Poucas & boas – 19/03/2011

mar 19, 2011 by     10 Comentários    Postado em: Economia

O DADSF promoverá o “V Direito em Questão”, seminário que visa a uma abordagem interdisciplinar de temáticas relacionadas ao Direito, para os próximos dias 21, 22 e 23 de março, na sede da Faculdade de Direito do Recife, A programação segue abaixo:

21/03 – Regulamentação Financeira versus Economia de Mercado;
Palestrantes: Alexandre Rands (Ph.D em Economia. University of Illinois, U.I., Estados Unidos.) e Sady Torres Filho (Membro do MPF, Procurador Regional Eleitoral em PE, Professor de Direito Comercial da UFPE)

22/03 – A Reponsabilidade de Proteger e a Soberania – Crise na Líbia e outros países “árabes”
;
Palestrantes: Alexandre Pereira (Doutor em Direito pela UFPE e Professor de Direito Internacional Público na mesma instituição) e Jorge Zaverucha (Pós-Doutor em Ciência Política pela University of Texas at Austin)

23/03 – Sucesso e desafios do Pacto pela Vida;
Palestrantes: José Luiz Ratton (Assessor Especial do Governador de Pernambuco para a área de Segurança Pública) e Marília Montenegro (Doutora em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenadora do curso de mestrado em Direito da UNICAP, Professora de Direito Penal na UFPE)

Os painéis ocorrerão a partir das 20 horas, no Auditório Tobias Barreto.

Mais Informações:

Pedro Jácome: 8606-3755 / 9733-2221
Yuri Albert: 8541-5903
Diego Rands: 9661-2005

10 Comentários + Add Comentário

  • André,

    Crie um “Você faz a pauta” para a segunda-feira (ou um “semanal”), que tal?

    Abs.

    • O que há por trás da Via Mangue (além do Shopping “JCPM” Rio Mar?

      Quem são os grandes interessados por esta obra?

      Há um estudo de impacto ambiental decente e coerente por trás disso tudo a ponto da PCR já dizer que as obras começam agora, em abril?

      Por que o JC coloca a chamada “Burocracia na Licitação”?
      ______________________________________
      http://jc3.uol.com.br/jornal/2011/03/19/not_416264.php

      “Mais um obstáculo à Via Mangue”
      Publicado em 19.03.2011

      “Mandados obrigaram prefeitura a suspender, ontem, abertura de envelopes com propostas de empreiteiras. Em nota, PCR garante começar obra em abril ”

      Mais um obstáculo para o início da segunda etapa da Via Mangue, obra viária que promete melhorar o trânsito na Zona Sul do Recife. Ontem, foi adiada a abertura dos envelopes com as propostas das empreiteiras interessadas em executar os serviços. Dois mandados judiciais obrigaram a Comissão Permanente de Licitação da Empresa de Urbanização do Recife (URB) a suspender o processo. A nova data ainda não foi definida. Em nota, a URB informou que a licitação será concluída este mês e que as obras deverão começar em abril. Em solenidade ontem à tarde no Tribunal Regional Eleitoral, o prefeito João da Costa disse que a decisão não depende mais da prefeitura, mas de ordem judicial. “Por conta da insegurança jurídica, resolvemos não abrir os envelopes”, destacou.
      O primeiro mandado entregue na sede da URB, Centro do Recife, foi expedido pelo juiz Airton Mozart Valadares Vieira Pires, da 8ª Vara da Fazenda Pública da Capital, e determina a participação do consórcio Constant/Egesa na concorrência. O consórcio foi desabilitado por não ter cumprido requisitos técnicos e legais numa apresentação prévia de documentos. O segundo mandado, expedido pelo desembargador José Ivo de Paula Guimarães, da 8ª Câmara Cível, proíbe a abertura do envelope com a proposta da empresa Camargo Correa. O pedido foi feito pela Queiroz Galvão, outra concorrente, que apontou descumprimento de itens do edital.

      “Vamos analisar os recursos para tomar as medidas cabíveis e marcar nova data de abertura dos envelopes. É preciso ter prudência nessa análise, pois se trata de uma obra de grande porte”, explicou a presidente da URB, Débora Mendes. Seis empresas apresentaram propostas: Mendes Júnior Trading e Engenharia, Construtora Queiroz Galvão, Construtora Norberto Odebrecht Brasil, Construções e Comércio Camargo Correa, o consórcio Constant/Egesa e Construbase, também desabilitada, mas não recorreu da decisão do município.

      Os envelopes que seriam abertos ontem têm proposta para as segunda e terceira etapas da obra, que incluem pavimentação, drenagem, urbanização, acessibilidade, iluminação pública, ampliação do Viaduto Capitão Temudo, no sentido Pina-Derby, e construção de nova alça no sentido Derby-Boa Viagem. A Ponte Paulo Guerra, que liga a Cabanga ao Pina, ganhará alça de acesso à Via Mangue.

      O corredor terá 4,5 quilômetros de extensão no sentido Centro-Boa Viagem e 4,37 quilômetros no sentido contrário. O projeto prevê ciclovia, dois viadutos, oito pontes e uma passagem semienterrada. Obra deverá gerar 900 empregos diretos e indiretos. O prazo de conclusão é de 30 meses após o início da empreitada.

      O valor foi estipulado pela prefeitura em R$ 418 milhões. No início do ano, o Tribunal de Contas do Estado considerou a obra superfaturada e determinou que redução de R$ 85 milhões, estabelecendo o montante máximo do contrato em R$ 332 milhões.

  • Dalto,

    Vamos sim tentar manter uma frequencia semanal no Faça a pauta. Boa ideia. Acho que até lá este post aqui, que é apenas um informe, pode ser utilizado pra que os leitores coloquem matérias diversas.

    Abs!

  • Gostaria de saber se o último “seminário” será algo para discutir mesmo os sucessos e falsos sucessos ou será apenas uma plataforma de propaganda do governo???

    Pq um dos palestrantes é o assessor para a área de segurança. Logo, aposto que não tratará de nenhum tema que seja prejudicial à bela imagem do “pacto pela vida”.

    Só é uma dúvida.

    Abçs.

    • Só um detalhe: Marilia Montenegro é uma professora muito crítica. Tenho certeza que ela não vai deixar passar qualquer propaganda governamental sem uma bela crítica.

  • Já tem filho de Mauricio Rands na “escolinha de política esquerdista”, vulgo “DADSDF”, a pré-escola dos neocomunas de boutique? E ainda botou o tio pra dar palestra! kkkkkkk

    Vixi, daqui a alguns anos teremos mais um filhote na política pernambucana. E o mundo gira…

    • DADSDF de esquerda… Danou-se, imagine se fosse de direita ?!

      • Não entendi.

  • Vejam de que os políticos corruptos têem medo: http://www.istoe.com.br/reportagens/126054_REFORMA+DE+FACHADA

  • Ricos e famosos não terminaram a faucldade, por exemplo: Bill Gates, Steve Jobs, Michael Dell e Mark Zuckerberg…. http://trecosebytes.com.br/2010/12/ricos-famosos-e-nao-terminaram-a-faculdade/

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

novembro 2019
S T Q Q S S D
« mai    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).