Romeu Velásquez: de integrante da “Quadrilha dos 13″ à Chefe das Forças Armadas de Honduras

out 1, 2009 by     25 Comentários    Postado em: Economia
General Romeo Vásquez Velasquez, chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Honduras

General Romeo Vásquez Velásquez, chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Honduras

O general Romeo Vásquez Velásquez, que hoje é Chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Honduras, já foi preso acusado de integrar uma quadrilha de roubo de carros de luxo. O líder militar do golpe de estado em Honduras foi manchete de uma notícia do jornal hondurenho El Heraldo, no dia 2 de fevereiro de 1993.

Naquela época, Romeo não posava tão bem para fotos de jornal. Fora destacado como membro da “Quadrilha dos 13″ e levado preso à Penitenciária Central de Tegucigalpa acusado do roubo de cerca de 200 carros de luxo.

Fico me perguntando quem usaria esses carrões…

“A prision once miembros de ‘Banda de los Trece’ “

El Heraldo Vasquez Velasquez

Clique para ampliar.

Na parte em destaque lê-se:

“Prisão de onze membros da Quadrilha dos 13″

“Onze pessoas detidas por sua suposta participação no roubo de 200 automóveis de luxo, além de 12 dos 19 carros confiscados como prova pela Direção Nacional de Investigações (DNI), foram apresentadas ontem ao Primeiro Tribunal Criminal da Tegucigalpa. (…), o tenente coronel Wilfredo Leva Cabrera e o Major Romeo Vásquez Velásquez, acusados como participantes foram encaminhados a Penitenciária Central.”

Na parte interna do jornal está a matéria:

Major Vasquez Velasquez

"O coronel Leva e o major Vásquez Velásquez serão presos na P.C.: o tenente coronel Leva Cabrera e o major Romeo Vásquez Velásquez, ligados ao roubo de carros de luxo da "quadrilha dos treze", serão presos na Penitenciário Central". Clique para ampliar.

Link do pdf. da edição acima do El Heraldo:
http://www.narconews.com/docs/DEFENSOR-DE-LA-DEMOCRACIA.pdf

Página completa da matéria:

vazquez-robacarros3

O general Romeo V. V., Chefe das Forças Armadas do governo golpista de Honduras (e que não esqueçamos que Romeo Vásquez foi demitido por Zelaya e reempossado pela Corte Suprema de Justicia, tudo na mesma semana do golpe) pode-se considerar um vencedor.

Afinal, ascender de membro de uma quadrilha de roubo de carros de luxo (quem usava esses carros?) estampado em machete de jornal, para herói da pátria ocupando o cargo de Chefe Maior das Forças Armadas de Honduras durante o golpe é o verdadeiro sucesso!

*****

Mais sobre Romeo Vásquez Velásquez, o sucesso:

Matéria do jornal El Universal, cujo editor foi torturado na segunda-feira, por homens encapuzados:

“Vea los documentos: General golpista Vásquez fue detenido por robo de carros en 1993″

http://ellibertador.hn/Nacional/3137.html

Página do Wikipédia:

http://en.wikipedia.org/wiki/Romeo_V%C3%A1squez_Vel%C3%A1squez

*****

Um pouco sobre , presidente do governo golpista, o defensor da Constituição de Honduras, Roberto Micheletti, que parece almejar o cargo há muitos anos.

Do Wikipédia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Micheletti

“Por duas vezes, Michelletti concorreu como pré-candidato à nomeação do seu partido para concorrer ao cargo de presidente da República, ainda quando por lei nenhum presidente do Congresso Nacional poderia postular o máximo posto do Poder Executivo. Com uma jogada política foi candidato violando a Constituição da República. Mas em ambas as tentativas, Michelletti perdeu a nomeação pelo Partido Liberal. Na primeira vez que tentou ser indicado por seu partido, em 2005, Michelletti concorreu à nomeação contra Manuel Zelaya, que foi seu aliado político até essa disputa.

No final de 2008, perdeu a indicação nas primárias de seu partido para o então vice-presidente da República Elvin Ernesto Santos. Como se tornou o candidato do Partido Liberal para as eleições presidenciais de novembro de 2009, Santos teve de abdicar do cargo de vice-presidente no governo de Manuel Zelaya. E com isso, Michelletti, por ser o presidente do Congresso, assumiria a presidência de Honduras caso Zelaya não cumprisse o seu mandato.”

Quando Micheletti era deputado e tentou mudar a Constituição de Honduras, em 1985:

“(…) Diputados y políticos acusan hoy a Zelaya de tratar de consolidar un proyecto continuista y de buscar la modificación de la Constitución hondureña, lo cual es considerado en este país como “traición a la Patria”. El presidente depuesto, secuestrado y extraditado violentamente por un sector militar, lo que intentó sin éxito fue realizar una consulta popular no vinculante la cual fue interrumpida por el golpe de Estado del 28 de junio.

La propuesta de Zelaya dista mucho de lo que pasó en 1985 cuando el entonces diputado Roberto Micheletti llamó a una Constituyente para extender el mandato del presidente de la época, Roberto Suazo Córdoba.

Específicamente, el 24 de octubre de 1985, a dos años de aprobada la constitución vigente, varios diputados intentaron introducir la propuesta llamando a una Asamblea Nacional Constituyente, y para ello solicitaban la suspensión de varios artículos constitucionales, los mismos que ahora le sirven a las autoridades de facto para darle legitimidad a la destitución de Zelaya. Esos artículos son los 373, 374 y 375, referidos a los mecanismos de reforma y defensa de la Constitución.”

Links:

http://www.taringa.net/posts/noticias/3116821/Hoy-Golpistas,-Ayer-Delincuentes:Golpistas-Hondure%C3%B1os.html

http://www.radiomundial.com.ve/yvke/noticia.php?t=28397

25 Comentários + Add Comentário

  • hooooooooooooooooooooooo… que belezaaaaaaaaaa… mais uma do “governo de fato”(segundo o PIG)…

  • Não surpreende. Canalhas proliferam e com a elite chegma aos postos mais altos, ou melhor, a elite em si é criminosa e apenas promove os seus…

    • Está falando do PT? Concordo.

      • DemoTucanos, nada mais óbvio!

        • Engraçado que um dos “homens do povo”, como João da Costa, mora em Casa Forte. Casa forte é um bairro de elite. Logo…………………..

        • Poxa, porque os partidários dos “petistas esquerdistas” ( ladrões que tão dentro) não admitem logo que seus deuses são tão “almas sebosas” como os “tucanos direitistas”( ladrões que tão fora). Eliminaria muita discussão desnecessária!

        • O engraçado é qd os neofascistas tratam qualquer um como “petista”….

          Tiro n’água, sem qualquer efeito.

          Aliás, concordo com uam coisa, ridículo petista que acha que seu aprtido é perfeito e não tem falhas, mas a diferença entre DemoTucano e Petista é que os primeiros são entreguistas, protofascistas (porque não tem sequer a capacidade de sê-lo genuinamente), vendidos e parte da elite burra que mantém o país no atraso.

          Tem petista ladrão, safado, mas no geral, melhor petista no poder que DemoTucano privatizando e dando o poder pra outros.

          Quem é obrigado a ter o “serviço” (sic, sic) da telefônica, como eu, que o diga, maravilha a privatização das teles!

  • Quem foi que falou aqui que militares fazem faxina? Pois sim…

    • Fui eu.
      Prezado Raboni, dá para você mostrar a coerência ética desse pessoal com relação a lula, dirceu, genoino, silvinho, delubio, palocci?
      Porque, pelo que me consta, aquela quadrilha não tinha só 13, mas 40 e o chefe foi identificado…
      Mostra aí, inclusive a sua indignação, por favor.

  • Não vejo dessa forma.
    O assunto é sobre uma personalidade que foi envolvida num escândalo no passado. E eu citei várias outras, que também foram envolvidas, só para refrescar a memória, para não deixar cair no esquecimento, sabe como é?
    Afinal de contas, estou vendo tanta gente indignada com esse escândalo protagonizado por UM militar de alta patente, divulgado num blog americano, (foste buscar longe) que não gostaria que os mesmos deixassem de lembrar das aventuras de seus “alinhados”, não apenas UM, mas uma quadrilha inteira. Gostaria de relembrar, também, o quão indignados eles ficaram com aquelas ditas “personalidades” do sub-mundo.
    Também seria interessante discorrermos sobre a veemência com que VOCÊ deve ter condenado as travessuras dos “meninos”.
    Tem algum mal nisso, amigo?

    • Faltou falar do dólar na cueca. mas o assunto é outro.
      O fato é que quebraste a cara. Foi golpe. O mais tosco de todos. Se deus quiser o último. É o metalúrgico fazendo história.

  • Já que o blog adotou o tema “Zelaya é um bom rapaz” aqui vai uma sugestão de leitura, já que PHA e Luis Nassif comandam a pauta.
    http://perspectivapolitica.com.br/2009/07/05/artigo-especial-golpe-em-honduras-que-golpe/

    • uma coisa é uma coisa ,outra coisa é outr coisa. zelaya é bacana- zelaya é babaca é uma coisa. Foi golpe- não foi golpe é outra coisa.

  • Francisco, não foi o blog que adotou o tema “Zelaya é um bom rapaz” mas sim o Sr. André Raboni. Como eu já disse antes a dor de cotovelo é porque os militares foram mais ágeis em dar o golpe!

    • Sabe que eu não havia pensado nessa hipótese, caro Alexsandro?
      Então essa grita toda foi porque Michelletti “sacou primeiro”?
      Mui bueno……

  • Em 1993 o Brasil tinha acabado de afastar o que, na época, se dizia ser o chefe de uma das maiores quadrilhas instaladas no Poder.

    Fernando Collor. Hoje é amigo de Lula.

    Se eu comparar essa situação com o artigo, vou ser chamado de comparsa da PIG também?

    Vamos avançar, pessoal, Lula e o governo não são santos, tampouco culpados de tudo, como é lógico.

    Até quando tudo que for denúncia ou queixa vira PIG?

    Começa pela expressão PIG…

    • Exato, mas parece que repetimos isso em vão. Para algumas cabeças, se vc critica a “esquerda”, vc é de “direita” e vice-versa. Os termos estão entre parentese porque sabemos que essa “ideologia” é só para enrolar os supostamente esclarecidos visto que a maioria vota por motivos outros que não consciencia política. Mas os mais “esclarecidos” votam porque fulano é de esquerda ou direita. Na realidade o que temos, como bem falou o Fábio Sahaja, é um grupo que está usufruindo os luxos do “poder” ( pena que o povo não sabe que este pertence a ele) e outro que está fora e quer a todo custo entrar!

  • Rapaz, verdade essa parada ai da direita e da esquerda… Isso não existe mais no Brasil… Partido político também não… Tanto é que os mais fortes partidos do país são o PMDB e o PIG… Nenhum político tem vida fácil sem eles do lado… E o PMDB é pior que rubro-negro antes de jogo (depois ficam calados pq sempre perdem… kkkkkkkkkkkkk) chatoooooooooooooooooo pra KCT… Já o PIG… Bem, ate hoje FHC é chamado de gênio por ele… E esses dois “partidos” não são feitos por políticos interessados em nada alem do bolso… A grande raiva de LULA que os “ricos” têm é que ele os tirou da mamata… E colocou outros lá, só isso…

  • A PERGUNTA CONTINUA.

    Qual é o motivo que leva uma pessoa votar em Serra?

    ET; Pensando pequeno. Um comentarista deste blog, diz que João da Costa se diz homem do povo e mora em casa Forte, bairro da elite.
    Mediocridade é escrever este tipo de comentário.

    • Fui eu quem disse. E repito se necessário! O que quero dizer é que no fundo a maioria quer é se beneficiar com os cargos públicos! A turma que susbstituiu os antigos picaretas reclamam de elite pra cá, elite pra lá mas dividem os mesmos bairros de luxo! Quer dizer que constatar um fato é pensar pequeno ? O que seria pensar grande ? Seria achar o governo atual o melhor do mundo?

  • O que não seria mediocre ? Ficar repetindo e bajulando governos feito papagaio ? Seria recortar as partes de textos que interessam e colar aqui no blog ? Realmente, pensar grande é afirmar que JP, JC e EC são a essência do povo, não são elite, estão no poder por amor a causa pública! Pronto, agora estou pensando grande ?

    • Querer que o prefeito more num bairro pobre é o cúmulo da demagogia.

      O importante é comparar quem fez mais pela cidade, especialmente pelos bairros pobres.

      • Bom, se ele fez tanto pelo povo que coloque seus filhos nas escolas que oferece ao povo e frequente serviços de saúde que oferece ao povo! Isso é o mínimo!

  • Ô André, e a viagem de Mauricio Rands, Bruno Araujo e Raul Jungman para Honduras ?
    Foram fazer o que lá mesmo?

  • O golpe em Honduras, Foi tolerado pelos EUA, evidentemente pelo envolvimento de Zelaya com Chaves, Honduras é um estado com uma democracia fraca e um pais com pouco peso no cenário politico nas Américas. Zelaya é um politico populista , sem credibilidade , de carater duvidoso.Golpes rasteiros deste tipo são praticamente inviaveis na America do Sul, devido a força politica dos mandatários.

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

dezembro 2019
S T Q Q S S D
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).