Nunca na história deste país um orçamento foi deficitário

ago 31, 2015 by     10 Comentários    Postado em: Economia

Quando você acha que já viu de tudo em matéria de destrambelho governamental, eis que o Governo Dilma Rousseff nos surpreende.

Desta vez resolveu mandar um orçamento para 2016 com um déficit primário.

Vejamos…ela já está avisando que em 2016 sequer consegue pagar os gastos de seu Governo. Já chegou à conclusão de que perdeu 2015 e precisa gastar (essa é a ideia única deste Governo) para se recuperar.

Claro que as consequências serão desastrosas. O grau de investimento será perdido, destruindo milhares de empregos de investimentos que não virão ou mesmo empresas que precisarão ser vendidas para que os recursos de alguns fundos de pensão voltem para sua origem, por exigência legal.

Mas entre destruir o país ou acabar com a popularidade (se é que é possível baixar do que se tem) é claro que a comandante prefere a primeira opção.

Mas o que parece é que isso tudo é apenas uma chantagem política para fazer com que o congresso aprove mais alguma peripécia arrecadatória. Para o Governo é melhor tungar do bolso alheio do que cortar na própria carne.

Com isso passamos o atestado claro de que o Governo faliu o Estado e que a partir de agora será o Deus nos acuda. Joaquim Levy, que aparentemente é mais sensato que o resto do Governo somado, é contra esta loucura, mas parece que não está encontrando respaldo.

O vice-presidente Michel Temer, não se sabe se seriamente ou com galhofa, falou que o Governo estava sendo transparente.

Resta saber até quando vamos ter que aguentar isso.

10 Comentários + Add Comentário

  • O Brasil pode ser resumido em três aspectos: O Estado gasta como nunca pra sustentar privilégios de seus agentes; O povo se mata de trabalhar pra sustentar essa monstruosa máquina pública dirigida por este mesmo estado ineficiente; Serviços gerais do estado, que deveriam ser refletidos por meio de impostos, são uma fantasia.

    Momento bastante propício para o povao tomar vergonha na cara, convocar uma nova constituinte, erradicar o privilégio de agentes públicos e políticos e garantir maior rigor e aplicação do erário. Em um país que, na contramão do mundo moderno, aumenta tributos ao invés de dizimar a gastança pública, leva seu povo para o abismo em vez de lançar os causadores no precipício.

  • Ver o povo brasileiro se fudendo na mão do PT é muito bom.

    E pensar que esse mesmo povo OTÁRIO há 10 anos defendia Lula no caso do mensalão, hoje essa mundiça sofre na mão dos canalhas esquerdistas.

    É isso aí, quem defende marginal tem mais é que se lascar.

  • Pierre,

    Gostaria de uma consideração sua a respeito do Joaquim Levy.

    É impressão minha ou ele parece que está lá sem estar afim de ser Ministro da Fazenda?

  • E o pior é que os doentes mentais militantes do PT ficam dizendo “Fora Levy”. Esses animais não entendem que Levy, apesar de ser da oposição, foi uma escolha da própria Dilma, afinal, até a bruxa velha reconhece que só alguém qualificado da oposição pode arrumar a ZONA que o PT fez neste país.

  • Há um livro (embora o conteúdo seja voltado ao aspecto sociocultural e não à política) cujo título reflete perfeitamente o que está acontecendo com o PT: “Ideias tem consequências” (Richard Weaver).

    O PT nos últimos trinta e cinco anos fez política baseado num discurso de ódio e demonização dos adversários. Enquanto oposição no governo federal e até depois de ter virado governo sempre alimentou os funcionários públicos (cujos sindicatos em sua maioria esmagadora são controlados com mão de ferro pela CUT) um populismo irresponsável no qual eles sempre tinham o direito de pedir mais e mais salário, abonos, adicionais e que estes só eram/são negados por causa de políticos inescrupulosos lacaios do neoliberalismo (antes de serem governo, era Collor, Itamar, FH; depois, o congresso fisiológico/conservador que não deixa o PT conceder essas benesses). Vive bombardeando jovens estudantes nas universidades públicas e particulares, e também os tais movimentos sociais de uma forma geral, com uma visão de mundo irreal onde o “almoço é grátis” e se não o é, é por causa de empresários/políticos gananciosos “da direita”. Fizeram/fazem a caveira de qualquer jornalista que os critiquem – mesmo que minimamente e de modo polido e “cheios de dedos” – e pregam abertamente a extinção de veículos de comunicação que ousam fazer uma linha editorial de oposição (algo comum em países democráticos e civilizados), mesmo que esses usem desses modos polidos.

    Nesse ano de 2015, chegaram ao cúmulo da esquizofrenia fazendo passeatas contra a política econômica e o ministro da Fazenda do governo que eles apoiam por não poderem, nesse caso, demonizar a oposição.

    Ou seja, toda a rejeição que o PT está sofrendo e toda as medidas que estão sendo obrigados a tomar são consequência da política de ódio e de irresponsabilidade que sempre fomentaram no país.

  • Dona dilma ( em letras minúsculas como ela) envia ao Congresso, um orçamento com previsão de déficit de 30 BI. Apresentando despesas sem a necessária indicação de receita correspondente, dilma/pt convidam o Congresso a ser cúmplice num crime previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.Aliás, esta lei é um tapete onde o governo dilma/pt todos os dias esfregam suas patas. Pára o mundo que eu quero descer.Pobre Brasil

  • FORA PT !!!! Dilma é 100% culpada disso.

    Mantega era apenas uma marionete dela, aproveitou a pouca capacidade intelectual do Ministro para aventurar a ‘Nova Matriz Economica’. Ta aí, pais quebrado, megulhado em inflação. Mais conhecido como Estagflação.

    Nenhuma surpresa para quem entende com seriedade o que é uma economia.

    Não tem surpresa, só podemos gastar o que arrecadamos. Isso serve para nosso condominio, nossa casa e contas pessoais. Quando a conta não chega significa que estamos falidos! Portanto, mesmo sugando 1 TRILHAO, estamos quebrados!

    Ainda tem gente que defende esse modelo economico bizonho e demanda ainda mais governo como soluçao para qualquer problema!

    Estamos muito atrados em relaçao ao mundo!

  • Oi, Pierre.
    Hoje passou uma informação pela minha timeline sobre déficit que me deixou curioso. Não sei até que ponto é verdade:

    “Déficit no Brasil: 0,5% do PiB

    O déficit publico da Zona do Euro deste ano será de 2,3%.
    No ano que vem, se tudo der certo, 1,7% do PIB.
    O da Espanha é de 5,8 ! E o Governo governa.
    O da Alemanha é de 0,60% e a Merkel governa não só a Alemanha como a Europa e a Grécia !
    O déficit do Reino Unido é de 5,2%.
    Da França, 4%.
    O da Itália, 3%.
    O de Portugal, 4,5%.”

    Isso confere?

    • E dai ? só porque os outros fazem errado, temos que ser também ? Atente para o que ta de errado nesse país, ontem ocorreu um caso raro, um politico dizer a verdade, sem pena de ninguém, nem dele mesmo. Falo do deputado Gaucho que teve a coragem de dizer que o RS tem 80 mil professores, e 40 mil estavam de licença-premio ou atestado médico. Preciso dizer que isso é só a ponta do iceberg ? Quebroouu camarada.

  • Aqui na minha cidade, algumas avenidas de comércio popular onde era abarrotado de lojas, mais da metade estão com placa de aluga. Vamos até onde vai isso. Pelo menos pra quem gosta e precisa de garotas de programa, tem essa opção ainda: Acompanhantes Goiania

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

março 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).