Honduras corta luz, água e telefone da embaixada brasileira

set 22, 2009 by     75 Comentários    Postado em: Economia
elecciones_honduras_manuel_zelaya_presidente

Está bombando no Twitter o cerco que o exército hondurenho faz, nesse momento, à embaixada brasileira em Tegucigalpa, que abrigou o presidente deposto Manuel Zelaya. Zelaya voltou secretamente ao país, na noite de ontem, quando foi recebido pelas autoridades diplomáticas brasileiras. Hondurenhos e estrangeiros que vivem lá dizem que o governo cortou água e luz da embaixada e que a invasão é iminente. Falam que lançaram gás dentro da embaixada.

Os militares estão enfretando a resistência de milhares de seguidores do presidente deposto. Relatos na internet dão conta de várias pessoas mortas na frente da embaixada. A Radio Liberada conta que jornalistas que foram cobrir o confronto foram presos.

Do lado de dentro, Zelaya convoca cada vez mais pessoas a irem defendê-lo.

Escute notícias ao vivo, a partir de Tegucigalpa pela Radio Liberada, que transmite clandestinamente pela internet: http://radioeslodemenos.blogspot.com/

O canal de notícias Telesur protesta em sua página na internet por ter sido retirada do ar na manhã de hoje pelos militares.

Abaixo, sugestões de leituras sobre as origens da crise publicadas aqui no blog:

Militares tomaram poder nas Honduras

A crise política nas Honduras e a reeleição presidencial

75 Comentários + Add Comentário

  • A embaixada de um país é considerada no direito internacional como território nacional. Se o Governo de fato de Honduras invadir a nossa embaixada, estará invadindo o território brasileiro. Aí sim a crise vai se elevar ainda mais.

    Acompanhemos o dia de hoje.

  • Com isso, o governo golpista deu o passo decisivo para seu fim.

    • E o golpista do zelaya tomara que morra antes

      • John Wayne was a nazi, said MDC.

        • Só um Troll, Andrei.

        • Excelente!

  • Prezado Rodolfo,

    Na verdade, o Brasil não reconhece o governo de fato, não possui embaixador naquele país, portanto, o prédio da embaixada é apenas um imóvel que pertence ao Brasil. Portanto, é território hondurenho. A invasão vai ocorrer, porque é o que deve ser feito em represália à interferencia brasileira nos assuntos internos de Honduras.

    • Surtou? A Embaixada é território brasileiro sim, amigo.

      • Não sou seu amigo. Fique na sua e não se dirija a mim.

        • Agora lascou mesmo! KKKKKK! HAHAHAHAHAHA! HUÁ HUÁ HUÁ!

          Ivan, você é uma piada de mau gosto.

      • É melhor que ser um imbecil, alienado, defensor (talvez só isso) de bandido, cocaleiro, mensaleiro e terrorista.

        • Prezados,

          Mais uma vez peço que evitem agressões para evitar que o blog delete seus comentários.

          Abraços.

        • Com certeza o alerta de Bahé não se refere a mim.

        • Bahé chama cardinot pra resolver isso.

        • É só observar a sequencia de comentários para ver que quem agita o ambiente é esse elemento. Pode deletar os relinchos dele.

        • Ivan, você consegue escrever um comentário seguido sem xingar alguém?

        • Rapaz, pq você não fica na sua? Eu lhe perguntei alguma coisa? Em algum momento me dirigi a você? Se lhe xinguei, é porque você me xingou primeiro, é só ver a sequencia de comentários.
          Repito: fique na sua, não tenho nenhuma vontade de debater nada contigo, sua turma é outra, muito diferente da minha. Deu para você entender agora?
          É muito fácil resolver isso. Basta você ignorar o meu nome, assim como te desprezo. Aí, todos vão ficar felizes e o debate será em níveis civilizados.
          “Falô?”

  • Mesmo que o Embaixador do Brasil não esteja presente, a embaixada é território inviolável. O Brasil atua no seu papel de liderança regional, mediando um conflito num país vizinho.

    A invasão da embaixada será uma agressão imperdoável ao país, e deve ser respondida com medidas enérgicas da comunidade internacional.

    PS- Caro Ivan, você acha legítimo o governo golpista?

    • É território inviolável, mas não pode abrigar fugitivos da justiça. Aí, está sendo cúmplice do crime.
      Honduras não é vizinho do Brasil e a suposta “liderança regional” é altamente questionável, pois se não fosse assim, teria questionado a compra de armas da Rússia, pela Venezuela, essa sim, vizinha do Brasil.
      A mim, parece mais uma trapalhada da política externa brasileira, entregue a dois incapazes e que vêm cometendo erros atrás de erros. Vale lembrar que os EUA já estavam tratando do assunto Honduras, esses sim, os líderes regionais e globais.
      Rodolfo, no caso da legitimidade do governo atual, acho que está de acordo com a Constituição de lá, e isso é o que importa. Acho que temos problemas demais aqui para ficar fazendo “firula” internacional.

      • A comunidade internacional é UNÂNIME ao reconhecer que houve um golpe em Honduras.

        • E o “aspone exilado na terra de Collor” Martins como sempre viajando na maioneze.
          Só ele acredita que essa assalto a embaixada brasileira foi obra do acaso e fruto da unanime revolta comunidade internacional.
          Todo esse ardil foi concebido com a anuência de Lula e com as bençãos do seu atual mentor, o bufão Hugo Chaves.
          Lula está com a idéia fixa em se tornar uma liderança mundial.
          Faz da capenga diplomacia brasileira, um tablado para suas aventuras.
          Era só o que faltava o Brasil tornar-se quintal das experiências venezuelanas.
          Quiçá essa aventureira manobra não redunde em uma guerra civil no país vizinho.

        • Lula JÁ É referência internacional, Chiquito.

          A propósito, a que “assalto à embaixada brasileira” você se refere? Ao perpetrado pelo governo golpista? Esse é o único que está acontecendo.

        • Pessoal,

          Primeiro Hugo Chaves não é o mentor de Lula… O brasil tem que respeitar o governo da venezuela, eleito de forma democrática e apoiado pelo povo venezuelano….
          Segundo, o Brasil está certo de ser ativo nesse caso. Afinal, não se deve mais existir esses golpes de estado em um país tão pobre onde 27% da população está desempregada…

  • Começou.

    Do Blog do Luis Nassif:

    Estão atacando a embaixada do Brasil.

    Uma criança que morava nas casas vizinhas morreu. Abaixo encamino e-mail que me chegou em uma lista de resistência de Honduras:

    La policia y el ejercito han arrojado bombas lacrimógenas al interior de la Embajada de Brasil y con el toque de quedan han convertido a todo el país en un inmenso Campo de Concentración.

    Los uniformados destruyeron los vehículos de los miembros de la Resistencia

    Zelaya ha estado proponiendo el dialogo pero los gorilas respondieron con violencia. Todo el país esta completamente paralizado.

  • A embaixada é território brasileiro, sim, e encontra-se ao abrigo das regras consensuais da ONU. Portanto, é inviolável.

    A missão diplomática brasileira não foi desacreditada pelo governo golpista, nem instada a retirar-se de Honduras.

    O golpe não conta com a benção do patrão norte-americano, que não o encarou como algo feito no seu interesse. Agora, é apenas mais um episódio, desta feita absolutamente anacrônico, do golpismo centro e sul-americano.

    Selou seu destino ao fracasso. A agressão à embaixada fez-se à véspera da reunião da ONU. Se os presidentes Lula e Obama destinarem dez minutos do seu tempo para, juntos, dizerem que recriminam a anedota hondurenha, acabou-se.

    • O golpe tem pouca perspectiva de longevidade, mas Não estaria tão certo da rendição do governo golpista, o poder não é deixado tão facilmente, ainda mais quando conquistado pela força.

      Espero que não ocorram mortes, embora tenha poucas esperanças.

    • Poderiam me informar se o governo golpista poderia convocar uma assembléia constituinte e legitimar o governo. Ou será que primeiro deveria receber a bênção da ONU.

  • Mudando de assunto: a cada dia fica mais claro o imenso bem que o governo Lula faz ao Brasil. A matéria abaixo saiu hoje no DP:

    Ascensão social // 31 milhões sobem de classe

    Link: http://acertodecontas.blog.br/economia/31-milhoes-sobem-de-classe/

    __________________

    Nota do blog: Caro Martins, a matéria citada está na nossa clipagem de hoje. Por ser muito fora do contexto do post, colocamos o link para quem tiver interesse.

    Att.

    • mania inoportuna…

    • OK!

    • Já que o aspone Martins tenta mudar o rumo do debate, convergindo para a bajulação oficial, então vamos apresentar outro exemplo sobre ” o imenso bem que o governo Lula faz ao Brasil” vejam o que publicou o jornalista Claudio Humberto em seu blog dia 21/09/09:

      “O subordinado que demitiu o comandante”

      Antes de assinar a nomeação, há dias, o presidente Lula quis conhecer um coronel do Exército indicado para sua segurança. Recebeu-o no fim do expediente, em situação, digamos, de reprovação em bafômetro. Simpaticão, Lula fez uma brincadeira inconveniente. O oficial não gostou da atitude do comandante-em-chefe das Forças Armadas e, à saída, declinou do convite, retornando a seu batalhão, no Norte.

      • Claro, claro, Chiquito. Pelo menos 31 milhões de brasileiros melhoram de vida no governo Lula. E você perdendo seu tempo espalhando futricas divulgadas por Cláudio Humberto. Muito bem.

        • É o grande diferencial, caro aspone Martins
          Enquanto vc se ocupa na soberba arte de puxar o saco da caterva petista, por razões óbvias, diga-se de passagem, eu e mais uma boa parte dos leitores, ecléticamente buscamos nos informar nas mais diversas fontes.
          Questão de independencia cultural e politica.

        • HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

          “Questão de independencia cultural e politica”, diz o outro!

          HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

    • Martins voce não usa a saude publica nem escola publica, esses dados só serão validos com saude de qualidade, o itamaraty pegou em bomba com essa atitude, lula vai entrar em guerra, vai usar o exercito brasileiro contra soldados e população que é a favor do golpe militar???

      • Caro Fred, o aspone Martins não é a favor de nada, muito pelo contrário.
        Sua “nobre” função é divulgar bajulativamente, os feitos da era Lula.
        Só que alguns “feitos” ele ignora solenemente.

        • Lula, sem dúvida o melhor presidente dos últimos 50 anos.

  • Parei de ler no “Vale lembrar que os EUA já estavam tratando do assunto Honduras, esses sim, os líderes regionais e globais”. Fala sério, há fortes indícios de participação do Departamento de Estado Estadunidense no golpe, apesar da posição do governo Obama de negar legitimidade ao governo golpista.

    • A gente crê no que quer, apesar das evidências.

    • Claro Rodolfo..
      Muito bem colocado…

      QUEM SE ESQUECEU QUE NO BRASIL O GOLPE DE 1964 FOI INFLUENCIADO PELOS EUA? Caso o golpe fosse malsucedido, eles iriam invadir o Brasil por medo da influência socialista cubana…

      Agora que a Venezuela estava começando a se aproximar de honduras vem esse golpe…

      Qualquer semelhança pode ser pura coincidência. Mas é, no mínimo, suspeito

  • Rodolfo,

    Deve ter havido alguma participação, estímulo ou fornecimento de meios à empreitada golpista pelo Departamento de Estado.

    Mas, em sinal dos tempos e da inteligência do Presidente Obama, quando perceberam que o golpe era mal visto pela maioria e que não ajudava os interesses norte-americanos, recuaram.

    Enfim, os golpistas não darão mais aos Estados Unidos do que Zelaya daria. Não há, portanto, razões para alinhar-se ao golpe de uma facção paroquial, com meia demão de verniz jurídico.

    A memória não me ajuda, mas acho que o estatuto das representações diplomáticas é a Convenção de Nova Iorque, de 1967, creio eu. As legações não podem ser agredidas de forma alguma e podem dar asilo a quem bem entenderem, como ato de soberania.

    • Andrei, é a Convenção de Viena de 1963:
      Artigo 27

      Proteção dos Locais e Arquivos Consulares e dos Interesses do Estado

      Que Envia em Circunstâncias Excepcionais

      1. No caso de rompimento das relações consulares entre dois Estados:

      a) o Estado receptor ficará obrigado a respeitar e proteger, inclusive em caso de conflito armado, os locais consulares, os bens da repartição consular e seus arquivos;

      b) o Estado que envia poderá confiar a custódia dos locais consulares, dos bens que aí se achem e dos arquivos consulares, a um terceiro Estado aceitável ao Estado receptor;

      c) o Estado que envia poderá confiar a proteção de seus interesses e dos interesses de seus nacionais a um terceiro Estado aceitável pelo Estado receptor.

      2. No caso de fechamento temporário ou definitivo de uma repartição consular, aplicar-se-ão as disposições de alínea “a” do parágrafo 1º do presente artigo.

      Além disso:

      a) se o Estado que envia, ainda que não estiver representado no Estado receptor por uma missão diplomática, tiver outra repartição consular no território do Estado receptor, esta poderá encarregar-se da custódia dos locais consulares que tenham sido fechados, dos bens que neles se encontrem e dos arquivos consulares e, com o consentimento do Estado receptor, do exercício das funções consulares na jurisdição da referida repartição consular; ou,

      b) se o Estado que envia não tiver missão diplomática nem outra repartição consular no Estado receptor, aplicar-se-ão as disposições das alíneas “b” e “c” do parágrafo 1º deste artigo.

      • Na realidade, esta é a consular. A diplomática, em termos parecidos é de 1961.

        • Artigo 22

          1. Os locais da Missão são invioláveis. Os agentes do Estado acreditado não poderão neles penetrar sem o consentimento do Chefe da Missão.

          2. O Estado acreditado tem a obrigação especial de adotar todas as medidas apropriadas para proteger os locais da Missão contra qualquer instrução ou dano e evitar perturbações à tranqüilidade da Missão ou ofensas à sua dignidade.

          3. Os locais da Missão, seu mobiliário e demais bens neles situados, assim como os meios de transporte da Missão, não poderão ser objeto de busca, requisição, embargo ou medida de execução.

        • E também:

          Artigo 45

          Em caso de ruptura das relações diplomáticas entre dois Estados, ou se uma Missão é retirada definitiva ou temporariamente:

          a) o Estado acreditado está obrigado a respeitar e a proteger, mesmo em caso de conflito armado, os locais da Missão bem como os seus bens e arquivos;

          b) o Estado acreditante poderá confiar a guarda dos locais da Missão, bem como de seus bens e arquivos, a um terceiro Estado aceitável para o Estado acreditado;

          c) o Estado acreditante poderá confiar a proteção de seus interesses e dos de seus nacionais a um terceiro Estado aceitável para o Estado acreditado.

  • ese presidente é maluco mesmo.

    Vai Zalaya, avante!!!

    o que mepergunto é: com toda essa onda de deocaracia na America Latina e tals, kd o EUA pra interferir nessa guerra?
    ah, não tem petroleo né?

    • Essa é uma chave. Todo o pouco que há em Honduras já está à disposição dos Estados Unidos. Então não se dá golpe para oferecer mais.

      • Que bobagem.

        A nação norte-americana nunca perdeu sua vertente imperialista, e nunca se furtou a se meter nos assuntos dos outros por qualquer motivo que fosse, com petróleo ou sem petróleo.

        Apenas para lembrar as invasões de países pobres de tudo temos Granada, Somália, Coréia, Vietnã, Laos, Afeganistão, entre outros. O motivo pode ser ideológico, financeiro, político, qualquer um serve. O que vale mesmo é marcar a posição de hegemonia norte americana na economia global.

        Não há intervenção direta em Honduras por dois motivos simples, primeiros os EUA estão com frentes no Oriente Médio e na Ásia, e depois porque a “faxina” feita em Granada e no Panamá pelos fuzileiros foi muito mal vista, lembrando os tempos do big stick.

        O pior que pode ocorrer é o governo hondurenho invadir nossa embaixada, pois se forem tomadas providências adivinhem que vai a frente das forças de paz, nós.

        • Não fique preocupado com isso, pois com certeza os bundões responsáveis pela “condução” da nossa política externa não têm peito para isso. Vão ficar se escondendo atrás do beiçola ou pedirão arrego aos EUA.

        • Fernando locuta, causa finita est.

        • Verdade, Fernando…

          Os EUA sempre querem manter sua ideologia. Volto a ressaltar a aproximação de Honduras com a venezuela.

        • Assim justifica o gasto de 38 bilhoes com armamentos, agora para saude não tem dinheiro cria-se mais impostos?

          Itamaraty está satisfeito com essa situação, internamento falando, nem mais o itamaraty vota em lula!!!!

      • obrigado doutor Andrei!
        é sempre bom ter esses escalerecimento.

  • Ainda tem um piadista que apóia esse governo golpista ?? O foda é ainda haver setores da mídia que ainda dizem em outras palavras: Foi um golpe, mas o Zelaya também é um mala… Imbecilidade total. Esse “governo” tem que renunciar. Trapalhada da política externa ?? HaHaHa. Isso é uma qustão de segurança, o EUA avança cada vez mais na america latina, seja através de suas proprias tropas (instalando bases com apoio da colombia) ou financiando esses golpístas…

  • Caro Zeka

    Os EUA avançam na américa latina? Prezado, onde você estava nos últimos 100 anos? Os EUA tomaram conta da américa latina ainda nos tempos de Theodore Roosevelt, aquele de bigodinho que consolidou o big stick e desbravou a floresta com o Marechal Rondon.

    Hoje, tirando Cuba, Venezuela, Equador e Bolívia, todos os demais países fazem parte da área de influência norte americana em maior ou menor escala, mesmo o Brasil.

    Bases na Colômbia? Ora, são duas bases para 500 soldados. As frotas do atlântico e do pacífico sul somam dezenas de vezes mais tropas, tem individualmente poder de dissuasão maior que todas as forças de todos países da América Latina juntos, e quando aparecem por aqui são tratadas como atrações turísticas.

    Vai entender…

    • Fui simplista apenas para me contrapor à altura do colega defensor dos imperialistas.

      • Pessoalmente prefiro me tornar o imperialista, e para tanto devo combater os que são hoje.

  • acabram de tirar do ar a rádio que transmitia os eventos.

    eu tava ouvindo e donada, puf, cabou.

    http://radioeslodemenos.blogspot.com/

  • o Zelaya parece com João Paulo……
    quanto ao conflito, espero que nosso Chanceler Celso Amorim, consiga reunir o Conselho de Segurança da ONU para garantir a segurança da embaixada brasileira. Por mais que o governo interino tenha informado que não vá invadir, por respeitar os acordos diplomáticos.
    Vamos ver no que isso tudo vai dá.

  • Vamo ver no que isso tudo dá…
    Daí a gente aponta o dedo na cara de quem está errado…da minoria tosca e conservadora que sempre teve tudo moendo ao seu favor e que agora se sente ameaçada pela possível tomada das Américas pelas forças populares!!! Viva ao povo…abaixo o golpe em Honduras!

  • Um sintoma ruim de falta de informação, ou ânsia de enganar, é a defesa de coisas evidentemente contraditórias.

    Ora, que se defendam golpes de estado é algo normal. Que se defendam posições, enfim.

    Mas, a coisa tem andado a ponto de se chamar a convocação de uma consulta popular crime e de se chamar golpe de atuação constitucional.

    Um grupo deu um golpe por

    • Mandei faltando por ter acertado uma tecla por equívoco.

      Enfim, um grupo deu um golpe porque não conseguia obter o mesmo resultado nas urnas. Não foi o primeiro, nem será o último.

  • Senhores,

    Em minha opinião, o fato é que a condução de nossa política externa é, no mínimo, equivocada. Sobre a questão em particular, o Brasil se meteu em uma tremenda confusão. Como o governo provisório local não tem nada a perder, cogito até que haja invasão. E aí? Vamos nos socorrer dos EUA? Enviaremos uma força-tarefa? Ou apenas lançaremos meros protestos protocolares? Apesar de concordar com a opinião majoritária (contrária a golpes) não posso deixar de protestar contra aqueles que usam a democracia – e suas fragilidades – para se perpetuarem no poder.

    • Quem são os que usam a democracia para se perpetuar no poder? Todos os que visam a um segundo mandato?

      Visar a um segundo mandato é indicativo seguro do desejo de perpetuar-se no poder? Em caso positivo, estaria disposto a firmar manifestos e protestar com a mesma ênfase contra qualquer um que deseje isso?

      A idéia do inconveniente da recepção do presidente na embaixada brasileira é o contra e a favor suavizados.

      O Senado Agripino foi mais direto. Disse que o deposto devia ter procurado a embaixada de algum país centro-americano, pois teria mais pertinência. Curiosa idéia de política com condicionantes geográficas. Mais curiosa ainda, tratando-se de parlamentar de um partido de democratas.

      A diplomacia brasileira não se meteu em cilada alguma. Recebeu um presidente vítima de um golpe de estado. O governo golpista meteu-se, sim, em um problema, agredindo uma representação diplomática.

      • Não estou disposto a assinar manifesto algo. Apenas reservo-me ao direito de discordar e manifestar minha opinião. Só isso. Sobre aqueles que usam a democracia, se fosse apenas para exercerem um segundo mandato o dano à segurança (em sentido amplo) seria menor. Na hipótese referi-me a diversas manobras típicas de governos populistas (ou não, como parece ser o caso colombiano) que, contando com maiorias episódicas (cooptadas sabe-lá como) alteram a Constituição permitindo seguidos mandatos, cancelam concessões para rádios e tvs, modificam a composição de tribunais superiores, fazem vista grossa, no mínimo, para narcoguerrilheiros, etc.

        • Onde se lê “algo”, entenda-se “algum”.
          Desculpem a nossa falha.

  • Não conheço a Constituição hondurenha, o que me obriga a alguma reserva sobre toda esta questão do afastamento do antigo Presidente Manuel Zelaya, mas seguramente não existiu ali qualquer golpe militar, e sim uma decisão do Tribunal Superior, confirmada no Parlamento, que elegeu um sucessor.

    Os militares cumpriram uma decisão judicial, e não ocuparam o poder no país, nem sequer de forma transitória.

    No meu entendimento não houve golpe. Zelaya foi derrubado, por ordem do Supremo Tribunal. Golpe de Estado ou restabelecimento do Estado de Direito?

    A OEA, a reboque do neo-imperialismo bolivariano de Hugo Chavez, procura isolar o país, e repor no poder Manuel Zelaya.

    Por outra, muito estranho este “asilo as avessas”. Quer dizer que Zelaya pede asilo na embaixada de outro país para permancer em Honduras??? Ou transformar a embaixada brasileira num escritório político???.

    Pelas fotos da ocupação da embaixada na imprensa, Zelaya aparece confortavelmente deitado em um sofá, aparenta tranquilidade na “casa da mãe joana” e cá pra nós, o Itamaraty se meteu numa enrascada por falta de juízo.

    • Finalmente um comentário lúcido aqui! Concordo integralmente com você, senão vejamos:

      Se a constituição veda a reeleição, o presidente eleito quer continuar no poder,vai convocar um plebiscito para mudar a constituição e se reeleger; o STF nega a possibilidade, o presidente insiste e contraria as instituições e tenta fazer na marra, as forças armadas são acionadas, prendem e deportam o presidente golpista.
      Assume o poder o presidente da câmara, que cumpre a agenda constitucional que prevê eleições para novembro, o presidente constitucional deposto não aceita essa eleição, quer continuar no poder.
      1) O que poderia ser feito para impedir que uma cláusula pétrea da constituição fosse violada como tentou Zelaya.
      2) Na constituição de Honduras não existe o dispositivo legal de impeachment.
      3) Zelaya é simpatizante dos bolivarianos que querem continuar no poder e por eles é ajudado.
      4) Zelaya levando de vencida essa parada, o que impediria outros presidentes de tentarem o mesmo.

  • Ele foi deposto legalmente, oras!

    Só que não quis cumprir a decisão da Suprema Corte e do Parlamento e as forças armadas tiveram que tirá-lo à força. Ele, obviamente preferiu partir para a “político-chanchada” a la Hugo Chavez, seu mentor e responsável por uma guinada súbita na orientação política de Zelay, eleito presidente por um partido de centro-direita. Bastaram alguns barris de petróleo para cooptar o bigodudo de chapéu.

    Aliás, que “golpe militar” é este em que o presidente interino é um civil, por sinal, o presidente do Parlamento, terceiro na linha sucessória (o vice renunciou em 2008)?

    Por que será que, após o TSE de lá declarar inconstitucional o plebisicito, ele mudou de idéia e disse que na verdade era uma “consulta popular”? Por que será que as urnas e todos os equipamentos para a tal consulta vieram da Venezuela?

    A propósito, vejam a seguinte informação:

    Honduras é a fortaleza sitiada

    Bruno Pontes | 26 Julho 2009
    Notícias Faltantes – Foro de São Paulo

    Eu informei no meu blog na tarde de domingo (19): autoridades do departamento de Investigação Criminal de Honduras apreenderam computadores do palácio presidencial que traziam, vejam que bonito, os resultados do referendo que Zelaya queria promover na marra em 28 de junho, dia em que ele foi enxotado. Não houve referendo. Mas a apuração oficial já estava prontinha! Certificada e tudo mais. Não é incrível? Ele venceu um referendo que nem aconteceu. O povo já tinha decidido entronizar Zelaya antes mesmo de ir às urnas. Isso se chama socialismo do século XXI. Esses são os bandidos que estão sitiando Honduras. Essa é a história verídica que você não vê na televisão. (…)

    O resto do artigo está aqui: http://www.midiasemmascara.org/index.php?option=com_content&view=article&id=7636:honduras-e-a-fortaleza-sitiada&catid=95:foro-de-sao-paulo&Itemid=69

    E mais, o maluco já tinha mandado construir uma ESTATUA sua para colocar no palacio presidencial. Ou seja, já estava cumprindo o script da pseudo-democracia bolivariana, que em tudo se inspira nos grandes governos socialistas, inclusive o “culto ao líder”, na qual a grande massa é compelida a “adorar” seus deuses populistas. Exemplos? Mao Tse Tung, Fidel Castro, Hugo Chavez. Todos com imagens espalhadas em cartazes por todos os lugares. É uma formula bem batido já. Isso sim é democracia!

    • Caro Impeachment, por favor apresente um país do mundo, um só, que concorde com sua estapafúrdia tese. Me diga também o que a ONU, a OEA, a União Européia acham do assunto.

      • A OEA não tem força política (já catucou) para ser negociadora e a ONU tem um Conselho que só atua nos casos de países em guerra, portanto a canalhada em que se meteu a diplomacia brasileira, não está na agenda principal. E, outra, o Brasil será responsabilizado no final e ao cabo, de eventual derramamento de sangue por, irresponsavelmente, ter acolhido um politiqueiro, não ter respeitado as leis do Brasil e de Honduras e ter tumultuado a ordem pública daquele país.

        • leia-se “caducou”

  • Fonte (inclusive com a foto da “obra de arte”:

    http://aluizioamorim.blogspot.com/2009/07/zelaya-tinha-prontas-estatua-e-busto.html

    “As autoridades de Honduras revelaram neste domingo um achado curioso, ‘pero no mucho’. O deposto Manuel Zelaya já havia providenciado a própria estátua para colocá-la junto a dos personagens da história hondurenha do século XIX, que se encontram no jardim do palácio presidencial.”

    A encomenda do títere chavista foi feita ao mesmo escultor que realizou as outras obras reproduzindo bustos e estátuas dos próceres de Honduras e, aparentemente, foi elaborada em fibra de vidro”

    Agora a fonte primária, da própria imprensa hondurenha, também com foto:

    http://www.laprensa.hn/Pa%C3%ADs/Ediciones/2009/07/19/Noticias/Zelaya-ya-tenia-lista-una-estatua-y-busto

    Zelaya ya tenía lista una estatua y busto
    Los hondureños desconocían la existencia del busto y de la estatua de Zelaya, dijo a la AFP Rondey Moncada, asesor del ministerio de Información
    19.07.09 – Actualizado: 19.07.09 02:41pm – AFP: redaccion@laprensa.hn

    CALIFICAR

    * Actualmente 5/5 Estrellas Actualmente 5/5 Estrellas
    * 1
    * 2
    * 3
    * 4
    * 5

    calificacion actual: 5 votos: 3 69 comentarios Imprimir Enviar

    Tegucigalpa,

    Honduras

    El gobierno de Honduras exhibió hoy una estatua y un busto de Manuel Zelaya que, según las nuevas autoridades, fueron encargados por el depuesto mandatario y estaban guardados en la Casa Presidencial.

    Los hondureños desconocían la existencia del busto y de la estatua de Zelaya, dijo a la AFP Rondey Moncada, asesor del ministerio de Información del gobierno del presidente, Roberto Micheletti.

    Explicó que la estatua, de tamaño natural y en la que Zelaya aparece con una mano alzada, es similar a las de cuatro próceres hondureños del siglo XIX, entre ellos Francisco Morazán, que se exhiben en un jardín de la Casa Presidencial.

    “La figura había sido colocada en otro lado y tal vez (Zelaya) pensaba unirla a esta alegoría” de los próceres del siglo XIX, dijo Moncada, quien afirmó que Zelaya encargó la estatua al mismo escultor que hizo las de los próceres hondureños La estatua aparentemente está hecha de fibra de vidrio.

  • Na Wikipédia tem uma boa cronologia dos acontecimentos. O texto em português é o mais curto e mais fraco, mas já dá para notar os abusos cometidos em Honduras. Os textos em inglês, francês e espanhol estão melhores.

    Recomendo a leitura desses textos, fartamente referenciados, para quem quiser entender o que está acontecendo em Honduras, principalmente àqueles que acham que o atual governo de fato é legítimo:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Golpe_militar_em_Honduras_em_2009 (Português)

    http://es.wikipedia.org/wiki/Golpe_de_Estado_en_Honduras_de_2009 (Espanhol)

    http://fr.wikipedia.org/wiki/Coup_d%27%C3%89tat_de_2009_au_Honduras (Francês)

    http://en.wikipedia.org/wiki/2009_Honduran_constitutional_crisis (Inglês).

    De qualquer forma, a União Européia, a França, a Espanha e os Estados Unidos, aparentemete sob influência de Chavez, condenaram violentamente (pelo menos publicamente, já que há controversias sobre a particicipação ou não dos EUA nesse golpe) o golpe militar ocorrido em Honduras.

    E para quem estiver com preguiça de ler os textos que sugeri, adianto que o “crime” de Zelaya foi querer convocar um referendo não vinculativo para saber se nas eleições de novembro haveria uma quarta pergunta objetivando saber se deveria ou não ser convocada uma Assembléia Constituinte para alterar a atual Constituição.

    Mas, talvez, o crime maior dele foi, apesar de ter sido eleito pelo partido liberal (representativo das “elites econômicas” hondurenhas), ter aumentado o salário mínimo em 60%.

    • EUA, FRANÇA, ESPANHA e UNIÃO EUROPÉIA sob influência de Hugo Chavez????? AAAA pára!!! kkkkkkkkk

      sem contar que frança e espanha são da união européia, a afirmação ficou redundante.

      O cara lá em cima falou que desconhece a constituição e por isso acredita que o que ocorreu ocorreu de acordo com a constituição. Essa eu não entendi, você desconhece a constituição mas se posiciona de forma completamente fantasiosa sobre o fato???

      Pode até ser que o Presidente Zelaya tenha errado ou descumprido determinação judicial, mas quem disse que nesses casos as forças armadas poderiam tirá-lo a força do podeR????

      Não creio que em honduras as forças armadas sirvam a tal propósito de maneira legal (de lei). No Brasil, ocorreria o que ocorreu com fernando collor, a camara votaria autorização para impeachment e o senado votaria pelo impeachment ou não. Não imagino, pela rapidez como os fatos se desenrolaram, que houve esse tipo de procedimento.

      Observaram uma possibilidade de tirá-lo do poder e assim o fizeram. GOLPE.

      OBS: Democracia é alternância no poder (também), portanto, quanto mais tempo no poder um presidente fica, mais longe da democracia o país se encontra.

      E lembrem-se que no Brasil a reeleição só exite por causa de FHC.

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

dezembro 2019
S T Q Q S S D
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).