Quer aprender a administrar seu dinheiro?

mar 22, 2007 by     45 Comentários    Postado em: Economia

Acabo de conhecer o interessante blog Será que você manja?, mantido pelo consultor Conrado Navarro. Traz boas dicas sobre planejamento financeiro e investimentos. Você pode até deixar uma pergunta e terá uma consultoria gratuita (nada mal!).

Abaixo, uma palhinha do blog do Navarro, que passa a ser parceiro do Acerto de Contas. Sempre que quiserem visitá-lo, clique no link que está entre nossos preferidos, logo aí ao lado, na barra da direita. Eis a dicasobre despesas pessoais:

Temos a falsa impressão de que sabemos exatamente para onde nosso dinheiro está indo, e isso é muito perigoso. Para facilitar este trabalho, procure olhar suas despesas como sendo fixas ou variáveis.

Como exemplo, um aluguel é uma despesa fixa. Um curso de curta duração é uma despesa variável. Aqui vale uma dica: procure sempre reduzir suas despesas fixas, além de sempre mover um custo desta categoria para as despesas variáveis. E depois, analise se ela é realmente necessária.

A idéia é deixar seu orçamento enxuto e a primeira tarefa é classificar suas despesas, como dito acima. E depois disso você precisa mensurar, em termos percentuais, como estão suas despesas. Ou seja, quanto de sua receita você gasta com habitação? Quanto para transporte? E assim por diante.

Seguem algumas idéias para sua classificação:

Habitação: aluguel, condomínio, água, luz, gás, limpeza doméstica, financiamento da casa própria etc.

Saúde: consulta médica, plano de saúde, dentista, farmácia etc

Alimentação: padaria, supermercado etc

Lazer: viagens, bares, férias, hobbies, cinema etc

Despesas pessoais: roupas, telefone celular, academia, presentes etc

Despesas financeiras: taxas de banco, juros etc

Impostos: IR e CPMF

Poupança: quantia que você deve guardar e reinvestir mensalmente. Encare-a como uma despesa, assim como a coloquei. É a sua garantia de um futuro melhor, acredite!

Agora você deve estar se perguntando sobre qual seria a porcentagem ideal de gastos com cada uma destas categorias, certo? Não existe um consenso ou regra que funcione para todos, mas uma coisa você deve ter em mente: o percentual de poupança (dinheiro guardado ou reinvestido) deve estar entre 10% e 30% de sua receita líquida total. Sempre.

Com isso creio que já tenha uma melhor noção de como organizar-se no dia-a-dia. Ainda é importante lembrar que seus gastos devem ser anotados sistematicamente e classificados dentro das categorias que você criou. E entre estas categorias nunca deve ser usada a palavra “Outros”. Seus gastos precisam ser encaixados dentro de categorias que tenham significado. Organize suas despesas, seja em papel ou planilha, e vai perceber claramente onde está o gargalo. As ferramentas você já tem.

45 Comentários + Add Comentário

  • Caro Marco e colegas do Blog Acerto de Contas, quero agradecer pelo post e principalmente pela disposição para com a parceria. Estou também escrevendo um post sobre este belo trabalho e fico à disposição. Espero poder retribuir tamanha atenção. Um grande abraço.

    • Bom, gostaria de algumas dicas, pois o dinheiro literalmente não para em casa.Tudo aqui é feito na hora, vamos passear, é na hora e sempre utilizamos o dinheiro de outras necessidades posteriores , acabamos deixando muitas coisas pendentes que ”nos sufocam depois”suponhamos uma renda de R$ 5 .000 reais , o que poderia me Ajudar, OBS : por causa disso ficamos com divida de 100.000 reais durante 5 anos , pra favor, tenho muita motivação e vontade e força pra mudar, mas não sei como !!Obrigada desde Já

  • Exelente dica Marco, obrigada!

  • Engraçado, vi hoje no blog do Fábio Seixas uma dica sobre o mesmo blog. O Navarro também é do Recife?

  • Olá
    gostaria de uma informação…como faço pra sair do vermelho??
    minhas faturas do cartão são sempre altissimas!!!
    e minha renda é 1000.
    nunca da pra fazer td e sobrar!

  • ola desde que cheguei dos estados unidos procurei diversos ramos para me encaixar portanto nao consegui nenhum.. comprei uma otima casa e carro e o restante agiotei, na casa ganhei dinheiro mas na agiotagem ganhei mas aconteceu uma coisa ao contrario do que eu esperava , estou dia a dia gastando este dinheiro e hoje nao tenhu nem a metade do que tinha a um ano atras …o que devo fazer para regularizar isso????????????

  • eu tenho um problema serio não consigo ficar sem gastar, é possessivo, não posso ter 1,00 que ja fico pensando no que gasta-lo, as vezes penso que sou doente, to toda enrolada com as financeiras, não consigo saldar nenhuma divida, por favor me auxilie em como não gastar… preciso muito de ajuda tudo o que ganho é pra pagar e no final das contas não consigo pagar nada, como faço pra mudar isso ???/

  • Boa Noite!
    eu queria sabe como faz parar gastar o dinheiro, que tenho economica mais, só que eu gasto tanto nunca parar, estou tentando parar gasta, entao como faz a aprender viver economica !!!

  • Eu pago aluguel e meu aluguel é de 300,00 reais e minha conta no banco é de 700,00 reais e tenho que pagar isso e muito mais com apenas 1000,00 reais o que faço ?

  • bom,tenho 28 anos e uma filha de 3 meses ganho 850,00 reais por mes,nao pago aluguel,moro so com a minha filha e nao tenho ajuda de ninguem,to calacrada de divida…quero aprende um geito de liquida minhas dividas,e deixa o restante sobre o controle,pois nao tenho luxo,e nem posso dizer que gasto com passeios porque faz muito tempo que nao sei o que e isso.quero consegui guardar uma quantia pois agora com criança sei que pode haver imprevistos e tambem quero guarda algo na poupança dela ok obrigadaaaaaaaaaa

  • Boa tarde. Gostaria muito de aprender a administrar minhas contas. Meu marido é funcionario publico e eu sou recepcionista, moramos de aluguel, juntamos nossas rendas e pagamos as prioridades e mesmo assim não dá. Temos mais dividas do que ganhamos. Preciso mudar e gostaria muito de ajuda. Agradeço desde já.

  • olá….meu marido sempre briga comigo, pq não consigo guardar dinheiro, e pq gasto muito com roupa e comida!o que devo fazer para controlar,gasto o meu e o cartaõ dele tbm…

    • eu ganho 300,00 e ele 780,00 o que fazer???

      • Encontrei a seguinte matéria em um site e espero que ela possa te ajudar :

        Muitas pessoas enfrentam problemas para cuidar de seu próprio dinheiro. Alguns entram em dívidas inacabáveis, outros não conseguem juntar dinheiro para fazer aquisições pessoais (como troca de carro, reforma da casa, celular, entre outras) e outros nunca sabem como fazer um planejamento futuro com o dinheiro. O salário chega e não resta nada! Essa é a realidade de muitos brasileiros. Os recursos (cartão de crédito, cheques e afins) que existem, que seria para facilitar o consumo, acabam virando uma dor de cabeça. É necessário aprender a consumir e também a administrar o próprio dinheiro. Muitas pessoas não entendem absolutamente nada quando ouvem consultores financeiros falando sobre isso, já que muitos insistem em falar vocabulários que ninguém entende. Para tentar ajudar nesse assunto, criamos alguns passos em linguagem fácil para que você comece a colocar tudo em ordem! Quer colocar seu dinheiro em ordem? Então se mexa e siga as dicas financeiras do Site Mulher Digital.
        1 – Tenha controle de seu orçamento! O que é isso? Falando, grosso modo, estabeleça um orçamento com as entradas e saídas do seu dinheiro, ou seja, calcule o que você ganha menos suas despesas essenciais (contas de casa, alimentação, educação, financiamentos que já foram feitos, pagamentos de despesas que não podem ser evitadas), tentando manter sempre um mesmo padrão de gastos e evite saídas de seu dinheiro com despesas supérfluas e com novos financiamentos.
        2 – Coloque suas dívidas em ordem e não produza mais nenhuma dívida. Financiamentos, pagamentos de cartão de crédito, cheque especial, prestações de algum bem que comprou. Procure zerar com tudo isso! Lembre-se que isso já tem que estar lá no controle de seu orçamento como as despesas que você não pode deixar de cumprir. Seja rigoroso com você! Não caia na tentação de criar novas despesas!
        3 – Crie e tente manter uma poupança. Criar uma poupança é mais fácil que manter. Para manter uma poupança, estabeleça uma quantidade de dinheiro mensal que será depositada na sua poupança e esqueça que existe esse dinheiro. Seja firme! Utilize só em casos essenciais (como saúde, por exemplo). Não utilize para pagar antigas ou novos débitos. Lembre-se que os pagamentos essenciais já foram colocados no controle de seu orçamento! Caso não sobra nunca dinheiro para colocar em poupança! Você tem um problema maior ainda!
        4 – Crie planos futuros para seu dinheiro. Os planos podem ser muitos! É aquele velho sonho de reformar a casa, trocar o carro, fazer aquela viagem maravilhosa, comprar uma casa, comprar um playstation, comprar um carro, mobiliar/decorar a casa, comprar computador/notebook. O sonho é seu! O importante é fazer um plano futuro e tentar pensar em realizá-lo pagando à vista ou com a maior entrada possível (conseqüentemente, com o menor financiamento). Esqueça a idéia de realizar seus sonhos, fazendo prestações. Seus sonhos podem virar pesadelos! Nada mais confortável que pagar por aquilo que quer de forma tranqüila e não ter que pensar nas prestações do seu “sonho”.
        5 – Suspenda por um tempo os pagamentos parcelados no cartão de crédito e/ou cheque! Só pague no cartão de crédito/cheque aquilo que você pode quitar no próximo mês de forma integral, sem prestações e sem comprometer a sua poupança. Isso faz com que você aprenda a ter controle de seu orçamento e não gaste mais que pode. Se não pode pagar integral porque compromete o seu orçamento, não compre! Lembre-se que as despesas essenciais (como supermercado, educação, entre outros) já estão relatadas no seu orçamento e não tem que criar mais uma conta com isso!
        6 – Evite comprar coisas supérfluas. Não compre aquilo que não esteja precisando e pare de achar que você precisa de tudo que existe! Isso vale também para o orçamento da casa, supermercado. Doces, chocolates, CD’s, DVD’s, roupas/tênis mais do que aqueles que já tem, ingressos para shows, peças de carros (Car Tuning), perfumes, bebidas alcoólicas (Isso gasta um tanto!), eletrônicos (celular, por exemplo). Segure-se e tente não ceder a todos seus desejos. Se ceder a todos seus desejos, pode nunca conseguir realizar seus sonhos com tranqüilidade.
        7 – Prive-se do extravagante e opte pelo menos! Menos é mais! Deixe de lado por um tempo as festas caras, restaurantes com preços exorbitantes, gastos ostensivos com luxo (roupas, perfume, tênis, viagens, etc), comida e bebidas de preços dispendiosos. Tudo bem que você gosta daquele vinho caríssimo, mas pode optar por um outro produto de boa qualidade de preço mais razoável. E isso serve para tudo. Ao invés comprar aquele chocolate suíço caríssimo, adquira uma opção nacional mais barata. Deixa para ir aos restaurantes caros e chiques em datas comemorativas (aniversário, namoro), por exemplo. Pegue um “cineminha”, por exemplo, mas não precisa ser todo fim de semana! Ninguém está dizendo para você não ter mais vida social, mas por optar por alternativas mais interessantes financeiramente e talvez mais simples no nível sócio-cultural.
        8 – Faça pesquisas de preço! Se precisar comprar um determinado produto, procure fazer pesquisa de preço em vários lugares. Não compre no primeiro lugar que lhe der apenas um pequeno desconto, você pode conseguir mais. E não pesquise apenas em lugares que, em geral, é mais caro, como shoppings, por exemplo. Isso vale também para compras de supermercado. Com isso, sua despesa com supermercado pode baixar e sobrar dinheiro para colocar na poupança, pagar outras dívidas, entre outras coisas.
        9 – Seja rigoroso nos seu “plano” financeiro e tenha força de vontade. Não seja desanimado e malandro na hora de cuidar de seus gastos financeiros. Você está querendo enganar quem, cedendo aos seus próprios caprichos? Só você mesmo! E se ficar sempre nesse jeito “molenga” de cuidar de seus gastos, nunca terá grandes patrimônios e sempre vai conviver com o “inferno das dívidas”. Seja obstinado, esforçado e, acima de tudo, feliz. Não encare esse “colocar a casa em ordem” com infelicidade. Veja sempre o lado positivo de tudo! Isso ajuda muito.
        10 – Recompense a si mesmo, ás vezes. Depois de tanto trabalho duro, de colocar seu orçamento sob controle e de já ter suas dívidas em ordem, você pode comprar algo que gosta e/ou queria muito, mas sempre seguindo as outras dicas acima! Tenha bom senso! Tudo já tem que estar em ordem e não pense que isso vai acontecer com alguns dias! Leva algum tempo até aprender a gerenciar o próprio dinheiro. Não perca de foco seus objetivos! Se recompensar é importante para que o controle financeiro não torne maçante, mas isso não pode se tornar um hábito.
        Conquiste o controle de sua própria vida financeira! Isso ajuda a ser feliz, a alcançar diversos objetivos de vida e conquistar muitos sonhos! Mexa-se, controle, não caia em tentações de gastos! Administre seu próprio dinheiro e tenha controle de sua vida!

        • Tudo que eu precisava saber sobre, como adiministrar minha grana.Muito obrigado!

        • Caro Dinho, Muito obrigado, por essas dicas maravilhosas,

        • Gente por que eeh tão dificil controlar as nossas proprias contas…. ???? Mais tudo o que eu precisava saber esta aqui agora e mãos a obra !!! Muito obrigada

  • Trabalho Recebo meu salário certinho , mas nao estou conseguindo pagar minhas contas, o cartao de credito ta ficando cada dia mais alto pois so to conseguindo pagar o minimo o que devo fazer??Não queria ver meu nome sujo tenho muita vergonha. Gostaria muito de aprender a administrar minhas contas, nao nao compulsiva, mas não to conseguindo pagar em dia.
    aguardo retorno…

  • Trabalhamos meu marido e eu, nossa renda é de aproximadamente 1400,00 so que devemos todo mês, mais do que isso, nunca conseguimos pagar as contas todas e fechamos o mês sempre no vermelho. Preciso saber como administrar o nosso orçamento e saldar as dividas sem ficar no vermelho. Nos ajudem por favor.

  • Hoje tenho uma renda de aproximadamente R$5000,00 mensais, pois uma grande parte dessa renda é devido à Hora extra. Confesso que a cada mês vão ficando mais difícil as coisas e me vejo mais inforcado, sendo que as horas extras por enquanto continuam. Porém, o maior motivo desta crise pessoal foi a crise do ano passado, onde bruscamente vi minha renda pela metade “da água pro vinho”, ´só que minhas contas não esperaram, foi aumentando mês após mês. Fiquei 3 vezes de férias no ano, não fiz horas extras, etc.
    Então me pergunto: Como será quando não existir mais as HE?
    Pelo amor de “Deus”.
    -Alguém pode me ajudar?
    -Alguem conhece alguma prática, método, exercício, planilha, etc. Enfim, alguma maneira de conseguir guardar dinheiro?

  • meu marido tem hoje uma renda de tres mil reais por mes e nós nao estamos conseguindo administrar …. me ajude por favor…..

  • Tenho 26 anos.Ganho 350,00. Moro com minha mãe, tenho um filho que sustento sozinha. Começei a fazer Faculdade pagando mensalidade de 190,00, faço mercantil para meu filho e tenho que cuidar para que não falte nada para mim e principalmente para ele. no final não sobra nada para o mes seguinte. Estou procurando ajuda por que meu filho vai começar a estudar e será um gasto a mais em meu orçamento.como devo proceder diante de minhas obrigações?

  • adorei as dicas vou tentar colocar em pratica ,alias vou consequir e quero ter sempre o meu dinheiro para nao precisar de ninquem ou seja nao ficar pedindo nada a ninquem e ter minha poupança sempre obrigada beijossss angelica .

  • Por favor me ajudem preciso de conselho não consigo economizar sou compussiva tenho dividas oara quitar e não consigo quita -las.
    E nem economizar !!!!!!!! vivo passando aperto me ajudemmmm

  • bom dia quero uma ajuda para adiministrar minhas contas .

  • Ola tenho um bom trabalho mas não sei administar o que ganho na verdade todo final de mês estou com dividas e não consigo guardar nada. Gostaria de saber se existe algum curso que ajude a melhor administrar sálario.

    Se conhecer algum você pode indicar.

    Obrigada

  • Tem um grande problema, fui recebendo vários cartões de crédito, cheques.. desde então não conseguir parar de gastar. E quando vi a bola de neve, pedir emprestimos, dinheiros emprestados. E isso foi piorando. Pois só consigo pagar um pouco acima do mínimo dos cartões. O que devo fazer para acabar com isso. Já pensei até em fazer um novo empréstimo. Mais acho que só irá piorar minha situação. Mais não consigo ver outra solução. Devo pagar um unico cartão total e ir cancelando e deixando o restante, ou continuo pagando o mínimo para não sujar o nome?

  • Preciso de um grande help e nem sei direito por onde começar…dai encontro vcs aqui…Preciso aprender a administrar meu lar financeiramente..e´isso msm: meu esposo e´quem banca e eu tento administrar mas, hj o ouvi q consigo enrolar todas as contas demais!!!!Ou seja, eu sei q nao consigo administar nada e com isso nao conseguimos crescer financeiramente, temos uma pequena empresa mas tuuudo por aqui necessita de ordem e progresso!!!!Isso e´muito serio pois temos tudo para dar super certo na prosperidade mas oq vejo e so um montante de dividas q so´crescem a cada dia mais…aguardo esse HELP urgentemente!!!!

  • gostei de conhecer,estas dicas ajuda bastante.valeu
    xau ;;;;;;;;;;;;

  • gostei das dicas,mas a realidade é outra,tenho um salario razuavel,mas vai todo nos pagamento de colegio de filhos e na alimentaçao.ja tentei varias vezes ,mas nao da .o que eu faço.preciso de uma orientaçao.ajuda-me

  • É realmente essas dicas devem funcionar como eu não tenho idéia de como gastar meu dinheiro mais valeu as dicas pois é muito importantes para o futuro do meu filho e meu também;

    Obrigado!!!

  • Oi Boa tarde!!
    Tenho 21 anos ganho em media $800,00/mes, ajudo nas dispesas de casa dividimos em 3 pessoas moro com meus pais
    tenho uma prestaçao de 250,00+200,00+170,00 o restante nem sei aonde foi meu dinheiro e tbm gosto de sair
    me ajude!!

  • so corrigindo o email
    obrigado

  • preciso de ajuda!nao estou conseguindo administrar o meu dinheiro!!!!

    obrigado!!!!

  • quero aprender a administrar meu dinheiro

  • Tenho uma lavandeira e não consigo administar-la.Tiro dinheiro da lavanderia para pagar contas pessoais e acabo atrasando as contas e encargos da lavanderia.Gostaria de poder ser uma empresaria de sucesso saber administrar o meu negocio..Tem como vc me ajudar?

  • ola!! preciso de ajuda meu salario e totalmente comprometido e ainda tenho emprestimo o que fazer, gostaria de receber uns conselhos por e-mail…

  • Preciso aprender a adm meu dinheiro, tenho uma renda de 1.500,00 sou pai e mae em casa, mas devo muito. preciso de ajuda.

  • Ola!! Ve se pode me ajudar,devo a dois cartoes,como faco pra me libertar dos dois???????????????

  • Ola boa noite sou solteiro e não
    sobra nada do meu salario??
    tenho um cartão e não cosigo
    pagar isso ja faz uns trez meses.

  • gostei muito de todas as dicas…

  • ganho 200,00 por mes como faço para sair do vermelho devo mais de 2.000

  • Ola vou descrever minha situação tenho hoje uma renda de 2000 reais mais a renda da minha esposa que e de 800 reais mas tenho dívidas alta pago o aluguel que e de 600 mais a escolinha da bebê que e de 380 mais um cartão que todos os meses vem uns 800 fora gastos com gasolina e compra e sem dizer que devo para o banco e outros cartões gostaria de pelo menos conseguir administra minha contas do mês e quem sabe mais pra frente regulariza as dívida Antiga
    Me ajudem

  • PRECISO DE EMPRESTIMO PESSOAL PARA PAGAR OPERAÇAO DO MEU NETINHO POR FAVOR MIM AJUDE SOU ASSLARIADAS PAGO NO BOLETO BANCARIO MANDE SEU MEU QUE MANDO MEU DADOS PESSOAIS ATE FOTO COM DOCUMENTO POR FAVOR MIM AJUDE CASO SERIO POR FAVOR RESPONDA O EMAIL AGUARDO

  • Depois que me livrei de depressão, fiquei sem controle nos gastos , meu marido ganha bem; ás vezes entra algumas rendas extras, mas quanto mais ganho mais gasto, adorei essas dicas ,eu estudo adm, 4 ano, meu prof diz que o certo seria que cada um pagasse o dizimo para si mesmo por ex: se entrou 2000 reais, guarda 10% desse valor para quando tiver necessidade ter uma reserva , só que eu tenho minha renda , minha filha e marido mas nunca sobra , pois tenho mania de comprar , sempre me enrolo e quando penso que vou guardar acabo gastando , tenho vontade de ter outros patrimonios mas está dificil por causa dessa impulsividade me ajude por favor. e agradeço pelas dicas, vou procuraar por em prática, pois.
    , mesmo estudando adm , tenho esse discontrole…

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação às punições de corruptos...

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia


  • “O homem de bem é um cadáver mal informado. Não sabe que morreu.”
    Nelson Rodrigues.

ARQUIVO

novembro 2014
S T Q Q S S D
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).