, o de Ipojuca já era de R$ 43.251,00.

    Por sinal, Camutanga caiu muito entre 2004 e 2005.

  • Valeu Marcio
    Já corrigi
    Abraço

  • Segue uma comparaçao interessante entre os PIBs dos estados dos EUA com os demais países do mundo:

    http://strangemaps.wordpress.com/2007/06/10/131-us-states-renamed-for-countries-with-similar-gdps/

    Vale a pena dar uma olhada pra perceber a distância que separa a economia dos EUA do resto do mundo…

  • Como a maioria das “empresas” de Santa Cruz e Toritama são informais, não devem ter sido contabilizadas no PIB…

  • Por curiosidade, peguei os números de 2004 e comparei com os de 2005. Se mantiver o mesmo ritmo, desde o ano passado, Ipojuca é a segunda maior economia do estado. Mas o que mais chama a atenção são as quedas do Cabo de Santo Agostinho e de Igarassu.

    # 2005 # 2004 #Variação#Projeção 2006
    1. Recife: 16.664.468 # 14.279.476 # 16,70% # 19.447.807
    2. Jaboatão: 4.067.013 # 3.967.613 # 2,51% # 4.168.903
    3. Ipojuca: 3.505.321 # 2.871.459 # 22,07% # 4.279.105
    4. Cabo: 2.852.381 # 3.870.939 # -26,31% # 2.101.836
    5. Olinda: 1.937.881 # 1.551.178 # 24,93% # 2.420.988
    6. Caruaru: 1.576.557 # 1.249.820 # 26,14% # 1.988.712
    7. Petrolina: 1.549.823 # 1.609.721 # -3,72% # 1.492.154
    8. Paulista: 1.140.991 # 1.003.351 # 13,72% # 1.297.512
    9. Igarassu: 629.163 # 710.068 # -11,39% # 557.476
    10. Garanhuns: 564.875 # 590.590 # -4,35% # 540.280

  • Dados políticos mal empregados, somente isso. Não significa que em Ipojuca vive-se muito bem, obrigado. Sou recifense e trabalho em Ipojuca desde agosto de 2007, e a minha renda de 1

  • Economia não é minha, mas tenho interesse em conhecer os critérios da pesquisa, obrigado.

  • Economia não é minha área, mas gostaria de saber quais os critérios utilizados e de onde provêm essa renda percapita de Ipojuca. Obrigado

  • É vergonhoso lermos estes números e vermos em Ipojuca, pessoas passando fome, não termos hospital público, politica voltada para educacão, Agricultura, Seguranca, saneamento básico enfim ter uma vida digna. Despertemos para elegermos pessoas comprometidas com Deus e com o povo.

  • Não acredito Petrolândia está na 2º colocação e o Cabo de Santo Agostinho apenas na 3º posição, já que temos tantas indústrias e o Porto de Suape.

  • O cabo de santo agostinho era pra estar nos primeiros , pois tem muitas coisas q foi construida láa , ex: porto de suape , as economias do cabo e etc

    • qm perguntou sua *¨%$#@!!!!!!

      Nota: Comentário editado pela equipe do blog por conter palavra de baixo calão.

  • Evelim, o porto de suape nao tem nada aver com o Cabo, e sim o porto pertençe a Ipojuca, imfelizmente, onde enche os bolço desse politicos ladrones q nao sabe a gandesa do nosso municipio. gomvernador, vamos fazer um projeto para tomar suape desse imcompetente. suape tem q ser feito como noronha pertençer ao gomverno. pq tamos cheio de ver veriador de ipojuca isnobarem q recebem 250.000.00 reais por mes. aindam acham pouco eventam broco de carnaval e cada um levam 120.000.00 e outros mas sabidos 200.000.00 . Gomvernador, Ipojuca e uma embalagem bonita mas por dentro e podre, fome, miseria, se escola, nos nao temos um ginasio para os nosso filhos, mas temos maconha drogas e prostituiçao pq os jovem nao tem uma ocupaçao.

  • só estou esperando pra ver como vai ficar a economia de Ipojuca, tanto em pib como per-capita a partir de 2012 quando inaugurar a refinaria e outros grandes projetos (siderurgia, estaleiro e etc).

    [WORDPRESS HASHCASH] The poster sent us ’0 which is not a hashcash value.

  • hoje IPOJUCA já é o 37º maior pib per-capita do país. Com a inauguração da refinaria acredito q ela esteja entre as cinco ou mesmo a primeira colocada… dá-lhe NORDESTE…

  • Putz issuh é mto interessante…:0 me deu inté sono rsrsrsrsrs bjus *********!!!!!

    Nota: Comentário editado pela equipe do blog por conter palavra de baixo calão.

  • Ipojuca tem sim uns ótimos indicadores, que pena que os corrupitos que existem aqui não fazem nada pela população.
    Pois a saúde do municipio é horriveeeeeeeeeeeeeeel, dá vergonha.

  • pra onde tá indo esse dinheiro…???
    pro bolso dos governantes??
    é claro pq tanto dinheiro i ipojuca ainda é uma m…
    pessoas passando fome, saúde terrível, educação?? nem se fala…
    infra estrutura??? o centro da cidade pior num pode fikar
    e o verde das arvores da praça principal. Foi trocado por aquela fonte que ninguem merece. Dá vergonha quando chega turista aki…

  • por que a per capita de petrolina esta com baixa renda?
    mas esaa pagina ñ inclui nada

  • ater quando vamos ficar ostentando pibis tão autos em ipojuca e sua população vivendo a meçes de tantos problemas, saúde,educação, saneamentos basico, falta de agua, ou seja abodono total dos ipojucanos, so pra se ter uma ideia de 2004 a 2010 não se narci mais uma criança em ipójuca po falta de maternidade isso É UMA VERGONHA ser prefeito parabens pelo seu percimo trabalho

  • Gostaria de Conhaecer IPOJUCA. Mandem fotos das coisas boas e ruins da cidade….

  • sou ipojucano sem querer
    mais todos vereador de ipojuca sao verdadeiros ladroes juntd com o atual prefeito e agora aumentou o filho e deputado uma gangue so

  • Não Somos o Primeiro PIB ainda Porém Depois de alguns anos que a Refinaria estive funcionando,aí sim seremos o Primeiro PIB,porém e necessário que nossos político Municipais Trabalhem para Repassar Essa Renda em Forma de Reestruturação do Município como um todo. Em Especial no Setor de Saúde Pois está uma Vergonha… Fala De Um Ipojucano Que Ama Sua Terra.

  • nao ejusto que toritama nao teja nesta lista poios toritama
    e acidade que desevolve todo agreste de pernambuco…
    e a que tem o pib mais elevando do interior

  • qual e os dados de 2o13 de ipojuca

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

novembro 2019
S T Q Q S S D
« mai    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).