Maurício de Nassau explica ao blog baixo desempenho no ranking do MEC

set 9, 2008 by     221 Comentários    Postado em: Educação

mauricio-de-nassau

Agora há pouco, Adriano Oliveira me ligou, dando algumas explicações do baixo desempenho da Faculdade Maurício de Nassau no ranking elaborado pelo MEC.

Adriano, que é pesquisador do Instituto Maurício de Nassau, me falou que a nota do curso de Biomedicina é que levou a média a ser exageradamente baixa. Apenas este curso, na verdade, teria sido avaliado.

Isso teria ocorrido, dentre outras coisas, por um boicote dos alunos ao ENADE. Prontamente a direção da Faculdade teria feito a intervenção no curso, inclusive demitindo o coordenador.

Outro ponto com baixa avaliação seria o pequeno número de mestres e doutores na instituição. Adriano explicou que estão sendo contratados novos doutores, na tentativa de reverter este quadro. Atualmente na Faculdade o percentual é de 57% de mestres e doutores.

Eu não tive acesso (apenas as instituições têm) aos dados detalhados de cada uma delas, já que o acesso é restrito.

Sinceramente, em casos como este, onde apenas um curso da instituição é avaliado, o INEP/MEC não deveria divulgar o resultado no meio das outras faculdades, pois é um enorme viés de amostra.

Adriano falou também do crescimento do Instituto Maurício de Nassau, para o desenvolvimento de pesquisas. Disso sou testemunha, inclusive publicamos várias vezes algumas pesquisas aqui no blog.

Agradeço à Faculdade as explicações sobre o resultado, e gostaria de dizer que realmente me chamou a atenção o resultado extremamente ruim, até porque estava acompanhando as boas iniciativas da Maurício de Nassau no seu Instituto de Pesquisa.

Segue a nota oficial que vai estar amanhã nos jornais.


MEC reconhece que resultado do IGC não representa conceito da Faculdade Maurício de Nassau

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu que o resultado obtido pela Faculdade Maurício de Nassau no Índice Geral de Cursos (IGC) não representa o conceito da instituição. Isso porque o resultado foi calculado com base no conceito preliminar de curso obtido por uma única graduação, o curso de Biomedicina, e generalizado para todas as outras 35 graduações da instituição. A direção da Maurício de Nassau já deu entrada ao pedido de retificação imediata da nota.

O presidente do Inep (instituto de pesquisa responsável pela avaliação), Reynaldo Fernandes, considera atípico o caso da Maurício de Nassau. “Como os cursos são novos, e não passaram por avaliação, a nota obtida por uma única graduação foi fracionada para os 36 cursos”, reconhece Reynaldo Fernandes, destacando que fará a apreciação do pedido de retificação.

A qualidade dos cursos da Faculdade Maurício de Nassau é reconhecida pelo próprio MEC, que lhes concedeu o Triplo CMB, conceito de atribui excelência ao corpo docente, infra-estrutura e projeto pedagógico.  Já o CPC de Biomedicina foi resultado de um boicote realizado pelos alunos ao Enade e a instituição já deu entrada no MEC a um pedido de revisão.  Para reverter o resultado nas próximas edições, está sendo feito um trabalho de conscientização junto aos alunos sobre a importância de se responder ao Enade.

221 Comentários + Add Comentário

  • Chega de faculdades que formam pessoas despreparadas!

  • Espero que o resultado do próximo ano das faculdades particulares de PE melhore…

  • Engraçada essa justificativa da Nassau. Então quer dizer que todas as outras faculdades só tiveram um curso avaliado. Ou será que o critério de avaliação para a Maurício foi diferente? Além disso, a pesquisa pelo que eu entendi, não se basea apenas na nota do Enade. O que podemos ver é o que o post anterior diz : Há uma verdadeira mercantilização do ensino superior.
    E mais do que isso, Recife está cheio de vendedores de diplomas, e de baixa qualidade, colocando profissional despreparado e limitado no mercado de trabalho.

    • [Comentário retirado pelo blog]

      • Rafaela, agredir é para quem não possui argumentos. A Carolina precisa se cecar de informações seguras antes de emitir seus conceitos, todavia isso não nos dá o direito de trata-la com agresividade.

    • Carolina a justificativa foi valida, verifique o criterio de avaliação do Enade. Quanto a mercantilização do ensino, isto é um fato e não é a realidade apenas do Recife, todavia devemos nos informar a respeito das instituições antes de ingressar nela e de falar bem ou mal da mesma. Não podemos esquecer a responsabilidade pela educação também é do aluno. Aluno consciente é responsavel será um bom profissional amanhã. Não podemos culpar apenas as instituições de ensino e fechar os olhos a nossa responsabilidade.

  • [...] ficando atrás de faculdade que ninguém sabe se existe! A universidade ainda deu uma “explicação” para o fato.Confira os detalhes na fonte deste artigo: [...]

    • Não se pode medir o conhecimento pela propaganda e tamanho da instituição, o fato de não se conhecer uma determidada faculdade, não significa que ela tenha um ensino ruim que por isso deva ter um baixo desempanho. Ficar atras na qualificação foi ruim, todavia não se deve denegrir o merito de outros, devemos sim buscar a causa para soluciona-la, assim como a faculdade esta fazendo.

  • Pierre

    Veja o comentário do próprio Hadad sobre o erro em comparar o IGC de universidades com faculdades de um curso só, que constituem boa parte das listadas em “Outros”. O problema é que na lista de “outros” tem desde de faculdades com dezenas de cursos a faculdades que de fato só tem um curso, é um saco de gatos como revela a opinião do próprio ministro.

    Para o ministro um IGC de 3 é bom para uma universidade mas não para uma faculdade.

    Vai entender este ranking assim no Inep.

    • [Comentário retirado pelo blog]

      • Rafaela, na verdade você não compreendeu o comentário do Fernando. E novamente usou a agresividade como argumento. Espero que você não seja aluna da Nassau, pois esse tipo de atitude não pode ser de uma graduanda preocupada com o ensino e com sua faculdade.

        • Oswaldo, agressividade tem dois ‘S’.

        • Oswaldo, essa é uma forma de sabermos como as pessoas veem essas informações tão importantes, mesmo que ainda não seja aquela que gostariamos de ler ou saber, Percebemos uma certa preocupação da sua parte é natural para quem estuda na universidade citada acima.

  • [...] PS: A Faculdade Maurício de Nassau entrou em contato com o blog, explicando as razões (convincentes) para o baixo resultado. Veja aqui. [...]

  • Engraçado!!!Esse índice tão baixo de doutores e mestres, por muito tempo a Maurício vem cortando de suas seleções os doutores, por questões óbvias de salário. Vários amigos meus foram vítimas desse processo seletivo que prioriza especialistas. Agora espero que tentem reverter esse quadro.

  • Não me convenceu.

  • Pierre,

    Nada a ver essa justificativa da Maurício de Nassau. Tenho vários amigos que estudam lá e estão insatisfeitos com a qualidade dos cursos e com os altos preços que pagam por eles.
    O resultado do índice é claro e não mente…

  • infelizmente é a verdade…nossa edução não está la essas coisas por isso existem tantas pessoas despreparadas e jovens alienados…

  • Não me convenceu também! Sabemos que faculdades como essa aí, UNIVERSO, FACULDADE DOS GUARARAPES, entre outras, são verdadeiros SHOPPINGS, onde cada CURSO é um LOJA onde se podem vender diplomas, cobrar taxas abusivas por qualquer tipo de solicitação, transferência, requerimentos etc. Deveriam ser enquadradas como COMÉRICO e não instituição de ensino. Restam esperanças de que algum político honesto (espécie em extinção) tenha um ato nobre de intervir nesta vergonha que virou o ensino particular brasileiro e que possamos, um dia, ter qualidade de ensino, mensalidades justas e respeito ao estudante, pois são eles que farão este país crescer e se tornar um lugar descente para criarmos nossos filhos.

  • Bom dia, eu concordo com a justificativa da Faculdade Maurício de Nassau, ela, por ser uma faculdade relativamente nova, não tem tantos cursos com turmas concluintes, este resultado foi baseados entre outros índices nos resultados da avaliação do ENADE feita em 2006, cujo curso avaliado foi apenas o de Biomedicina, cursos como os de engenharia, ainda não foram avaliados por serem recentes, e receberam esta nota sem avaliação. Como uma faculdade que só tem Administração, Ciências contábeis e Direito pode “competir” com uma de Engenharias e Saúde? O MEC precisa reavaliar esse tipo de conceito e fazer a analise de cada curso em separado aí sim teremos um resultado mais convincente.

  • Pierre, Estudei na Nassau e acho muito difícil eles reverterem esse quadro. O desmandos são muitos e a qualidade de alguns professores é sofrível. Mestres que se contradizem e que erram grosseiramente é rotina. A pespectiva é negra. Eles demitiram o coordenador, mas por que será que os alunos boicotaram a avaliação?
    A 1ªturma de Direito que se formou agora no meio do ano foi impedida de fazer a prova da OAB pois a faculdade não enviou a lista com os nomes dos alunos para a ordem. A OAB permite que os alunos do 10º período façam a prova e peguem a carteira quando colarem grau. A Nassau a priori, impediu os alunos com média geral menor que 9 de entrar na lista, depois vetou completamente. Medo claro de um desastre em razão das trapalhadas cometidas com a turma “boi de piranha”. Os que fizeram, e passaram, usaram mandado de segurança. Outras confusões ocorridas com essa turma ainda rendem…Por essas e outras é que acho difícil uma mudança de cenário.
    Mas, quem sabe…o futuro a Deus pertence.

  • Infelizmente existe um estereótipo que as faculdades particulares são comércios de venda de diplomas, quero deixar bem claro que isso é uma inverdade, as pessoas só podem falar algo que tenham plena certeza.
    Sou aluna da Faculdade Maurício de Nassau e a qualificação do corpo docente da faculdade é indiscutível, se alguém tiver duvidas é só consultar os seus currículos onde consta no próprio site da faculdade e sem falar da organização e infra-estrutura da instituição.

    Na minha opinião esse “infeliz” artigo é mais uma especulação contra a faculdade, se querem fazer uma analise sobre a educação no país façam com bases fidedignas.

    • Tatiane Querida! Alunos que estudam em faculdades como a sua são, são alunos que não conseguiram e não conseguem entrar em uma faculdade melhor como a UFPE por exemplo, pois não tem capacidade para tal, e correm para uma que mostra uma boa estrutura física, e só!
      Infelizmente, pagam caríssimo por cursos para no fim ter um péssimo desempenho.
      Todos estão ansiosos para ver o resultado, quando os outros cursos forem avaliados um dia, principalmente o de direito. Só espero que esse resultado não venha confirmar esse que vocês insistem cegamente em negar.
      Se vocês são tão inteligentes, por quê estão pagando à uma faculdade para obter um diploma universitário? Pensem nisso!

      • De que adianta se formado em uma UFPE é ser um profissional de baixo nível intelectual?
        passar na UFPE não significa que ninguém seja melhor ou irá conseguir cargos ou empregos melhores do que alguém oriundo de Instituição Superior de ensino.

        É lamentável a mentalidade grotesca e ultrapassada de algumas pessoas.

      • Puro engano teu!!!! Você não deveria generalizar tanto os fatos. Muitos alunos da Nassau tem igual capacidade, ou mais, dos que hoje estão na UFPE, UFRPE, UPE….. Você acredita mesmo que uma prova de vestibular é capaz de Destinguir os capazes dos “incapazes” como você julgou? Mais uma vez, puro engano teu!!!!! Sou Bacharel em Economia pela UFPE e hoje curso Direito na FMN…… a diferença entre as duas? pra te falar a verdade……quase nenhuma…em ambas vi e vejo Alunos Exemplares, e não tão exemplares assim!!!!! E o que dizer dos que conseguiram passar no vestibular, e pouco tempo depois abandonaram o curso???? Também Incapazes?????
        Pensa um pouco mais, antes de vir até aqui “falar” besteira….. O fato de você ser estudante da UFPE, não te difere em nada de mim que também já fui, ou dos meus companheiros que estudam na FMN. O Mercado precisa de pessoas Capacitadas e preparadas… independente de vir da Nassau…..UFPE…..UFRPE….. Conheço várias pessoas graduadas pela Federal que na disputa pela vaga de emprego, perderam pra graduados em Inst. de Ensino Superior Privada.
        “Pense Nisso você também”

        • Bruno, seu comentário é maravilhoso. Quando comecei a ler eu pensei que fosse apoiar o comentario da “garota que passou no teste de ensino médio”. Ela acha que porque foi aprovada na covest será melhor profissional e ainda mais, acha que será melhor como pessoa. Triste engano. O MERCADO PRECISA DE PROFISSIONAIS COMPETENTES. O MERCADO NÃO ESTÁ PREUCUPADO SE VOCE TIROU 6 EM BIOLOGIA, a não ser que seu curso seja na área de saude e etc. E OUTRA, DO QUE ADIANTA PASSAR NO VESTIBULAR E PASSAR POR TANTOS PROBLEMAS RELACIONADOS A ESTRUTURA OU GESTÃO? É FATO, O DESCASO COM A EDUCAÇÃO PUBLICA É TANTO QUE O GOVERNO CRIOU O PROUNI. VC SABE PORQUE ? PORQUE O GOVERNO PRATICAMENTE ADMITIU SER INCAPAZ DE INVESTIR, AMPLIAR E AUMENTAR A CAPACIDADE DAS UNIVERSIDADES PUBLICAS. É MAIS FACIL O GOVERNO APOIAR E ACREDITAR NA INICIATIVA PRIVADA, QUE É RÁPIDA E COMPETENTE. MILHÔES E BILHÔES GASTOS TODOS MES COM PROUNI. JÁ PENSOU SE O GOVERNO GASTASSE ESSA GRANA INVESTINDO NAS FACULDADES PUBLICAS?? EU ACHO QUE ATÉ harvard FICARIA PARA TRÁS. TODOS OS ALUNOS DE FACULDADES PUBLICAS E PRIVADAS TEM TOTAL CAPACIDADE E OPORTUNIDADE PARA FAZER A DIFERENÇA E SE REALIZAR NA VIDA. E OUTRA, VCS SABIAM QUE ESSE INFELIZ ERRO DO INEP PREJUDICOU ATE A UFPE? VC ACHA JUSTO SER A 25ª MELHOR FACULDADE DO PAIS? A FACULDADE QUE ESTÁ CRIANDO A VACINA CONTRA AIDS? EU ACHO POUCO VIU? DEVERIAM ESTAR ENTRE AS 10.

        • Amei resposta!! Como diria futebolisticamente: Chupa Arlete!!! kkkkkk (baixei o nível das respostas né? mas a verdade é que eu conheço profissionais de Odontologia que passaram de 1ª na Federal, mas trabalham sofrivelmente, sem ética, sem cuidados… enquanto tem outros que passaram anos estudando, que teriam feito Nassau ou Facipe se elas já existissem e são excelentes, conheço até um que já foi socorrer numa cirurgia o “aluno nota 10″ da federal… É bom profissional quem quer mesmo ser e dão recursos para isso. E um estudante de particular pode ter as 2 coisas!

      • Talvez a Tatiane Barbosa, assim como outros estudantes de faculdade particular, esteja pagando tão caro pelo fato de não ter vaga suficiente para a demanda de alunos que sairam do ensino médio. Você, Arlete Silva já pensou nisso?
        Já parou para imaginar, quantos alunos do ensino médio a cada ano são formados? Parou para pensar quantas vagas são oferecidas pela universidades públicas? Tu achas que todos podem ingressar nessas públicas? Pare para pensar antes de julgar!

      • Arlete Silva!Vi seu comentário em 2013 e espero que de 2011 pra cá vc tenha mudado de opinião. Nem todas as pessoas que estudam em faculdades particulares são intelectualmente incapacitadas de entrar em uma federal.Esse seu pensamento é medíocre e preconceituoso.A Tatiane sugeriu algo muito interessante que vc poderia por em prática.Antes de ser grosseira, vc deveria se informar mais,tanto no que diz respeito a qualidade de uma faculdade ,como o que leva as pessoas a optarem por uma faculdade particular.Eu por exemplo, tenho inteligência e nota suficiente para ocupar uma vaga no meu curso desejado na Federal,porém por fatores pessoais fico impossibilitado de fazer essa opção.Fica a dica!!!
        Estudar é evolução.
        Preconceito é regressão.
        PS:Não sou aluno Nassau.

  • ACREDITO QUE SEJA MUITO PREMATURO ESSA AVALIAÇÃO. NÃO SEI QUAIS CRITERIOS FORAM UTILZADOS PARA CHEGAR A ESSE RESULTADO. TEM QUE SE AVALIAR UM TODO(Nº DE TURMAS FORMADAS, CORPO DOCENTE E TAMBÉM DICENTES), POIS TEM MUITOS ALUNOS QUE NÃO LEVAM À SERIO OS ESTUDOS SEJA EM QUALQUER INSTITUIÇÃO E AÍ MACULAM A INSTITUIÇÃO. SOUBE DE MUITOS ALUNOS QUE FORAM PRESTAR O EXAME DO ENADE FORÇADO SEM QUALQUER COMPROMISSO CONSIGO. QUANTO AO CURSO DE DIREITO TUDO QUE É REIVIDICADO PELOS ALUNOS NA MAIORIA DAS VEZES É ATENDIDO. É PRECISO SABER ARGUMENTAR. SE ALGO VAI MAL, É PARA ISSO QUE OS E-MAILS DOS COORDENADORE E DIRETORES SÃO DISPONIBILZADOS PARA QUE TOMEM CONHECIMENTO DE ALGUMA FALHA, PORÉM É MAIS FACIL FALAR PELOS CORREDORES QUE ENFRENTAR O PROBLEMA. ISSO OCORRE COM MUITOS ALUNOS QUE NÃO SABEM BUSCAR SEUS DIREITOS.
    ATÉ O MOMENTO TUDO QUE FOI REIVINDICADO PELA MINHA PESSOA FOI ATENDIDO. NESTE PONTO NÃO POSSO CONCORDAR COM AS OPINIÕES CONTRARIAS DE MUITOS E NAQUILO QUE ESTA ERRADO E É FALADO SE RESOLVE, VISTO QUE TODAS ÀS VEZES FUI BEM RECEBIDA E ATENDIDA.
    É MUITO CEDO PARA DIZER ALGO SOBRE O RESULTADO. PRIMO EM DIZER QUE SE HOUVE BOICOTE POR UM CURSO DA INSTITUIÇÃO SAIBAM QUE ISSO NÃO MELHORA EM NADA, FICA RUIM, PRINCIPALMENTE, PARA O PROPRIO CURSO QUE BOICOTOU. COM CERTEZA HAVERIA OUTRA MANEIRA DE REIVINDICAR OS DIREITOS.

    • Olá Janaína Nunes,
      Você fez o concurso do TJPE em 2007 e ficou na posição 2288?
      Por favor entre em contato comigo, e-mail: paula.inter@gmail.com
      Meu nome é Paula Oliveira.

  • Também não fiquei nada convencida…
    Ontem mesmo estava conversando com um colega que fazia Cinema na Maurício e ele disse que trancou o curso. Por quê? pessima qualidade, professores fracos, sem experiência e falta de acesso aos equipamentos dos laboratórios para as produções. “Muito desorganizado, como que um professor que nunca ‘FEZ’ cinema vai ensinar?”, essas foram as palavras dele. O fazer cinema quer dizer estar num Set, filmando, produzindo cinema de verdade, não apenas ter cursado uma graduação.
    A Maurício de Nassau tem q arrumar argumentos mais convincentes, pq pelo visto não é só o tal curso que vai mal…

  • Ih, foi mal, a minha é Federal.

    • A minha também é Federal!

      • Você tem firmeza em suas alegações? Que estudantes das instituições de ensino privadas não tem capacidade para a aprovação na UFPE, por exemplo?
        Francamente…eu fiz dois períodos de engenharia na federal e saí por ganhar uma bolsa federal de estudos na FBV( saí da federal para poder trabalhar, já que a dita cuja me fazia perder toda a tarde por caua de uma disciplina), lá descobri que várias pessoas já se formaram ou cursaram pela UFPE…

        …opnião mais inconcreta.

      • eu passei na federal e estadual de campina grande mas preferi fazer na nassau e o engraçado é que os mesmo professores das publicas ensinam na nassau,nao e engraçado?

        • Claro, você é rica e pode pagar facul particular…

    • TABACUDO

  • Nada convincente. O que vou falar de uma faculdade com fachada de centro de compras?

  • Engraçado, ainda não ficou claro o porque de a Faculdade Maurício de Nassau foi avaliada em apena 1 (um) curso dentre vários e comparada cominstituições com mais de 1 (um) curso..

    Esse índice está muito distorcido e a justificativa da Nassau não está convencendo.

    Pelo que entendi do artigo que relata a colocação da avaliação de dois modos, uma para faculdades que possuem vários cursos e outra para as que possuem apenas um curso. Então, a Nassau realmente teve um mal desempenho na avaliação.

    Se foi relativo a um boicote isso não importa, mas creio que há motivos para tal atitude dos estudantes.

  • ACREDITO QUE O RESULTADO TENHA SIDO JUSTO. NÃO DESMERECENDO OS ESTUDANTES DA MAURICIO DE NASSAU, NEM DE OUTRAS “EMPRESAS” DA EDUCAÇÃO, O PROBLEMA DESSAS FACULDADES RECENTES NÃO ESTÁ NA FALTA DE ESTRUTURA NEM NA QUALIDADE DOS PROFESSORES. O PROBLEMA ESTÁ DE FATO NA QUALIDADE DOS ALUNOS E NA COBRANÇA QUE É FEITA NAS AVALIAÇÕES DESSAS INSTITUIÇÕES.

    NA FEDERAL, NÃO IMPORTA SE O PROFESSOR É BOM OU NÃO, NÃO IMPORTA SE O CURSO TEM ESTRUTURA OU NÃO. NA FEDERAL O ALUNO SABE QUE QUANDO CHEGAR NO DIA DA PROVA, SE ELE NÃO TIVE SE RALADO PRA ESTUDAR, SE ELE NÃO TIVER DEIXADO DE LADO OS MOMENTOS DE LAZER PARA ESTUDAR, ELE NÃO VAI PASSAR. EM RESUMO, A DISCIPLINA É DADA, BEM OU MAL, ESTUDE POIS A COBRANÇA É ALTA.
    DESSA FORMA A UFPE FORMA BONS PROFISSIONAIS.

    JÁ NA MAURICIO DE NASSAU, UNIVERSO, FAPE, ETC. ENTRA QUALQUER ALUNO, UMA VEZ QUE A CONCORRENCIA É BAIXA. A MAIORIA AS VEZES NÃO TEM NEM CONHECIMENTO PARA PASSAR NUMA PRIMEIRA FASE DA FEDERAL. ESSES ALUNOS VAO LEVAR O CURSO BRINCANDO, BEBENDO, CONVERSANDO, NAMORANDO E COM MUITAS FESTAS. SUA FACULDADE TEM BOM ESTRUTURA(NÃO UTILIZADA), TEM BONS PROFESSORES(QUE OS ALUNOS NAO APROVEITAM), MAS NA HORA DA PROVA, A COBRANÇA É MÍNIMA, POIS SABE QUE SE COLOCAR O NÍVEL DA PROVA ALTO, A TURMA PRATICAMENTE TODA REPROVA, REPROVANDO OS ALUNOS VÃO ESTAR DESMOTIVADOS E ASSIM TERMINARÃO POR ABANDONAR O CURSO.
    POR OUTRO LADO, ESSAS FACULDADES TAMBÉM POSSUEM BONS ALUNOS, QUE APROVEITAM AS ESTRUTURAS PARA ESTUDAR E SE DEDICAR, QUE ESTUDAM PARA AS PROVAS, E QUE PASSAM E TERMINAM POR SER BONS PROFISSIONAIS. OU SEJA, ESSAS FACULDADE IRÁ FORMAR PROFISSIONAIS, ALGUNS BONS, ALGUNS MEDIANOS E A MAIORIA ABAIXO DA MÉDIA.
    EM RESUMO, TUDO DEPENDE DO ALUNO.

    • melhor comentario

      • Cara, antes de mais nada, não escreve tudo em caixa alta, fica horrível de ler e parece que você está gritando.

        Segundo, não é todo curso da federal que usa prova como método de avaliação e não é todo curso da federal que tem esse nível de cobrança. Não tô dizendo que as fa fe fi da vida tenham um modelo pedagógico, longe disso, mas tenha consciência que, se bastasse apenas o cara estudar, ninguém precisaria de universidade, aprenderia em casa e pegaria o diploma quando quisesse.

    • Gostei do comentário, só não concordo com a certeza que a Federal forma bons profissionais por causa da pressão. Sai mal profissional da Federal também, um bando de maconheiros que sai da faculdade e depois nem um aperfeiçoamento faz. Mas também tem aqueles que saem completamente aptos.

  • VEJA BEM…

    Sou aluna da faculdade mauricio de nassau e nos quase dois anos de convivência e estudo com professores, coordenadores e afins tenho a dizer que eu infelismente acredito nessa pesquisa e infelizmente foi lamentável o desempenho de minha instituição, porém não querendo me colocar aqui como “advogado do diabo” mas já sendo, tenho que salientar que a mauricio de nassau possui sim ótimos professores e uma estrutura capacitada para oferecer aos seus formandos. Qualquer local ou instituição de ensino é formada por bons e maus profissionais, e lamentavelmente por causa de uma fruta podre todas as outras pagam.minha opiniao é bastante humilde para admitir que a mauricio precisa crescer muito e reformular alguns pontos e falhas em seu ensino para superar esse desempenho mostrado pelo mec, mas sou bastante sensata para convir que ela tem sim muito a oferecer a seus alunos, se mostrando preparada para formar excepcionais profissionais. Afinal o sucesso lá na frente nao depende totalmente de nenhum nome de faculdade, nem índices do mec, mas sim do esforço individual de cada um.

    • Os índices do Mec é o resultado do ensido oferecido pela instituição e o desempenho dos alunos. Portanto, um péssimo desempenho mancha sim o nome de uma faculdade, da mesma forma,um bom desempenho torna o nome da faculdade FORTE.

      • que coisa, eu acho injusto, pegar uma duzia de graduandos de um maldito curso de biomedicina que fizeram um enade porcaria e colocar a perder toda uma instituição.

        PORQUE O MEC NÃO PEGA O PIOR CURSO DE VCS E FAZ A MESMA COISA? A UFPE tem um dos melhores cursos de informatica do Brasil. Mais a fama do Cin também foi afetada por um desempenho que também não agradou muitos estudantes da FEDERAL.

  • CONTINUAÇÃO
    QUER UM EXEMPLO:
    PEGUE UMA PROVA DE CALCULO 2 DOS ALUNOS DE EGENHARIA DA UFPE E DE PARA OS ALUNOS DE ENGENHARIA DE UMA DESSAS INSTITUIÇÕES.
    DEIXEM ELES RESPONDEREM E COMPAREM. SÓ ISSO.

  • Sou aluno de publicidade e propaganda da mauricio de nassau, e gostaria de afirmar que a faculdade em termos de ensino não deixa nada a desejar, porém existem alguns problemas pequenos (não existe mais a xeroz do bloco B) que não foram resolvidos! mas posso garantir que a faculdade é uma das melhores instituições de ensino do estado, e que muitas outras faculdades vão ultilizar desse “incidente” para se auto promover. O recado que deixo aqui é que procure se informar primeiro antes de sair por ai falando de faculdade A,B e C. Seja esperto e não seja mais um “universotario”.

    • Como você pode garantir uma coisa dessas Victor, se você não foi capaz de passar na Federal, quanto mais fazer tal avaliação. Não vai me dizer que você paga pelo curso porque gosta de pagar!
      Os seus próprios colegas afirmam a decadência da sua faculdade.
      Ih! foi mal! A minha é FEDERAL

      • Sou ex aluna da federal e acho que nessa instituição que estudei se aprende a ralar: professores faltam, não há sempre exemplares de livros nas bibliotecas, não há muito investimento em determinados cursos e, com isso os alunos acabam se esforçando mais para adquirir conhecimentos, mas isso está longe de ter um significado positivo.Os conteúdos devem sim, ser estudados pelos alunos, porém os professores e as instituições devem oferecer a eles uma boa infra-estrutura e um acompanhamento constante.Portanto, alunos da federal não deviam estar tentando denegrir as faculdades privadas.Se elas não conseguiram um bom desempenho, deveríamos torcer pelo contrário e continuar ralando na nossa instituição, porque ela também precisa melhorar. A área de educação da federal é uma das menos valorizadas.De tal forma que, perdemos o direito de manifestar a superioridade de uma instituição em detrimento de outras. É bem verdade que os alunos que passam na UFPE são bem preparados, mas alguém aí já se perguntou sobre os motivos de certas pessoas não conseguirem tal êxito?a UFPE tem nome, tem História, tem alunos preparados!Todavia o mais importante é a luta de cada um na tentativa de se colocar bem no mercado, de adquirir cultura e conhecimento.Alunos federal, vocês mais do que nunca precisam aprender a conviver com as diferenças e respeitá-las.É isso que a Universidade ensina…
        Aos alunos de faculdades privadas: estudem além do que sua instituição cobra, corram atrás dos seus sonhos!
        Aos alunos UFPE: vocês que andam falando mal das escolas superiores privadas devem ter passado no vestibular recentemente e ainda devem ter aquela idéia ilusória de superioridade.Parabéns aos que conseguiram!Boa sorte aos que não!
        Ah e não esqueçam que passar no vestibular hoje em dia não é difícil!Com aquela provinha do ENEM não devemos nos gabar, essa organização passou a ser uma zorra, espero que ela melhore também.Da maneira pela qual a prova foi abordada não dá para medir conhecimento de ninguém. Tudo não passou de um desrespeito aos estudantes.
        O problema do Brasil está simplismente na FALTA DE EDUCAÇÃO, portanto usem um pouco dela!

        • Bravo!

        • Tenho pena de que tem essa soberba!
          Me formei há quase 10 anos na Federal em um curso que na época era o 3º mais concorrido do vestibular.
          Depois que entrei, vi uma universidade com alunos bem preparados e com uma estrutura às vezes lamentável. Sem falar nos longos 3 meses de greve.
          Ou seja, é melhor descer um pouquinho do salto. Esses comentários que menosprezam as outras faculdades parecem terem sido feitos no máximo por calouros que ainda precisam aprender um bocado da vida. Inclusive que eles ainda vão ter que fazer muitos cursos de pós-graduação para serem bons profissionais, mesmo estudando na “perfeita” Federal.
          Tenham mais respeito pelos outros!

        • é isso aí Paula!

      • vctem certeza se ele nao conseguiu passar na federal?eu passei em tres mas opitei pela nassau

        • Luana, parabens pela sua visão madura e consciente.

          Pros alunos da federal que reclamam de certos professores que são carrascos e arbitrários. Esses mesmos professores ensinam em faculdades como FG, FMN, UNICAP, MARISTA E FAFIRE. Vai la pra ver as otimas aulas que esses professores bem pagos pela rede privada fazem. NÓS ESTUDAMOS COM OS PROFESSORES DE VCS! eu já assisti aula como ouvinte na federal com um professor meu e fiquei espantado com a diferença no comprometimento do professor e todos da sala reclamavam dele.

          Nas faculdades privadas o professor faz jus os titulos que tem. Na federal a maioria so quer saber de colocar pra ¨%$¨$%$#$ nos alunos. Eu prefiro ter uma boa aula, pois isso vai fazer diferença na minha formação profissional. Estou em uma faculdade, e não no exército.

      • vocês acham certo isso?ficar discutindo,”minha faculdade é a melhor” “ah a tua é a pior” bando de gente BESTA. perdendo tempo,em vez de estudar.se achando melhor por estudarem em faculdades publicas e particulares.GENTE TEM TANTA COISA BOA PRA SE FAZER EM VEZ DE PERDER TEMPO POSTANDO BESTEIRA.vamos aprender em respeitar cada instituição de ensino.ou vocês não aprenderam isso no ensino médio!

        • é!
          (nossa, eu tô na maior vadiação hoje, vou sair da internet e estudar que é melhor)

      • O pessoal fala a minha é FEDERAL como se a mesma fosse perfeita. Ela tem cursos excelentes, como o de computação, medicina, direito, mas existe falhas e que não são poucas. E quando tem greve então, é horrível. Estava fazendo o mestrado na UFPE, estou fazendo a transferência para a UFPB, pois aqui estava me sentindo orfão de orientador e sem contar na arrogância de muitos. Dou aula em uma instituição privada daqui e vejo como as coisas fucionam, alguns métodos dão certo e outros não, faz parte. Ainda acredito que a faculdade ou universidade não faz o aluno. O aluno que faz a faculdade se esforçando, fazendo suas pesquisas, indo atrás, se informando.

  • Caro Marcelo Moura,

    Com certeza você não deve ter se preparado para escrever neste Blog para estar tratando das instituições privadas como Shopping. Conheço algumas pessoas que estudam e outras que lecionam e estão muito satisfeitas, quando você fala em “venda de diplomas” é uma acusação muito séria e seria importante que você medisse suas palavras pois cabe a quem acusa provar caso venha a acontecer um processo formal. A cobrança de taxas é uma prática normal e correta dentro de uma instituição particular, como o próprio nome já diz “particular” é para quem tem condições de “pagar”, estuda em instituição privada quem quer, ninguém é forçado a estar lá.

    Marcelo, creio que não deveria se preocupar com as pessoas que se formam sem capacidade nenhuma, em qualquer instituição teremos bons alunos e maus alunos, a instituição que faz é o aluno. Infelizmente o interesse maior nas particulares é do pessoal com um pouco mais de dinheiro e que acaba trocando as aulas pelos bares, espetinhos e forrós próximos a instituição.

    Se preocupe no seu estudo, na sua formação e em desenvolver sua capacidade. Não acuse sem poder provar, é muito sério. Deixe que o MEC tome as providências quanto as instituições privadas, e deixe que a vida e o mercado de trabalho selecione os competentes dos incompetentes.

    Lembre-se “só os bons vencem” e a seleção está cada vez maior !!!

    Cabe a cada estudante decidir se ele quer vencer e crescer !!!!!

  • Prezados, em minha opinião nao foi convicente o argumento utilizado pela Faculdade, pois os criterios utilizados para o cáculo do ICG, é: Na graduação, é usado o Conceito Preliminar de Curso, que inclui ENADE, opinição dos alunos, infra-estrutura e corpo docente. (Jornal do Comercio – Brasil, p. 7. 09 de setembro de 2008). E Não somente a nota do Enade, conforme afirma a faculdade, que fala que o resultado foi oriundo de boicote dos alunos, e os outros criterios, onde ficam? e o argumento de ter sido apenas um curso analisado, tambem nao foi convicente.
    Pessima noticia para Pernambuco, somente.

  • Bem..

    Primeiramente gostaria de aproveitar e parabenizar a todos por esta discursão em espécial a faculdade Federal de Pe e a Rural, Além é claro do Marista.
    Pessoal.. é com muita tristeza que observamos que está média é sim real.. Quem estuda ou conhece ao menos uma pessoa que trabalha na instituição Maurício de Nassau sabe que e como é sério essa acusação.
    A faculdade não é comprometida com o social, não respeita as diferenças, não forma pessoas críticas… Claro que como toda instituição tem professores bons e ruins.. e nessas horas me dá uma dó dessas criaturas, pois tenho certeza que alguns sofreram por conta deste resultado.
    Conheço uma surda que estuda lá.. o nome dela é Williane e a mãe dela paga a faculdade e a intérprete de libras.. como pode?????? Uma faculdade tão preparada em termos estruturais como estão falando… ainda não está comprometida com o social???? Sabem o pior? falam que não tem obrigação de pagar… Soube que a mãe da Williane estaria abrindo um processo contra a faculdade, pois a faculdade aceita o surdo, se diz inclusiva mais na hora do reconheciemento, do compromisso tira o corpo fora???? Também acho um absurdo quando vou pegar minha esposa e vejo aquele bando de jovens bebendo, com som alto em frente, ao lado pela faculdade… é uma pena que pessoas que só estejam fazendo a faculdade pra ter uma certificação estejam dentro desta instituição atrapalhando o esforço das pessoas que realmente queiram aprender!!!
    TEm alunos da Maurício que não acreditam, que não querem enchergar… tem professores fazendo a parte deles…defendendo a instituição..(e deve continuar) e agora eu pergunto… vc quer ouvir o que tem que se dizer??? todos que trabalham com publicidade e propaganda sabe que uma propaganda bem feita tem uma boa repercursão..mais a propaganda negativa tem uma repercurção bem maior..acredito que para sair esse SLOGAN Maurício De Nassau a Unica com conceito 1… apior do Recife… a 4ª pior…. será difícil…. mais ainda assim acredito que pessoas interessadas possam tentar fazer um novo começo… e espero que o dono da Maurício perca o precioso tempo dele sim… perca o tempo pra dar uma lidinha nesse debate, pois enriquece a alma… descobre as necessidades, promove a conscientização e causa profundas modificações.
    Espero que os professores entrem nesta luta para reverter esta situação e que a faculdade tenha sim a preocupação com o social…não é moda! é sério e os surdos que estão dentro da faculdade estão precisando que este direito seja respeitado..incluir não é por banheiros acessíveis… não é dizer.. minha faculdade tem surdos, cegos e mentais.. incluir é ver o outro com o olhar diferente..longe do dinheiro.. mais perto do coração…
    Sei que se passará 10 anos e tudo isso será lembrado de forma que mexeu com a história de Pernambuco..pois como ainda há alguns alunos que idolatram a faculdade, vão fechar os olhos para não enchergar a realidade…e talvez mais tarde seja muito tarde!!!!

    Boa tarde e parabéns mais uma vez a UFPE!!!!!!!! e MARISTA!!!!!!!!!!

  • Estamos esquecendo uma coisinha nessa JUSTIFICATIVA que deve ser eleita como a mais estapafúrdia do século:
    Só um curso foi avaliado, okay. Mas mesmo assim, foi. Foi dividido? Problema! A obrigação é oferecer uma graduação de qualidade.

    Ou seja, o curso de BIOMEDICINA DA FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU É O 4° PIOR DO PAÍS.

    Ou estou enganado?

    ***

    Tá na hora de parar de tentar tapar o sol com a peneira.
    O resultado foi péssimo. E ponto.

    ***

    Respondam agora…

  • Esse é para os q contestam a justificativa :
    Tal equivoco foi contestado perante o MEC e o próprio Diretor do INEP/MEC Dr. Reinado Fernandes, em entrevista à imprensa, reconheceu a falha ao afirmar que: “A ÚNICA GRADUAÇÃO QUE TINHA CONCLUINTES ERA A DE BIOMEDICINA. POR ISSO FOI A ÚNICA A SER ANALISADA. A SITUAÇÃO DA MAURÍCIO DE NASSAU É ATÍPICA. ESTAMOS ANALISANDO O QUE FAZER”.
    Sei que a Maurício de Nassau teve um crescimento muito rápido, em muito pouco tempo, isso chama atenção ( jogo de interesses ). É complicado avaliar uma instituição se vc não tem conhecimento para fazer isso. Infelizmente, assim como qualquer outra universidades existem alunos e alunos, quem vai fazer uma real avaliação é o mercado e felizmente ele já faz.
    Nem todos estudantes de faculdades particular estão nela para apenas adquirir um diploma, mas com ele também conhecimentos.
    Estudo na Maurício de Nassau, faço publicidade e propaganda e não me arrependo de PAGAR para adquirir conhecimentos, pois acho que em um futuro muito próximo o ensino superior vai ser como o ensino médio, só estuda nas escolas públicas quem realmente não tem condição de pagar uma particular.
    Mudem seus paradigmas, seus conceitos . Se realmente ouve erro logo logo ele vai ser corrigido, mas se vc não sabe o que fala é melhor saber o que é certo ou errado ,para não repetir um erro que não é seu.

    • Mayara,
      Tudo bem, vou entender que vc, por estudar na Maurício de Nassau, está tentando defender e puxar asardinha pro seu lado. Só não posso reconhecer que seus argumentos são convicentes, pq eles não são. Esse problema desse crescimento rápido a que se refere, não foi conquistado pelo investimento na excelência de seu ensino mas, sim, por investir pesado em publicidade e propaganda, o marketing de massa. Talvez por isso vc, como estudante da área, seja defensora da instituição. Quanto aos alunos, realmente existem alunos e alunos… Mas vale lembrar que, ainda, existe uma seleção feita nos vestibulares e que a maioria das faculdades utilizam-se dos mesmos meios para selecionar seu corpo discente. Se as públicas selecionam os melhores estudantes preparados para o vestibular, as particulares também o fazem, só que de uma maneira muito benevolente. Agora, para terminar… O pior de todos argumentos dados por sua pessoa, é aquele que vc relata acreditar que “num futuro muito próximo” as faculdades particulares serão as melhores e que, por isso, só estudaram nas públicas quem não puder pagar uma particular. A princípio, neste momento, vc deve se preocupar com vc e não com seus futuros netos e bisnetos. Pq se isso vier um dia acontecer, será só “no futuro”. Hoje as melhores instituições de ensino superior são públicas, por isso, todos buscam fazer (acho que inclusive vc) fazer uma Federal ou uma UPE. Elas ainda hoje são as melhoras, isso é inquestionável. Não me interessa se elas vão deixar de ser ou quando vão deixar de ser, se posso contribuir pra que isso não aconteça, vou contribuir. Mas se tiver de acontecer e for inevítável isso, garanto que pelo menos não acontecerá nos próximos 10 anos, portanto pode prestar seu vestibular e cursar uma FEDERAL ou UPE que “ainda” é garantida a qualidade de seus cursos. Não entre no mérito de quem fez vestibular e conseguiu, através de méritos próprios, derrubar uma concorrência de até 30 para 01 só pq, provavelmente, vc era uma dessas 30 pessoas que não atingiram o mesmo objetivo. Acho que vc tem seu valor, mas não precisa vir aqui para “tentar” justificar suas escolhas.
      Eu fiz vestibular, passei na FCAP/UPE e não sou melhor nem pior do que ninguém por causa disso. Só fiz minhas escolhas e tenho fatos e argumentos para justificá-las.
      Afinal de contas, como vc mesmo disse, existem alunos e Alunos…

  • Ô Mayara, o curso de Biomedicina é bom?

    ***

  • Dez razões para acreditar na Nassau:

    1. Conceito máximo no MEC (CMB) nos cursos já reconhecidos;
    2. Encontros e Congressos próprios;
    3. Mais de 30 mil alunos;
    4. Professores Mestrados e Doutorados, com muita bagagem, tais como Roque de Brito, Walber Agra, Italo Bianchi…
    5. Centro de Pesquisa (Instituto Mauricio de Nassau);
    6. Biblioteca com mais de 40 mil exemplares (atualizados);
    7. Estrutura física de acordo com as exigências do MEC;
    8. Laboratórios bem equipados;
    9. Expansão nos estados da BA, PB, RN, AL e futuramente CE.
    10. Futura mais nova Universidade do País.

    NAO FAÇA POR MENOS, SEJA NASSAU.

    • Roque de Brito, Walber Agra, Italo Bianchi <— os famosos quem, mesmo?

      Congresso qualquer um faz, meu filho. E aparecer aqui com propagandismos (inclusive slogan) não faz você parecer mais certo, só faz você parecer mais bitolado.

  • Bom pessoal, concordo em partes com o que a maioria fala, acredito tambem que a instituicao Mauricio de Nassau foi avaliada de forma errônia. Sou estudante de Direito na Nassau de João Pessoa PB (Nova) e realmente vejo potêncial nesta faculdade, como a colega cristiana falou o que voces deve ser entendido é que falcudade alguma irá fazer voce ter sucesso, isso é conquistado com suor próprio, o que ocorre é que infelizmente as pessoas preferem julgar, sem conhecimento, a fazer acontecer. Em qualquer instituição do país teremos problemas, o sabio não lutará contra eles e sim os contornará e aprenderá com eles. Portanto a única coisa que tenho a falar , humildimente, a voces é que quando chegar a minha vez de realizar o exame, garanto que estarei pronto, na Nassau ou em qualquer faculdade, pois isso se chama perseverânça. Vamos esperar os próximos resultados para chegarmos a uma conclusão concreta e lembresse na vida sempre teremos problemas, espero que saibamos resolvelos da forma mais inteligente possível.
    Obrigado por lerem este desabafo.

  • Bom nâo concordo con esse comentario que fiseram da Mauricio, so avaliaram apenas um curso e nâo os 35, estao generalisando, acredito que os diretores iram se pronuciar e esclarecer todo esse mal entendido.

    NAO DEM OUVIDOS A ESSES JORNALISTAS PORQUE ELES SO QUREM APARECER..

    JUSTIÇA SEJA FEITA.

    • Só avaliaram um, tenho medo quando avaliarem os outros. Coitada da Maurício e de todos os alunos!

  • Lendo todos os comentários chego a uma conclusão muito simples: independentemente de ter ocorrido com a Maurício, todas as faculdades particulares estão suscetíveis a tal acontecimento, afinal, o que impede que alunos de outras faculdades tradicionais boicotem a prova do ENADE e por isso sua faculdade querida caia bruscamente nessa colocação? Meus caros, estudo na AESO, que tem mais de 40 anos e posso dizer com toda a convicção que o ensino de lá definitivamente não é dos melhores!!! Faltam livros (imagine apenas 1 livro atualizado de processo civil para mais de 150 alunos do 4º ano!!!), estrutura e professoresqualificados.
    SInto vergonha daqueles que fazem questão de dizer que estudam na Federal, porque o aluno lá tem que ser bom, porque se for contar com estrutura e professores, tiraria 0 no Enade, pois, para mim, de nada adianta uma avaliação ser feita com base no título que o professor tem se esse nem sequer cumpre com sua obrigação de ir à faculdade dar aulas… Aos trancos e barrancos, prefiro a minha particular.
    Não entendo a razão para o “não convencimento” de alguns que escreveram seus comentários… Se a faculdade foi avaliada no geral por apenas um curso, é óbvio que foi uma vavaliação injusta, já que as demais faculdades tiveram a oportunidade de ter alunos de diversos cursos prestando prova. Para mim, isso parece revolta de aluno da Federal que teve que ralar muito pra passar lá, senão painho não ia comprar o carrinho porque teria que pagar a faculdade particular do filhinho, ou então lenga-lenga de quem estuda em particular e é revoltado porque tem que pagar mensalidade cara… Pois é, quem mandou não estudar? Minha gente, faculdade/universidade é tudo uma coisa só: se a pessoa não estuda, não adianta de nada! não consegue passar de ano, não consegue se formar e nem consegue emprego!! A não ser que tenha um bom padrinho por aí… ;)

    • Danielle, você não sente vergonha de quem diz que estuda na FEDERAL, você sente ódio e inveja por não ter capacidade intelectual de estudar lá.
      É brincadeira falar dos professores da UFPE, 99% deles são Phd. Você sabe o quê é isso? Claro que não. São formados nos EUA, França Itália, Inglaterra… e na UFPE também.
      Nós da FEDERAL é que sentimos muita, mas muita “pena” de vocês que precisam desembolsar fortunas pra ter um diploma. Tudo culpa da vossa incapacidade.

      • Nossa,você ta cursando uma faculdade?? Nem parece,arrogante,prepotente,anti- ética… Você e mais alguns seres toscos e medíocres que postaram acima. Deixa eu te situar, realidade brasileira é assim que funciona : Quem tem R$ pode pagar uma faculdade particular
        ( opcional ), quem não tem, tem que se matar de estudar pra passar numa federal,estadual… Claro. Quem pode pagar pelo ensino,opta pelo prático,não fica disputando com mais trocentas pessoas uma vaga…Em todas as instituições há deficiências,privadas ou públicas. Então querida,acorda pra vida,porque o fato de você está numa federal não te faz ser melhor que ninguém,a prova disso é tudo que você digitou,muito torpemente aqui !!
        Detalhe, curso uma ótima faculdade particular,porque posso pagar o ensino,não o diploma querida,e não é nenhuma das citadas acima,porém se assim fosse,defenderia a instituição,pois assim como você, conheço de fora,sendo que,é a Nassau de PE,não podemos generalizar.
        Lembrete : A ignorância começa pela generalização. Fica a dica à você e todos aqueles que comentaram de forma lastimável,sobre as instituições.

  • Prezados, a avaliação do IGC conta para TODOS os cursos da instituição. Por isso, as instituições que apenas tem UM só curso tiveram seu índice de acordo com o que oferece. Porém, a FMN com 36 (TRINTA E SEIS) apenas UM fora avaliado e também por apenas pelo ENADE. O curso de direito conta com DOIS Phd’s, com quase a totalidade dos docentes com mestrado e outros com Doutorado. Além de Grupos de Pesquisa Científica. Isso só na Graduação. Contudo, apesar do equívoco ÓBVIO serve de motivos para chacotas. Infelizmente faz parte da cultura brasileira APROVEITAR a situação, ressaltando EQUÍVOCA, e difamar uma instituição injustiçada. Um bom exemplo disso se faz na própria justiça, onde milhares de pessoas são condenadas injustamente e mesmo provando sua inocência continuam a ser marcadas pela IGNORÂNCIA.

  • Sou aluno da Mauricio de Nassau e fiquei preocupado com o resultado da avaliação feita pelo MEC.
    É lógico que a Instituição precisa muito mais que justificar o ocorrido negativamente.
    Precisa dar segurança aos seus alunos, de que eles sairão realmente preparados para o competitivo mercado de trabalho.
    Mas também é preciso que os alunos tenham qualidade na avaliação, pois uma boa faculdade também se faz com bons alunos e o contrário também é verdadeiro.
    Finalmente, a baixa nota do MEC também é responsabilidade nossa, pois é o fruto do nosso real interesse em aprender.

  • bom, fui aluna da mauricio, tenho bons argumentos pra concordar com esse resulto, tranquei a faculdade pq passei na federal, fazia nutriçao e passei a odiar o curso, vamos começar falando da estrutura, se vc que tem um pouco de senso critico vai concordar comigo, quando comecei, só tinha um prédio, apertado, nao cabia todos os alunos, era fila pra xerox, pra cantina, pro banheiro, o tempo do intervalo só dava ou pra comer ou pra ir ao banheiro, poucos funcionários, a biblioteca super desorganizada, ainda hoje continua assim, com tanto acervo de livros, a gente tinha q enfrentar uma super fila, e nao tinha acesso direto aos livros, algumas salas eram no fundo da faculdade, um projeto mesmo de sala, os alunos medíocres, a grande parte, tem vários que nao sabem nem escrever direito, os professores, putx, alguns só tem a pós- graduaçao, poucos com mestrado e raros com doutorado, uma negaçao mesmo, eu falo pq estudei lá, e a mensalidade? uma fortuna, que nao vale a pena, pelo o ensino… E lá tudo cobra, é um tal de requerimento, qualquer coisa eles cobram, isso eu achava um absurdo, já pagava tao caro, hoje eu sei q as palestras q no início eram de graça agora eles estão conbrando, a diferença entre a federal e a mauricio ééééééé enorme, a mauricio nao tem pesquisa, nao tem oportunidade de estágio nos seus laboratórios, é muuuuuuito cara e pra piorar o ensino é um porcaria, enquanto q na federal a gente rala pra entrar, pode até ser q o vestibular seja um concurso meio devasado, mas infelzmente ou vc se dedica pra estudar numa universidade que além de nao pagar nada e sobrar dinheiro pra vc investir na sua carreira, com cursos e etc, vc tem ensino de qualidade, já na mauricio além de vc pagar uma fortuna nao tem ensino de qualidade, reprovei um período pq estava super desmotivada, odiava aquilo, era um tormento, está vomitada minha revolta, mas vcs é claro, podem discordar de mim…

  • Dez razões para acreditar na Nassau:

    1. Conceito máximo no MEC (CMB) nos cursos já reconhecidos;
    2. Encontros e Congressos próprios;
    3. Mais de 30 mil alunos;
    4. Professores Mestrados e Doutorados, com muita bagagem, tais como Roque de Brito, Walber Agra, Italo Bianchi…
    5. Centro de Pesquisa (Instituto Mauricio de Nassau);
    6. Biblioteca com mais de 40 mil exemplares (atualizados);
    7. Estrutura física de acordo com as exigências do MEC;
    8. Laboratórios bem equipados;
    9. Expansão nos estados da BA, PB, RN, AL e futuramente CE.
    10. Futura mais nova Universidade do País.

    NAO FAÇA POR MENOS, SEJA NASSAU.
    ———————————————

    Só um comentário para Liliana Batista:
    A faculdade Nassau tem sim centro de pesquisa.
    Os laboratórios são abertos aos alunos para incenivo à aprenizagem
    Existe prédio exclusivo com funcionamento de biblioteca (bloco D)
    Conta com mais de 1.500 funcionários

    Em relação ainda à pesquisa, segundo o MEC existe o seguinte critério quem tem obrigação de ter
    Pesquisa é UNIVERSIDADE
    Extensão é centro universtário
    A mauricio de nasssau é uma FACULDADE e mesmo assim há o incentivo à pesquisa.

    • Dayanna,tal realidade não se faz presente em todos os cursos da NASSAU.Sou estudante de Engenharia e sempre tive vontade de FAZER iniciação cientifica,contudo,a faculdade não oferece.Vergonha de estudar na NASSAU =/

  • NAO FAÇA POR MENOS, SEJA NASSAU.

    Janguiê o problema não é quantidade, é qualidade. O adiante ter 30 mil alunos despreparados.
    Como dar pra ver, o problema vem do dono.

  • A aluna acima deve ser da Nassau. Eu axo que ela quis dizer que não adianta (sap)

  • É muito fácil falar quando na verdade não se conhece a instituição de veradade! Conheço a instituição por dentro e por fora e sei que foi uma das melhores opções q fiz na vida!! Uma faculade bem estruturada que precisa de um bom retorno financeiro para se manter de pé, ali paga quem quer e quem pode, caridade a gente encontra em igrejas e abrigos!! Todos nós precisamos de dinheiro para suprir nossas necessidades e por que uma faculdade daquele tamanho não precisaria? Que bom q apesar das calunias a faculdade Maurício de Nassau só faz crescer a cada dia, com um excelente estrutura e bons profissionais que sempre me trataram bem! Faço administração de empresas lá e não me arrependo de pagar o que pago pois se eu estivesse numa faculdade federal da vida saberia o dia q iria entrar mais o dia q iria sair… Ainda mais q na Maurício de Nassau assisto produtivas aulas todos os dias, já meus amigos q estudam na federal não podem falar o mesmo! Quando se é bom e preparado para o mercado de trabalho não tem esse de faculdade com bom reconhecimento não, o aluno tem q ser motivado e gostar do que faz para se tornar um bom profissional, mas infelizmente muitas pessoas não enxergam dessa forma. Só sabem criticar sem se importar com o que o próximo defende! Gente aprendam a repeitar as decisões e vontade de cada pessoa, não dê ao próximo aquilo que vc não gostaria para si!! Cada um tem o direito de fazer o que quer e o que eu quero é mostrar para todo Brasil que tudo isso foi um engano e que eu sei que posso fazer a diferença!! Vou mostrar isso quando me formar e entrar no mercado de trabalho, mas não me importo com o que os outros dizem não, me importo com os meus ideais, pois é o que interessa para mim!

    • Eu concordo com vc Fabiana. Estudei em Faculdade particular em SP. Sou coordenadora em uma empresa de tecnologia, e tenho estagiários da Federal e das particulares. E sabe qual a diferença? A atitude, a vontade e o brilho no olho, e isso não se aprende em instituição nenhuma. Vou promover um estagiário, e adivinha? Não é o da Federal.

  • Rapaz,
    Tenho visto aqui alguns alunos da Maurício de Nassau que fizeram textos cheios de erros primários de ortografia. Com parágrafos e frases tão longas que mais parecem redigidos para serem narrados por um locutor de futebol de rádio AM. Não sei se contrataria um profissional que não sabe escrever a palavra “feliz” corretamente, pois “infelizmente” é, por acaso, derivada de “feliz”.
    Sinceramente, não me importa nem um pouco a colocação da Maurício de Nassau. Preocupa-me mais a UFPE estar entre as 23 melhores. Sou aluno da UFPE, sei que minha Universidade não é NADA boa. Nossas bibliotecas estão sucateadas, nossas salas também; nossos professores, com poucas exceções, pouco ligam para a graduação, que, em teoria, deveria ser prioridade da instituição. São doutores todos? Ótimo (para eles)! Vale ainda salientar as questões claras de mau uso da máquina pública, corrupção e nepotismo em todas as esferas. É feio falar do mau do “colega” corrupto (é falta de ética, sabe…?!). Obviamente, nestas situações uma mão lava a outra!
    No entanto, acredito mesmo assim que ela seja a melhor de Pernambuco. Infelizmente acredito! Acredito, inclusive, que ela seja a nº 23 do país! E isso tudo é muito preocupante!
    Quer conhecer a UFPE? Não passe perto de Computação, nem de Física. Poucas pessoas passam por lá. Mas vá às Ciências Humanas que são a ralé da Universidade: a Berlim Oriental. Se por um lado existe uma faculdade bem estruturada, bem equipada: toda nos trinques…. por outro há o total descaso do que são o CFCH, o CAC, CE, o CCSA e NHT.
    Amigos, este dado não é lisonjeiro. Longe disso, sejam menos medíocres, a estatística é só um conforto que não prova nada. Na realidade, só prova uma coisa: a falta de qualidade das instituições de ensino superior do nosso país!
    Mais conformidade e mediocridade, porém, encontro em alguém que tenta tapar o sol com a peneira justificando um resultado pior do que mediano. Realmente, acredito que a Maurício de Nassau não seja a 4ª pior do país, mas, pessoalmente, entre a 30ª pior e a 4ª para mim é a mesma coisa. Se uma instituição particular não consegue ser melhor do que uma pública, corrupta e caindo aos pedaços, isso sim é muito mais que preocupante.

    • Me senti na obrigação de te ‘orientar’, você começa seu texto criticando alguém que cometeu um erro ortográfico,porém assim como você, os federais cometeram erros também :/. Vamos lá : ” É feio falar do mau do “colega” corrupto (é falta de ética, sabe…?!). ”
      O ‘mau’ foi empregado de forma incorreta, pois, caro federal ,se você é tão inteligente a ponto de criticar alguém por erros ortográficos,não deveria imitar o erro alheio,rs. Neste caso,o ‘mau’ deve ser empregado com L, regrinha básica,não esqueça!
      MaU = bom
      MAL = bem
      Vai estudar…

    • Como você critica alguém por cometer um erro ortográfico e comete um tão grave quanto…
      É feio falar do mau do “colega” corrupto (é falta de ética, sabe…?!).
      Regra básica,não esqueça Sr. FEDERAL, MAL = bem
      MAU = bom,ou seja, o FEDERAL cometeu um erro ortográfico,isso é grave! O inteligente FEDERAL, não sabe empregar as palavras…
      Vai estudar,ao invés de criticar.
      Desculpa, mas eu realmente não resisti.

  • Sou aluna da Faculdade Maurício de Nassau, estou concluindo meu curso agora em dezembro, passei 4 anos e discordo de vários comentários…

    Primeiramente tenho certeza que teve esse erro na avaliação do MEC, avaliaram a nota de um curso e fizeram o cálculo em cima dos 36 cursos que a faculdade possui.

    Segundo a FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU possui um corpo docente MARAVILHOSO, de mestres e doutores, e que muitos ensinam na FEDERAL !!!

    Terceiro, no início nós enfrentamos muitos problemas com a estrutura, em relação a localização de turmas, e aperto. Com os Laboratórios nem tanto, mas melhorou 100%, hoje em dia possui um prédio só com biblioteca e laboratórios, duvido que a FEDERAL tenha tantos investimentos.

    Quarto, para os que dizem que é fácil passar na particular!!!! Para entrar realmente é muito fácil, porque a faculdade quer aluno né? Um analfabeto até pode entar, mas não se mantém. Se manter lá dentro sem reprovar cadeiras não é fácil!! Eu estudo muito para passar nas disciplinas, muitas noites de sono eu já perdi, e sei que sou uma aluna esforçada e competente.
    Farras, alunos que não querem nada e barzinhos por perto, toda faculdade tem. Inclusive a FEDERAL …

    As vezes me aborreço, mas os problemas de lá da FACULDADE MAURÌCIO DE NASSAU, é em relação a parte administrativa, que causa estresse, mas com um pouco de organização melhora, e creio que tenha sido um dos motivos de revolta dos alunos de biomedicina para terem feito o boicote, e sei que teve porque muitos alunos “UNIVERSOTÁRIOS” não responderam a prova do ENADE, tentando prejudicar a faculdade, prejudicaram a si mesmos e seus colegas de Faculdade.

    A FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU pode não estar entre as 30 melhores, mas entre as piores também não está.

  • coitado do Maurício de Nassau…..está se revirando no túmulo.

    • Não faço Nassau, mas MORRO de pena de você, que se acha certo ao ponto de chamar ‘alguém’ de coitado sem nem saber ao que se refere, se refere a uma faculdade é então ao invés de ‘do’ é ‘DÁ’ antes de falar de alguém se olha no espelho, e ver se tu tem moral e conhecimento o suficiente pra isso!

  • O que acho engraçado é que estão culpando um boicote dos alunos de Biomedicina, mas não explicam o que esses alunos queriam com o boicote. Primeiro é preciso deixar isso claro. Tá parecendo, como diríamos na infância, DESCULPA DE AMARELO É COMER BARRO…

  • O Problema da Nassau são os alunos.
    acredito que menos de 10% dos alunos são alunos que teriam capacidade de estar numa universidade pública. Outros 30% são bons alunos, que não tem tempo de se dedicar para passar num vestibular de uma pública, seja por que tem familia, já tem emprego e nao pode perder, mas são bons profissionais e querem possuir um curso superior. Os outros 60% são alunos que acham que aprendem por osmose. Não estudam, nao gostam de estudar, mas querem se formar, ou estão para dar uma justificativa aos pais. Querem farra, diversão e só.
    Repito, a diferença entre a Federal e uma Nassau são os alunos.

    • Na verdade não existe diferença Breno, a diferença não ‘são os alunos, e sim ‘o aluno’ em toda instituição de ensino seja publica ou particular, existem pessoas preparadas e despreparadas, isso é fato. Conheço inúmeras pessoas que estudam ou já se formaram em federal que não sabe nem conversar, enquanto conheço pessoas que sairam de particular e hoje são empresarios, objetivos, e acima de tudo tem muito conhecimento. A diferença está dentro de cada um, não de instituição!

  • [...] Leia mais You can leave a comment, or trackback from your own site. RSS 2.0 [...]

  • foi mal a minha ´[e federal

  • A JENTE SOMOS DA MAURICIO E NÃO VIMOS NADA DISSO, ATÉ GOSTO DA FACULDADE MINHAS MÉDIA É MAIOR QUE 7, E NOS GOSTA DA NOSSA FACULDADE!!

  • Caro Marcos

    Se acha que escrevendo desta forma errônea os leitores deste blog pensarão que você é da Nassau está completamente enganado.
    Cresça!!!!

    SOU NASSAU NÃO FAÇO POR MENOS!

  • A Maurício de Nassau andou demitindo muitos professores bons, abrindo turmas com 97 alunos, impraticável para o professor dar aulas. Os professores não tem direito a um cafezinho. Escravidão a todos os funcionários. A qualidade só tem a cair agindo dessa forma. A educação é tratada somente visando o lucro na Maurício de Nassau.

  • Que a verdade se ja dita,a Nassau so tem nome e mais nada,ou vc acham que os alunos preferem pagar menssalidades caras como são por querem,claro que não eles pagam pq não tem capacidade de encarar uma Federal que é uma faculdade de verdade,é melhor estudar na Nassau pq pagou passou.Assim é mais fácil e di quebra sai com diploma de doutor.

    • E você tem diploma de que? Me desculpe as palavras, mas você estuda em Federal? Escrevendo errado desse jeito? Querido, cada dia que passa, eu vejo como vocês que fazem a tal famosa FEDERAL, são verdadeiramente pessoas ignorantes, e por que teria inveja disso? De gente ignorante? Tú estudou tua vida toda aonde? Se for em particular, realmente você só pode ter encontrado um diploma de ensino médio, por que com essa sua ortografia de fazer vergonha eu pensaria mil vezes, antes de escrever em algum site. Está ai a prova viva, que realmente a faculdade não faz milagre, o que adianta ter nome e escrever errado como você Alexandre? Isso é ser FEDERAL? Me poupe mesmo. Continue aí na sua FEDERAL, e escrevendo dessa forma, que com certeza você erá um belo futuro. (:

  • Diretório Acadêmico de Direito Tobias Barreto de Menezes, representante do corpo discente da Faculdade Maurício de Nassau, vem, de público, formalizar VEEMENTE REPÚDIO à recente nota do MEC veiculada nos jornais de grande circulação, enquadrando a referida Instituição como uma das piores após realização do ENADE.
    Tal fato reconhecido publicamente como totalmente atípico pelo próprio Diretor do INEP/MEC Dr. Reinaldo Fernandes demonstrando, de forma cristalina, o grande equívoco da avaliação realizada, informou que eles estão analisando como irão resolver.
    Destarte, fica aqui o registro mais uma vez da tamanha surpresa do ranking da Faculdade na matéria dita “esdrúxula”, por total erro de cálculo, onde o MEC utilizou a nota do curso de Biomedicina e dividiu pelos 36 cursos existentes na FMN. É óbvio que o resultado não poderia ser outro.
    O MEC como entidade máxima da educação deveria antes de mais nada, agir dentro de critérios objetivos, que reflitam a realidade de cada uma das instituições avaliadas, pois da forma como aconteceu só nos resta pensar que foi um lamentável equívoco.
    A situação, caso mantida, causará dano irreparável para a Faculdade, o corpo docente e discente, bem como para os familiares e a sociedade em geral.
    Não obstante cabe ao MEC zelar, orientar e trabalhar pelo perfeito desempenho ético da Educação e pelo prestígio e bom conceito das instituições de ensino, especificamente, no caso em apreço, a Faculdade Maurício de Nassau que teve seus cursos aprovados dentro dos parâmetros técnicos e legais do próprio Ministério.
    É importante ressaltar que o corpo docente da Faculdade Maurício de Nassau é formado em sua imensa maioria por mestres, doutores e PhDs, sendo reconhecido como um dos melhores corpos técnicos do Estado de Pernambuco, não deixando a desejar para nenhuma universidade a nível estadual ou nacional.
    Por fim, a nossa Instituição conta, ainda, com excelentes alunos, que: foram aprovados em concursos públicos de todos os níveis, foram vencedores de concursos de monografias, apresentaram palestras e seminários em congressos e eventos acadêmicos, publicaram diversos artigos científicos em vários meios de comunicação etc.

    A DIRETORIA DO D.A. DE DIREITO TOBIAS BARRETO DE MENEZES

  • Aluno que boicota o exame do Enade reflete a motivação dos professores para participar de tal, imaginem entao iniciação cientifica, com certeza n sabem o q é isso!

    Quanto aos alunos da Nassau vir aqui tecer comentarios elogiando, colocando a mao no fogo pela instituição, sao apenas recalcados que estao procurando defender sua casa e seu bolso e nao ficar ridicularizados numa sociedade que acreditava no slogan que virou cliche: NAO FAÇO POR MENOS.

    Pois é, justificativas com certeza virao: boicotes, injustiças …. pois os donos serão os mais interassados $$ em mudar tal conceito.
    A mauricio nunca me enganou, alí nao apareço nem com bolsa de estudos!

    NAO FAÇA POR MENOS. FAÇA VALER A PENA!!!

    • concordo com você.Arrependo-me de estudar numa instituição de ensino superior(se é que posso chamar assim…) que,nem SEQUER incentiva a iniciação científica… #vergonhanassau #vergonhajanguiê

  • Eu não conheço de perto a Maurício de Nassau ou qualquer outra faculdade particular, mas a mim parece que o grande problema das faculdades particulares (e de alguns cursos da UFPE, diga-se de passagem) é a “resistência” em reprovar os alunos que não obtiveram um rendimento mínimo aceitável (ou então o “mínimo” deles é tão baixo que é um nada).

    Concordo (sem nenhuma base empírica mais concreta) com o comentário de Breno. Mas, se a faculdade tivesse uma política de não aprovar aqueles que não têm condições de serem aprovados, o resultado final dela seria bem melhor. Só que é aí que aparece o grande problema das faculdades particulares (de uma forma geral): elas são empresas, cujo objetivo é ganhar dinheiro. Se elas reprovam alunos demais, elas se tornam deficitárias e não têm como se manter. Esse é o grande problema das faculdades particulares.

  • A questão em si de turmas com 97 alunos, como levantada por Maria, não quer dizer muita coisa. No meu primeiro semestre do curso de física da UFPE (reconhecidamente um dos melhores cursos do Brasil), a minha sala tinha mais ou menos esse número de alunos. As aulas eram num auditório, para as turmas juntas de física, engenharia elétrica e engenharia eletrônica. Nas grandes universidades americanas, como o Caltech, no primeiro ano as turmas chegam a ter 200 alunos.

    Claro que é preciso uma boa estrutura para isso e, o mais importante, não passar a mão na cabeça dos alunos. Cobrando-se um mínimo (bastante razoável) nas provas e reprovando-se que não atingir esse mínimo.

    Física 1, Cálculo 1 e Geometria Analítica (cadeiras que paguei em turmas com mais de 90 alunos) tinham, na época, índices históricos de reprovação que beiravam os 90% dos alunos, mas a grande maioria dos alunos da minha sala foram aprovados nessas cadeiras, mesmo com os mais de 90 alunos e com provas que exigiam bastante.

  • eu faço enfermagem na UNIVERSO,e não concordo com o que dizem,que a UNIVERSO é um shopping como a Maurício de Nassau etc.Temos sim é que se gloriar pois a universo é sim uma universidade de qualidade e tem uma estrutura de dar inveja a qualquer reitor de faculdade ou de universidade.E qual a diferença da UFPE me digam,meus professores são a maioria da UFPE e eles ensinam diferente é????????????? só por que ensinam numa universidade privada,é a mesma coisa depende muito do aluno e pode ter certeza que na UFPE saem alunos péssimos.Os alunos que se formaram em enfermagem na UNIVERSO alguns passaram em residência e antes só passavam alunos da UFPE ou da UPE ENGULAM ESTA…E fora os concursos da vida que eles passaram,eu particulamente aproveito tudo que eu aprendo com os meus doutores professores. E PODEM TER CERTEZA QUE EU NÃO VOU COMPRAR MEU DIPLOMA E A GENTE SE ENCONTRA NO MERCADO DE TRABALHO PARA VER SE OS ALUNOS DAS UNVERSIDADES PÚBLICAS SÃO TÃO BONS ASSIM!!!!!!!!!! E a MaurÍcio tem sim a chance de se recuperar e mostrar seu valor cabe os alunos se dedicarem mais… TAMBÉM SÓ AVALIARAM UM CURSO ASSIM É SACANAGEM cuidado galera de faculdadeS ou universidades privadas os alunos da UFPE estão dizendo que nós compramos nossos diplomas,NÓS SOMOS BURROS SÓ ELES É SÃO GÊNIOS KKKKKKK VAMOS CALAR A BOCAS DESSES…

  • Essa resposta da Mauricio de Nassau parece mais aquele comercial:

    Veja bem, veja bem, mas veja bem…

    Faculdade caça-níquel é isso aí pessoal!

    Eu mesmo quando fazia seleção de estagiários, descartava logo quem não era da UFPE, Unicap ou FIR.

  • O QUE ADIANTA TER MESTRES, DOUTORES E PHDS, SE A BAGUNÇA REINA NA NASSAU, E VOU ALÉM, DO QUE ADIANTA TÊ-LOS SE MUITOS NÃO SABEM PASSAR O CONTEÚDO PARA OS DICENTES?

    DESCULPEM SENHORES, MAS A BAGUNÇA DA NASSAU É FATO, NÃO SOMOS CRIANÇAS PARA FICAR BRIGANDO SE UMA IES É MELHOR OU PIOR DO QUE A OUTRA, SE UMA IES PÚBLICA É MELHOR DO QUE UMA IES PARTICULAR.

    ENTENDAM QUE INDEPENDENTE DE TER BELOS PRÉDIOS, BELOS LABORATÓRIOS, A QUALIDADE DE ENSINO É FUNDAMENTAL. PAREM DE TROCAR FARPAS COM OS ALUNOS DA UFPE, UFRPE, UNICAP, UPE, CEFET, UNIVERSO, OU QUALQUER OUTRA IES, FAÇAM O QUE REALMENTE INTERESSA, COBREM QUALIDADE E ORGANIZAÇÃO DOS COORDENADORES DE CURSO, DO COORDENADOR GERAL, DO SUPERINTENDENTE GERAL, DO VICE-PRESIDENTE E PRINCIPALMENTE DO PRESIDENTE DA FACULDADE MAURÍCIO NASSAU.

    QUANTO AO D.A. DE DIREITO TOBIAS BARRETO DE MENEZES, ESTE QUE DEVERIA SER O ELO REPRESENTATIVO DOS DICENTES PERANTE IES, FAÇAM O DEVER DE VOCÊS, O DE REPRESENTAR E BRIGAR PELA QUALIDADE E ORGANIZAÇÃO, COMO REPRESENTANTE MAIOR DOS DICENTES PERANTE A INSTITUIÇÃO, E NÃO REPRESENTAR A INSTITUIÇÃO PERANTE OS ALUNOS.

    DEIXEM OS CURSOS DE EXTENSÃO, OS SEMINÁRIOS, OS CONGRESSOS DE LADO E VÃO COBRAR DA FACULDADE O PRINCIPAL: ORGANIZAÇÃO, RESPEITO AO DICENTE E QUALIDADE DE ENSINO.

    POR FIM SENHORES, FAÇAM VALER O ESFORÇO DE VOSSOS PAIS, IRMÃOS, AVÓS E PRINCIPALMENTE DE VOCÊS QUE PAGAM CARO PARA ESTUDAR, SAIBAM TAMBÉM, QUE UMA IES-PARTICULAR, NÃO É UM COMÉRCIO QUALQUER É UMA CONCESSÃO FEITA PELO GOVERNO FEDERAL DE UM SERVIÇO QUE ERA PARA SER DE SUA INTEIRA RESPONSABILIDADE.

    PS. QUANTO AO SR. FÁBIO QUE TEM PRECONCEITO DE IES, ACHO QUE O SR. PERDEU BONS ESTAGIÁRIOS, FUNCIONÁRIOS, ETC. DA NASSAU, DA AESO, DA SOPECE, DA UNIVERSO E DE TANTAS OUTRAS.

  • Estudo na Nassau e, posso afirmar com todas as letras, que temos professores preparados, e assim como em todos os lugares temos também pessoas que não são comprometidas com o exercício de suas funções. Porém a grande maioria é se dá muito bem no que faz. Temos professores que também dão aulas na UFPE (Que tem mestrados e inclusive doutorados). Achei infeliz esse ranking,pois, por ser ua faculdade nova é lógico que nem todos os cursos participaram do ENADE.

  • esse blog ta cheio de comentarios de pessoas que querem se aproveitar do momento para tentar acabar com a imagem da faculdade ! im sorry concorrencia num é assim que vcs vão ter a qualidade que a nossa faculdade tem! EU SOU NASSAU E NÃO FAÇO POR MENOS!

  • EU SOU DA MARISTA, NÃO SOMO 10, MAIS SOMO 9,5, E VOÇES DA MAURICIO DE NASSAU SE LASCARAM, SÓ QUEREM SER OS MELHORES, TAI EM ÚTIMO LUGAR .

    • Olha, eu não sou da NASSAU não, mas tu és 10 escrevendo VOCÊ com Ç.

      É 10 mesmo, kkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Amigos, o que adianta esse papo de competir com a faculdade melhor de outrem… O mercado de trabalho está aí para verificar o desempenho de cada um, independente de qual faculdade seja, fica no mecado aqueles que se destacam!
    Parabéns para aqueles que entram em uma Faculdade pública. Feliz daquele que pode pagar uma Faculdade particular.

    Serei Maurício de Nassau, por onde quer que for. Faz parte da minha história!

  • Li em diferentes comentários que quem faz a faculdade são os alunos.

    Vi um leitor recomendar a outro que só se preocupasse consigo mesmo.

    Uma faculdade é o que os seus alunos são, assim como um país é o que o seu povo é.

    Não haverá como superar as barreiras do subdesenvolvimento com uma parcela tão grande da população sem conhecimento e competência pra fazer nosso país disputar de igual pra igual com outras economias. Mercado globalizado significa mobilidade dos fatores de produção e inidividualmente consegue-se bom salário, carro do ano (blindado), casas com muros cada vez mais altos e gastos siginificativos com segurança, em outras palavras, ampliação das desigualdes sociais, visto que nem todos poderão ter isso. (o mercado não vai admiti-lo)
    É preciso dar a todos formação e conhecimento, que consigo trazem cidadania, dignidade e a perspectiva de mudar a história desse país.

  • Muitos professores que lecionam em faculdades particulares também lecionam na Federal, a diferença está na postura de avaliação que ele adota nas duas instituições.

    O professor é o mesmo, mais a didática, a postura em sala de aula e a avaliação não. Podem pesquisar, isso é um fato. Ouço isso com frequência dos meus antigos professores da UFPE, todos PhD que hoje lecionam em uma faculdade privada que ainda privilegia qualidade de ensino. Eles me dizem: “Não dá pra ter a mesma cobrança, não há a mesma dedicação. Se eu avaliar por cima, reprovarei todo mundo”.

    O pior é ver que mesmo quem defende, sabe que estamos certos. Continuem repetindo seus bordões, mas sugiro que incluam um bordão que caiu no gosto popular recentemente, vindo de um quadro do Zorra Total: “EU SOU NASSAU E NÃO FAÇO POR MENOS! TÔ PAGANDO”

  • Dados que acredito não poderem ser ignorados nesta discussão:

    1- Professores com Mestrado e Doutorado (em especial Doutorado) são “personas non gratas” nas faculdades particulares, por questões salariais, que aliás, estão reduzidas. Servem para validar o curso, usarem seus nomes (quando na verdade lecionam duas ou três turmas, enquanto a “tropa de choque” dos especialistas e mestrandos (muitos deles sem sequer terem cursado Didática do Ensino Superior em seu Mestrado ainda em curso) ficam com os ossos, os nossos injustiçados “professores taxistas”.
    Ganham por hora DENTRO DE SALA, nada recebem para pesquisar, corrigir avaliações e trabalhos e orientar alunos em suas dúvidas e necessidades. Atendem por vocação, boa vontade. Mas são cobrados para que produzam,publiquem, lancem livros (possivelmente de madrugada); para que a faculdade use suas publicações como elemento de valorização da mesma. E os examinadores do MEC ainda nos perguntam, com cara séria : tantas produções, a faculdade certamente lhes apoia?” E responde-se num uníssono “siiiim”.

    2- Não sei se sorrio ou lamento a ingenuidade dos comentários dos alunos de particulares que utilizam nossos títulos e passagens na UFPE para validarem seus cursos. Como colocou outro comentador, ÓBVIO que não há como avaliar aluno particular como público. Por consideração ao aluno da particular, até exige-se, tenta-se estimular, mas qualquer professor que necessite se manter numa particular SABE que se reprovar mais de 15%, os alunos pedem sua cabeça à Direção. Essa prática é péssima, mas estimulada pelos próprios alunos que agora reclamam de seus resultados. Bem colocou uma comentadora “pena que não dá pra demitir o MEC”, o que me dá uma dimensão da revolta que alguns alunos, acostumados a pedir a demissão de quem expõe suas fraquezas, sintam-se impotentes diante da impossibilidade de demitir o MEC.
    Não sejam ingênuos.. Cobramos o que é possível, e trabalhamos mais em cima de alguns alunos que demonstram querer conhecimento. No mais, cobramos o básico, por mais que isso nos frustre. Há faculdades que utilizam opinião dos alunos para estabelecer a remuneração e permanência dos professores…Quantos alunos tem maturidade para reconhecer que um professor é bom, mesmo que cobre? Poucos.

    3- O boicote, o boicote, o boicote. Essa justificativa é antiga. Fazer o quê? Quem sabe buscar as razões do boicote. Que devem estar nos mesmos lugares. Melhor que dizer o boicote é perguntar: porque o boicote? O que pensam estes “boicotadores?”.

    4- Enfim, causa-me espécie as justificativas da Faculdade em tela. Já está contratando doutores? Irá buscar entre aqueles que contratou para validar o curso e demitiu posteriormente? Conheço algumas táticas em outras IES : dar cursinho pro ENADE, sortear prêmios para os que comparecerem. Tudo muito apropriado…

    Mas a justificativa inesquecível, em minha opinião foi esta “já demitimos o coordenador”.

    Mostra, talvez, que talvez a postura dos alunos não seja tão imotivada assim: reflete a postura da própria direção, que quando está insatisfeita com sua prova, manda demitir o professor, afinal, parece que termina sendo o eterno culpado na estória.

    Minha solidariedade, portanto, ao “pego pra Cristo”. Alguém, ao que parece, tem que pagar por todos.

  • Foi muito boa essa avaliação, digo por experiência própria, A FACULDADE MAURICIO DE NASSAU É A PIOR DE TODAS!!!!. A faculdade visa apenas lucro para poder expandir, expandir e expandir mais ainda e os alunos e quem se prejudicam. Os alunos da faculdade Mauricio de Nassau, são tratados como “bicho” e não como “gente”, tanto por parte de alguns professores “fracos” e também por aqueles professores que se acham… (DOUTORES??????). Uma faculdade desorganizada entre outras coisas que não vale apena ser citadas. Acredito que a avaliação foi correta e deveriam FECHAR A FACULDADE MAURICIO DE NASSAU, que é o que ela merece.

    Sejam Nassau, sejam os piores. (ESSE DEVIA SER O SLOGAN DESSA INSTITUIÇÃO)

  • Prezados Amigos,

    Estamos ciente do resultado que foi passado pelo MEC sobre as faculdades e Universidades, e de uma coisa sabemos, seja qual fosse o resultado de cada faculdade/universidade, somos nós acadêmicos que podemos expandir nosso conhecimento teórico/prático para o mercado de trabalho, portanto resultado de instituição não reflete o conhecimento dos alunos, existem alunos que passatam a vida toda em instituição pública e hoje ocupam um bom lugar no mercado de trabalho, como também sabemos que existem alunos que foram formados em ótimos colégios e o que tem hoje é apenas um canudo de baixo do seu braço, eis então este exemplo para que cada acadêmico e para aqueles que ainda vão ingressar na faculdade/universidade, faça valer os anos de estudo sobre a ciência que você irá optar para estudar.
    Eu sou Nassau, a mesma possui uma ótima infra-estrutura,um acervo grande de livros, ótimos laboratórios e o que é melhor ótimos professores para explorarmos muito bem preparados. Do que adianta algumas pessoas estarem aqui perdendo o seu tempo criticando certas faculdades, tempo é ouro, e para quem possui conhecimentos, sabemos que o tempo que foi jogado fora com essas críticas, deixaram de produzir em algo.
    Toda Faculdade/Universidade tem o seu problema, e isso é óbvio, espero que com este comentário possamos refletir um pouco.

    SOU NASSAU!!!

  • Já era de se esperar esse triste desempenho da Faculdade Maurício de Nassau. São professores depreparados e alunos fracos, que, muitos não conseguem nem passar na 1ª fase da Federal; conheço pessoas que só tiravam no máximo nota três na escola ou que foram reprovados de ano que passaram nessa instituição. Desconheço uma pessoa que não passou na Maurício! Como poderia ser uma boa instituição? Além dos vestibulares que ocorrem seis vezes no ano…
    A FEDERAL pode não ter a melhor infra-estrura, pode ter greves,mas é a melhor! Sabe por que? Porque, além de ser de graça, é lá que estão os melhores professores, a maior parte mestres e doutores, os melhores alunos pois estudaram meuito para conseguir uma vaga. Eu duvido que grande parte daqueles que entraram naquela faculdade não tentaram entrar na FEDERAL.
    Uma instiutuição que se preocupa apenas em ter alunos( faz questão de dizer que tem não sei quantos mil alunos) poderia ser boa. Alguns professores pode até ser também da UFPE, mas a avaliaçaõ concerteza não é. Conheço pessoas que fazem o mesmo que eu, só que não na Federal e os assusntos que eles dão não são aprofundados, se não metade da turma desistiria do curso.

    Enfim, venhamos e covenhamos, é hora dessa Faculdade que vai virar Universidade, melhore seu ensino e faça um processo seletivo mais rígido.

  • De que adianta contratar Doutores e Mestres se eles admitem em seu Vestibular uma massa de burros, ignorantes e sem cultura?

    Deveriam pensar menos na maximização dos lucros e preparar um processo seletivo mais arrojado e que nivele por cima os alunos. Continuam repetindo o mesmo erro ano após ano, depois precisam passar pelo vexame de ver sua instituição em último lugar. Chega de desculpas esfarrapadas.

    Pobres alunos!!!

  • POBRES ALUNOS!!!
    HEHEHEHEHE

  • É a turma do supletivo.

  • ” EU SOU DA MARISTA, NÃO SOMO 10, MAIS SOMO 9,5, E VOÇES DA MAURICIO DE NASSAU SE LASCARAM, SÓ QUEREM SER OS MELHORES, TAI EM ÚTIMO LUGAR .” REPAREM NOS ERROS, MEU DEUSSS. VOCÊS COM Ç? SOMO? MAIS COM I? ÚTIMA? AIAIAIAIAIA, CRUEL. VAMOS VOLTAR PRA ALFABETIZAÇÃO.

  • BEM, NAO PODIA PASSAR POR AKI SER REALIZAR UM BREVE COMENTARIO:
    - LUCAS SAI DA FEDERAL C ELA É TÃO RUIM I VAI PRA NASSAU CARA!
    - ALUNOS DA NASSAU VC NAO COMENTAM AS DIVERSAS RECUPERAÇÕES E “CURSOS” PARA O ALUNO NOA SER REPROVADO, É CLARO QUE SEGUNDA XAMADA E ESSES CURSOS CUSTAM PEQUENAS TAXAS NÉ COMO TUDO LA DENTRO.
    -DE QUE ADIANTE TER MILHOES DE LABORATORIOS SE OS ALUNOS NAO SABEM USAR, AH! ALIAS VCS SABEM O QUE É PIBIC, CAPES, CNPQ, PET E OUTROS????
    - DE QUE ADIANTA TER BIBLIOTECAS SE OS ALUNOS NAO TEEM A LIBERDADE DE ACESSAR A AREA DO ACERVO, PARECE MAIS UM BALCAO DE LANCHONETE, MAIS UMA CARACTERISTICA MERCANTILISTA DESTA INSTITUIÇÃO
    - AH! NAO PODIA DEIXAR DE FALAR COM O PAULO , MEU CARO VC É REALMENTE ALUNO DA NASSAU VIU POIS VC NAO SABE NEM IDENTIFICAR UM SARCASMO KKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!
    - NÃO CONVENCEU EM NADA O BLA BLA BLA DIVULGADO PELA 4 PIOR FACULDADE DO PAIS!!!
    -COMO INSTITUIÇÃO MERCANTIL DE “ENSINO” MESTRES SÃO MAL PAGOS E DOUTORES RENEGADOS POIS CUSTA CARA TER DOUTORES NO QUADRO DOCENTE I A NASSAU VAI QUERER PAGAR O SALARIO REAL DE UM DR.?????
    - A NASSAU AGORA VAI USAR TODO O SEU LOBBY PRA MUDAR ESTA SITUAÇÃO LIMPAR A BARRA, ISSO FAÇAM ISSO POIS É O GANHA PÃO DE VCS NE!!!!

  • Essa história de boicotar o ENADE ou “Provão”, para mim, nada mais é do que uma fuga de quem não se acha capacitado, pois sabe que uma nota baixa não ficaria bem. Quem é competente e capaz encara tranqüilamente as provas da vida, não fica se escondendo atrás de boicotes. É facil evitar uma avaliação; o difícil é ter coragem e competência para respondê-la.

  • [...] baixíssima, já que os outros 35 cursos não foram avaliados pelo ENADE. Tudo isso foi explicado nesse outro post do blog Acerto de Contas, inclusive com um depoimento de Reynaldo Fernandes, presidente do Inep (instituto de pesquisa [...]

  • É um absurdo, pra não dizer vergonha, colocar a culpa nos alunos desse curso. Conheço alguns alunos e não houve boicote. Até agora a faculdade não disse o motivo do boicote. Porque um aluno boicotaria a faculdade e tiraria a sua credibilidade se depois seu próprio diploma perderia valor no mercado? Porque eles não abrem para o Blog as informações detalhadas?

  • Boa tarde para todos.

    Acredito que depois do que foi notificado de forma irresponsável a respeito da Faculdade Maurício de Nassau, todos estão focando imagem negativa na faculdade se aproveitando das circunstâncias para denegrir sua imagem, o que acontece é que quando algo incomoda provoca isso, é justamente o que ocorre com a Faculdade Maurício de Nassau, até pouco tempo ninguém ousava falar negativamente da instituição que mais tem alunos na cidade, esperaram um furo de reportagem para lhe dirigir todo tipo de comentário negativo e que até os próprios alunos não estão satisfeitos com os cursos. Porque continuam? já que não estão suprindo suas necessidades peçam transferência, mudem de instituição.
    Estudo na Maurício de Nassau, estarei me formando ainda este ano e durante todo o período do curso nada tenho a falar da instituição, os professores são ótimos, as instalações são exemplares e a presença da faculdade em eventos e outros tipos de acontecimentos tem nos colocado, (estudantes) na vitrine do mercado de trabalho.
    Sou suspeito a falar positivamente da faculdade, já que estudo lá, no entanto as melhores pessoas a falar dela somos nós que já estamos no local há bastante tempo.

    • Gente,

      Em geral os alunos das faculdades particulares são trabalhadores, com pouco tempo para estudar,
      quem estuda na federal, via de regra, tem a obrigação de apresentar um melhor
      rendimento, isto é fato.

      Faculdades são empresas que precisam se rebolar para continuar no mercado.

      Não deve ser fácil permanecer e ainda continuar crescendo de forma assustadora como tem acontecido
      com a Nassau. Algo em torno de cinco anos, é muito pouco.

      Quanto às justificativas da Nassau com relação a esta avaliação infeliz, são plausíveis.

      Mas para vocês que estão “cantando de galo” porque estudam nas federais, agente se enconta na OAB, concursos públicos e mercado de trabalho. Sou aluno da Nassau, e não há nada de errado nisto, me sinto bem confortável, já formei em Administação na Nassau e daqui a pouco formo em Direito.

      Aos alunos das faculdades particulares, digo eu, estudem com seriedade e tenham como meta principal concluir o curso, depois é só vitória.

      Curso superior não é para os fracos. São muitas as dificuldades, mas todas vencíveis.

      Bel.Adm.Mota

    • Gente,

      Em geral os alunos das faculdades particulares são trabalhadores, com pouco tempo para estudar,
      quem estuda na federal, via de regra, tem a obrigação de apresentar um melhor
      rendimento, isto é fato.

      Faculdades são empresas que precisam se rebolar para continuar no mercado.

      Não deve ser fácil permanecer e ainda continuar crescendo de forma assustadora como tem acontecido
      com a Nassau. Algo em torno de cinco anos, é muito pouco.

      Quanto às justificativas da Nassau com relação a esta avaliação infeliz, são plausíveis.

      Mas para vocês que estão “cantando de galo” porque estudam nas federais, agente se enconta na OAB, concursos públicos e mercado de trabalho. Sou aluno da Nassau, e não há nada de errado nisto, me sinto bem confortável, já formei em Administação na Nassau e daqui a pouco formo em Direito.

      Aos alunos das faculdades particulares, digo eu, estudem com seriedade e tenham como meta principal concluir o curso, depois é só vitória.

      Curso superior não é para os fracos. São muitas as dificuldades, mas todas vencíveis.

  • É difícil construir uma imagem, porém é bastante fácil destruí-la, ainda mais tendo pessoas oportunistas para fazê-lo.

  • …é necessario uma vida inteira para construir uma boa reputação e uma carreira mas basta um único momento para destruir tudo.Com todo o sucesso e toda a obra que Janguiê construiu é óbvio que muitos queiram uma brechinha para derrubá-lo.Se nós fôssemos julgar as instituições de ensino por causa de um pequeno problema mal-esclarecido(no caso acima o ‘boicote’ dos alunos e não ‘a nota baixa realmente tirada’ pelos alunos)todas as outras entidades já estariam mais do que ameaçadas de fechar.Quero saber qual faculdade de Pernambuco NUNCA teve problemas ou algum escânda-lo!

  • Caro hahaha, (interessante apelido!)
    digo o mesmo para vc: hahaha!
    Realmente não sei se vc leu meu post todo. Mas repito, em outras palavras o que disse: se estou na UFPE é pq creio q ela ainda é a melhor daqui… Apesar de tudo!
    Se teve dificuldade para entender, leia de novo, talvez faça vc entender melhor minhas colocações. Não creio q minha postagem esteja tão mal escrita assim.

  • Pela explicação do Sr.Adriano de Oliveira, a avaliação feita com a Maurício de Nassau foi diferente, da avaliação das demais Faculdades.
    Interessante, o sr. Janguiê, diz que o conceito com com MEC,é o máximo, mas seus alunos, não confirmaram esse tal conceito, pois boicotaram as provas.Congressos e encontros próprios, não tem nada haver com o dia a dia do ensino. Qualquer Instituição pode promover, congressos e encontros, com a finalidade de se promover. Modismo é sempre aceito por todos, principalmente pela juventude.Um time de futebol, pode ter um bom atacante, mas, não quer dizer com isso, que ele vai vencer as deficiências do time e vencer todas as partidas.A estrutura fisica pode ser boa, mas o coração pode ser ruim. o ensino.

  • Há professores da Nassau que DITAM para os alunos COPIAREM!
    Passei muito por isso quando era aluna.
    Isso é qualidade?
    Ou o mobral do ensino superior?
    Serviu pra dar uma chacoalhada no povo de lá. Tava precisando!

  • Caro Lucas entre outros que tem a mesma opinião.

    Estudo na Federal e meu esposo numa faculdade particular (FBV), minha irmã estudou na (FOCCA), e realmente é notório a dificuldade que tenho em relação a eles, para atingir as notas minimas exigidas para passar. Em hipotese alguma diria que eles não tem capacide, são perssimos profissionais, ou qualquer coisa do genero. Porém, os proprios não entendem como tenho que concluir certas ou todas as cadeiras do meu curso (em tal nivel). A Federal pode até ser sucateada, ter greve,… Mas a vedade é que somos testados desde o momento em que pensamos em entrar, até o momento que saimos para o mercado. Se realmente não estudarmos, não conseguiriamos uma boa colocação no ENADE. De que adiatam ter boa estrutura e os alunos estarem desmotivados, a ponto de boicotarem a prova? Posso ter data p/ entrar na Federal e não ter para sair, como alguns falaram, por causa das greves. Porém tenho a certeza que no dia em que sair, terei qualidade “por meus esforços”, por motivação, por ter estudado numa universidade federal, …

    Aos alunos da Mauricio que tem vontade de aprender e se dedicam, segue “meus parabéns”, e que realmente só vcs poderão fazer a diferença na hora de uma avaliação “concorrencia”. O merito vai ser de vcs, e não de uma faculdade que envergonham e talvez dificulte a vida de vcs no mercado de trabalho.

  • Meus amigos,
    o convencimento ou não dos cursos de graduação em nosso País, nos remete a própria formação das nossas crianças, portanto, não poderemos avaliar simplesmente os cursos em si em nossas academias, mais sim, teremos que avaliar o nosso ensino na sua base, para só depois avaliarmos os nossos alunos na graduação.

    Afranio Chaves
    8883-7565

  • Pessoal, sou aluna da faculdade e não estou aqui p/ julgá-la inocente ou culpada. A faculdade tem sim muitas qualidades(professores, laboratório, bibliotecas…), mas também possui defeitos e talvez um dos piores seja dar chance a todos que querem fazer um curso superior!!
    isso está prejudicando a imagem da faculdade, pq essas pessoas simplesmente frequentaram o ensino médio e a sua pouca capacidade prejudica os que realmente podem alavancar a imagem da facul!!
    Se vc é de outra faculdade por favor não precisar decer o nível e xingar os alunos da maurício, não temos culpa, se realmente a culpa é da maurício(eu não sei), fomos apenas vítimas!!!

  • Ñ me convenceu!!!

    Então só a Nassau foi avaliada sob esse “critério”?

  • Bem fiquei muito triste por esse boicote dos alunos de biomedicina pois eles não só prejudicaram a faculdade como a todos os alunos assim como eu e meu amigos que fazem biomedicina na mauricio de nassau em outra cidade, lamentamos o pensamentos dessas pessoas e que isso não seja mais repetido.

  • eu não sei por que conheço pessoas formadas na federal,como advogados e médicos que hoje comem merda sem trabalho.Como a federal é uma universidade que exige tanto do aluno cadê????????eram para ser tudo de bom não era?são tão inteligentes só por que passaram na sorte no vestibular.Eu só gosto de ver as coisas na verdade,eram para ter ido muito bem no mercado de trabalho se a federal é tão boa assim,como é que tem médicos e médicos matando por erros primário que qualquer analfabeto saberia.KD a FEDERAL a melhor universidade de Pernambuco,se liguem minha gente a federal tem fama e sempre vai ser a melhor de Pernambuco nunca vai ser apior mesmo se realmente ela for ninguém sabe realmente da verdade.
    Se liguem

  • Carissima Ana,

    Seria melhor que vc não tentasse defender a Mauricio, com esses argumentos… Mostra o quanto vc é frustrada. PASSAR NA SORTE NA FEDERAL? E vc conseguiu essa tal sorte? KKKKKKKKKKKKKK Até pode existir profissionais que não estão bem colocados COMENDO MERDA COMO VC FALA mas, acredito que seja uma minoria ou que vc tenha pego essa informação em algum documentário. Esta na hora de avaliar esses PEGA BEBOS PARTICULARES e mostrar o quanto é mais falho que a federal, mesmo cobrando absurdos.

    Desejo a vc A SORTE QUE EU TIVE KKKKKKKKKKKKK Mas para ter essa sorte é precisso ESTUDAAAAAAAAAAAAAR e não ficar esperniando, chorando o leite derramado e arrumando desculpas esfarrapadas.

    Ridiculo

  • A, faltou uma coisinha. Cuidado p/ não comer MERDA TB. Tentando tampar o sol com a peneira assim, sem um pingo de visão critica da verdade, é bem capaz. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Vai estudar garotaaaaaaaaa

  • Essa Mauricio de Nassau está envolvida em um aspecto muito maior da ciência brasileira. A ciência utilitarista que serve ao mercado de trabalho e não forma seres críticos dos reais problemas da sociedade
    Tá ligado formação de robôs e máquinas (MULHERES E HOMENS)?
    Segue a mesma linha dos cursinhos. Playboys e playgirls é bóia. Pode ir lá e ve que a maior discussão em torno da universidade é sobre moda, carros novos, muita putaria e muito cabaré.

    Mauricio de Nassau é só mais um exemplo das instituições que emburrecem os jovens brasilieros, certo?

    E a UFPE também, para quem estiver pouco informado.
    Precisamos rever os rumos da sociedade…

  • Prezados senhores,

    Quero expressar a minha inteira satisfação de ter escolhido a Nassau para fazer parte da minha vida. Sou estudante de Administração e estou no primeiro período no turno da manhã e estou plenamente convencida de que estou no lugar certo para construir a base sólida do meu futuro. Pretendo ainda, ir mais além aproveitando toda a qualidade de ensino da instituição quanto a escolha da minha MBA na Nassau! estou confiante de que é aqui o grande começo da minha carreira profissional!!!!
    Lamento pelo epsódio do enade, mas tenho certeza de que isto não nos prejudicará pois a faculdade já está tomando as providências cabíveis para sanar este problema… obviamente, mancha-se o nome forte da instituição, No entanto, é fato de que temos um excelente corpo docente e uma extrutura invejável…crescemos a uma velocidade magnífica, e claro que os ajustes serão feitos para que algo parecido não ocorra mais.
    Acho injusto quando se critíca uma instituição reconhecidamente séria…venho de escola pública onde os professores (não todos) figem dar aulas e os alunos figem aprenderem… e a qualidade de ensino verdadeiramente é péssima… Olhem e se preocupem com o sistema de ensino público que realmente não atendem às pespectivas de ensino… Anualmente, são despejados dessas escolas, milhares de analfabetos funcionais…é aí que estão verdadeiramente os nossos problemas educacionais…Quanto ao ensino superior de instituições privadas, as melhores se sobressaem com qualidade e reconhecimento e a Nassau cresce a olhos vistos! Não tenho medo do que andam dizendo por aí! eu me preocupo com coisas mais importantes como por exemplo pesquisar,estudar e aproveitar ao máximo as benesses da Nassau, para ser a melhor no que eu escolhi ser!
    ESTUDEM PARA QUE SEJAM RECONHESIDOS!!!!!!!
    OS BONS SÃO APROVEITADOS, OS MELHORES SÃO DISPUTADOS E OS RUINS…BOM…COITADINHOS DELES.

  • O que me espanta são os erros ortográficos crassos dos alunos que aqui entram defendendo a faculdade na qual ingressaram…
    Demita-se a língua portuguesa, urgentemente.

  • por favor…
    identifique-se…sejam corajosos…não sejam patéticos ao criticarem as opniões dos outros…para mim é ridículo…quanto aos erros de português, um bom dicionário resolve!
    SEM MAIS.

  • Cara Ana,

    O seu comentário acerca dos estudantes q ingressam na Federal foi completamente impertinente e falta com a verdade. Senti até vontade d rir qd vc diz q as pessoas entram na UFPE na sorte!!! Pelo amor d Deus, Ana, quem lhe vendeu essa informação? Corra logo atrás do seu dinheiro, e processe a pessoa no PROCON!!!

    E detalhe: ñ ficamos bem posicionados no ranking simplesmente pela fama (+ um indício d q vc ñ sabe do q fala), mas por um conjunto d fatores (testes, estruturas, corpo docente, pesquisa…), q nos deixam naquela confortável posição q vc já deve saber.

    Outro detalhe: a fama q a UFPE tem vem do seu tradicional ensino d qualidade, apesar d alguns gargalos q precisam ser eliminados, enquanto q a Nassau vem ganhando fama por conta do seu empenho marketeiro!!!

  • Cara Marina Carvalho,

    Esse discurso ensaiado não resolve nem seus problemas, nem o da instituição. Imagino q vc não estude simplesmente por estudar. E o q faz vc pensar q vai consegui um emprego ou estágio?
    Que empresa daria um estágio ou emprego p alguém q estuda ou se formou na pior faculdade de Pernambuco? Pense nisso querida pq crescimento de espaço físico não é nem nunca vai ser sinônimo de qualidade.

  • Entendo a preocupação de todos q estudam na Maurício de Nassau, principalmente em defender a sua bandeira, porém não fechem os olhos p a realidade, é o futuro de vcs q estão em jogo, e tb são vcs os mais prejudicados, acordem em há tempo.

  • Tem uns que ficam dizendo que melhor é federal e blá, blá, blá…

    Acontece que na Nassau e tantas outras os professores ensinam, se não fizerem eles próprios são prejudicados, ou seja, os professores dão a máxima atenção aos alunos, eu destaco os cursos de engenharia da FMN, os quais têm laboratórios invejáveis, sim! A estrutura e a qualidade, isso mesmo qualidade, da instituição, são excelentes e inquestionáveis, outras instituições mais antigas tanto privadas como públicas não tem a estrutura que temos.

    Não é para menos que a FMN é a que mais cresce em Pernambuco e no Nordeste.

    O IGC não pode ser levado a sério já que não compara cursos, mas sim Instituições por meio de médias tiradas do cálculo de cada curso.

  • E tenho toda a certeza que não temos a FMN como a pior de PE, aguardem as próximas avaliações DE TODOS OS CURSOS, verão a real qualidade e quem é melhor em PE. ;)

  • cara roberta…

    Não houve da minha parte “discurso ensaiado” eu escrevo o que eu acho…são minhas convicções…você sabe o que é isto? acreditar em algo e vestir a camisa? ser leal? talvez vc não saiba o que é isto… é uma questão de valores…eu tenho as minhas… não preciso “ensaiar” para escrever algo em que eu acredito! respeito a sua opinião, visto que é ridículo criticar a dos outros…quanto a conseguir ou não um emprego ou estágio, saiba que a diferênça está na qualidade do aluno…quem constrói o futuro somos nós mesmos…não se preocupe comigo! os melhores dominam o mercado! e eu me incluo nele.
    Quanto a você, boa sorte e obrigada por responder.

  • Não fiquei surpreso com a colocação das nossas federais, sim plural por que possuímos a UFPE e a UFRPE, lá no ápice.
    Parabéns a nós alunos das federais, isso é mérito nosso!

    Lamento aos nossos amigos da Faculdade Maurício de Nassau, que correm boatos em seus corredores, que no futuro breve, a mesma se tornará Universidade, será?
    Corremos este risco?
    Bom espero que o Ministério da Educação reveja seus cristérios, e pesem seus conseitos, para ver se a Faculdade Mauricio de Nassau, merece tal pompa.

    Marcos Araújo
    Aluno da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE \o/

  • Não fiquei surpreso com a colocação das nossas federais, sim plural por que possuímos a UFPE e a UFRPE, lá no ápice.
    Parabéns a nós alunos das federais, isso é mérito nosso!

    Lamento aos nossos amigos da Faculdade Maurício de Nassau, que correm boatos em seus corredores, que no futuro breve, a mesma se tornará Universidade, será?
    Corremos este risco?
    Bom espero que o Ministério da Educação reveja seus cristérios, e pesem seus conceitos, para ver se a Faculdade Mauricio de Nassau, merece tal pompa.

    Marcos Araújo
    Aluno da Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE \o/

  • Cara Marina,

    você tem q ser leal e vestir a camisa dos SEUS ideais, ter certeza q vc é a melhor e se inclui no mercado de trabalho é muito bom p vc, mas lembre-se q a certeza é somente sua. Lamento q vc n tenha um bom equilíbrio mental p ouvir as críticas, pois toda vez q recebe alguma, responde agressivamente. Boa sorte p vc!!! Pois vai precisar mais q eu, pode acreditar!!!

  • uma faculdade onde se entra no curso de direito com média 3 não deve ser levada a sério nunca.

    puts, vergonha pra pernambuco.

  • Para esclarecimento de todos, exclusivamente para você querida Roberta…

    Podemos argumentar sobre algo quando temos um mínimo de domínio do assunto, será que vocês têm? Para construir criticas é necessário nos basear em argumentos sólidos e por isso adquiridos com consistência !!!!

    PELO QUE FOI VISTO NESTE BLOG, SINTO MUITO POR VOCÊS !!!!! O QUE VEJO É PURA IGNORÂNCIA (falta de conhecimento) O QUE VOCÊS TEM É UM SIMPLES RECORTE DE JORNAL, QUE MOSTRA UM GRÁFICO. QUE PARA PODER CONTEXTUALIZA-LO, TEMOS QUE TER NO MÍNIMO UM CONHECIMENTO PRÉVIO, VEJAMOS:

     Conhecer as resoluções normativas do MEC;
     Conhecer as portarias de autorização e reconhecimento dos cursos oferecidos;
     Conhecer o conceito atribuído pelo próprio MEC a IES- FACULDADE MAURÍCO DE NASSAU;
     Quantos conceitos são atribuídos em uma IES;
     E como são calculados estes conceitos para se obter o resultado do IGC ( CÁLCULOS SÃO NÚMEROS E PODEM OCORRER ERROS , SÓ PARA VCS ENTENDEREM MELHOR, HÁ UMA FÓRMULA…SERÁ QUE ESTES NÚMEROS DENTRO DESSA FÓRMULA FOI CALCULADA CORRETAMENTE? SÓ LEMBRANDO, NO FINAL DO MEU TEXTO VCS VERAM A RESPOSTA.)
     Até que ponto o ENADE realmente AVALIA ( é necessário um conhecimento sobre o que é ENADE e quais são os alunos que participam e como são escolhidos);

    Claro que quando não temos conhecimento a respeito do que estamos atribuindo partimos para a IGNORÂNCIA, a chamada “saída pela tangente”, neste caso, às vezes e geralmente, é melhor se manter mudos e calados! Dizem coisas como… Por exemplo, ofender os outros dizendo que têm problemas mentais e coisas desses níveis e blá, blá, blá … A agressividade não parte de mim, não é!?

    Há, eu preciso ressaltar e responder o que eu prometi para vcs, na data de hoje foi divulgada um Ofício. MEC/ INEP/ Nº 004159/ 2008, direcionada a o Presidente da FACULDADE MAURICIO DE NASSAU – Janguiê Diniz, esclarecendo:

    No caso específico da FACULDADE MAURICIO DE NASSAU, o IGC corresponde ao CPC do curso de Biomedicina, que foi calculado com base nas informações do ENADE 2007…

    Fui clara e precisa…provo a minha responsabilidade de argumentar com embasamento e com competência!!!!!

    Há e mais uma coisa… cm vcs podem provar que limão é azedo se vcs nunca provaram?.

    É necessário falar mais?

  • A FACAULDADE MAURÍCIO DE NASSAU É UMA GRANDE INSTITUIÇÃO QUE DAR OPORTUNIDADE PARA AQUELAS PESSOAS QUE NÃO CONSEGUIRAM ENTRA NUMA FAULDADE PÚBLICA OU POR CAUSA PASSARAM UM TEMPO SEM ESTUDAR POR CAUSA QUE COMNEÇARAM A TRABALHAR.
    Então mesmo a Maurício sendo facíl de entra com media 3 no curso de direito, o aluno de direito tem que estudar muito para poder concluir o seu curso, pois lá não se pula as cadeiras para terminar antes do tempo que um curso de direito de leva 5 anos.
    Aquelas pessoas que estam falando mal da Maurício não pode fazer nenhum comentário sobre a faculdade pois não são alunos. Todos que trabalham na faculdade vestem a camisa da instituição.

  • Ô Clarinhaa… pq vc nao falou logo q a marucio de nassau eh uma faculdade para ignorantes e quem nao tem capacidade de passar em uma universidade!!! Aaah se vc tentou ajudar a faculdade eu acho q só piorou a situação dela afinal… Você é estudante de direito dela é?

  • Mauricio,

    Vc interpretou mal o que eu disse: EU DISSE QUE FACULDADE MAURICIO DE NASSAU DAR OPORTUNIDADE E QUE LÁ NÃO EXISTE PESSOAS IGNORANTE.E essa média 3 é em qualquer faculdade particular.
    E me diz um coisa quando um aluno de escola pública que entra na federal através da cotas e que não ficar muito tempo na faculdade aí a federal também é um faculdade de ignorante, pois ela só entrou não foi por causa do seu estudo e de uma lei do governo.
    Então QUERIDO A FACULDADE SÓ QUEM FAZ É O ALUNO E NÃO PROFESSORES.
    VC DEVIA SE INFORMA MAÍS SOBRE A FACULDADE MAURICIO DE NASSAU.
    OBRIGADA PELA SUA ATENÇÃO.

  • Prezados Amigos,

    Tenho visto que estes comentários ainda não tem parado, há tanto o que se preocupar, e vocês ainda continuam neste conflito. Sabemos do erro que foi cometido por parte do MEC, e que o mesmo será concertado no dia 05/10 em todos os jornais, mais se ainda assim os comentários continuarem, isso será imaturidade de cada indivíduo. Se cada um que deu o seu comentário aqui refletindo o quanto sua faculdade/universidade é de qualidade, por que não mostrar isso então com uma boa postura diante de todos que estão aqui lendo os comentários, AFINAL ÉTICA É FUNDAMENTAL, e muito importante nos profissionais. EU SOU NASSAU, estudo muito, e faço isso por que gosto, mais se o meu rendimento fosse baixo ou não, não significaria que tivesse sido a minha instituição de ensino a culpada, e sim eu mesma, por que vai do interesse de cada indivíduo aqui buscar informações para ampliar seus conhecimentos. VALE ENTÃO UMA REFLEXÃO!(MAURICIO, CLARA, ROBERTA E TODOS AQUI)

  • Querida Marina,

    Conhecer as resoluções normativas do MEC, as portarias de autorizações nada tem a ver com o fato ocorrido. Garanto-lhe que tive pleno conhecimento como o ICG chegou a tão deplorável nota da FMN, isso nos foi explicado detalhadamente. Não consigo enxergar o seu tal “embasamento” para os argumentos, apenas tópicos, sem nenhuma explicação. Acho q vc deveria entender um pouco mais sobre o VC ESTA FALANDO, já q vc msma dá tanta ênfase ao fato de q é necessário ter conhecimento sobre o assunto em questão. Não considero q a minha avaliação sobre o seu estado mental tenha sido uma falta de argumento ou como vc msma falou “uma saída pela tangente”, e tb fico muito triste por vc ter ficado tão transtornada a ponto de escrever um monte de informações aleatória e sem “embasamento”.

    Sem mais!

    Roberta Fernandes

  • Cara Roberta (mais uma vez… tá ficando chato…),

    Tendo acompanhado toda essa discussão nos últimos dias, eu concluo
    uma coisa…
    Como é chato discutir com alguém que se preocupa tanto em mostrar que
    sabe de alguma coisa e na realidade não sabe é de nada… e entra aqui para escrever abobrinhas…
    sabe o que eu percebo?
    Que eu te incomodo o suficiente…o bastante… a ponto de você dedicar o seu tempo
    Para me criticar e esquecer o foco!!!!
    Sim!!!! Temos um foco!!!!! E este foco não sou eu!!!!! por favor… encerremos esta
    Discussão e passemos a tratar de coisas mais importantes como:

    A recessão nos E.U.A;
    A crise financeira no país;
    O índice de criminalidade no estado de PE;
    O desmatamento da floresta Amazônica…
    Procurar saber o que de fato houve na avaliação do enade referente a faculdade;

    Em fim coisas mais importantes que norteiam o nosso cotidiano…
    Agora sim… temos um foco…alias, vários deles…

    Sem mais e até nunca mais.
    Encerre-se.

  • Cara Marina,

    “Como é chato discutir com alguém que se preocupa tanto em mostrar que
    sabe de alguma coisa e na realidade não sabe é de nada… e entra aqui para escrever abobrinhas…
    sabe o que eu percebo?
    Que eu te incomodo o suficiente…o bastante… a ponto de você dedicar o seu tempo
    Para me criticar e esquecer o foco!!!!”

    Roberta Fernandes

  • Querida Marina,

    Viu como vc n sabe ouvir críticas?

    Td bem, tb acho q essa discussão deve acabar, uma vez q vc insiste em achar q é pessoal, n a conheço pessoalmente, mas percebo o quanto é inteligente e o grande futuro q poderá ter, desde q, controle mais sua emoções e aprenda a enxergar o lado positivo da crítica. Vale lembrar q suas opiniões n foram as únicas a serem criticadas. Tente me entender, tenho 25 anos e tb me formei numa instituição particular (UNICAP), minha irmã mais nova estuda na FMN. Mente aberta garota, ou então o mundo vai te engolir.

    Roberta Fernandes

  • a faculdade quem faz é o aluno!!
    conheço muitas pessoas que fazem Nassau e são muito dedicados, isso é muito relativo.
    Ah… eo Inep ja deixou claro que ouve um erro, avaliar 1 curso e torná-lo como base para os outros é sacanagem.
    da a césar o que é cesar.

  • E agora, quem é que vai falar da Nassau?
    calem o bico

  • Gente, tá na cara!
    Janguiê com sua sede de R$, ñ está preocupado com a qualidade de ensino e nem com os alunos, a única preocupação é: PAGAMENTO EM DIA!
    Lógico que essa avaliação deixa a instituição a desejar. Mas o certo é que a Faculdade Mauricio de Nassau, não está preocupada com a formação excelente dos seus alunos, a prova é a quantidade de alunos despreparados nas salas…
    Alunos que escrevem errado demais. Ex: “vio” viu, “esselente”, “fazes” de fases da lua por ex, entre outros absurdos.
    Existem sim professores especiais, mas que apenas seguem a didática da instituição.
    Professores este que no primeiro dia de aula são apresentados como Doutores e Mestres, e agora a explicação neste blog é de nem todos tem mestrado e doutorado… Ora, Pq então encher a boca e dizer q todos são?
    E vamos levar em conta q apenas um curso foi avaliado… Se na Mauricio foi assim, logo nas outras instituições tb, então conclui-se que o curso de Biomedicina ñ presta!
    E assim, é lógico que eles pegam um curso da instituição p ser avaliado, entre tantas outras coisas, mas quem ñ deve, ñ teme, certo? Se a instituição fosse boa, qualquer curso estaria conforme o MEC, se ela oferece um curso, no qual ela sabe que não tem um bom conceito, pq deixa esse curso em andamento? Querem a resposta? R$
    Do mesmo jeito que eles não estão interessados em quem passa nos vestibulares, redações horrorosas, com erros imperdoáveis! E no entanto, são aprovados! Isso sem falar nas provas de cálculos!
    Imagina se a instituição soubesse qual curso seria avaliado? Seria fácil né? Justamente por isso que apenas um curso é avaliado, o MEC não tem tempo p dizer: Olha, este de Biomedicina ñ presta, mas o de Direito tá ind bem…
    Gente, se a instituição presta, todos os cursos sem excessão prestam tb!
    Essa conversinha de dizer que os professores ñ tem mestrado só 57% e tal, é conversa p boi dormir… Só boi mesmo. No meu primeiro dia de aula, estava presente na sala o Sr. Júlio no seu belo paletó, dizendo: Tenho orgulho em dizer que TODOS os nossos professores são Mestres e/ou Doutores! Temos as melhores instalações e os melhores conceitos do MEC. Blá, blá, blá…
    Ora, ora… Melhores conceitos em ser a 4a pior, perdendo até p Fajolca!
    Gente, a Marista foi considerada a melhor, se olhassem outros cursos tb seria, isso pq ñ importa o curso, a instituição é boa e pronto!
    Essa desculpinha mal elaborada ñ convenceu! Primeiro: O curso é novo! TODOS os cursos são novos, isso pq a Mauricio é nova… Querem enrolar quem?
    Nem todos os professores tem mestrado ou doutorado! Repito, Sr. Júlio afirmou q TODOS eram! pode ir lá perguntar a qualquer um… TODOS tem MESTRADO ou DOUTORADO. Então isso tb ñ é motivo p se sair da avaliação. O MEC é uma organização SÉRIA, ñ iria brincar dessa forma com dados tão importantes e que comprometem a instituição.
    Se Eles chegaram a estes números é pq no mínimo é VERDADE!
    A todos um conselho: Selecionem mais quem entra na instituição (eles vão levar seus diplomas a frente!); Selecionem quem ensina, quem avalia.
    Jaguiê, antes de pensar nos lucros, pense primeiro na qualidade! Depois da qualidade de ensino comprovada, vc pensa em comprar o Recife. Ñ deixe qualquer aluno seguir na sua instituição e dê valor a quem quer de fato estudar, perceba que quem quer ñ tem vez na sua faculdade, isso pq os preços são altos e Vc ñ dá condições de acordo, nem descontos… Afinal, vc quer apenas receber! E é por isso que sua Faculdade está cheia de badboys sustentados por pais e mães e que não querem nada com nada, daí seu conceito péssimo diante do MEC, quem quer estudar de verdade ñ tem vez pq ñ tem condições de pagar. E vc ñ quer saber de quem ñ pode pagar, mesmo sabendo que quem não pode pagar levantaria o seu conceito!
    Espero que vc aprenda rápido! Novas avaliações estão por vir, e como vcs não sabem qual o curso a ser avaliado, vai ficar dificil colocar algo na cabeça de alguns alunos da sua faculdade. Dê apenas oportunidade a quem tem como levar adiante…

  • SUCESSO A PAIXÃO A DIFERENÇA…
    EDUCAÇÃO NO BRASIL. QUAL É A REALIDADE?
    A falta de um projeto em curto, médio e longo prazo, em primeiro lugar. Temos um plano nacional de educação que deveríamos seguir e, como signatários de tratados internacionais, temos metas a alcançar. Mas a prática se torna difícil, porque agimos sem planejamento. O governo atual, como os anteriores, na maioria das vezes só faz tapar buracos, liberar recursos emergenciais para este ou aquele nível de ensino e, desse modo, continua andando em círculos. Deveríamos obedecer a um planejamento, com estimativas de crescimento de demanda, previsão de gastos, mas isso não ocorre. Claro que há estudos extensos sobre isso etc. Contudo, eles parecem ser ignorados na hora em que se formulam as políticas públicas. Um outro problema é a miopia dos órgãos responsáveis pela educação, que não percebem que a educação é um processo, um todo, no qual não cabem ações fragmentadas, pois elas só fazem resolver problemas pontuais que ressurgem adiante. Isto porque todos os níveis de ensino estão estreitamente ligados. Uma hora, fala-se na educação infantil, e no quanto ela é importante para melhorar o desempenho dos alunos no ensino fundamental. Logo depois, o assunto é esquecido e as atenções são centradas no ensino superior. Quando se constata o baixo nível cultural dos alunos que estão entrando nas universidades, o governo se volta então para as mazelas do ensino médio, esquecendo que ele apenas reflete a situação dramática do ensino fundamental. Enquanto agirmos desta forma descoordenada, não chegaremos a lugar nenhum. O outro empecilho às melhorias é claro, a falta de dinheiro. FHC vetou o item do PNE que previa o crescimento progressivo dos gastos com a educação até atingirem 7% do PIB. Gastamos 4,3%, o que não dá nem para a saída. Um estudo do qual tomou parte o próprio governo constatou que, para alcançarmos as metas do PNE, será preciso aumentar o percentual do PIB até 7,95%. Ora, o governo atual critica as ações do governo anterior na área da educação, mas ainda não fez nenhum movimento no sentido de aumentar este percentual. Se os cofres não forem abertos para a educação, as metas se transformarão em sonhos.
    Quais são os rumos da educação nestes próximos anos?
    É uma pergunta que todos estamos fazendo. Pensávamos, por exemplo, que o governo Lula agiria de determinada forma com relação ao setor, mas, quem diria o Presidente já chegou a declarar até que “ensino público e gratuito” é inviável para todos, ao sancionar a lei do Pro uni. Não aumentou o percentual do PIB destinado à educação. Concentrou-se na reforma do ensino superior, que, porém, assemelha-se a um conjunto de regulamentos, não arrisca inovações e até abre brechas para retrocessos, inibindo a autonomia das IES e a diversificação incentivada pela própria LDB. Na verdade, o MEC tem se apressado em formular políticas polêmicas para o ensino superior e chegou a ponto de retirar um projeto de lei que estava sendo apreciado pelo Congresso Nacional (o do Pro uni) para aprová-lo por medida provisória. No entanto, não está tendo pressa alguma em ajudar na melhoria da educação básica. Estabeleceu cotas raciais nas federais, estatizou vagas, aprontou o texto da reforma universitária, vetou a criação de novos cursos superiores e por aí afora, mas o projeto para a criação do Fundeb, que ajudaria na expansão da educação infantil e ensino médio, teve que esperar e só irá para o Congresso em fevereiro. E nem mesmo sabemos quais as conseqüências do novo fundo, pois ele de nada servirá se não contar com mais recursos da União. Estamos em compasso de espera, em contagem regressiva para 2011, quando termina o prazo para que se cumpram às metas do PNE. Sou avesso ao pessimismo, mas não vejo grandes melhorias em curto prazo. Mas, quem sabe, podemos ser surpreendidos.
    A educação deveria constar de um projeto de nação e estar acima dos governos. Naturalmente, isso não ocorre aqui. Como a educação é um tema que está na berlinda, cada governo quer deixar sua marca. Há, por exemplo, prefeitos e governadores que preferem gastar o dinheiro público erguendo monumentos inúteis ao invés de consertar redes de esgoto e melhorar o abastecimento de água, porque os encanamentos não são visíveis. No entanto, o saneamento é essencial para a saúde da população. Com a educação ocorre o mesmo. A discussão sobre as cotas raciais nas universidades chamou a atenção de toda a sociedade. Mas pouco se fez no sentido de investir na educação infantil e garantir um futuro melhor para a população de zero a seis anos de idade, faixa etária que registra o maior índice de indigentes do país (perto de 39%). Pouco ou nada se fez no sentido de aumentar a jornada diária das crianças na escola, algo que é indispensável para a formação das crianças e adolescentes de baixa renda. É lógico que chegamos a uma situação insustentável no ensino superior, com mais de 70% dos alunos matriculados em IES privadas. É preciso, urgentemente, democratizar o acesso, ampliando o número de IES gratuitas, financiando os estudos dos mais pobres e até lançando mão de alternativas como o Pro uni. Tudo bem. No entanto, a situação na educação básica também é insustentável. Computamos um índice de escolarização de quase cem por cento na faixa dos sete aos 14 anos, de quase 80 por cento na faixa dos 15 aos 17, mas o que dizer dos mais de três milhões que abandonam os estudos todos os anos ou do fato de mais de 50% dos nossos alunos estarem atrasados? Isso, sim, é um escândalo, tão ou mais grave quanto à estagnação do ensino superior público.
    Educação para Todos, é ou será uma realidade?
    Há muita gente boa trabalhando por esse ideal, dentro e fora do governo e, no mais, a pressão internacional é grande. Começamos aumentando o número de crianças matriculadas nas escolas, mas logo se tornou evidente que, sem boas escolas, bons professores e mais recursos, não há inclusão. Precisamos combater a evasão, adaptar nosso fazer pedagógico à dura realidade das novas clientelas, estabelecer turnos integrais, possibilitar que os professores se dediquem exclusivamente a um estabelecimento, valorizar o magistério, dotar as escolas com os mais modernos recursos didáticos. Podemos fazer isso. É uma questão de para onde direcionar investimentos, de estabelecimento de prioridades, de boa vontade política. Infelizmente, estamos caminhando morosamente nesta direção. Chegaremos lá, mas quando? Recentemente, os jornais noticiaram que escolas do Rio de Janeiro adotaram o sistema de rodízio para poderem atender a demanda, pois não têm vagas suficientes para todos. As mães continuam madrugando nas filas para garantir a matrícula dos filhos. Situações deste tipo são inaceitáveis e, diante delas, não podemos falar em universalização do ensino. E muito menos em educação de qualidade para todos, que foi a verdadeira proposta de Jomtien.

    É preciso estabelecer relações entre as políticas públicas educacionais, movimentos e a ações dos profissionais da educação?
    Naturalmente que sim. Projetos de gabinete nunca deram certos, muito menos no Brasil, um país com dimensões continentais, marcado por diferenças sociais e regionais. Somente os profissionais da educação conhecem a fundo os problemas de cada localidade, de cada comunidade, de cada criança. Somente eles poderão garantir o sucesso das reformas do ensino, pois sabem o “como e quando fazer”. Muitas vezes, os professores são criticados por resistirem a mudanças. De fato, muitos precisam abrir suas mentes às inovações, modernizar seu modus operandi, qualificar-se mais. No entanto, até a estes devemos dar ouvidos e procurar saber por que agem desta ou daquela forma. Veremos que sempre há um fundo de razão em suas queixas e que, na verdade, precisamos ajudá-los, e não combatê-los. O professor é a peça-chave do processo educacional, a chave para a melhoria do ensino. Deve ser tratado como tal e ter seus pontos de vista levados em conta, sempre.

    Os diagnósticos realizados por Institutos de Estudos e Pesquisas Educacionais e entidades nacionais e internacionais refletem a verdadeira realidade do ensino no Brasil?
    R: Creio que esse é um ponto do qual não temos do que nos queixar. A LDB estabeleceu a cultura da avaliação e, se o governo FHC teve um mérito, foi o de providenciar um diagnóstico completo da situação do ensino no Brasil, divulgado sem retoques para o público. As ONGS e entidades internacionais também têm cumprido o seu papel, promovendo exames como o PISA, ou então medindo até que ponto a evolução dos indicadores educacionais tem se traduzido em melhoria da qualidade de vida (como a ONU faz através do Relatório de Desenvolvimento Humano). Monitoram, enfim, os países em suas ações rumo ao cumprimento das metas estabelecidas em tratados internacionais. Os resultados não têm sido muito favoráveis para nós, apesar de alguns indicadores terem melhorado (no PISA, por exemplo, nossos alunos ficaram aquém do último grau de classificação). Todos sabemos através destas pesquisas, a gravidade dos problemas da educação nacional.

    O INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira propõe algumas formas de avaliação e condições de ensino tais como: O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (Saeb), Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). A partir destas iniciativas, o que tem melhorado na educação?
    R: Talvez a questão seja justamente essa: avaliações como o Saeb e o Enem são muito boas, principalmente porque se preocupam em pesquisar todos os fatores possíveis e imagináveis que interferem no desempenho dos estudantes. No entanto, as políticas públicas não são formuladas de acordo com as conclusões tiradas nessas avaliações. Elas já alertaram, por exemplo, que estudantes que freqüentaram a educação infantil se saem muito melhor no ensino fundamental, e nem por isso o governo está investindo pesado no atendimento à primeira infância. Ao contrário, alega que esta responsabilidade é dos municípios, quando a Constituição diz claramente que é uma responsabilidade conjunta da União, estados e municípios. Alertaram, também, que os alunos de escolas que dispõem de bibliotecas e computadores têm mais facilidade de aprender, mas menos de metade delas dispõem desses recursos. Quanto à avaliação do ensino superior, é um capítulo à parte, pois se trata do único nível em que a participação da rede pública é mínima. Fica mais fácil fazer exigências a instituições de ensino particulares, crucificá-las, até, passando a impressão de que estamos zelando pela qualidade do ensino. Mas isso deveria ser feito com relação à educação básica também, e não é, porque não podemos crucificar instituições públicas ou privadas, quando não lhes proporcionamos condições de funcionarem adequadamente.

    Quais são os maiores equívocos nas políticas educacionais?
    Como já disse, a primeira e maior falha está em uma total desarticulação das ações que visam à melhoria do ensino. Temos que investir ao mesmo tempo em todos os níveis, pois todos estão interligados. E é preciso, urgentemente, valorizar a educação infantil e as primeiras séries do ensino fundamental, pois é nessa fase que decidimos o futuro dos indivíduos. Se eles começam a fracassar nesta etapa, todo o percurso escolar será acidentado e se tornará difícil resgatá-los. Entretanto, os professores que lecionam nesses níveis são os mais mal pagos e mal preparados, o que é um contra-senso. A Lei de Diretrizes e Bases do Ensino e o Plano Nacional de Educação já deram o diagnóstico e a receita. Se apenas cumpríssemos as leis, já daríamos um imenso passo na direção da universalização com qualidade. Mas as ações governamentais não correspondem às expectativas geradas pela LDB ou pelo PNE, não dão continuidade a um projeto educacional já aprovado por toda a sociedade. Esse é grande equívoco que o governo tem cometido.
    BOM, ESPERO QUE TODOS TENHAM TIDO A PACIÊNCIA DE LER ESTÁ MATÉRIA.
    E AI O QUE VOCÊS ACHARAM?
    MINHA OPINIÃO; ESTÁ NA HORA DE PARARMOS COM ESTÁ MANIA ABSURDA E NATURAL DE JUGARMOS UNS AOS OUTROS, DE QUERERMOS SER MELHOR QUE OS OUTROS SEMPRE, DE ESTAR SEMPRE PROCURANDO ERROS, EM TUDO E TODOS.
    E AINDA EXISTEM AQUELES QUE NÃO SABEM COMO AS COISAS SÃO DIFICEIS, ESTÃO COMEÇANDO A VIVER AGORA, E SE ACHAM NO DIREITO DE CRITICAR, JULGAR E CONDENAR, SEM NEM AO MENOS TER UMA BASE OU CONHECIMENTO DAQUILO QUE ESTÃO FALANDO.
    GENTE AO INVÉS DE TODOS ESTAREM SE AGRIDINDO, DENEGRINDO IMAGENS, ZOMBANDO UNS DOS OUTROS. ESTÁ NA HORA DE OLHARMOS O QUE ACONTECE TODOS OS DIAS A NOSSA VOLTA, ISSO NÃO É SÓ NO ENSINO SUPERIOR, ISSO É GERAL.
    SE TODOS COMEÇASSEM A COBRAR E SE DEDICAR MAIS A EDUCAÇÃO, DE UM MODO GERAL, TALVÉS NÃO PRECISASSE DESSE TIPO DE DEBATE HOJE.
    NÃO IMPORTA GENTE, SE O ENSINO É PÚBLICO OU PARTICULAR, SE A FACULDADE E FEDERAL OU PRIVADA, O QUE IMPORTA É O ENSINO TER UMA BOA QUALIDADE SEMPRE, VOCÊS ESTÃO ESQUECENDO QUE ISSO PARA O ESTADO TEM UMA PÉSSIMA REFERENCIA NACIONAL, INDEPENDENTE DO ORGÃO QUE ADMINISTRA, SE ALGUNS SÃO TÃO BONS POR QUE ENTÃO O BRASIL NO TESTE DE PISA FICOU EM ÚLTIMO LUGAR?
    TEMOS QUE SER BONS PRA GENTE, E MOSTRAR PARA O MUNDO QUE REALMENTE SOMOS BONS, INDEPENDENTE DA INSTITUIÇÃO “PÚBLICA (FEDERAL) OU PRIVADA”, SEMPRE TEREMOS ENSINO DE QUALIDADE. PENSEM NISSO…
    BOA TARDE!!!
    A emoção deveria ser mais bem estudada nas universidades. Ainda é espantoso o grau de ignorância a respeito de algo que controla e domina tão completamente o ser humano.
    Se nosso cérebro tivesse apenas a inteligência tal como é conhecida, seria muito pouco para toda essa grandeza que o homem é. Se o cérebro é o centro das decisões humanas, a inteligência assim entendida seria insignificante, pois participaria pouco ou quase nada das batalhas humanas. Sempre foi dado muito valor à inteligência, a ponto de se dizer que o homem é um animal racional. Talvez racional seja o que ele menos é. Prefiro dizer que o homem é um animal afetivo, um animal emocional.
    Nós nascemos para a vitória, não para o fracasso. Atingindo esse ponto, não há mais com o que se preocupar, porque a vida conspira sempre a nosso favor. Jamais duvide disso!
    Por Nuno Cobra

  • Alunos da Maurício de Nassau, aprendam primeiro a escrever.
    Aprendam primeiro o ensino básico e fundamental.
    Quem tem o ruim não sabe o que é o bom.

    • Mariana estas pessoas que não sabem escrever corretamente podemos ensiná-las , agora não podemos ensinar as pessoas como você a pensar…Vá estudar , trabalhar e pagar suas contas… recolha-se a sua hipocrisia…

  • Gente, pelo pouco que li… pude ver que realmente a situação das instituições de ensino vai de mal a pior com tanta gente escrevendo erros bárbaros, principalmente de concordância verbal. Realmente essas faculdades, se depender de muitos alunos que aqui escreveram, estão literalmente las….

  • Bom estudei la e é ruim sai logo nao presta

  • Mauricio de Nassau é a pior faculdade de Pernambuco na minha opinião!

    • Roberto de que?

    • Use argumentos que definam melhor sua afirmação!

  • O nível dos alunos e dos professores da maioria das faculdades particulares é baixíssimo. Como ocorreu no passado a corrida do ouro, agora estamos vivendo a corrida dos diplomas. Existem pessoas frequentando uma faculdade que não sabe nem a diferença entre uma porta e uma árvore.
    Vão trabalhar cambada de aproveitadores e burros coloquem na cabeça que o ensino superior não é para todos, assim como cantar, jogar futebol, tocar piano, também não é para todos.

  • Sou pernambucano e fiquei bastante triste com o quadro das faculdades particulares do estado, principalmente a faculdade Maurício de Nassau. Sou formado em Engenharia Civil pela escola Politécnica de Pernambuco e Bacharel em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com Mestrado e Doutorado em Engenharia pela UNICAMP. Ultimamente foi demitido do INPG-Instituto Nacional de Pós-Graduação, em administração, por ter reprovado 30 alunos em uma turma de 45 alunos. O nível dessas faculdades particulares é baixíssimo. E o pior!!! os alunos têm que ser aprovados de qualquer modo.

  • nada a ver se e ruim o ensino é ruim mesmo, vamos deixar de desculpa e melhorar o ensino , é isso que agente precisa

  • Não fiquei nada convencido…
    Absolutamente não!

  • o problema da nassau, é a maneira de sua avaliação, todo mundo passa, isso quer dizer que a faculdade não esta preocupada com os alunos que entram, e sim com o dinheiro que entrara. Para ser uma boa faculdade pelo menos faça uma avaliação digna. Fiz o vestibular de la, e quando sair ja estavam entregando o papel de matricula, como se ja estivesse aprovada. Não cursei e não cursaria, pois uma faculdade que qualquer um passa como será que deve ser o ensino, ou mesmo as suas avaliações? pagou passaou!
    Conheço um pessoa que so fez porque a filha passou e queria cursar, ele querendo ver como era a avaliação fez, o que aconteceu? passou em direito, e ainda mais fazia mais de 20 anos que não estudava e não tinha tocado nos livros.
    Essa avaliação é correta sim? uma faculdade que não sabe avaliar os seus novos alunos não deve ser digna de um bom ensino, exemplo contrario é a federal, pra passar nela tem que ralar muito, e se dentro o curso é facil, pelo menos ela avaliou quem estar cursando.É essa diferença de faculdades boas.

  • Caro Roberto, é muito fácil pra você generalizar e julgar que os alunos da Maurício de Nassau não tem qualidade, mas acredito que além dessa sua atitude ser injusta, ela é precipitada. Pois você está julgando a qualidade dos alunos de outros 35 cursos oferecidos pela faculdade, pelo baixo resultado obtido na prova realizada apenas por do curso de Biomedicina. Acredito também, Laís que a avaliação dos alunos em questão não é a que é feita pelos vestibulares de modo geral, até mesmo porque profissionais de qualidade são selecionados e preparados dentro da faculdade e não ao ingressarem nela. De fato, as notas apresentadas nessa pesquisa assustaram a todos nós alunos da faculdade, mas os argumentos usados pela faculdade foram bastante convincentes. Portanto, para julgarem essa possivel incapacidade de todos os alunos da Faculdade Mauricio de Nassau, é necessário que seja feita uma avaliação com todos os alunos de todos os cursos. Obrigada.

  • Nossa Fernando!! 30 alunos de 45??? Isso prova como o ensino no nosso país, e no nosso estado, vai mal.

  • não existe ferramenta boa para trabalhador ruim.

  • Eu quero fazer um curso de Intérprete garantido pelo mec.

  • A explicação da Faculdade Maurício de Nassau não é nada convincente. Em pirmeiro lugar, faculdades nunca chegaram aos pés de uma universidade. A filosofia de ambas são completamente diferentes. Universidade abrange o ensino (graduação e pós-graduação lato sensu e scricto sensu), a pesquisa e a extensão. As faculdades mal oferem um ensino de qualidade. Como todos vocês sabem, A Faculdade Joaquim Nabuco consegue ser pior do que a própria Maurício de Nassau, as duas pertencentes ao mesmo Grupo Ser Educacional. Vale lembrar que eles estão preocupados apenas em lucrar com o dinheiro dos filhinhos de papai que estudaram a vida toda em colégios particulares e não tem capacidade de passar numa universidade pública como a UPE e a UFPE.

  • A única instituição de ensino superior privado do Estado que merece credibilidade é a Universidade Católica de Pernambuco.

    • Pode crer!!

  • Estudar na UPE ou na UFPE não tem preço! O ensino de qualidade não tem preço. Exceto a Unicap, as PUCs, FGV, Mackenzie, etc.

  • Em relação aos comentários positivos em relação a Maurício de Nassau. Não há duvidas de que são dos próprios alunos ou ex-alunos da faculdade. Qualquer pessoa sensata sabe que a qualidade do corpo docente da UPE e da UFPE é extremamente qualificado. No quesito infraestrutura: a UFPE é realmente uma cidade universitária. A UPE tem uma estrutura multicampi excelente também. Sem falar que tanto a UPE quanto a UFPE, incentivam projetos de pesquisa, programas de mestrado e doutorado. O Centro de Informática da UFPE é conhecido no Brasil e no mundo. A Escola Politécnica de Pernambuco é destaque no Brasil nos cursos de Engenharia. O Centro de Tecnologia e Geociências da UFPE existe a quase 200 anos. A Faculdade de Direito do Recife também. Ou seja, não tem comparação. A Escola Superior de Educação da UPE é centro de excelência. A Faculdade de Ciências Médicas da UPE formam médicos há mais de 50 anos. A Escola Politénica forma engenheiros de destaque na região e no Brasil há quase 100 anos. Definitivamente, estudar na UPE ou na UFPE não tem preço.

    • Muito equivocado você, nunca estudei na Nassau nem estudo, mas não sou hipócrita ao ponto de chegar aqui me gabando por que sou federal ou deixei de ser! Aprendam a fazer a sua imagem, e se for pra criar Marketing que crie o seu, não o de Faculdade.

  • BONO VOX,VOCÊ ESTUDA NA UFPE OU NA UPE?QUE CURSO VOCê FAZ?

  • Nossa! Li todos os comentários aqui e pelo que vi parece que a Mauricio de Nassau não possui uma boa qualidade. Acabei de me formar em análise de sistemas pelo Centro de ensino Superior de Maceió (CESMAC), e estava a procurar um bom curso de pós-graduação, achei os da Mauricio de Nassau que pelo que consta no site possui nota maxima do MEC em varios de seus cursos de graduação, só que ao fazer a pré-inscrição para o curso a faculdade não exigiu nem meu diploma de graduação e nem meu histórico escolar, achei isso muito estranho pois tanto na instituição que me formei como na UFAL eles exigem os mesmos e ainda fazem uma entrevista com o candidato. Então depois disso fiquei preocupado e fui pesquisar na internet e me deparo com isso. Vi que aqui existem muitos comentários de alunos de faculdades federais que só porque estudam nessas instituições se acham superiores e, desculpem pela palavra, detonam as instituições particulares. Só para constar, aqui em Alagoas o CESMAC e a UFAL concorrem pau a pau, até na idade rsrsrs (A UFAL tem 48 anos se não me engano e o CESMAC 38). Na minha opinião quem faz a faculdade é o aluno e não a instituição, mas no caso da Mauricio de Nassau achei meio assustador o fato de poder fazer a inscrição em um curso de pós sem necessidade de diploma de graduação nem de histórico escolar.
    Ah! li alguns comentários de algumas pessoas aqui que dizem que os estudantes de faculdades particulares estão lá pelo simples fato de não terem sido aprovadas nas FEDERAIS, então meu caso é diferente, cursei uma particular porque optei por ela, em 2006 (Ano que prestei o vestibular) Eu passei tanto em Ciencias da Computação na UFAL como em Análise de sistemas no CESMAC. Após aprovado nas duas instituições e analisando a grande de cada um dos cursos percebi que ciencias da computação não era exatamente o que eu queria e optei por fazer o curso da particular.

  • Não Adianta, particular, só UNICAP !!!

  • Eu deveras estou triste com este resultado, pois além de ser Pernambucana, sou aluna da Faculdade. Mesmo sendo bolsista integral (ProUni), estou pensando seriamente em desistir do curso que faço – adm – já que ainda estou no 1º período. Nunca tentei UFPE, UPE, mas estava fazendo o Vestibular Cidadão da Federal (pré-vestibular). Infelizmente, o nível de preparação de muitos que entram em Instituições Privadas, é baixo, pois conseguem a aprovação com uma média mínima absurda.
    Resultados como este que vemos, desestimula o aluno, principalmente aqueles que, com eu, querem o melhor para si.

    • Agora, isso não quer dizer que os alunos de faculdades particulares não sejam competentes, não consigam sucesso profissional. A verdade é que, infelizmente, o nome da faculdade conta muito, por isso que todos querem uma “FEDERAL” mesmo que não seja lá essas coisas.

  • Sou ex aluna da federal e acho que nessa instituição que estudei se aprende a ralar: professores faltam, não há sempre exemplares de livros nas bibliotecas, não há muito investimento em determinados cursos e, com isso os alunos acabam se esforçando mais para adquirir conhecimentos, mas isso está longe de ter um significado positivo.Os conteúdos devem sim, ser estudados pelos alunos, porém os professores e as instituições devem oferecer a eles uma boa infra-estrutura e um acompanhamento constante.Portanto, alunos da federal não deviam estar tentando denegrir as faculdades privadas.Se elas não conseguiram um bom desempenho, deveríamos torcer pelo contrário e continuar ralando na nossa instituição, porque ela também precisa melhorar. A área de educação da federal é uma das menos valorizadas.De tal forma que, perdemos o direito de manifestar a superioridade de uma instituição em detrimento de outras. É bem verdade que os alunos que passam na UFPE são bem preparados, mas alguém aí já se perguntou sobre os motivos de certas pessoas não conseguirem tal êxito?a UFPE tem nome, tem História, tem alunos preparados!Todavia o mais importante é a luta de cada um na tentativa de se colocar bem no mercado, de adquirir cultura e conhecimento.Alunos federal, vocês mais do que nunca precisam aprender a conviver com as diferenças e respeitá-las.É isso que a Universidade ensina…
    Aos alunos de faculdades privadas: estudem além do que sua instituição cobra, corram atrás dos seus sonhos!
    Aos alunos UFPE: vocês que andam falando mal das escolas superiores privadas devem ter passado no vestibular recentemente e ainda devem ter aquela idéia ilusória de superioridade.Parabéns aos que conseguiram!Boa sorte aos que não!
    Ah e não esqueçam que passar no vestibular hoje em dia não é difícil!Com aquela provinha do ENEM não devemos nos gabar, essa organização passou a ser uma zorra, espero que ela melhore também.Da maneira pela qual a prova foi abordada não dá para medir conhecimento de ninguém. Tudo não passou de um desrespeito aos estudantes.
    O problema do Brasil está simplismente na FALTA DE EDUCAÇÃO, portanto usem um pouco dela!

    • Falou TUDO

  • O MEC divulgou a relação das universidades conforme o IGC 2009. A Maurício de Nassau obteve índice 3, equivalente à UNICAP, por exemplo. Se os esforços foram tomados para melhorar a imagem de faculdade mercenária, o resultado é este.
    Para quem quiser conferir, basta entrar no site do MEC e procurar pelo IGC 2009.

  • FMN, ótima faculdade!!!!

  • SRS. ALUNOS POR FAVOR VEJAM: POR UM ACASO MINHA ESPOSA ESTUDA NESTA NASSAU E NÃO TEM UM DIA SEQUER QUE ELA ENTRA 19:00 E SAI DEPOIS DE UMA HORA E MEIA QUE ENTRA,UMA HORA É PROFESSOR QUE FALTA,NÃO TEM AULA POR ISSO E AQUILO ETC.. POR FAVOR ALGUEM DA NASSAU ME EXPLIQUE COMO UMA PESSOA ESTUDA UMA HORA E MEIA POR DIA E CONSEGUE CONHECIMENTO? PS. ELA ACHA ISSO MUITO NORMAL QUE FIQUE BEM CLARO QUE ELA É O TIPO DE QUEM FAZ NASSAU,NÃO DEFENDO NINGUÉM QUE NÃO DEFENDA A EDUCAÇÃO NO PAÍS,POIS PRECISAMOS DE EXCELÊNCIA NA QUALIDADE DO ENSINO,SEJA QUAL INSTITUIÇÃO FOR,ABRAÇOS…

    • TEM CERTEZA QUE SUA ESPOSA ESTUDA NA NASSAU? KKKKKKKKKKKKKKK

    • TEM CERTEZA QUE SUA ESPOSA ESTUDA NA NASSAU?
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Engraçado nós sofremos tanto preconceito por sermos nordestinos, quando viajamos para Sampa, Rio de Janeiro, Curitiba e outras mais, sofremos até pela forma de falar. Ai agente reclama, queremos tratamento digno e o que vejo aqui é a repetição de preconceitos. Fazer federal se tornou ser paulista, ser carioca? por um acaso por vc ser nordestino vc deixa de ter seu valor? Parem com isso, procurem fazer o nosso estado crescer, lutem por uma sociedade melhor. Você vai fazer a diferença…temos o exemplo do wellington , sofreu tanto preconceito e se tornou um assassino cruel, não façam isso, não se tornem assassinos do bem, da educação, do respeito, de coisas boas…procurem estudar, não se formem se transformem…

    Nunca esqueçam de suas origens, não se iludam com uma sala de faculdade…estudem.

  • Antes de defender a faculdade de vocês, prestem atenção nos erros ortográficos, pois senão, estarão se contradizendo; Em relação a ÓTIMA qualidade de ensino que vocês tem. Principalmente os da Federal, que estão mostrando tamanha imaturidade. É claro que não são todos.

  • Concordo com Rejane: “não se iludam com uma sala de faculdade…estudem.”

  • Além dos exemplos reais, agora vejo, através de alguns comentários, como são medíocres algumas pessoas. Com isso concluo que a ufpe não emite certificado de sabedoria. É por isso que busco conhecimento nos grandes pensadores, através dos livros. Dessa forma não sou apenas treinado para o mercado de trabalho pela universidade pública A ou faculdade privada B.

    Leia muito e converse com um simples treinado pela federal. Pode ser até divertido.

  • Arlete SIlva por favor me responda… já que você agride tanto os outros por você fazer parte da FEDERAL.

     Conhecer as resoluções normativas do MEC;

     Conhecer as portarias de autorização e reconhecimento dos cursos oferecidos;

     Conhecer o conceito atribuído pelo próprio MEC a IES- FACULDADE MAURÍCO DE NASSAU;

     Quantos conceitos são atribuídos em uma IES;

     E como são calculados estes conceitos para se obter o resultado do IGC.

     Até que ponto o ENADE realmente AVALIA ( é necessário um conhecimento sobre o que é ENADE e quais são os alunos que participam e como são escolhidos);

    com certeza você ficou que nem um peixe fora d’água…

    Por acaso você estuda pra ser IGNORANTE e PREPOTENTE, SOBERBA, ou para fazer uso de seu conhecimento e mudar o meio em que vive…
    seu sentimento e carater é MEDÍOCRE e POBRE em todos os sentidos…
    Faça um teste apenas para você… não precisa me responder “se é que você teria essa nobreza”, pegue a prova do vestibular que você fez na FEDERAL e passou e tente responde-la novamente…

    Você deveria ter vergonha de suas atitudes MEDÍOCRE e POBRE!!!

    Pessoas como você nunca vai ser realizada profissionalmente e sempre terá problema de relacionamento para trabalho em grupo… VOCÊ é do tipo que pisa e mata a qualquer custo por um objetivo…

    Ahhh… antes que eu esqueça de dizer…

    Fui formado em Técnico em Mecânica em 2001 – CEFET

    Fiz Técnico em em Eletromecânica em 2003 – SENAI

    Fiz Técnico em Automação Industrial em 2005

    Passei na FEDERAL Eng. Mec. fiz ate a metade do 2º período mas por motivo de (ou estudada ou trabalhava pra comer) tiver que trancar…
    Fiz UPE tempo depois… passei mas fui transferido pra trabalhar na Argentina… não cheguei a cursar e nem me matricular… mas meu nome tá no listão…

    Hoje sou Eng. Mecânica numa particular, trabalho numa Transnacional nos 4 cantos do planeta, lider no segmento… já fiz dezenas de entrevistas com profissionais para entrar na companhia… E VOCÊ É O TIPO DE PESSOA QUE JAMAIS TERIA EM MEU GRUPO OU NA COMPANHIA… O MERCADO NÃO PRECISA DE PESSOAS ARROGANTES MESMO QUE SEJA COMPETENTE, EU JAMAIS QUERIA VER NO MEU GRUPO DE TRABALHO PESSOAS QUE PONHA EM RISCO TODO DINAMISMO…
    PESSOAS COMO VOCÊ É QUE NEM CÓLERA OU CANCER NUMA EQUIPE…

    Lamento dizer isso, porém você abriu os meus olhos para uma realidade despercebida que irei cobrar e ficar atento…

  • Bando de ingratos, não esqueçam que a UFPE, UPE, UFRPE e qualquer outra universidade pública é sustentada com o dinheiro público.

  • A Faculdade Maurício de Nassau não deveria estar entre as quatro piores do país, e sim, ser declaradamente a pior do Brasil. Digo isso porque fui vítima de bullying de 2009 até 2011 e ninguém foi punido. Fui humilhado por professores, vítima de bullying por parte de um grupinho (cerca de 10 “alunos”) da minha sala. Como eu não aguentava mais essa situação, solicitei a transferência.

  • Acretido de verdade que o MEC jamais iria autorizar um curso superior se não valece a pena. É muito facil voce chegar e julgar qualquer um ou qualquer coisa, sem pelo menos ter o minimo de conhecimento do que de fato acontece. É muita responsabilidade formar pessoas para o mundo e se alguma faculdade não tiver essa capacidade, sinto muito mas acho melhor fecha as portas. A faculdade Mauricio de Nassau não é qualquer uma!! Falo por que conheço, não estudo, mas conheço. E pessoas formadas lá, tem mais capacidade do que muitos alunos de outras faculdades ditas OTIMAS. Fia a dica!

    • Meus pêsames para você…
      essa faculdade é um lixo!!!

  • Essa Faculdade pra mim, sempre foi um LIXO!!!
    O rendimento dos alunos é baixíssimo, a qualidade é péssima…
    enfim, dou os meus pêsames à quem faz um curso superior nessa Faculdade lixo!!!
    Eu sou do Ceará, e o IGC para mim é de fundamental importância.
    Aqui as melhores Faculdades, Universidades são essas, não tenha dúvidas:
    1º UFC – Universidade Federal do Ceará
    2ª Fa7 – Faculdade Sete de Setembro
    3º Faculdade Christus
    4º Faculdade Farias Brito
    5º UNIFOR – Universidade de Fortaleza
    6º Faculdade Estácio do Ceará [ a faculdade à qual eu faço o meu curso, e com orgulho!]

    Pois é… essa Nassau é uma porcaria! Os meus primos e meus amigos estão nessa porcaria! Mas isso é porque é perto do nosso bairro, e é barato os cursos, mas de péssima qualidade!

  • Aqui no Ceará tem as melhores Faculdades e os melhores alunos, mas eu me refiro as Faculdades e Universidade realmente boas que existem por aqui, porque essa Maurício de Nassau é uma porcaria, é uma das piores não só daqui mas do Brasil todo né?!

  • E a mais pura verdade o que a Mauricio falar!

  • A grande maioria das pessoas que têm dinheiro[filhos d`algo],é contra quem estudou na escola de rede pública.Parece que os valores são invertidos nessa sociedade capitalista,onde se preza por quem tem.Quando,desde bebê, estudei na escola pública,pensava que era muito atrasado,mas percebi que não.Digo isto porque quando iniciavam os anos letivos chegavam alunos oriundos de escolas privadas que só faziam filar,xingar professor e até erravam o ditado de palavras.Dá para imaginar!Então,quem faz a escola ou faculdade é o aluno .Quem foi da rede pública tem tudo mais com suor do rosto,nada é fácil e preza pelo que tem e,principalmente dá valor.Fui!!!!

  • Divulguem no facebook .

    ” Um dia acordei , um dia sobrenatural , momento que vivi , foi algo tão especial , um dia minha mãe , me pediu para eu estudar ,porque meu vizinho passou na NASSAU . ”

    FACULDADE MAURÍCIO DE NASSAU
    Fazendo parte da sua História
    Vestibulares a telepatia .

  • Quero saber se o curso de ciências contábeis e o de Administração da Faculdade Mauricio de Nassau a qui em Belém é reconhecido pelo MEC, e também como confirmar essa portaria, se existe publicado no diário oficial !!!

  • so sei de uma coisa a ufpe de e a melhor do estado por se tratar que e do governo e ele puxa muito pelos alunos que passam no enem, e fazem a 2 fase na federal, so passa quem tiver estudado muito dependendo do curso escolhido passar na federam para direito ou engenharia nao e para qualquer um nao pessoal a prova e muito dificil ate demais e so o que eu acho e o que as pesquisas mostram.

  • desculpem- me uns dois erros que cometi na escrita eu escrevi muito rápido

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação às punições de corruptos...

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia


  • “O homem de bem é um cadáver mal informado. Não sabe que morreu.”
    Nelson Rodrigues.

ARQUIVO

dezembro 2014
S T Q Q S S D
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).