Estamos brincando de revolução

jun 20, 2013 by     198 Comentários    Postado em: Política

Estive hoje no protesto no Centro do Recife. Como moro na Boa Vista, bastou uma caminhada de uns duzentos metros e lá estava eu, no meio do furacão. Encontrei com o Presidente da Adufepe, o Professor José Luiz, e fomos caminhando juntos e conversando.

Percebi que existia um clima de Fora Collor no ar, o que para mim vem com uma grande nostalgia, já que á época já era líder estudantil, e participei ativamente da organização das passeatas em Recife.

Vi no protesto muita gente que nunca foi às ruas, o que é muito bom. Sem essa de ficar rotulando as pessoas pela sua característica despolitizada. São cidadãos como qualquer um de nós, que por algum motivo resolveram sair do sofá e ir às ruas.

Para entender o que está acontecendo, é preciso compreender que esta é basicamente uma crise urbana, e majoritariamente de classe média. Novamente, não há nada de pejorativo nisso, já que a classe média é imensa hoje no país.

Falo isso porque é impossível não perceber que, apesar da melhora do padrão de renda dos últimos anos, a vida nas grandes cidades tem piorado bastante em alguns aspectos, em especial a mobilidade urbana, estopim desta crise. E a inflação, localizada de maneira aguda no setor de serviços, tem afetado fortemente a classe média.

Uma família com uma renda alta, em torno de R$ 10 mil mensais, sempre resolveu seus problemas colocando seus filhos na escola privada, pagando plano de saúde e tendo dois carros em casa.

Com um grupo de jovens indo às ruas por causa de um aumento de passagem, e observando os preços dos serviços aumentarem muito, inevitavelmente as pessoas começaram a parar para pensar: Por que diabos eu pago R$ 1500,00 de escola para meus dois filhos? Por que eu gasto mais R$ 1 mil em plano de saúde? Por que preciso de dois carros na garagem, ao invés de usar o transporte público?

E a absoluta incapacidade do Estado em responder com serviços públicos decentes, presos a uma burocracia medonha, gerou uma onda de rua que talvez o país nunca tenha visto, nem mesmo em outros movimentos, já que todo dia tem passeata neste país.

E aí onde quero chegar.

O movimento tem alguns pontos importantes que devemos prestar atenção.

1 – Por ser um movimento de insatisfação urbana por serviços públicos, está atraindo todo mundo. É um movimento desprovido de ideologia. Quem está nas ruas é o que chamam de sujeito médio (termo horrível), que é aquele que não se preocupa com o noticiário político.

2 – É um movimento sem liderança alguma. Como não temos experiência em mobilizações horizontalizadas via rede, é impossível qualquer comando.

3 – Carrega um forte teor de rejeição a movimentos sociais e partidos políticos. 

Observando este itens, percebemos um caldo sinistro se formando.

A rejeição aos partidos não tem nada de despolitizado. É simplesmente uma fortíssima crise de representação. O “sujeito médio” mobilizado neste momento não consegue visualizar saída democrática pelos partidos que aí estão, muito menos pelos políticos que aí estão.

Quando olham para os movimentos sociais, percebem que a abdução destes foi clara, já que algumas entidades se assemelham a cartórios de grupos, quando não sindicatos familiares.

Estão insatisfeitíssimos com o PT, e quando olham para o lado, só o que aparece é o PSDB. Ele não quer ir para a esquerda do PT, muito menos para a direita do PSDB. Ele quer alguém que coloque o Estado a seu serviço, e na cabeça dele, os dois fracassaram. O resto, para ele, é resto.

E esta crise de representação teve sua senha dada na eleição presidencial de 2010, com a votação de Marina Silva nas capitais. Mesmo que não se enxergasse Marina como alternativa confiável, optaram pelo voto nela, com o objetivo de mandar um recado.

Recado este que não foi ouvido pelo PT.

E como este movimento está imenso e sem comando, o perigo ronda o tempo todo. Não há com quem negociar, e com a ausência de conhecimento deste tipo de movimento horizontal de característica meio anárquica, abre-se espaço para todo tipo de aventura.

Hoje vimos invasões de prédios públicos, vândalos em escala crescente e cada vez mais gente nas ruas. Isto sem falar no absurdo de agressões a partidários nas passeatas. Obvio que levar bandeira de partido que está no poder, como PT e PCdoB, é algo desproposital e sem noção neste momento, já que o protesto leva muita gente contra estes partidos, a democracia se faz com a participação de todos.

Não estou falando do protesto de Recife, que foi marcado em sua maioria pela tranquilidade. Não devemos desmerecer o clima ameno da passeata. O que vimos aqui foi um belo exemplo de democracia e civilidade.

Já em outros lugares, não está sendo bem assim. Ver o PT vaiado, com bandeira queimada, é algo de assustar. Não foram fascistas, como alguns querem mostrar, mas de um teor anárquico explosivo, principalmente porque tem o apoio da maioria. Ainda mais com manifestações praticamente diárias e cada vez mais ousadas.

E neste ambiente horizontal, sem ter com quem negociar, sem pauta clara de reivindicação, com os Governos aturdidos por falta de experiência em movimentos desta forma, e vendo extremistas de esquerda e direita de mãos dadas a uma massa revoltada e sem perspectiva política clara, só posso chegar a uma conclusão…

Estamos brincando de revolução.

E já sou vivido o suficiente para acreditar que isso pode não acabar muito bem.

 

198 Comentários + Add Comentário

  • Perfeito!

    • Este post tem tudo a ver (e diz muito mais, apesar de ter uma conclusão exagerada):

      https://medium.com/primavera-brasileira/dfa6bc73bd8a

      É uma leitura interessante, garanto.

      Também tem esse, porém é mais “teórico”:

      http://rodrigoconstantino.blogspot.com.br/2013/06/brincando-de-revolucao.html

      • Azevedo parabéns! É difícil ler por aqui contribuições construtivas. Duas opiniões válidas, com bias aceitável pela ideologia de ambos.

      • Já tinha lido esses dois textos, há uma abismal diferença entre o texto de uma esquerdopata sedenta por implantar o comunismo no país e um texto altamente equilibrado de alguém que avisa que não se brinque com fogo…

      • O texto do ‘medium’ é recheado de história e pontos de vista de quem faz oposição, não necessariamente de esquerda…
        Ela consegue expressar os anseios de nós, recifenses, que foram ontem fazer um protesto e que viram um conjunto grande de pessoas sem objetivo, que foram com o foco na folia.
        Não havia um motivo claro no protesto, o que ganhou destaque foi o grupo que levou maiores faixas, bandeiras, etc… Não necessariamente o grito da maioria, mas o mais barulhento.

        Concordo com o ‘Estamos brincando de revolução’, de fato… Somos revolucionários, mas não temos um cabeça, um guia, ainda falta isso… O risco que corremos é de ver alguém se destacar, levantar essa bandeira e ter a alma ‘vendida’, como acredito que tenha acontecido no movimento em São Paulo… São tantos motivos pra protestar, que uma classe que, inicialmente, levantou o protesto, se retirou das ruas com uma clara satisfação de dever cumprido.

        Mas a pergunta é… Estamos protestando contra o que?

    • Meu apoio aos protestos se esvaiu. Muita violência reiterada nas manifestações, conversas com amigos da extrema esquerda, do meio e da direita e a omissão de todos os nossos políticos me causam espanto.

      O cheiro não é de pneu queimado, é de democracia apodrecendo e o zumbi da ditadura aparecendo, por mais que eu acredite no poder da internet eu fico de orelha em pé!

      Sim, o PT soube dominar bem a oposição. Não, o PT não é esquerda, nem direita, é sedento pelo poder, assim como o PSB, PSDB, PMDB e companhia -no anúncio da redução de tarifas em SP Haddad e Alkmin trocavam risinhos, me parece que o PT soube lotear bem o poder no Brasil, sumindo com a oposição. Ainda temos outras formas de poder, como a imprensa.

      Nossa classe política não nos representa mais e a omissão deles me bota medo.
      A omissão em comandar a força policial para fazer cessar as arruaças faz parecer que estamos em um estado de desordem. Todos queremos ordem e não vai tardar a termos um ato messiânico travestido de salvação que poderá encobrir uma ditadura.

      Quando as opiniões de Paulo Henrique Amorim e Reinaldo Azevedo convergem para um ponto é bom ligar o sinal de extrema alerta. Será mesmo que corremos perigo?

      Acho cedo para dizer, mas ver esse ato em minha cidade me causa preocupação e eu não consigo apoiar mais as manifestações pelo país. Nossa mensagem já foi dada aos nossos governantes, eles já recuaram na tarifa, mostramos para eles que nós não estamos deitados em berço esplendido.

      É hora de PARAR e aguardar a “arrumação” da casa, se não arrumarem vamos a rua novamente.

      • Pois é Laccosta, lembrando que o tio Rei não mudou suas convicções e desde o início vem avisando que tudo isso iria dar em merda…

      • Quem acha que democracia está apodrecendo, é porque não sabe o que é isso. Isso que vem acontecendo é a democracia pura, sem proselitismos. É assim que funciona nos países democráticos, e naqueles que o pretendem ser, há que ver a primavera árabe. Se o povo for às ruas mais vezes reivindicar, desta vez pela saúde e educação, vão conseguir. Os políticos não deram a cara porque fazem parte da ala que não resolve. O PT, com suas idéias revolucionárias a princípio, após 10 anos de poder está gostando do jogo, tem dado sinal de cansaço. Mas as crises servem para isso mesmo. Dar uma sacudida nas estruturas e tirar aqueles mais acomodados do sofá. As diferenças sociais, no Brasil ainda são enormes. Foram 30 anos que o PSDB, PMDB, não muito longe ARENA, vem destruindo isso tudo, eu estudei em escola pública todo o ensino médio, era boa, tinha qualidade. O PT, que é o que está no poder atualmente tem que fazer algo, logo, senão vai fazer parte do grupo de partidos citados acima. Claro que tem feito coisas boas, muito até, tirar 40 milhões da pobreza e metê-los na classe média é uma grande proeza o grupo dos 3 partidos que governaram antes o Brasil não quiseram fazer isso, era uma máquina de fazer pobreza, agora a classe média é assim mesmo, dona das revoltas e revoluções e cobra mesmo, vai pr’a rua e tudo. O:)

      • Eita Laccosta, e os Zumbis falam! Ferrou viu

  • Em belas fotos, vários países apoiaram as manifestações no Brasil:

    http://img850.imageshack.us/img850/3882/3ub8.png

  • Em belas fotos, vários países apoiaram as manifestações no Brasil:

    http://img850.imageshack.us/img850/3882/3ub8.png

  • Não temos objetivos nem resultados esperados, o protesto hoje parecida mais um carnaval! Era festa! “Pula sai do chão contra a corrupção”. Também sinto que não vai dar em nada se continuar assim.

  • Não temos objetivos nem resultados esperados, o protesto hoje parecida mais um carnaval! Era festa! “Pula sai do chão contra a corrupção”. Também sinto que não vai dar em nada se continuar assim.

  • Bem, eu vejo da seguinte forma: o governo sabe realmente o que precisa ser feito. O problema é que ele é tão complexo em si, que fica difícil fazer qualquer coisa. Realmente o caldo tá engrossando e escurecendo. Daqui a pouco tá virando um estado de anarquia geral. E o governo tem duas opções: ou baixa o cacete no povo com o exército e espera a pressão internacional cair de cabeça (o que eu acho difícil, e burrice também) já que a escalada da depredação tá crescendo, e isso justamente vai acontecer ao passo de que o governo não faz nada nem sai da inércia. Ou dona dilma vai ter que conseguir fazer A FAXINA de alguma forma e mostrar pra a massa que a coisa vai realmente melhorar, e aí “talvez” conseguir limpar a imagem dela e renová-la como alguém que conseguiu dar jeito nessa bodega.

  • Sem objetivos e agenda definida, será apenas um grito no vácuo do poder político… É um belo desperdício de oportunidade…

  • Devemos centrar fogo nas Câmaras de Vereadores da Região Metropolitana, temos que lembrar da Assembleia legislativa, pois é de lá que muita coisa estranha e contra a população sai. Primeiro temos que defender uma redução de salários dos parlamentares, quem quiser trabalhar que seja para a sociedade e não em beneficio próprio. Depois de atendidas estas solicitações, temos que cobrar mais investimentos em educação e saúde. Temos que acabar com o separatismo que hoje há em nosso país entre o Publico e privado. Todos tem o direito de ter um estudo de qualidade, sem essa de separar pobre do rico. Quanto a saúde, a nivel nacional, temos que acabar com os planos de saúde que controlam o pais e infernizam a vida do povo brasileiro, já que é um direito do cidadão ter saúde de primeiro mundo. Vamos nos mobilizar nestas causas, logo depois miremos no Judiciário, pois é lá que a podridão também se encontra. temos que acabar com essas de que Juizes, se fizerem algo errado, tem que ser aposentado compulsoriamente, temos que acabar com essa palhaçada.

    • Bruno, o teu texto conseguiu ser melhor do que o que está em pauta. A pessoa quis dizer que temos que ter um partido em mente?? Ter uma escolha?? Qual o partido que não tem o rabo sujo hoje?? Todo mundo se esquece que só o Brasil utiliza essas urnas e já foi provado por A+B que elas não são seguras. Então de quê adianta o cara chegar na hora de votar, não ter um candidato que preste, vota nulo e não ter a certeza de que seu voto foi realmente anulado?
      Que não tenha revolução, que não me coloque um fuzil na mão, que eu vou a forra.

    • Perfeito, Bruno! Se o poder público conseguir apenas isso, estaremos orgulhosos!

    • Bruno, você disse exatamente o que penso. Enquanto a política for lucrativa, esse será o único objetivo dos nossos políticos. O primeiro passo é, sem dúvida, reduzir consideravelmente o salários dos parlamentares.

  • O que eu sei é que hoje teremos mais um dia de protesto. E pessoas que não se sentiram confortáveis para participarem ontem, por medo de repressão violenta por parte da PM, estão mais empolgados e contagiados a protestarem hoje. Não sei onde isto vai parar, também não sei se vai acabar bem, mas sei sim que é uma oportunidade ímpar de limparmos o país de uma vez por todas.

  • A arte de falar e não dizer nada.

    • A arte de ler e não entender p*rra nenhuma.

      • Tudo vale na arte de interpretar. Até aquilo que o autor nem sonhou em pensar.
        Pare e pense: o texto atingiu o objetivo proposto? Tem inicio, meio e fim. Está condizente com o titulo?
        Se a resposta foi sim para as 3 perguntas só consigo imaginar como justificativa: o texto não tem objetivos; não precisa seguir um raciocínio lógico, são apenas ideias jogadas; o titulo é lembrado no penúltimo parágrafo e é suficiente.

  • Só queria dar os parabens para os ativistas sociais deste blog. Com seus radicalismos infantis sobre os problemas da mobilidade urbana(“mais bike , menos carro!” e outras utopias), ajudaram a fomentar a ideologia do tudo ou nada que se vê nas passeatas!

    Parabéns Vcs ajudaram a criar um mostro!!!!

    • Rapaz, o Pierre não conseguiu levar a Reitoria da UFPE, e tu acha que a passeata foi devido ao blog, ou menos uns 2% dela? Não vi um cartaz contra Telexfree, sobre o cais josé estilita e etc….

      • Opa, o meu do Estelita tava lá :)

        Não pelo blog, so pelo sonho.

  • Algo me diz que dudu vai reverter tudo isso a favor dele e sairá mais fortalecido para as eleições de 2014…

    • É ruim hein!! Esse aí eu não voto nunca pra presidente. Aliás, eleição pra presidente nem vou me dar o trabalho de ir votar. QUem quiser que acredite em urna eletrônica que eu acredito em Papai Noel daqui.

    • Depois do fiasco no transporte para o jogo Uruguai x Espanha é melhor ele ficar com rabinho entre as pernas!!!

  • Vergonha dessa ”passeata” de hoje:

    Sem Líder, Sem objetivo definido, sem nada…
    Foi um passeio pelo Recife Vazio, para se tirar fotos e pagar de cult nas redes sociais.
    Muito triste.
    100 Mil pessoas vagando não irá ajudar… Precisamos de quantidade e Objetivo, hoje só temos quantidade.

    P.S.: Cara, não tem como da uma formatada nesse texto, ?

  • Nos movimentos sociais parece que realmente há dois lados que acabam se anulando e implodindo-os, quais sejam: o lado popular, que se move com um objetivo mas sem uma causa específica – ou melhor, uma pluralidade de causas inumeráveis. A inconsistência de discurso, como em qualquer massa, é inevitável e natural, que me parece ser nada menos que um grito pedindo por alívio, algo inerente à humanidade, mas que mascaramos com uma rede de cognições muito bem tecidas, mesmo que por baixo nos debatamos feito crianças. Do outro, temos o necessário lado extra intelectualizado que, na necessidade de reproduzir uma contenção de esforços e melhor direcionamento da energia, ou seja, reduzir a termo aquilo que uma massa infinda sente. Na verdade, o efeito do grupo essencialmente pensante se opõe ao que grita pois o esvazia de sentido no momento em que este está sentindo, enquanto o outro está pensando e vendo a natural falta de ordem como algo ilógico e que, portanto, não deveria estar acontecendo. Claro, isso tudo sendo absolutamente sintético e desconsiderando que há exageros irracionais e fora do bom senso de ambos os lados.

    Minha sugestão: deixe a cor e o movimento vazarem. A hora de botar ordem não é agora! Agora é hora de abrir espaço para respirar.

    O que vejo aqui é uma concentração de “vividos e teóricos do dia a dia” que não estão ajudando algo que poderia ajudá-los e aos seus filhos e netos. APROVEITEM, POXA! AJUDEM! MOVAM SUAS BUNDAS DO SOFÁ, LARGUE (sem tirar seus valores) ESSE JORNAL E O LIVRO PARA AGIREM EM GRUPO. Que mania de destruir as oportunidades com a mentalidade da burguesia anos 80.

    • Perfeito, César!
      Parabéns por tão sábias palavras!!!

  • Pois é Pierre Lucena, começaste a entender a caixa de Pandora que abriram…

  • Pois é Pierre Lucena, começaste a entender a caixa de Pandora que abriram…

    Krish

  • Esse falatótio todinho e não disseste nada, Pierre!
    Vai acabar como? Que soluções você pode dar a isso? Esse discurso ´”mimimi” demais.

  • MUITO LÚCIDO O ARTIGO..EU JÁ VINHA ME PERGUNTANDO COMO RESOLVER AS REIVINDICAÇÕES E DE QUE MODO VAI PARAR. O MOVIMENTO É MUITO BONITO E DEMONSTRA QUE A SOCIEDADE SE MOBILIZA BEM, MAS EM ALGUM MOMENTO HÁ QUE SE CONVERSAR PARA SOLUCIONAR..MAS COMO E QUANDO, E COM QUEM?

  • Rapaz, respeito sua opinião e experiência. Mas acredito que por mais experiência que a gente tenha não podemos atrelar ela com as experiências atuais, como por exemplo o que está acontecendo hoje em Pernambuco. Embora pareça “FORA COLLOR” a situação estabelecida, principalmente em Recife, é bem diferente. Mesmo sem ter uma liderança, mesmo sem ter causas estabelecidas de uma forma “organizada” o povo tem um propósito, o povo está cansado… Embora pareça uma anarquia, não é. A Anarquia é uma ausência de coerção e não ausência de ordem. A noção equivocada de que anarquia é sinônimo de caos se popularizou entre o fim do século XIX e o início do século XX, através dos meios de comunicação e de propaganda patronais, mantidos por instituições políticas e religiosas. Um dos pontos mais valorizados pelo anarquismo é o auxílio mútuo. O que acontece nas demais capitais é puro vandalismo, pessoas mau educadas sem nenhuma noção do que seja a política, protesto, anarquia, e nem ao menos sabem pelo que lutam!

    • E se pegar essa população que participou das manifestações e perguntar o que é PEC 37 e PEC 33 menos da metade não sabe nem do que se trata. E digo mais, se elas forem aprovadas não será nada bom pois se já está essa zona no congresso, imagina com elas aprovadas??

    • Sua avaliação demonstra sua maturidade politica é a desvincula ao poder das massas, ate porque as massas aqui analisadas sempre foram comandadas. Acontece que despertam e reagiram contra essa manipulação.
      E o que se viu foram manifestações comoventes de um povo cansado de tanto desrespeito e exploração!
      O que chamam de vandalismo, eu diria, foram ações orquestradas pelos políticos de plantão que querem desmoralizar os cidadãos; so não sabiam que famílias inteiras saíram as rua.
      .
      Neste momento o pavor que querem insurgir nas pessoas de nada valeu.
      Não é revolução.
      È demonstração de força!

      • Boa Mágda.

  • Pierre, tu ja experimentou perguntar ao teu amigo, Raul Henry, o porque dele estar a favor da PEC 37?

    • Isso é mentira do facebook…animal.

  • Este foi o primeiro passo, tinha sim um objetivo:insatisfação com os rumos politicos.
    Esta era a pauta, foi um pedido de mundança.

    Só consegui chegar na passeata por volta das 19:00hrs. Não trabalho no centro, portanto meu dia de trabalho foi normal.

    Agora cuidado, Eduardo vai tentar tirar proveito.

    • O falso dos olhos claros. A população tem muito disso, se deixar levar por beleza. Foi assim com Collor e assim será com Eduardo Campos. Colocou tanto policial nas ruas mas na hora que você mais precisa não aparece e quando aparece é depois de horas do fato ocorrido.
      Já vi muita gente dizendo que nele não vota. E quem quiser que pense que porque ele é daqui, vai fazer pelo seu povo. Lula prometeu a transposição do Rio São Francisco só para roubar. Um bode velho rouco que o câncer infelizmente não levou!

  • Creio que estamos amadurecendo, é normal o “movimento” não ter comando e permanecer como está por um tempo, estamos todos sem representatividade alguma, logo não queremos mais partidos, não queremos mais o modelo vigente… que o Judiciário assuma as rédeas e que façamos todos parte de um novo processo de construção de uma nova gestão sem partidos políticos.

  • Há de se lembrar que tudo isso nasceu de um movimento social organizado para discutir o transporte público. Refutar os movimentos sociais é um grande tiro no pé. Não há transformação social sem sociedade civil organizada. Movimento social, e não ONG, é a verdadeira sociedade civil organizada. Enquanto a mobilização estava sintonizada com essa pauta do movimento ele fazia um absurdo sentido, tanto que acabou mobilizando tanta gente. Agora que todo mundo (inspirados por essa luta inicial) foi às ruas reclamar genericamente fica um sentimento de vazio. Soa um óbvio que não nos levará a nada. A mim parece que seria de mais valia seguir o foco e partir para as vias institucionais. Há muito dos transportes que temos investigar. As licitações do transporte e da saúde precisam vir à público, e, ao invés de reclamarmos genericamente da corrupção, nos traria mais frutos uma reivindicação objetiva sobre aquilo que nos interessa. Compreendo, ainda assim, a importância dessas manifestações, mesmo que numa “politização despolitizada”. É bom ver em plena Copa das Confederações as pessoas aqui mais envolvidas com a política do que com o futebol. Mas como dizia o filósofo esloveno Slavoj Zizek para os jovens do Occupy Wall Street: “Não nos apaixonemos por nós mesmos”. E esse é o sentimento, muitos foram para participar, tirar foto e ficar para a eternidade na história. Talvez isso tenha seu lado bom, mas é insuficiente para a mudança política que precisamos.

  • Pierre, já que você falou que estamos brincando de revolução, por coincidência, apenas por coincidência, a Comissão Mista de Consolidação de Leis e Dispositivos Constitucionais do Congresso Nacional aprovou no dia 06/06/2013 a regulamentação para eleição indireta para o caso de vacância do cargo de presidente e vice-presidente da República quando isto ocorrer a menos de 2 anos para completar o mandato. Uma vez que foi aprovado na Comissão Mista do Congresso, projeto agora segue o seu caminho para se tornar lei. Embora a Constituição Federal complete 25 anos em outubro/2013, o fato desse projeto de lei só estar sendo regulamentado neste mês de junho/2013 é (ou será) apenas coincidência com os protestos nacionais. Segue abaixo o link do Senado Federal.

    http://www12.senado.gov.br/noticias/materias/2013/06/06/comissao-aprova-regulamentacao-para-eleicao-indireta-em-caso-de-vacancia-do-cargo-de-presidente-da-republica

  • Muito boa a análise, Pierre. O movimento precisa dar um próxima passo na direção da efetividade, ou seja, é importante se estabelecer um centro de comando e em seguida uma pauta nacional.

    No momento, a imprensa tenta impor a bandeira da rejeição à PEC 37. O pessoal contrário a esta PEC, 99% não leu este Projeto de Emenda da Constituição. Eles nem sabe quem são os atores sociais contrário e favoráveis. Em suma, é um momento de esclarecimento e aleta, pois existe alguns grupos de pressão oportunistas, como o ministério público, querendo mais poder sem ter sido leito. Pior ainda, não podemos dar mais poder a quem não se submete à sociedade através de algum tipo de controle social: judiciário, ministério público, policias e etc. Por que Arnaldo Jabour todo dia bate na tecla desta PEC?

    No mais é isso, alguns atores não ligados a partidos tem que se apresentar para que se forme um centro de comando para sintetizar as ideias. Cara, acho que você tem que chamar para si essa responsabilidade. Os blogueiros são as pessoas mais confiáveis para isso.

    • Amigo,

      Ao contrário do que vc falou, eu li o artigo da PEC 37, e tenho certeza que não estou nesses apenas 1% que leram o projeto.

      O MP não quer mais poder sem ser eleito, ele quer a manutenção do poder de investigar, não quer exclusividade. O investigar pode ser uma parceria contra essa corrupção. Não é só o MP que iria perder o poder de investigar, e sim vários outros órgãos.

      Duas perguntas para vc refletir:

      1- Você realmente acredita que a policia civil, vinculada a SDS, iria investigar o governador e seus aliados? E denucia-los por desvio de verba pública, dentre outros crimes?

      2- quem vai investigar os policiais corruptos ??

      Quer mais ?!!! Vai ler a PEC!!!

      • Pronto, começou o debate. Minha cara, sou contrário a PEC também, mas antes dela precisamos:

        1 – Colocar controle externo e social (de verdade) em cima do MP. Caso contrário eles dão um golpe;
        2 – Acabar com a regalias do MP e Judiciário, tal como 60 dias de férias ao ano e uma penca de privilégio e retroativos caríssimos.

        Três perguntas:

        1 – Você acha justo nós pagamos privilégios de casta a um grupo específico de burocratas?
        2 – Por que será que a Globo está com o MP?
        3 – Você acha que o MP e Judiciário têm controle externo de verdade?

        Os golpes recentes na Honduras, Paraguay foram um conluio do sistema jurisdicional junto com a imprensa. Sim respondendo as perguntas:

        1 – As polícias não são efeicientes. A estrutura muito encastelada, sobretudo a PM. Mas, respondendo. O MP, teoricamente, seria mais efetivo, desde de que prestasse contas à sociedade através de controle social.

        2 – Quem vai investigar os policiais corruptos? Olha, nós temos uma polícia corrupta e não vejo uma grande atuação do MP. Eles não têm sido eficientes neste ponto. Concorda? Mas, de qualquer forma, você tem razão. O MP precisa fazer esse controle externo na polícia sim, mas o MP deve ser controlado também. As câmeras das pessoas e as instaladas na cidade são as melhores formas de controle externo da atuação da polícia. Cadê aquele policial que colocou uma arma na cara do fotografo, debatido aqui no AC e na imprensa em geral. O MP fez o quê? Nós, sociedade, filmamos os polícias matando e os burocratas, ainda assim, inocentam. Mostra aí um gráfico com a atuação efetiva do MP no combate aos crimes da polícia. Duvido!!!

        Quer mais??? Vá olhar a sociedade de verdade, não esse simulacro teórico que consta nessa penca de Leis. Pois os órgão públicos são caros e não funcionam. Ah, uns até, como MP e Judiciário, são mais caras que os outros, pois seu integrados por nabados encastelados. Não somos uma monarquia

        Quer mais, melhor do que enxugar gelo “combatendo” (fingindo) a corrupção é analisar a sua causa e eliminá-la, ao máximo, na raiz. Isso a burocracia não quer, pois assim perderia (ou diminuiria) essa bandeira. A grosso modo (um exemplo teórico) é como se gastássemos 20 bilhões, com os nababos do MP e judiciário, para “combater” 10 bilhões de corrupção gerada por prefeitos, vereadores, deputados e etc. É melhor combater a causa do que pagar caríssimo para fingir que combate-se as consequências.

        Quer mais?? É melhor investir mais em nos professores, nas escolas, na educação de forma geral do que construir presídios. É esse lógico oposta que os órgãos estatais nababescos defendem.

        • Tu és muito dissimulado e petralha, é só procurar outros comentários teus que tu dizes ser a favor da PEC 37/2011…

          Krish

        • Sai para lá, Capitão do Mato.

        • Pois é…

          “Só me posiciono contrário a PEC 37 depois que acabarmos com as mordomias e mamatas do ministério público e judiciário, tais como os 2 meses de férias ao ano, um monte de auxílio retroativo e as demais mordomias.”

        • Oxente. Eu estou errado. Tu es a favor dos nababos?? Tu gosta de monarquia??

      • Viviane, sabemos você é do MP, mas entendo em parte o que Carlos quis dizer, Somos contra a PEC 37, mas não seria bom que também o MP lutasse pela independência do executivo e que o PGJ e o PGR não fossem escolhidos pelo Governador ou pela Presidente, o Ministério Público precisa de ter sua independência politica. Os dois tem razão.

        • Concordo, desde que o MP se submeta a controle social, pois todo pode emana do povo. Não sejamos ingênuos de conceder mais poder e independência sem que este passe pela decisão popular, bem como pelo seu controle em tempo real.

    • Esse Carlos é o tipico neo-conservador-tupiniquim. Aquele que quer SE conservar no poder.. e só!

      Basta LER a PEC37 pra ver que foi uma reação por causa do mensalão.

      • Meu caro, não sou contrário a PEC. Sou contrário à atuação seletiva e não republicana do MP. Você sabia que o maior financiador do mensalão: dos dois recentes, não houve apenas um. Nem sequer o do PT foi o primeiro. O mensalão era um modos operante. É obvio que o PT não inventou a corrupção, mas se aliou a ela. Sim, o financiador do mensalão, Daniel Dantas, contratou simplesmente, com cifras altíssimas, o escritório de advogacia do procurador que denunciou o mensalão. Agora, ele, aposentado, é ex-procurador. Por quê??

        Você precisa desligar a televisão e se informa melhor!!

        • E quem está falando de PT aqui?

          A PEC, independente de quem veio, é absurdo num país com tamanho problema de corrupção como o nosso. As policias são vinculadas diretamente ao executivo, e aí, como fica?

          Ou melhor, pergunto novamente, quem está falando do PT aqui?

        • “Esse Carlos é o tipico neo-conservador-tupiniquim.”

          Eu poderia ter dito: quem está falando em conservadorismo aqui??? E ficar nessa tecla.
          É o que você fez.

          Vamos falar da PEC 37? Beleza. Vamos!! Proponha, argumente. Todos nós somos contra esta PEC, mas essa não será a salvação do país como uns (a Globo) querem insinuar. O maior cavalo de batalha do Brasil não gira em torno da PEC 37. Acorda e desliga a TV!!

      • Discordo PG, ele tem o comportamento típico de um petralha…

        • E você é o típico nazista tupiniquim.

        • Só porque prezo pela verdade e não refresco cu de pato…

        • Preza pela verdade?? Cara, tu estas drogado??

  • Pierre, estive também manifestação em Recife. No final do percurso, encontrei uma amiga dos tempos em que fui do movimento estudantil. Perguntei a ela, olhando as pessoas que tomavam a rua: “e aí?”. Ela ficou em silêncio. Retrucou com um sorriso sem graça e um murcho “e aí pergunto eu”. Eu disse que precisava pensar um pouco, colocar as ideias no lugar, interpretar o que está acontecendo; precisava, naquele momento, respondê-la com o mesmo silêncio com o que fui respondido.

    Processo um pouco dessas ideias escrevendo esse comentário.

    O que vi nas ruas foi uma coisa intrigante, não sei se negativa, se preocupante. A manifestação foi, na maior parte, sobre o nada, justamente por ser, em tese, contra tudo.

    Uma coisa é certa, sequestraram a pauta inicial do movimento. Não vi nenhum cartaz sobre passe livre. Nada sobre transporte, nada sobre mobilidade humana, para usar a feliz expressão de Samarone.

    Esperava ver mais claramente as demandas pela universalidade e qualidade aceitável dos serviços públicos, que, para mim, eram o pano de fundo de toda a mobilização e o motivo de eu estar lá.
    Sobre os serviços públicos, algumas poucas manifestações pela saúde e educação, algumas até com pleitos específicos, algo extremamente necessário neste confuso contexto. No mesmo sentido, as manifestações do movimento gay, e de muita gente, contra Feliciano e a cura gay, e das mulheres, contra o estatuto do nascituro, ocuparam bem o espaço.

    Além disso, muitos, muitos mesmo, cartazes genéricos contra corrupção, pela paz e por um tal Novo Brasil. Junto com o Novo Brasil uma parada meio patriótica, ufanista até, com o hino nacional sendo cantado a todo momento e até um “ah, é Pernambuco” aqui e ali.

    O Novo Brasil me incomodou profundamente. Lembrei da história de que é preciso romper com o velho para se construir o novo. E de que cabe qualquer coisa nessa conversinha, até as mais bizarras, daí o meu incômodo.

    Não sei se é porque sou internacionalista desde criancinha; não sei se porque a história mostra que o patriotismo sempre foi invocado como fundamento para medidas autoritárias, de cassação de direitos, de xenofobia, de genocídios e de promoção de guerras. O fato é que esse é um rumo que me faz ficar mais alerta. Mas até aqui, nada demais também. Pode ser falta do que dizer ali no meio da rua.

    Como visto, afora as poucas exceções, o protesto era sobre o nada. Todavia, isso tudo, em si, não me preocupou tanto, apesar de incomodar, como dito.

    Assustado fiquei quando o apresentador da rádio CBN local falou na “nossa manifestação por um Novo Brasil”, convocando a população às ruas. O carinha descaradamente, com sua rádio, se apropriando da manifestação, e mais, ditando o que deve ser feito pelo povo. E logo que mídia e que apresentador, que sempre têm idéias conservadoras pra cacete. Soube que o Marcelo Rezende, sim, Marcelo Rezende, fez o mesmo. Mais alerta ainda fiquei quando soube que a rede globo suspendeu a sua programação para cobrir as manifestações.

    O maior problema é justamente esse: uma gigantesca massa sem rumo, esperando uma liderança (ouvi muito isso no percurso e já vi alguns comentários nesse próprio post), uma direção. E uma mídia louca para dirigi-los. Ouvi Merval Pereira dizendo na Globo News que os partidos não mais representam mais o povo e, portanto, não devem ser aceitos pelos manifestantes. Apesar de se esconder nos helicópteros e retirar o símbolo dos microfones, a globo ta começando a tomar de conta, a botar MPL e qualquer outro movimento no bolso.

    O fantástico já anunciou que fez uma “pesquisa inédita” para descobrir o principal motivo das manifestações e vai anunciar no domingo à noite.

    Chegamos, então, a outro problema. Ao demandar tudo sem definir com clareza nada, cria-se uma situação absurda. Como o Estado responde a isso? Ou melhor, como o Estado lida com isso? Falo de Estado em todas as suas esferas, claro. Queremos tudo e queremos agora. Ocorre que na democracia as coisas não acontecem bem assim. Os processos e procedimentos democráticos requerem certo lapso de tempo. Não a eternidade que tivemos que sempre esperar do poder público para receber tão pouco. Mas de toda forma precisa-se de tempo. Os estados totalitários não enfrentam esse problema. O grande líder decide e a coisa acontece. É isso que desejamos? Deixando o tempo de lado, o que é esse tudo que se quer? Quais medidas, programas, iniciativas públicas que trarão algum contetamento a essa galera que não sabe bem o deseja. Como acabar com a corrupção, que assola historicamente o país em toda a sua extensão, com uma canetada?

    Sinceramente, estou bastante ansioso para saber o resultado da reunião de Dilma com os ministros. Administrar a presente situação é um jogo de xadrez que não eu nem sei por onde começar.

    De tudo isso que escrevi, quero dizer que concordo demais com a sua conclusão, Pierre, de que um caldo sinistro está se formando.

    Registro, em contrapartida, que em todos os posts em que você insistiu na idéia de um movimento contra tudo que está aí, fiz o alerta nos comentários, juntamente com outras pessoas, de que o movimento tinha uma pauta clara, que era passe livre, direito à cidade e um sistema de transporte de qualidade. A pauta foi esquecida. A mídia fixou a idéia de que não eram só vinte centavos, que o gigante acordou e todo mundo deveria seguir o #vemprarua pra ver qual é. Deu no que deu. Hoje, uma grande incógnita. Podemos chegar a conquistas importantes? Talvez. Pode se articular um puta golpe à democracia? Quem sabe…

    • O seu comentário dispensa adendos. Essa necessidade de uma liderança pode (deve) culminar no fortalecimento do ente mais poderoso desse país, a mídia.

      Acredito que Dilma vai fazer um “ACORDÃO” pra poder sair dessa. A luz amarela tá acesa, e agora não existe prejuízo maior a situação ou oposição, todo político sai perdendo nessa. O que mais preocupa é o oportunismo envolvido nesse processo.

      Com tudo isso, ainda acho positiva a mobilização. Mesmo que devagar, significa amadurecimento político, e provoca o exercício da cidadania das pessoas.

      Temos que, mais do que nunca, utilizar a internet como meio de comunicação de massa, para formar opinião.

  • Me aponta um partido que preste que eu vou aí apertar a sua mão. Só quero um. Como é que a população está revoltada, levanta a bunda do sofá para andar quilômetros para reivindicar seus direitos e você me vem falar de partido??? Paciência!!

    • Os caras são totalmente despolitizados mesmo…

      Estamos falando de representatividade democrática amigo… Pessoas morreram por isso no Brasil…

      No estado de direito brasileiro, para reivindicar alguma coisa e participar das mudanças no país as pessoas se organizaram em partidos políticos… Como é usado em todos os países do mundo…

      Se nenhum partido lhe representa crie um…

      Reivindicar seus direitos… Tudo bem… E vão ocupar as ruas eternamente? Quais as pessoas que irão representar essas reivindicações perante o governo, deputados…?

      Estão querendo melhorar o sistema ou derrubá-lo? Estão querendo soluções pelo sistema ou a solução é acabar com o sistema?

      Estão querendo a anarquia? Ditadura?

      É disso que estamos falando aqui…

      • Meu apoio aos protestos se esvaiu. Muita violência reiterada nas manifestações, conversas com amigos da extrema esquerda, do meio e da direita e a omissão de todos os nossos políticos me causam espanto.

        O cheiro não é de pneu queimado, é de democracia apodrecendo e o zumbi da ditadura aparecendo, por mais que eu acredite no poder da internet eu fico de orelha em pé!

        Sim, o PT soube dominar bem a oposição. Não, o PT não é esquerda, nem direita, é sedento pelo poder, assim como o PSB, PSDB, PMDB e companhia -no anúncio da redução de tarifas em SP Haddad e Alkmin trocavam risinhos, me parece que o PT soube lotear bem o poder no Brasil, sumindo com a oposição. Ainda temos outras formas de poder, como a imprensa.

        Nossa classe política não nos representa mais e a omissão deles me bota medo.
        A omissão em comandar a força policial para fazer cessar as arruaças faz parecer que estamos em um estado de desordem. Todos queremos ordem e não vai tardar a termos um ato messiânico travestido de salvação que poderá encobrir uma ditadura.

        Quando as opiniões de Paulo Henrique Amorim e Reinaldo Azevedo convergem para um ponto é bom ligar o sinal de extrema alerta. Será mesmo que corremos perigo?

        Acho cedo para dizer, mas ver esse ato em minha cidade me causa preocupação e eu não consigo apoiar mais as manifestações pelo país. Nossa mensagem já foi dada aos nossos governantes, eles já recuaram na tarifa, mostramos para eles que nós não estamos deitados em berço esplendido.

        É hora de PARAR e aguardar a “arrumação” da casa, se não arrumarem vamos a rua novamente.

      • Análise perfeita Jáder. Essa conversa que nenhum partido ou político me representa é típico do brasileiro, que gosta de colocar sempre a culpa nos outros.

        Lembro que todos esses políticos que estão ai, foram eleitos democraticamente por nós. Onde é que estava todo esse pessoal nas eleições do ano passado??

        Porque ninguém foi as ruas, ou redes sociais, para defender ou fazer campanha para os candidatos sérios. Não vamos generalizar, EXISTEM CANDIDATOS SÉRIOS SIM!

        E não basta participar somente na época da eleição!! Tem que votar, acompanhar, cobrar, etc.

        Sugiro que as pessoas sérias e conscientes que NÃO PARTICIPEM MAIS DAS MANIFESTAÇÕES, até que se tenha uma pauta, que possa ser cobrada e negociada.

        E não me venham com essa conversa que a pauta é definida por um vídeo no Youtube feito por um cara mascarado!!

        A democracia é algo que foi conseguido com muito esforço, e ficar passeando pelas ruas sem objetivo é brincar com o perigo!

    • Concordo em genero, numero e grau!

      Desde quando a democracia se resumiu a PARTIDOS POLITICOS? A revolta que vi de muitas pessoas não é apenas com os partidos, mas tb com a UNE e centrais sindicais.

      Se NENHUM partido politico me representa o que eu posso fazer? Essa é que deveria ser a sua pergunta.

    • Se é ruim com os partidos, imagine sem eles. Vide o período 64-84.

  • Concordo plenamente com o texto!
    A questão não é apenas ter alguém para nos ouvir. O problema é q o orçamento de 2013 já foi fechado e dentro deste orçamento o governo não incluiu as melhorias pelas quais a população clama. Muito provavelmente a atitude do governo será tomar medidas com resultados a longo prazo e a população não quer mais esperar. Nós já esperamos demais. Você se colocou muito bem quando falou da nossa crise de representação: Não me sinto representado de forma alguma!
    Acredito que há uma névoa se dissipando pelo país e com ela, infelizmente, vem se instaurando uma possível guerra civil!
    Guerra nunca é bom, mas me pergunto se é o preço que teremos que pagar para tornar o Brasil , efetivamente, uma democracia. É um preço muito alto e nós vamos cobrar com juros equivalentes às tarifas que o governo nos impõe.

    • Guerra Civil porque? Os que sempre tiveram o olhar do governo irão começá-la? Eles sabem que são minoria correto? Não conseguem ver a miséria se extinguir? ProUni? ENEM? Vão pros EUA… Vão pagar universidade cara lá…

    • Não to dizendo? O cara quer pra agora uma coisa que nem ele sabe o que é. E como o governo não pode atender a todas as confusas demandas, até porque há limitações constitucionais, como as orçamentárias, ele defende a guerra civil. Trata-se do mais descarado golpismo. Não demorou nem um pouco pra aparecer. O caldo tá engrossando. Golpista.

      • De certa forma seria até bom se o governo tomasse medidas com resultados de longo prazo e os governos seguintes executassem os projetos a contento, com a efetiva e permanente fiscalização da sociedade.

        Porque o que mais se vê são remendos temporários (UPAs; ENEM que nivela por baixo e tem fraude todo ano; Operações Tapa-Buraco que não resistem a um chuvisco; incentivo ao crédito e isenções fiscais para certas indústrias com o objetivo de fomentar uma bolha insustentável; entre outros) que mascaram os problemas do país sem os resolver, com fins puramente eleitoreiros.

  • Para aqueles que podem dar um rumo a esta “revolução” fica o compromisso de guiar este povo que precisa de lideranças confiáveis. Que entenda o alto custo dos políticos no Brasil e o baixo investimento na melhoria dos serviços a população. Os vereadores de Recife se dão aumento de 60% e ninguém faz nada. São tantos pontos que complica, Francisco Ciência já cantava “é desorganizando que eu vou me organizar é me organizando que eu vou desorganizar” fica fácil para os políticos continuarem com suas mordomias enquanto o povo não se organizar… A função deles hoje (políticos) é desorganizar.

  • Perfeito, concordo com muito o que foi dito, mas esta explosão se deu ao fato de todos de nossa geração, ficarmos na linha do conforto, em quantos os atores políticos do passado que tiveram a luta contra a ditadura, ao se mostrarem dominantes e embebecidos pelo poder fizeram o pior em toda historia. É inaceitável que os jovens libertadores do passado sejam hoje o câncer de uma nação, politica deixou de se ensinar nas escolas e a clareza das ações das nossas crianças a este aspecto, passa pelo total desinteresse de nos como um pais dominado não consegue em resolver questões básicas de cobrar do politico a simples repostas nas ações de nossa vidas, cadê a saúde e a educação em um pais a o que se pensa de um homem publico e que é um ladrão, onde tudo que se faz e para angariara mais impostos para poder se roubar mais, temos que deixar esta explosão acontecer e cada um formador de opinião, educador e politizado trazer a clareza aos nossos jovens para que não ultrapassem o limiar desta magnifica ação de cidadania; tenho 47 anos o pais não é mais meu, é do meu filho do filho do meu amigo do filho de quem não conheço, nos não fizemos nosso dever de casa, podemo hoje ajudar nossas crianças a fazerem os deles!

  • Deixem de inocência. O governo pode até parecer atordoado, mas se a PTzada sentir cheiro de perda do poder vão começar a propagar o terror, especialmente para os pobres que o PT fez questão de cultivar esses anos todos com suas bolsas. Vão dizer que são movimentos das “elites reacionárias” que querem acabar com “os benefícios sociais” que o PT trouxe para o povo. Já vi militantes dizendo que eram protestos de oportunistas reacionários. Vão logo dizer que esses movimentos pretendem acabar com o bolsa família e etc. Conseguem assim um bom motivo para darem o golpe!!!
    A opção B é a diluição dos protestos e tudo fica como está. Inclusive , quem está protestando hoje votará nos mesmos marginais que estão aí. Ou seja, ou não muda nada ou mudará para pior. O PT nunca teve projeto para o Brasil, lotearam tudo e certamente não quer perder a boquinha nem tão cedo!

    • Minha nossa. É isso mesmo. “Motivo para o golpe” é o mesmo que decretar Estado de Sítio e avocar as competências das polícias para o Exército. Pensando direitinho… Faz pouco tempo do boato do fim do bolsa família, né? Lembram do que aconteceu? O que a classe baixa fez?

  • Muito lúcido o texto. Preocupa a todos nós essa total ausência de liderança e pautas específicas no movimento. Estranho também é a falta de ação poítica dos governantes, se limitando apenas a baixar o valor das passagens, quando está mais que dito, que “não é pelos R$ 0,20, e o resto quais as propostas, para a faxina ética que tanto precisamos. Um dos comentários, sugere que devíamos aposentar compulsóriamente todos os maus ju´zes.Grande exemplo: pagar um altissimo salário para o cara ter mais tempo de fazer coisa errada em outra atividade.Isso é punição? Outras categorias, vão querer o privilégio….Espero que no futuro, podemos dizer que, a partir dessa “revolução”, nada foi como antes.

  • O Brasil só vai mudar, quando nossos Politicos receberem apenas seus salarios de acordo com as promessas de campanhas implementadas de forma satisfatoria.
    Se atendem o padrão FIFA, porque não atender ao povo Brasileiro?

    Simples assim!

    A.Trindade

  • Mas no Brazil nunca houve revolução, no máximo um golpezinho vagabundo qualquer….

    … E não vai ser esse manifesto uma revolução de verdade!

  • Pierre. Estou dizendo isso há uma semana!

  • Pow… Tudo bem. Pode ser q estamos brincando de revoluçao. Mas pra mim esse discuso. Esta mais pra discuso de irmao mais velho. Pra desmerecer seu irmaozinho q esta começando e ate certo ponto causando ciumes. Pow hoje é um momento totalmente diferente. 64 nao tinha os meios de comunicaçao q temos hj. Temos q entender q hj se uma pessoa da uma ideia. Essa ideia pode ser seguida por meio milhao de pessoas em um dia. Voce ve pelo numero de modas e dançinha e musicas bobas q surgem todos os dias. Essse movimente explodiu.. Pq alguem que viu sobre MPL e estava descontente como eu e muitos outro.. Resolveu ir pra rua tb reclamar. Que é uma coisa q tudo mundo sempre quiz fazer. Quem nunca disse.. Se todo mundo deixar de comprar carro por um mes.. Eu quero ver eles nao baixarem os precos. Quem nunca disse…. Se agnte fosse pra rua reclamar eles mudavam. Pois é isso q ocorreu.. Pra kim é melhor nao ter um lider.. Pois nao negociara.. Nao tera ris o de ser comprado como todos no finap sempre sao. Ou esqueceu q dilma era militante na ditadura. E hj esta sendo conivente com tudo isso. Bolsa copa???? Pelo amor de deus!!! Perderam vergonha. Comcordo precisamos de foco… Agoras axo q temos q direcionar o foco a reforma politica. Pra isso… É so sair compartilhando essa ideia… Artigos sobre iso. Ontem em joao pessoa.. Tinha muito cartaz sobre a pec 37. Na minha opiniao a maior prova de falata de respeito a populaçao brasileira. Temos sim q deixar eles sem saber oq fazer e nem pra onde ir. Quem comprar… Quem suborna. Pq so com medo e desorientaçao vamos conseguir. Pq ja mostramos q com um telefonele, q é oq eu estou usando agora, podemos levar milhoes de pessoas as ruas!!!!!!!

  • Graças a Deus que a classe média que foi para as ruas, por que se tivesse sido a classe mais baixa Dilma anunciaria um aumento do bolsa-família e os ruminantes se conformariam com qualquer esmola.

    Com a classe média a coisa é diferente.

    Como se trata de pessoas com um nível de escolaridade mais alto, pessoas mais esclarecidas, mais bem informadas, mais críticas, mais sensatas, o governo sabe muito bem que não pode tentar fazer esse pessoal de otário como estão acostumados a fazer com os mais pobres.

    O governo sabe que não está lidando com uma cambada de acéfalos alienados que se contentam com qualquer esmola.

    Uma coisa é certa: esse dia já entrou pra história como a maior manifestação de todos os tempos ocorrida em solo brasileiro. O mundo está começando a ver e a entender a real situação do Brasil. Talvez agora o mundo veja além das maquiagens e do marketing bilionário do PT.

    Além do mais, o país estava precisando mesmo de uma sacudida pesada como essa pra abalar as estruturas, a bagunça tá demais, o descaso, os desmandos, ninguém aguenta mais isso, PORRA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Numa guerra civil é o primeiro a se borrar nas calças.

  • Cara, o que acho melhor desse movimento é ele ta sem rumo nem direção, pq o que vc julga com rumo e direção é esse organograma politico inoperante que fez esse tumulto todo por não ter liderança. Mas, ele só vai se mostrar consistente se nenhum dos manifestantes votarem e fazer tumulto para suas familias tbm não voltarem. E quem ta com medo da revolução????

  • O povo quer educação de qualidade, saúde padrão-fifa. Muito justo…
    Mas por que não protestam também contra os empresários sonegadores de impostos?
    Será que todos os que estavam no protesto exigem a nota fiscal ao comprar uma mercadoria ou ao contratar um serviço?
    O exercício da cidadania tem de ser feito diariamente.

  • Show de bola a iniciativa. Espero que dê em algo.
    Mas vai continuar tudo como dantes: Políticos, empreiteiras, amigos do rei e da rainha. Todos mamando nas tetas da mãe gentil.
    Queria muito queimar minha língua. Mas já vivi demais nesta terra, por isso sou ranzinza.

    Ah! E aposto meu nelore premiado que os pessoal mobilizado vão tudo votar nos mesmos políticos de sempre.

  • Concordo. Estou falando isso desde que as manifestações se espalharam. É esperar pra ver no que via dar.

  • O problema da falta de liderança, de um objetivo claro faz com que outras pessoas ou meios de comunicação se apropriem do movimento. A Globo mudou completamente seu discurso e ontem, de forma inédita, abriu mão da sua grade de programação para uma narração medonha das manifestações na vozes de Bonner e Poeta. Pior era ouvir a todo momento “movimento lindo”, “povo nas ruas faz a festa”, “festa da democracia” etc…

  • “Ver o PT vaiado, com bandeira queimada, é algo de assustar. Não foram fascistas, como alguns querem mostrar, mas de um teor anárquico explosivo, principalmente porque tem o apoio da maioria. Ainda mais com manifestações praticamente diárias e cada vez mais ousadas.”

    Como é que é, Pierre? Ver o PT vaiado, com bandeira queimada, é algo de assustar? ASSUSTAR?

    Meu amigo, algo de assustar é a zona que ficou esse país na mão desses incompetentes e corruPTos.

    Algo de assustar é o LIXO da educação e da saúde que temos, é a bandidagem e o tráfico mandando nas escolas e nas ruas, trabalhador sendo queimado vivo, o cidadão ter que trabalhar 5 meses por ano pra sustentar os MALANDROS SAFADOS desses políticos e suas corjas, o Estado inchado e improdutivo e uma cambada de barnabés e marajás que nunca ouviram falar de trabalho e se acostumaram a viver parasitando no serviço público às custas da sociedade.

    De assustar é ver menor de idade comandando tráfico, é ver a dívida pública e os gastos públicos (sobretudo com folha de pagamento) aumentando descontroladamente, é ver o transporte público um LIXO.

    De assustar é ver um país com uma infra-estrutura lixo como o Brasil. De assustar é ver uma empresa como a Petrobrás FALIDA por que SAQUEARAM o dinheiro da empresa pra cobrir os rombos do governo em diversas áreas produto da gigantesca CORRUPÇÃO que assola esse país e o povo ainda é OBRIGADO a pagar essa conta nojenta.

    De assustar é ver o povão mais pobre e ignorante cada vez mais dependente do bolsa-família. De assustar é ver o setor produtivo do país cada vez mais decadente por que a juventude acomodada só pensa em mamar nas tetas do Estado e ganhar fortunas dos cofres públicos sem trabalhar. De assustar é ver um picareta como Eike Batista se juntando com o governo pra PILHAR os cofres públicos e ainda bancando o empreendedor de sucesso nas costas do BNDES e da Petrobrás.

    De assutar é ver a impunidade e as leis frouxas desse país que só fazem estimular a bandidagem cada vez mais.

    De assustar é ver o crack dominando as cidades brasileiras nas cracolândias.

    De assustar é ver figuras como Renan Calheiros, Collor, Maluf e Sarney no poder.

    De assustar é ver o governo investir BILHÕES em propaganda enganosa pra iludir o povão.

    De assustar é pagar TRILHÕES de imposto aos cofres públicos e ter um serviço público cada dia mais ineficiente, perdulário, incompetente, corrupto, moroso, leniente e burocrático.

    De assustar é ver a situação VERGONHOSA dos presídios brasileiros condenados até pela OEA (Organização dos Estados Americanos).

    De assustar é ver a seca no nordeste e a falência da transposição do Rio São Francisco que Lula, o pai dos nordestinos pobres, assegurou que faria e não saiu sequer do papel, o gado morrendo, a plantação morrendo e o povo morrendo e sofrendo grandes privações. Onde está agora o pai dos nordestinos pobres? Seguramente em sua fazenda milionária comendo do bom e do melhor e bebendo whisky importado bem longe da mundiça que votou e acreditou nele.

    De assustar é ver a ROUBALHEIRA da copa do mundo e as empreiteiras fraudando licitação, comprando campanha de prefeito e privatizando os espaços públicos.

    De assustar é ver a palhaçada que foi o julgamento do mensalão e a perda de credibilidade da justiça e do poder público.

    De assutar é ver a desigualdade no país, os bancos faturando bilhões e o povão morrendo baleado nas favelas e morros onde o esgoto corre a céu aberto na frente do barraco.

    De assustar é ver um país literalmente afundando na lama da imoralidade e da falta de ética e não poder fazer nada.

    Só uma revolução de verdade pra colocar ordem nesse cabaré. É por isso que esse governo do PT não quer o povo armado, por que tem medo de o povo não suportar mais a situação e pegar em armas pra tirar esses safados à força do poder.

    • Roberto, parabéns pelo texto coerente, bem articulado e cheio de RAZÃO!!!!
      Concordo com absolutamente TUDO!!!!
      E tenho certeza que grande parte dos que estão nas ruas pensam da mesma forma!!
      é claro que num movimento grandioso como esse, com manifestações em quase todas as capitais do país e em grande parte das cidades do interior, nenhuma opinião é unânime!!!
      Somos um país plural de todas as formas….mas uma coisa todo mundo mostrou q quer: mais honestidade e clareza com os gastos públicos, com o nosso dinheiro!!!
      e outra reivindicação da maioria: queremos ver os mensaleiros petistas condenados cumprirem suas penas nas cadeias!!!! e não no Congresso!!!!

      Porque de assustar é ler gente “desconfiada”….insinuando que isso td é uma grande “baderna’, só pq é apartidária…e que por isso pode nao dar em nada….
      desde qdo nesse país os partidos resolveram alguma coisa???? desde qdo colocaram alguma ordem??

      O que estamos vendo é uma NOVA forma de fazer mudança…condizente com o novo mundo em que vivemos…cujos protagonistas são jovens que já nasceram numa democracia e que, portanto, foram educados a pensar…pensar livremente….serem autores das próprias idéias….sem ter que escolher entre uma “direita” ou uma “esquerda”…cada um hoje pode seguir o caminho que quiser!
      e estão buscando esse caminho….de forma pacífica, ordeira, mas sem se submeter a nenhuma liderança ou regramento!
      é sem dúvida uma forma autêntica e sem anseios políticos…que só tem um objetivo: moralizar o país!
      E disso eu não tenho medo!

  • E VERDADE. VCs ESTÃO SATISFEITOS A DAR MAIS DE 70% DOS SEUS SALÁRIOS PARA PAGAMENTO DE IMPOSTOS EXORBITANTES. PARA FINANCIAR MENSALEIROS QUE HOJE ALEM DE ESTAREM CONDENADOS CONSEGUEM LEGISLAR CONTRA QUEM O CONDENOU (PEC 37). APOSTO QUE TODOS SÃO ADEPTOS DAS MÍDIAS QUE DETURPAM E DISTORCEM O REAL MOTIVO DISTO TUDO, ONDE GASTAM O TEMPO DOS SEUS PROGRAMAS DANDO ENFASE AOS 100 BADERNEIROS, AO INVÉS DE FOCAR NOS 100.000 QUE AGIRAM PACIFICAMENTE. CONTINUEM ASSIM, ACHO QUE O IDEAL É FAZER ISTO MESMO FICAR SENTADO ENQUANTO DESENCADEAI UM NOVO MOVIMENTO SOCIAL NO BRASIL. PELO MENOS ESTAMOS TENTANDO MUDAR ALGUMA COISA E SE CONSEGUIRMOS VCS TAMBÉM SERÃO ALCANÇADOS PELOS BENEFÍCIOS. ENTÃO PRA QUER LUTAR NÉ?

  • Por mim, a copa do mundo deveria ser cancelada no Brasil.

    Os gastos com essa merda representam uma das maiores imoralidades dos últimos tempos nesse país, e olhe que no quesito imoralidade é até difícil escolher a maior, são tantas.

    Essa copa é simplesmente uma indecência, um tapa na cara do brasileiro, que já vive apanhando de todos os lados.

    Fora copa, FIFA, Globo e todos os lixos associados. Vão roubar noutro lugar. Vocês já fizeram muito estrago por aqui.

    • Amigo, o dinheiro gasto com a Copa 2014 já foi, já tá gasto, não volta mais. O cancelamento da Copa a essa altura não ajuda em nada. Talvez apenas de forma simbólica, mas na prática, não adianta de nada ter a Copa cancelada.

    • Que nada pô.. é a mídia golpista.

      E a bolsa-copa para os parlamentares e servidores do executivo? Esse PIG..

  • “Puta que pariu, deveria ter esperado o resultado do protesto pra decidir se baixaria ou nao a passagem, prejuizo do caraaaaaaaalho”

  • Porque o Sr. com toda sua experiência vivida não faz algo?? Se junte com os grandes Professores experientes e façam algo, vá lá no Governo reivindicar as pautas que todos nós sabemos de cor e salteado, coloca no papel!!! Porque vocês Professores do órgão FEDERAL que estão sempre organizados fazendo GREVES pela sua categoria não estão a frente??? Que fizeram a maior GREVE da história do BRASIL!!! Acho que essa era a hora de fazer uma GREVE!! Tivemos uma das maiores greves dos últimos tempos e o que vocês ganharam com ISSO??? NADA!! VOCÊS NADARAM E MORRERAM NA PRAIA!! Essa seria a hora de AGIR não de falar sobre experiência!!! VAMOS

  • Muito teorização para algo muito simples.
    A população urbana (85%) e rural (15%) esta com o saco cheio da situação atual imposta pelos dirigentes.
    Publico, privado e os que jogam dos dois lados. Roubam como nunca roubaram, mentem como nunca mentiram, prometem como nunca prometeram.
    As reivindicações estão claras, cristalinas. Só não vê quem não que. Cabe aos dirigentes atende-las.
    Não precisa de líder para liderar (e depois ser corrompido).
    A bola esta do outro lado. E não adianta querer agora responsabilizar os manifestantes, dizendo que não há com quem negociar.
    Negociar o que? Se as reivindicações estão postas na mesa. Esperamos as propostas/soluções para saber depois o que fazer.
    Sem propostas do lado de lá, é preciso o povo nas ruas.

  • Não acabar bem pra quem?

  • Em pauta….documento postado no YouTube, chamado de “As cinco causas” e já visto por mais de 1 milhão de pessoas em menos de 24 horas, pede:
    (1) não à PEC 37;
    (2) saída imediata de Renan Calheiros da presidência do Senado Federal;
    (3) imediata investigação e punição de irregularidades nas obras da Copa do Mundo de 2014, pela Policia Federal e Ministério Público Federal;
    (4) aprovação de lei no Congresso que transforme a corrupção em crime hediondo;
    (5) fim do foro privilegiado para autoridades, pois ele vai de encontro ao artigo 5o da Constituição

  • Tomara que as forças armadas tomem o poder e libertem o Brasil dessa corja de ladrões, já ouvi falar que alguns oficiais já estão se articulando com o povo.

    Gente, parece que Dilma está planejando sair do Brasil por um tempo com a desculpa de alguma viagem internacional.

    Porque ela não se pronuncia?

    Porque é burra, não sabe o que fazer diante da democracia, já que a ideologia dela é puramente socialista ou seja, ela não sabe ouvir a maioria do povo brasileiro.

    Cuidado amigos manifestantes, existem petistas infiltrados provocando badernas e arruaças tentando desmoralizar o nosso movimento, aqueles que estiverem escondendo o rosto e provocando arruaças e ataques ao patrimônio público, são petistas e devem ser neutralizados a todo o custo e com todos os meios disponíveis.

    Vamos pra rua, queremos hospitais padrão FIFA, escolas padrão FIFA e políticos padrão SUÉCIA.

    ELEIÇÕES GERAIS JÁ !!!!!!!

    • Começou o golpe

    • Apoiado, amigo! FORA DILMA, FORA CANALHA PETRALHA! Eleições Gerais Já!

  • Na história da humanidade, desde da Roma antiga, não existe revolução sem violência, luta armada, perdas para alguns, se quizerem mudar o sistema por um todo temos que passar por isso, a maior reflexão é que o que apavora os governantes são os atos de violência, como a invasão do palácio em Brasília ontem, passeatas de “playboys e mauricinhos” de I fone, postando fotos em instagram e facebook, fazendo ola, como a de ontem em Recife, não dão em nada, só ajuda o populismo dos governantes (onde se viu policia com braçadeira de paz, o povo tirando foto do marco zero com policiais), vão terminar como matéria de guia eleitorad do governador, como Ëstado de Paz”, Policia do bem, governador competente para conduzir conflitos, etc, PARA MUDAR O SISTEMA SOMENTE UMA REVOLUÇÃO VIOLENTA!!!

  • E Ronaldo Gorducho ainda a boca pra dizer que “arenas” são mais importantes que hospitais … tsc tsc tsc

    Vídeo resposta pra ele, de um pai revoltado: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=uuUCxiC5SE8

    • Esse Ronaldo é outro marginal, se não fosse jogador provavelmente estaria em algum presídio. Maloqueiro bandidão do caralho.

      Ronaldo, Galvão Bueno, Globo, PT, Dilma, FIFA…

      VAI TUDO PRA PUTA QUE O PARIU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Cadê Dilma?

    A safada se escondeu feito rato, típico desses pilantras, quando o bicho pega se escondem.

    Aparece, Dilma, deixa de safadeza e toma vergonha nessa cara de pilantra cheia de botox pago pelo povo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    O povo não aguenta mais tanta putaria e esculhambação desse teu governo imundo e escroto!!!!!!!!!!!!

    • Ela se reuniu com lula, pra saber o que fazer com a boiada estourada.

  • Dilma é a maior bandida da parada (depois do marginal-mor Lula, é claro), só pelo histórico da criatura se vê que a bandidagem tá na índole.

  • A resposta do governo vai ser uma serie de medidas pra ver se agrada, se não agradar vai continuar.

  • Tem que fazer revolução mesmo, os países que evoluíram o fizeram por meio de revoluções múltiplas, muitas vezes sangrentas e extremamente violentas.

    O Egito conseguiu reunir 2 milhões de pessoas numa praça e depor um ditador que estava no poder há 40 anos.

    Nós aqui no Brasil estamos lidando com políticos altamente nocivos, depravados e perigosos, só uma revolução pra colocar um fim nessa zona que está esse país depois do PT, o verdadeiro câncer desse país, e câncer só se extirpa com medidas drásticas, efetivas e firmes.

    Ninguém suporta mais essa situação. O Brasil tem que dar um exemplo para o mundo, tem que inspirar outros países que sofrem como nós a fazerem o mesmo.

    Revolução já!!!!!!!!!!!

  • Eu acredito que a única coisa que falta ao movimento é um grupo indicado a negociar com os governantes, pois os motivos do protesto, mesmo no meio da anarquia, ao meu ver já estão bem claros. 1 – sem PEC-33 e PEC-37, 2 – Renúncia de Renan Calheiros, 3 – Investigação das irregularidades das obras da copa e punição dos envolvidos, 4 – criação de uma lei que torne crime hediondo a corrupção no congresso, 5 – Fim do foro privilegiado (apesar de que esse último eu particularmente não acho que seja de todo ruim). Esses motivos nos foram apresentados por um grupo anônimo que age via web e provavelmente está nas ruas também. Além disso, existem pequenos grupos reivindicando outras coisas (como um grupo de enfermagem pedindo a aprovação das 30 horas e indo contra o ato médico (válido), ou um outro grupo de pessoas pedindo a legalização da maconha (u.u’)). Querendo ou não, temos um começo e nos falta apenas um seleto grupo disposto a negociar com o governo.

  • A direção tem que sair da blogesfera. Uma coisa é certa, precisamos mudar a forma como o Estado administra nosso dinheiro. O problema não é falta de dinheiro, o problema é gestão. O problema não é o PT, o problema são os políticos profissionais. A solução não está nos nababos vitalícios do judiciário e mp, tampouco nas sugestões da rede globo ou nos milicos.

    Talvez, um partido novo com estatuto definido em termos das demandas convergentes da sociedade. Assim, em 2014, elegendo um congresso de pessoas desse partido, com mínimo de políticos profissionais, poderemos reformar o país. O país precisa de uma grande reforma política.

    Precisamos ampliar a democracia participativa, através de um partido subordinado às demandas da sociedade, não o contrário. Precisamos de renovação completa no Congresso Nacional.

    • Defendendo o PT não é…

      • Defendo a presidente eleita e sou contrário ao golpe jurídico-midiático. Você é um aprendiz, muito ruim, de Nazista.

        • Eu não estou apoiando a retirada dela, isso fica pra 2014 nas urnas… porém não defendo a incompetência da mesma… isso fica pros petralhas…

  • Até no país mais democrático os EUA, a revolução civil foi violenta, com luta armada, porque aqui no Brasil será com passeatas do povo ( povo não, mauricinhos de I fone) se abraçando com policias, acorda Brasil!!!

  • O MSL e outros movimentos sociais ficam ai brincando de feiticeiros e se esquecem que essas forças são incontroláveis.

    Agora estão com medo do “golem” que eles criaram e que se voltou contra eles mesmos.

    Bem feito!

    #foradilma

  • Ver gente à favor de uma “revolução armada”, dá pra entender do porque de estarmos brincando de revolução. As pessoas pensam que isso é brincadeira, que tiro não mata, nem fere, nem nada. Numa guerra civil são os primeiros a deixar o país.

    O movimento perdeu-se. Isso venho dizendo desde a semana passada e perdeu sua legitimidade, bem como meu apoio. Não há foco, nem pauta. Querem chegar em qualquer lugar, inclusive a lugar nenhum. Mas pode-se também chegar num lugar indesejado. Aí a porca torce o rabo.

    Tudo que está acontecendo é uma boa brecha para um golpe, uma guerra civil. Aí todos vão lamentar o monstro criado. Se é ruim com os partidos, imaginem sem eles? O que dá medo é que isso aconteça e suba alguém bem pior do que o PT, PSDB, PSB, DEM, etc. Então todos vão chorar.

    Otimista, espero que com o fim da Copa das Confederações, o climão pré-64 se acalme e que esse gigante que está aí acordado, volte a dormir em berço esplêndido.

  • Pierre muito lúcido.
    Concordo com a grande maioria do que escreveu. Menos testosterona melhora o raciocínio, sometimes.
    Mas faltou cravar o prego no maior (n único) culpado pela situação atual e pela falta de açòes, não se aceita discursos, para enfrentar a minoria desordeira: o governo federal. Com a palavra a Sra. Dilma Vana Rousseff.
    Se não usar a caneta pode a perder.

  • É capaz de os petralhas, sobretudo os marginais condenados pelo mensalão, começarem a deixar o país em breve.

    Tão vendo que a coisa tá ficando feia e agora não adianta malandragens demagógicas tipo aumento de bolsa-família pra acalmar a boiada, o público que participa desses protestos é outro, não são as amebas manipuláveis e massa de manobra que recebem as esmolas.

    Finalmente o PT está diante da classe média que sabe ler e escrever, que sabe criticar e opinar, que entende de economia e política, que sabe interpretar, que tem acesso aos meios de comunicação.

    O PT se acostumou a lidar com massas manipuláveis a vida toda e sempre conseguia conter a multidão com esmolas e agrados. Agora, a coisa é diferente.

    É por isso que sempre diziam que o maior pesadelo do PT seria educar a população. Gente educada é uma dor de cabeça para governos populistas e corruptos. Tudo que o PT quer é sucatear a educação pra poder ver a boiada sempre alienada e desinformada. Quanto mais massa de manobra beneficiária de bolsas, melhor, mais fácil para se roubar e enganar.

    • A raiva e ódio ao PT faz com que muita gente não consiga fazer a leitura correta da situação. Muita gente pensa que política é feito futebol, que quando o cara “nasce” torcedor de um time, não poderá nunca mais mudar par o outro.

      Por isso que essa conversa de querer derrubar o PT a todo custo, é uma grande burrada. Lembro que DILMA FOI ELEITA DEMOCRATICAMENTE e principalmente por que o candidato da OPOSIÇÃO ERA PIOR.

      Era tão pior, que conseguiu dois anos depois perder uma eleição no seu reduto, para outro candidato desconhecido.

      A minhas sugestão é para guardar as suas mágoas contra o PT para o ano que vem. Se conseguirem derrotá-los na eleição será muito mais bonito e melhor para vocês e para o país.

      Mas se não conseguirem esperar até lá, sugiro que tirem as máscaras e joguem limpo. Porque não convocam na próxima semana uma manifestação da “classe média que sabe ler/escrever/criticar/opinar” EXCLUSIVAMENTE CONTRA O PT E GOVERNO DILMA?

      Assim você terá o seu foco e estará lutando pelo seu objetivo!

      —————————————————————————————————————————————–

      PS: mas cuidado para não se basear em argumentos mentirosos como esse de sucateamento da educação.

      No Brasil educação básica é responsabilidade dos Governadores e Prefeitos. Se um Governo optou em gastar 500 milhões em estádio ao invés de escolas, ele é que deve ser cobrado e não o governo federal.

      E não esqueça que todo mundo sabe qual foi o partido que sucateou a educação federal no Brasil (Universidades e Institutos Federais).

  • Pierre,
    isso é fruto da inconsequência do PT.
    Não querem enxergar seus erros, vivem num mundo perfeito. Para eles, o Brasil virou Europa, tanto que Dilma oferece ajuda a Portugal, perdoa dívidas da África etc.
    A realidade, no entanto, é bem diversa.
    Embora exista emprego, o custo de vida explodiu. O endividamento da classe média chegou no topo. Os salários não dão pro mês inteiro.
    Vivemos uma bolha imobiliária. Enquanto isso foi bom pro governo, ele capitalizou: passou a imagem de que todo mundo era rico. Em várias rodas só se ouvia dizer “ah, o meu imóvel já está valendo x…”
    Agora o país acordou!
    O MPL acendeu o fósforo num barril de pólvora. Barril de pólvora, aliás, que quem montou foi o PT. Fala-se o tempo todo em regulamentar a mídia, agora querem ajuda da mídia?
    Os atuais protestos são o escracho popular contra o governo do PT. O PT incentivou seus militantes irem para a frente das casas dos ex-torturadores e picharem suas calçadas e muros. Alertei a alguns petistas que isso podia dar merda a qualquer momento: ou a multidão linchava o torturador ou ele metia bala na multidão. Sabe o que eu ouvi? “a juventude está certíssima”.
    Então, agora quero que digam que a juventude está certíssima. É o escracho popular contra o PT.
    Quando a Yoani Sanchez veio ao Brasil, o ator Zé de Abreu (um idiota petista) escreveu no twiter: “vamos dar à traidora o que ela merece”. Pois bem. Se alguém gritasse essa mesma frase ontem, apontando pro palácio do Planalto, que moral os petistas teriam pra censurar tal conduta?
    Agora, basta olhar pra nossa economia: 1. bolsa caindo (estrangeiros indo embora, depois que ela bagunçou as vedetes da bolsa – petrobras, vale e elétricas); 2. dólar subindo; 3. inflação subindo.
    Quando ela tiver que aumentar os juros (e isso não demorará) virá mais desemprego, a bolha imobiliária vai estourar.
    Aí quero ver ela segurar a CONVULSÃO SOCIAL que vai junto disso e, ainda, o desmonte das pirâmides que existem por aí (essa proliferação de pirâmides é um reflexo de tudo isso que falei – se os imóveis se valorizam 100% ao ano e são um ótimo investimento, pq a telexfree não pode pagar 100% ao ano? – é assim que pensa o brasileiro médio).
    Enfim, a convulsão social vai ser braba.

  • Será coincidência?

    Terça feira, dia 18 de Junho de 2013: As manifestações no país começam a se fortalecer em todas as cidades e regiões, crescendo de tamanho geometricamente. Neste dia a Presidente Dilma se encontra com o ex presidente Lula. O saldo da reunião, segundo os jornalistas, foi colocar o PT nos trilhos do movimento.

    Quinta feira 20 de Junho: Políticos, ativistas e militantes de esquerda, começam a falar em golpe, em fascismo, em volta da ditadura.

    Sexta feira dia 21 de junho: mais manifestações por todo o país e estamos escutando os militantes e sociólogos, dizer que são movimentos das “elites reacionárias” que querem acabar com “os benefícios sociais” que o PT trouxe para o povo. Já vi militantes dizendo que eram protestos de oportunistas reacionários. Vão logo dizer que esses movimentos pretendem acabar com o bolsa família e etc.

    Será coincidência?

    Digo que não. É lógico que existem excessos e os mesmos devem ser reprimidos pela polícia, mas precisa-se compreender que o brasileiro cansou dos discursos políticos que o governam há mais de 30 anos, seja de direita ou de esquerda.

    O que se nota nas manifestações na verdade é um sentimento de mudança, de construção de uma nova realidade política para o país, com menos corrupção e impostos e mais saúde, educação e segurança para o povo, mas tudo isso através do viés democrático.

    Vamos portanto, parar com essa retórica vazia e falaciosa de reacionarismo fascista, que isso não cola.

  • Quem incita a violência não sabe o que está pedindo. Uma revolução armada, kkkk. Enquanto podemos lutar com as armas que estão à nossa disposição, a consciência e o voto.

    Mas acho que como o gigante acordou agora, vai demorar ainda um tempo pra ele entender o que precisa ser feito.

    Mobilização sim, mas tenham certeza de que a barbárie irá nos distanciar de onde queremos chegar.

    NÃO À DITADURA!!!!!

  • A mascara está caindo.

    Depois de anos de mentiras, propagandas enganosas, marketing multi-bilionário, o mundo está testemunhando a farsa do crescimento criada pelo PT no Brasil, o mundo está vendo que o brasileiro foi vítima durante todos esses trágicos anos de um “boa noite, Cinderela” aplicado pelo PT, um grande conto do vigário.

    E o pior de tudo é ver Dilma se acovardando, se escondendo com medo e com vergonha, e ainda pedindo conselho ao grande responsável por essa desgraça toda, Lula.

    Depois de anos de bagunça que o governo Lula fez, a bomba agora está estourando no colo de Dilma e ela pelo jeito não vai aguentar a bronca que, certamente, vai ser pesada.

    O mundo agora vai começar a ver a verdade: o Brasil é um país falido que adora bancar o rico e poderoso. O Brasil nunca foi influente em merda nenhuma, tudo sempre foi enganação, fantasia e aparência. Toda aquela pose arrogante, esnobe e prepotente de Lula se exibindo pelo mundo agora vai começar a ruir.

    O mundo vai começar a ver a verdade se levantando do mar de mentiras e farsas produzidas pelo PT no Brasil.

  • Hora de sentar e refletir. Dar tempo as autoridades instituídas legalmente para uma tomada de posicao e organizacao e execucao de uma agenda que contemple os reclamos nacionais. Hora de quem está no poder com a responsabilidade do voto se redimir e mostrar a sua cara. Nao acontecendo isto, fácil, nova mobilizacao, aí sim com foco definido na defenestracao dos insensíveis.

    • Concordo, é hora de esperar é ver que retorno que o governo (em todas as esferas) dará em função dos últimos acontecimentos.
      O povo já saber que a mobilização é rápida e de fácil disseminação. Então neste sentido, acredito eu, que devemos demonstrar que estamos vigilantes e que os anseios da sociedade não serão mais olvidados e que está tem poder de pressionar e cobrar atitudes enérgicas e rápidas.

  • Sim, a mobilidade urbana, a possibilidade de andar pelas ruas com segurança, a oportunidade de viver a cidade em que residimos e da qual nos orgulhamos são o mote principal e concordo que a despolitização do movimento é perigoso, mas o movimento começou a abranger outras pautas, não?! Pessoalmente, não concordo com o Estado normalizando e retirando direitos individuais que me pertencem e acho que muita gente nesses manifestos concordam com isto ainda que não se deem conta. Muitos alí estão reivindicando algo que nem eles sabem o que é ao certo, mas sabem que nenhuma das propostas políticas vigentes iram suprir o que realmente querem, talvez por isso a aversão aos partidos políticos nas manifestações!

  • Fizemos o melhor indo para as ruas. Agora é ver o que vai acontecer. É muito cedo para uma avaliação dos manifestos.

  • PSDB de DIREITA?? Oooiiiiiii???

  • De fato, não tem liderança, mas é preciso aceitar o que o povo quer. Não precisa d enegociação. Basta os governantes e legisladores atenderem o que se pede, que eu enumero alguns pontos, não necessariamente na ordem de prioridade (tudo é prioridade, na verdade):

    1) Acabar com a corrupção;
    2) investimento maciço em educação;
    3) investir em hospitais;
    4) investir em segurança (de verdade, sem maquiagem);
    5) transporte público de qualidade;
    6) barrar a pec 37;
    7) veto ao ato médico;
    8) acabar com o “loteamento” do recife;
    9) respeito, por parte dos governos, à questão ambiental;
    10) saneamento básico;
    11) etc, etc, etc….

    Cadê que nenhum governante ou legislador se pronunciou sobre essas demandas?

  • Vejam só:

    http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/obrasilnasruas/noticia/2013/06/21/pagina-do-facebook-que-organizava-novo-protesto-no-recife-e-deletada-426587.php

    Agora o melhor da notícia, é que o organizador do evento escreveu “geito”… meu Deus! Não é possível que os cabeças do movimento sejam o povo da TELEFREE!!!

    • Cara essas páginas podem ser deletadas pelo próprio Facebook, dada a quantidade de apologias a violência que aparecem por lá…

  • O MPL já se rendeu Pierre.. Disseram agora a pouco que não vão mais comandar novos protestos. Simplesmente pq “expulsaram o PSTU e PCdoB da passeata ontem em SP”.

    Engraçado que a líder disse há poucos dias que não achava que ninguém deveria levar bandeiras de “direita” (PSDB é de direita?).

    MPL = novo UNE

    • Eles são um braço de partidos de esquerdas e tem financiamento governamental… ficaram putinhos os birrentos…

      • *esquerda

  • Já no primeiro mandato de Lula muita gente dizia que um dia a conta dos desmandos ia chegar. Foram anos falsamente dourados, com muita maquiagem e manipulação, muitos truques e artifícios foram usados para criar um “mundinho perfeito” no Brasil e endeusar a figura de Lula, torná-lo um ser mitológico, acima do bem e do mal. Tudo muito bem pensado e idealizado por estrategistas, dentre eles os melhores marqueteiros do país, pagos a peso de ouro pelo governo com o dinheiro do povo.

    Esses dias de cobrança chegaram, os dias de prestação de contas de tantos desvarios e loucuras cometidos pelo PT em todos esses anos dessa administração desastrosa.

    Anos de pesadelo com o PT no poder, agora a conta está vindo, e muito cara, praticamente impagável.

    Corrupção descontrolada, Petrobrás e outras grandes empresas completamente falidas depois de tanto roubo criminoso, inflação voltando com toda força, saúde, segurança e educação entregue às baratas, Estado inchado, gastos públicos obscenos com manutenção das inúmeras regalias da folha de pagamento, financiamento abusivamente perdulário de uma verdadeira casta elitizada, opulenta e nababesca de servidores públicos que não produzem e consomem em excesso… quem vai pagar a conta dessa festa irresponsável?

    Qual a extensão dos danos causados por essas insanidades com o dinheiro público? Quanto o governo deixou de investir seriamente em áreas de suma importância para financiar as sandices desse serviço público completamente inconsequente e imprudente? Quantos hospitais e escolas tiveram de ser sacrificados para que o erário pudesse sustentar os luxos e as mordomias de barnabés e marajás totalmente despreocupados com os problemas e os dramas do povo e da sociedade em geral?

    Onde está Dilma para prestar esses necessários esclarecimentos à população? Por que ela insiste em se esconder? Ordens expressas do chefão da máfia, Lula?

  • O cheiro de revolução que o autor menciona é o de 1964. Se houver anarquia (sem governo), os militares tomarão as rédeas em nome da segurança nacional. Volta 1964?
    É que o povo, a maioria, está sabendo se manifestar. Mas os grupinhos – e são poucos – podem botar tudo a perder. Realmente estamos brincando de revolução.

  • concordei com o texto praticamente inteiro, exceto pela conclusão Pífia, que é “estamos brincando de revolução”, o que eu vejo é uma insatisfação geral com todos os partidos politicos, que foi muito bem abordada no texto, mas brincar de revolução? O que queremos é que o Brasil tome um rumo, quando se fala “não temos pauta” eu digo o contrário, temos sim, o problema é que ela é muito grande!

    Pois quem deveria resolver nossos problemas, esta sentado criando muitos mais problemas, e pasmem, em meio a “revolução” (caro da Cura Gay), nossa presidenta esta nesse momento reunido com nossos ministros procurando uma solução e a solução que já vem sendo debatida a muito tempo, precisamos de uma reforma politica! Claramente não temos comando, não temos quem resolve nossos problemas, e a única forma democratica de se fazer isso é reformulando toda a forma de se fazer politica. É um sonho, sim, é mesmo…pode ser feito, dificilmente. Mas quem esta nas ruas esta literalmente gritando para quem quiser e não quiser ouvir que: O povo exige mudanças.

  • Isso não é brincar de revolução. Considero que essas manifestações são mera demonstração de que não mais representividade popular e que de alguma forma o povo precisa expressar-se. Expressar a insatisfação geral com a falta de respeito que é tratado. Paga uma conta enorme (quatro meses de trabalho por ano) e não tem retorno disso em serviço público de qualidade. Cada um que se elege com o voto popular, desrespeita o erário a seu bel prazer, gasta o dinheiro público com superfaturamentos, inclusive, e o povo fica custeando a duras penas necessidades suas que obrigação do Estado para com os cidadãos.

  • É certo que não podemos deixar a esquerda ou qualquer outro partido tentar dar algum tipo de golpe. Mas eu vejo com bons olhos o movimento de massa horizontalizado por uma simples razão, o movimento sendo assim não gera a possibilidade de negociatas, como muitas vezes ocorreu no Brasil, quando líderes calaram protestos em troca de favores pessoais, poder, dinheiro e etc. Esse tipo de manifestação pode levar a duas consequências radicais: ou os políticos cumprem o desejo popular ou guerra civil.

    É necessário ser cuidadoso e não gritar ideologias que não são as suas. Há muita gente infiltrada.

  • Cuba agradece ao pt que sustenta a ilha hoje!

  • O meu grande receio ‘e de estarmos andando em frente mas sem saber onde de fato queremos chegar. E essa desorganizacao culminiando com os atos crimonosos onde a PM ja ja nao da mais conta, poderemos ter o exercito na rua ou no poder para tentar por odem no pais, ai o bicho pega. Lei marcial o cidadao nao tem direito algum e o pau come geral. Precisamos ficar atentos para sermos objetivos,estabelecermos uma comissao para conversar e dialogar com o governos ou entao essa manifestacao toda vai acabar efetivamente num novo periodo militar com as afrontas em Brasilia ao poder constitucional e democratico.
    Fica o alerta e minha desconfica, talvez esteja enganado mas o que estou vendo num futuro breve ‘e isso, as forcas armadas resolvendo sair dos quarteis e ai ‘e guerr civil com a populacao desarmada pela lei do desarmamento. enfim…. sou a favor e apoio as reinvidicacaoes mas esta na hora de estabelecer uma linha de comunicacao para dialogar com o poder, ou entao acaba com esse poder logo e vamos ver no que da.

  • Texto muito bom, ideologias partidárias à parte, protestar sem foco e sem liderança é assumir a enorme possibilidade de “oportunos baderneiros” de plantão. Devemos exigir nossos direitos, porém exercer nossos deveres é de fundamental importância para a continuidade da sociedade democrática, além de tudo devemos mudar também de dentro pra fora, assumindo de vez mais atitudes ÉTICAS e CIDADÃS.

  • Olha, parabéns pelo texto. Me senti completamente representado. Sou parte dessa galera que está desiludida com os político e partidos atuais, mas que também teme essa situação de anarquia. Não sei ainda no que vai dar, mas espero que a manifestação em Recife sirva de exemplo pro Brasil. Abraços!

  • O que falta é as tão esperadas reformas Política e tributária. Seria algo interessante a se reivindicar em passeatas.

    As passeatas não podem ser o ideal para muito gente mas se forem feitas de forma pacífica e começarmos ao menos serve para o jovem começar a prestar atenção ao senário político social. Lógico que nos 10 anos de PT o Brasil melhorou muito se comparado a governos anteriores, mas tem ainda muito que melhorar. É visto isso no interior do estado de Pernambuco onde a fome e a pobreza diminuiu 90% o analfabetismo também nessas proporções. Por sinal hoje as condições de vida estão muito melhores no interior do que na capital.

    Com essas passeatas o jovem, eu espero, começa a ter mais atenções no que está acontecendo em sua volta e com o tempo não vai passar só a apenas compartilhar e curtir a notícias que nem sempre são verdaderias no facebook, eu espero e acredito que o jovem com essas manifestações vai passar a ser mais consciente do senário político social não só da sua cidade, mas do seu estado, país e do mundo.

    Não podemos comparar as manifestações do fora Collor com as de hoje o senário era outro.

    Não podemos também botar a culpa em apenas um presidente, não se esqueçam que nós temos 3 poderes e se um não estiver legal os outros não funcionam. Então é importante aproveitar esse movimento para a partir de hoje tentar ter mais consciência do nosso papel na sociedade e sabermos que não é apenas fazendo manifestações que mudamos o nosso país, mudamos através de nossas atitudes e uma delas é o estudo e a pesquisa, procurar se informar e entender o que levou o nosso país chegar a esses problemas para que nas próximas eleições podemos mostrar nas urnas o que queremos. Conscientização política social é o maior poder que um cidadão pode ter.

    Não nos esqueçamos que temos mais de 500 anos de governos corruptos e cheio de ladrões e que não não dá para conseguir algo perto do ideal da noite para o dia, até por que a corrupção não está apenas no governo, tem muita gente no povo que é corrupta, temos professor que não dá aula e recebe, policial que recebe toco, médico que não vai ao hospital, então para mudar o governo precisamos nos conscientizar que precisamos mudar a nós mesmos como sociedade. O fato da maioria da população que está na passeata ser a favor da paz, é um bom sinal, é um indício que a sociedade está ao menos pensando em mudar seus valores.

    Concluindo, eu acredito que podemos ter o melhor presidente do mundo o mais honesto se não mudarmos a nossa forma de pensar e agir sempre teremos uma grande quantidade de senadores, vereadores, deputados, e outros cargos públicos desonestos.

  • Quem “presta atenção” presta atenção em alguma coisa, ou a alguma coisa; logo, “O movimento tem alguns pontos importantes a que devemos prestar atenção” ou “O movimento tem alguns pontos importantes em que devemos prestar atenção.”

    • Meu Deus…

    • Brilhante argumentação…

  • Nao extrai uma frase pra refletir no texto acima, tem que entender um pouquinho do povo ingênuo e tolerante do Brasil. Simplesmente a massa cansou de levar porrada, vai andar de busao todo dia e almoçar a quentinha gelada no almoço pra entender… Esse ai ta mais por fora que colarinho de PALHAÇO.

  • Algumas opiniões.

    A esquerda e a direita de mãos dadas é algo ótimo, talvez finalmente notem que essa guerra está ultrapassada foquem nos interesses (melhorar a sociedade) e não nos ideais abstratos. A falta de liderança é algo positivo, por que já vimos muitas vezes as lideranças traindo sua luta, sindicatos e uniões estudantis compradas, etc. Além de que em negociações geralmente quem negocia muitas vezes não representa o interesse apenas seus próprios interesses. O desejos de distância das bandeiras de partidos é facilmente explicado quando se vê quantas vezes partidos e uniões ligadas a partidos usaram a população geral como massa de manobra, e se utilizaram das manifestações como trampolim politico.

  • Pior do que está? Veja bem a situação das cidades grandes, todos os dias a população enfrenta uma revolução só para chegar ao trabalho e depois voltar a casa. Uma manifestação enorme como esta, só pode estar acontecendo porque viver ficou insustentável. O Brasil hoje já sabe que precisa de escolas, formação, mas não têm, precisam de saúde, hospitais, não têm.
    Um pouco mais além, um exemplo: em 1945 quando Israel teve seu estado aceito, aqui lo era um deserto com saída do mar, eles fizeram da água do mar água doce. Eu não sou judia, mas neste ponto os admiro, não adianta falarem que judeus do mundo inteiro ajudaram, sim, ajudaram, mas nós somos um país que tem a maior arrecadação de impostos da era recente. No nordeste as pessoas, os animais morrem de sede e de fome, nós não somos uma deserto, nosso subsolo tem água, temos a tecnologia para energia eólica e solar, é caro?, sim pode ser por enquanto, no início, mas não mais caro que transformar água salgada em doce, ha que se ter prioridade a isso e logo num futuro não muito distante poderemos ter um nordeste que se sustenta e verde.
    Não vai acabar bem por uma nova possibilidade de um golpe militar?, sinto até calafrios só de pensar nisso, mas também acho que não podemos ficar refém de uma possibilidade, acho que dessa vez eles não têm condições.

  • O Protesto de recife foi um carnaval fora de época. Com várias pessoas fantasiadas, bêbadas, ufanistas e sem saber que é isso…forró, ciranda…FOI DECEPCIONANTE. Não se iluda.

    • Bem dito!

      Eu dancei maracatu, pois, tinha um pessoal com atabaques e etc…

      Foi muito bom! Tomei todas, tirei onda com as gatinhas, vi um monte de gente bonita e, como tá na moda, andei bastante para melhorar a saúde!

      Também abracei policiais sorridentes, e o mais importante é que tenho fotos para postar no FaceBook!

      Fiz tudo como manda a cartilha! Fiz tão bem que meu nobre prefeito Bob Construtor aprovou!!!

      Hehe! O Brasil é tão que até revolução aqui é tranquila!

  • PODE SER QUE ESTELA CERTO EM SEU COMENTÁRIO, POREM NÃO ESQUEÇA QUE OS PARTIDOS E POLÍTICOS E GRUPOS QUE PREFEREM UM POVO PERMISSÍVEL AS FALCATRUAS DOS GOVERNOS EM TODO O PAIS ESTEJA INFILTRANDO PESSOAS SEM OBJETIVO E SEM AMOS AO PAIS PARA FAZEREM VANDALISMO, QUANTO A FALTA DE COMANDO AGORA CHEGOU O MOMENTO DE SE ORGANIZAR E E AJUSTAR AS COISAS, POREM TUDO É VALIDO ACORDAMOS PARA UM NOVO TEMPO E NÃO VAMOS FICAR AQUI CONTANDO HISTORIAS MENTIROSAS E SIM VAMOS FAZER A NOSSA HISTORIA FORA TODOS OS POLÍTICOS CORRUPTOS E SUA CÚPULA QUE VAI DE A A Z

  • Simplesmente genial todas as suas colocações

  • Excelente visão = cenário político-social de muita lucidez !

  • Ótima reflexão, não sou tão vivida, mas estudei história na escola com ótimos professores e isso nos mostra que toda “Revolução” iniciada sem liderança serviu de apoio para ditaduras horríveis como a de Hitler, dos irmãos Castro, da Coréia do Norte e tantas outros que nasceram dessa necessidade solicitada das ruas de uma representação. Também quero essa representação, mas o foco precisa ser explícito para que haja algum resultado.

  • Muito interessante, quando o protesto é a favor do PT é democrático, quando é contra o PT é golpismo, o imbecil do ministro Gilberto Carvalho deu uma entrevista hoje onde falou que a culpa de o povo não querer partidos políticos é dá imprensa, né foda isso?

    O povo do PT no lugar de reconhecer os vários erros cometidos agora estão tentando criminalizar o movimento e por a culpa em terceiros.

    Ora, vai tomar no cu Gilberto Carvalho, o povo brasileiro não é de esquerda e nem tem interesse nenhum em ser de esquerda.

    Se o PT quer viver em um socialismo de esquerda, então vá morar em Cuba, no meu Brasil, comunismo NÃO É ACEITÁVEL, NÃO É UMA OPÇÃO.

  • O que temos mesmo são políticos medianos! O povo tá indo para as ruas de maneira diferente, sem precisar de partidos como alavancas! Será que essa não e a maneira de se fazer uma nova revolução.É certo que se inicia com um certo caos, que lá na frente pode se mostrar necessário. Pelo menos o movimento de sair da inércia do povo tá despertando medo em quem tem poder seja econômico, político e até intelectual!

  • E lendo esse texto concluo que vcs são do Psol!

  • pronto ! agora todo mundo fala bem , cheios de conjecturas politicas, textos redigidos com português claro e persuasivo ….ô fofinho ,…o problema não são os partidos, tanto faz ! direita- esquerda , isso acabou na cabeça do povo queremos pessoas , sim PESSOAS, sejam ql bandeira carregue mas q salve o brasil , por isso do antipartidarismo que nunca nos sérvio de nada , vivemos numa democracia forjada da bunda e do peito.isso não é revolução e menos ainda brincadeira …ok!

  • Meu caro, talvez você faça parte daqueles que acham que mesmo que o povo se manifeste contra os obusos do governo, ainda assim, esta tudo errado. Você acha que não tem foco essa manifestação? Eu também acho!!! E isso faz parte! Mas ah é claro que você e uma minoria gostariam mesmo é que todo mundo se revoltasse contra os impostos e so protestassem contra isso, reivindicassem por melhorias e após ganha, partissem para outra. Ou que fossem direto ao ponto: Reforma Política Urgente! Ou seja la o que voc6e acha que seria prioridade porque olha, vou te falar, temos muitas. E esse povão que vai pra rua protestar tem mais ainda porque eles talvez sofrem mais o impacto dessa má administração do que você. E se você quer o pacote inteiro.
    Pois senta e espera!!!! Esse povo tem muitas reclamações a fazer!!! Estamos todos putos da vida!!!
    E a força dessa luta está sendo levantada pelos jovens, e te digo que por eles não vai parar tão cedo!
    Você, como já disse, ja viveu bastante, então deixa isso para os jovens, já que só sabem julgar e não pode fazer nada para ajudar, não fale!
    Tenho orgulho imenso de ouvir meus professores o tempo todo falando desde o inicio da minha graduação que tem que mudar! E essa brincadeira pode ate não dar em nada (duvido) mas pelo menos quando eu tiver a sua idade vou apoiar e dar suporte a quem for la fora encarar os bandidos que todos financiam e poucos tem coragem de arregaçar as mangas e ir la reclamar.

  • Aulinha básica acerca do MOVIMENTO BRASILEIRO JUNHO/2013 “Não é só pelos 0,20 centavos”

    1º – Movimentos já existem há anos em Prol de causas especificas… Tanto na direita (bancadas do congresso, por exemplo), quanto na esquerda (movimentos populares pedindo retorno social da alta carga tributária).
    2º – COPA + AUMENTO DA PASSAGEM= ESTOPIM.
    3º – REDES SOCIAIS AMPLIAM
    4º – MÍDIA tenta abafar.
    5º – Força repressiva abusiva.
    6º – REDES SOCIAIS ampliam a um nível que supera a MÍDIA tradicional.
    7º – MÍDIA supostamente apóia.
    8º – Surgem os primeiros Vandalismos (suspeita de infiltração não é levantada pela mídia, mas, nas redes sociais.
    9º – SUPER EXPLORAÇÃO dos atos de VANDALISMO, a POLICIA desaparece das ruas, ou tem postura permissiva sob a falsa bandeira de “NÃO QUEREMOS FERIR MANIFESTANTES”.
    10º – PULVERIZAÇÃO das requisições em causas genéricas: CORRUPÇÃO, MAIS SAÚDE, MAIS EDUCACAO, “MAIS TUDO”.
    11º – Primeiras sugestões de DESCONTROLE por parte da MÍDIA induzindo a população que assiste pedir REPRESSÃO POLICIAL.
    12º – AQUI ESTAMOS!

    Daqui pra frente é um cabo de guerra IDEOLÓGICO, que tenta levar o MOVIMENTO POPULAR para REQUISIÇÕES GENÉRICAS e mina o movimento popular para o status de POPULAÇÃO ALIENADA. RESULTADO? Ou instauram uma DITADURA REAL para reprimir o SUPOSTO caos, ou entra na mesmice Pós- COLLOR, onde o povo vota de forma conservadora no primeiro que mostrar idéias genéricas agradaveis (DISSO O AÉCIO GOSTA!) OOOOOOOOU… Podemos voltar à REQUISIÇÕES OBJETIVAS alcançáveis à CURTO E MÉDIO PRAZO.

    Essas CONQUISTAS trarão novo FÔLEGO, para incentivar a POPULAÇÃO a entrar em MOVIMENTAÇÃO para requisição de DIREITOS em uma REAL DEMOCRACIA.

  • Sinceramente, depois do pronunciamento de Dilma, usando protestos como forma de pressão sobre Câmara e Senado para apoiar as causas DELA, eu espero que não acabe bem. E que, de preferência, o final seja noticiado na mídia internacional.

  • Cara, vocês precisam entender a psicologia doentia desses militantes de esquerda. Eles simplesmente não conseguem engolir uma manifestação, principalmente desse tamanho, em que eles não sejam os protagonistas. Em momento como esses (principalmente nos dias de hoje em que o PT só consegue reunir uma multidão de 50 pessoas, devidamente pagas) essas criaturas já se imaginavam em cima de seus trios elétricos, gritando palavras de ordem contra as “zelites”, o FMI e o Banco Mundial, e ainda contabilizando quantas maluquetes ele iria faturar logo após o seu momento de glória revolucionária. De bônus ainda faria uma frente com o capa do partido e quem sabe uma futura tetinha comissionada.

    Portanto tenho todo o direito de ao ver um militante-mirim da UJS, DEMOCRATICAMENTE portando sua camisa com a foto de Stalin (juro por minha filha que já vi isso), tenho DEMOCRATICAMENTE o direito de dizer “VOCÊ NÃO ME REPRESENTA”.

    PS – Vi em outro blog um petista fazendo beicinho dizendo que sofreu bullying na manifestação. Próximo protesto organizado pelo PT irei com minha camisa do DEM e eles me mostram como são tolerantes ao debate democrático.

    PS2 – Quero que o DEM se f… Usei apenas como exemplo.

  • Uma fonte de dentro, lá no Rio, me disse que a seleção da Itália estava pronta para partir. Foi muita negociação e ela ouviu um capa da Fifa dizer “falei com o cônsul e ele conseguiu convencê-los a ficar”.

  • Até entendo o medinho, mas subestimar a capacidade de entendimento e de reação do povo brasileiro a uma tentativa de golpe chega a ser um insulto. Como se fossemos incapazes, por não sermos iluminados como o acadêmico redator, de interpretar os fatos e perceber um golpe. Bota uma capa e voa para Brasília, pra defender o Planalto, Pierre!

  • muito equilibrado, e certamente nao sera a esquerda extremista a vencedora, mas a boa e velha direita

  • Palavras de Fernando Marcus… “a grande sacada disso tudo não o objeto palpável a ser atingido com pautas e sim a arte intangível de despertar de um POVO de sua sonolência apática. A partir daí cada grupo social lutará por suas demandas de forma mais específica.”

  • Além disto… vale conferir esta entrevista de Cristovam Buarque http://www.youtube.com/watch?v=aosvJzVO_Os

  • Excelente análise,também já tinha pensado sobre isso.

  • Rapaiz, o debate parece estar massa! Digo parece porque não li todos os comentários. Mas algumas coisas já chamaram minha atenção.
    Falando sobre um controle social do MP – essa ideia não é nova, na verdade, é a reencarnação da ideia de controle externo do judiciário lançada por, adivinhem, ACM. Isso mesmo, Antônio Carlos Magalhães, o Toninho Malvadeza. Naqueles tempos, o PT seria contra qualquer coisa que esse, digamos, cidadão, propusesse. Em ambas as ideias o gene da corrupção está presente, o que mostra sem sombra de dúvida o grau de corrupção que a longa permanência do PT no poder está causando na sociedade. Na Argentina, na Bolívia, na Venezuela, a sujeição do Poder Judiciário ao Executivo foi uma “conquista” dos grupos esquerdistas que permaneceram no poder durante o tempo necessário para viabilizar isso.
    Para mim, fica claro que um plano de chavização do Brasil está em curso e nem a parcela da sociedade com maior acesso à informação e com maior educação formal está totalmente atenta a isso. A razão, não sei. Pode ser porque não se apercebeu totalmente do fenômeno. Mas pode ser também porque pensam que estão construindo uma nova sociedade, destruindo o malvado sistema capitalista. Se o Brasil for totalmente chavizado, quem vai por esse caminho vai ter uma amarga decepção.

  • Ver-se coerencia em suas palavras, acredito que uma manifestação as vesperas do mundial é muito mais golpe politico que qualquer outra coisa… moro em Portugal a mais de 4 anos, amo o meu país e estou aqui por razões mais emocionais e famíliares do que qualquer outra coisa, tenho acompanhado o crescimento e notícias do Brasil no mundo e digo… essa manifestação tem ar de golpe político mais para ferrar com o Brasil do que qualquer outra coisa… fazer uma copa bem feita só é bom para o povo brasileiro que até hoje sempre foi visto no mundo como desordeiros, malandros, ladrões etc. Hoje o país tem a oportunidade de mostrar para o mundo que é um país melhor do que muitos por ai, e escolhem fazer manifestações para o mundo ver a grande porcaria que é esse país… sinceramente, não entendo o que o povo brasileiro está querendo com tudo isso. Existem pontos a serem discutidos, exigidos e melhorados, concordo plenamente, mas há de se ter coerencia, acertismos e liderança. Assim se faz democracia. Agora vandalismos e despropositos, a arrastar massa de gente por todo o país que simplesmente ñão tem noção de nada … ver o Brasil com visão macro é algo que deveria ser levada em conta, porque mudar de governo agora e votar em partidos politicos que foram falhanços é voltar a idade da pedra.

    • O Brasil tem coisas muito mais urgentes para resolver que uma Copa.

      Não temos segurança.

      Não temos hospitais públicos.

      Nossa educação é uma vergonha.

      Temos um governo que nos desrespeita diariamente, roubando 44 centavos de cada real que pagamos de imposto para sustentar a farra dos bancos.

      Temos o pior sistema de transporte público urbano do mundo (e o mais caro também).

      Por causa da Copa, muitas pessoas perderam suas casas e não foram indenizadas.

      A cada minuto um brasileiro morre vítima do descaso, enquanto você está aí assistindo gols.

      Visite uma favela, um hospital público ou uma escola pública no Brasil, ou pegue um ônibus em São Paulo ou até mesmo no Recife entre 7 e 8 horas da manhã e me diga se não temos motivos para nos indignar.

      Romário disse: essa Copa é no Brasil mas não é para os brasileiros.

  • FOLHA DE SÃO PAULO

    Escória do PT culpa direita e mídia pela violência.

    O ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência) afirmou ontem que a imprensa estimulou indiretamente as recentes manifestações pelo país. “É verdade que a classe política paga o preço por isso. Mas é verdade também que houve um certo tipo de abordagem, de estímulo ao longo do tempo”, disse Carvalho. “A imprensa teve um papel nesse sentido, de estimular um tipo de moralismo no sentido despolitizado e um tipo de antipolítica que leva a isso que está acontecendo também”, completou.

    Ainda de acordo com o ministro, “aqueles que o tempo todo verbalizaram esse tipo de posição também têm responsabilidade por esse aspecto destrutivo que está aí”. “Não adianta virem agora celebrar só a manifestação e não se darem conta que também são responsáveis por isso que está ocorrendo.”

    Em seu blog, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, condenado no processo do mensalão por corrupção ativa e formação de quadrilha, disse que “há uma tentativa de setores políticos e sociais de tomar conta de alguns atos, deixando num segundo plano essas reivindicações majoritárias”. Ele também citou a mídia, que, segundo ele, dá “amplo apoio” aos setores que “procuram mobilizar abertamente sua base social de oposição para ir às ruas”.

    “Para tanto, inclusive explorando as palavras de ordem contra a corrupção, a PEC 37 [que limita a capacidade de investigação do Ministério Público], contra os partidos, dando continuidade a uma agenda que a mídia alimentou esses últimos anos contra a política em geral, o que sempre acaba em ditadura”, escreveu o petista.

    Já Valter Pomar, membro do Diretório Nacional do PT, escreveu em seu blog “que a direita tem pressa em mudar a pauta das manifestações, em direção a Dilma e ao PT”. “O problema é que esta politização de direita pode esvaziar o caráter espontâneo e a legitimidade do movimento; além de produzir um efeito convocatório sobre as bases sociais do lulismo, do petismo e da esquerda brasileira”, afirmou Pomar.(Folha de São Paulo)

  • Por Reinaldo Azevedo
    22/06/2013
    às 6:59
    Boa parte do PT já dá como certo que Lula será o candidato do partido em 2014. Se isso acontecer, Campos está fora da disputa

    Ouçam as vaias no Mané Garrincha dirigidas contra Dilma.
    Ouçam os protestos contra a gastança com a Copa do Mundo.
    Ouçam o silêncio ruidoso do Apedeuta.

    Anotem aí: é crescente o número de petistas — e de não petistas também — convictos de que será Lula o candidato do PT à Presidência da República em 2014. Na cúpula do partido, há quem considere que “o governo de Dilma acabou”. Há ocorrências curiosas em curso — ou nem tanto. Mesmo depois de ter ficado claro que os protestos estão caindo no colo da presidente — e só por isso ela teve de vir a público —, aparelhos sindicais solidamente dominados pelo partido estão estimulando a ida das pessoas às ruas. Desencanto com o petismo? Não!

    A VEJA desta semana traz uma reportagem sobre os funcionários de Gilberto Carvalho que participaram da organização de um protesto, em Brasília, no sábado passado, dia da abertura da Copa das Confederações. Dilma, como vocês devem se lembrar, tomou não uma, mas três vaias estrepitosas no estádio. O malaise já estava no ar, não é? Tentem responder: por que cargas d’água funcionários da burocracia petista, subordinados ao homem mais poderoso no partido depois de Lula, atuariam na organização de um protesto que, caso se generalize, como ameaça acontecer, atinge o governo em cheio? Notem: a equação “hospitais” X “estádios da Copa” não é verdadeira, mas é verossímil quando se conhecem as deficiências da saúde.

    No pronunciamento desta sexta (ver abaixo), a presidente tentou negar o óbvio: há, sim, dinheiro público nos eventos esportivos. Estádios que são verdadeiros elefantes brancos, que permanecerão ociosos depois do grande acontecimento, foram erguidos para despertar o ufanismo, o clima de “Brasil pra frente”, de “ninguém segura este país”. Há uma ameaça real de que acabe acontecendo o contrário.

    Se o Brasil chega à final da Copa das Confederações, Dilma terá de aparecer no Maracanã. Seu nome será fatalmente anunciado pelo serviço de alto-falantes. Segundo o protocolo, vai discursar. Pelo menos 300 mil pessoas foram às ruas na capital fluminense. Há gente séria falando em mais de 500 mil. O Rio, mais do que São Paulo, resolveu mostrar a sua insatisfação. Uma vaia monumental espreita a presidente. A esta altura, há gente torcendo para que a Seleção Brasileira fique pelo caminho. Seria mais um duro golpe depois da confusão dos últimos dias.

    A eventual transformação da Copa das Confederações e da Copa do Mundo num peso seria um desastre para Dilma. E isso está no horizonte. Os subordinados de Gilberto Carvalho, um lulista fanático, resolveram se meter justamente nessa área. Certamente não é para fortalecer a presidente como candidata do partido em 2014.

    Biruta torta
    Sei não… Ou a biruta da marquetagem entortou ou está havendo um trabalho deliberado para empurrar Dilma para o abismo, abrindo espaço para o “salvador”. Convenham: não é inteligente, em meio a toda essa confusão, abordar o financiamento das obras da Copa ou a forma correta de os brasileiros tratarem os estrangeiros. Ao fazê-lo, num clima de hostilidade que pode ser ainda crescente, a coisa pode ficar com cheiro de provocação. Esse pareceu-me um dos erros elementares cometidos pelos “çábios” ontem.

    Há outro. Como vimos, os que criticam os estádios monumentais da Copa pedem uma educação e uma saúde melhores. Para a primeira, Dilma promete 100% dos royalties do petróleo; para a segunda, “trazer de imediato (sic) milhares de médicos estrangeiros…” De imediato? Milhares? Sei não… Há o risco de Dilma ter contratado já uma desfile de homens e mulheres de branco na Paulista. Está abrindo uma guerra com a categoria. E não em razão de uma reação corporativista, não. Até onde sei, não faltam médicos no país. Eles estão é mal distribuídos porque o estado não oferece as condições mínimas necessárias para que se fixem no interior do país. Também nesse caso, parece ter faltado sensibilidade. Vem confusão por aí.

    O país não vive o seu melhor momento, mas não houve um agravamento de crise que justificasse, por si, as manifestações de rua, que degeneraram em violência como regra, não como exceção (escreverei mais a respeito). A perplexidade toma conta do governo, do partido e, sejamos claros, até da oposição. A minha explicação não coincide com nada que tenha lido. Fica para outro post. O mal-estar, no entanto, se instalou, e Dilma não parece muito equipada politicamente para enfrentá-lo.

    O PT e o governo farão uma inflexão à esquerda. Vai adiantar? Não sei. Os mais céticos são os próprios petistas. Acham que Dilma não aguentará os embates e que é preciso devolver a bola a Lula. Até porque, nessa hipótese, Eduardo Campos, governador de Pernambuco (PSB) se retira da disputa. É gigantesco o risco de que as ruas tragam, sem querer, o Apedeuta de volta à cena.

    PS – Este blog estabeleceu nesta sexta um novo recorde de visitas num único dia: 364.314. Obrigado!

    Por Reinaldo Azevedo

  • sábado, 22 de junho de 2013

    MPL é braço do PT

    Foi nítida a virada. Enquanto a violência existiu nas ruas, com a culpa sendo jogada para a Polícia Militar de São Paulo e para o governador Geraldo Alckmin (PSDB), o Movimento do Passe Livre atuava fortemente, pegando todas as pautas possíveis, além da tarifa zero. Quem não viu a geógrafa pilhada anunciando que agora lutariam contra o “latifúndio urbano”? Quando mudou? Quando a PM protegeu os manifestantes, mas deixou que os mesmos fossem contidos pela Guarda Municipal do PT, diante da Prefeitura Municipal. Quando a virada do MPL se consolidou? Quando as bandeiras do PT foram queimadas na rua por manifestantes pacíficos e ordeiros, aqueles que estavam na rua “sem partido”. Ora, o MPL é cobra criada pelo PT. É braço do PT. Só foi para a rua para desgastar Geraldo Alckmin, tendo em vista que Fernando Haddad contava que, ao fim e cabo, conseguiria algum subsídio federal para reduzir a passagem. Articulado ao movimento, José Eduardo Cardozo, este penoso Ministro da Justiça, aproveitou a bagunça criada pelo MPL para também atacar Alckmin, já que é candidato a enfrentá-lo em 2014. Ao ver que o plano havia fracassado, o MPL, de forma pelega e rasteira, deu coletiva para dizer que, lá na alma, era PT e que estava doendo muito ver o seu partido apanhando nas ruas dos manifestantes pacíficos, até mesmo de carteiros e não existe nada mais povo e mais honesto que esta categoria. O MPL voltou a ser mais aquele. Aquele apêndice do PT, só que desta vez pegou o ônibus errado.

  • .(Folha de São Paulo)

    Popularidade de Dilma desaba. 85% desaprovam sua atuação frente às manifestações.

    A maioria dos moradores da cidade de São Paulo avalia que a presidente Dilma Rousseff (PT) reagiu mal à série de protestos em várias capitais brasileiras, de acordo com levantamento do Datafolha. Pesquisa feita ontem antes do pronunciamento da presidente aponta que 55% dos entrevistados avaliaram como “ruim” ou “péssima” a atuação dela ante às manifestações. Uma parcela de 15% classificou a atuação da presidente como “ótima” ou “boa”, e 27% a considerou “regular”. Na pesquisa anterior, feita na terça-feira (18), a parcela dos que reprovavam a atuação de Dilma era de 49%.

    Em sentido inverso, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), exibem indicadores melhores na pesquisa de ontem do que na realizada anteriormente. Ainda assim, a maior parcela dos entrevistados reprovou a condução de ambos. A reprovação à atuação de Alckmin diante dos protestos caiu de 51% para 39%. A curva negativa de Haddad tem inflexão menor: passou de 55% de reprovação para 50%.

    Um total de 24% dos entrevistados achou a conduta de Alckmin positiva; o índice do prefeito Haddad é menor, 17%. Ambos melhoraram em relação à pesquisa anterior. Entre uma pesquisa Datafolha e outra, governador e prefeito anunciaram a redução da tarifa de ônibus, trem e metrô de R$ 3,20 para R$ 3.

    A taxa de reprovação dos três é maior entre os mais escolarizadas: a ação de Dilma é rejeitada por 66%. A de Haddad, por 61% e a de Alckmin, por 51% desse grupo. O instituto Datafolha realizou 606 entrevistas na cidade de São Paulo. A margem de erro é de quatro pontos percentuais.(Folha de São Paulo)

  • Por Reinaldo Azevedo

    21/06/2013
    às 16:22
    Movimento Passe Livre é uma organização com convicções comuno-fascistas, isto sim!, e, por óbvio, agora é também censora do povo. Só para não perder a viagem: como se nota, eu estava certo!

    Parte da coleção de pensadores do MPL: Rafael Siqueira é esse pós-adolescente de azul. Aos 38, é tratado como a “juventude que quer mudar o mundo”…

    Que graça!

    O Movimento Passe Livre, tratado por setores da imprensa como os novos utopistas e um celeiro de pensadores, agora veio a público para anunciar que está fora de novas manifestações em São Paulo porque elas teriam sido apropriadas pelos conservadores. Essa gente que diz não ter líderes já emitiu, que eu me lembre, a sua segunda “nota oficial”. É a primeira vez na história do mundo mundial que uma “organização horizontal” emite nota. É patético! O texto é de impressionante má-fé por tudo o que diz e por aquilo que omite. Leiam

    “O Movimento Passe Livre (MPL) foi às ruas contra o aumento da tarifa. A manifestação de hoje faz parte dessa luta: além da comemoração da vitória popular da revogação, reafirmamos que lutar não é crime e demonstramos apoio às mobilizações de outras cidades. Contudo, no ato de hoje presenciamos episódios isolados e lamentáveis de violência contra a participação de diversos grupos.

    O MPL luta por um transporte verdadeiramente público, que sirva às necessidades da população e não ao lucro dos empresários. Assim, nos colocamos ao lado de todos que lutam por um mundo para os debaixo e não para o lucro dos poucos que estão em cima. Essa é uma defesa histórica das organizações de esquerda, e é dessa história que o MPL faz parte e é fruto.

    O MPL é um movimento social apartidário, mas não antipartidário. Repudiamos os atos de violência direcionados a essas organizações durante a manifestação de hoje, da mesma maneira que repudiamos a violência policial. Desde os primeiros protestos, essas organizações tomaram parte na mobilização. Oportunismo é tentar excluí-las da luta que construímos juntos.

    Toda força para quem luta por uma vida sem catracas”

    Voltei
    Mais uma vez, o MPL reafirma seu caráter e movimento de esquerda, no que venho insistindo aqui desde o primeiro dia. É permitido ser de esquerda no Brasil. O que deveria ser moral e eticamente vetado é a imprensa, setores dela ao menos, tentar negar esse caráter, esforçando-se para emprestar a essa gente uma agenda que não é e nunca foi sua.

    O MPL está chateadinho porque os petistas e outros partidos de esquerda foram banidos das manifestações; tiveram de sair de lá com o rabo entre as pernas. ATENÇÃO! Eu também não apoio a perseguição a partidos políticos e acho que nada de bom sai dessa prática, mesmo que seja contra essa gente cujo ideário desprezo. Só que há um dado importante: o que me causa horror nessa onda toda — e estou a cada dia mais convicto disto — é a violência e a permanente violação da Constituição.

    Releiam a nota do Passe Livre. Os valentes condenam a suposta violência contra seus amiguinhos de esquerda, condenam a suposta violência policial, mas NÃO DIZEM UMA VÍRGULA CONTRA OS DEPREDADORES E OS SAQUEADORES.

    Alo, mistificadores! É mentira que os atos de depredação e barbárie estavam fora do script do Passe Livre. Não estou dizendo que foram PRATICADOS por eles — que têm compleição física para isso têm. Estou AFIRMANDO QUE A VIOLÊNCIA ERA UM DADO DA SUA EQUAÇÃO. Ou não foi ela que empurrou os prefeitos para decisões de emergência, que estupram as contas públicas.

    Eu sei o que faço com a minha ignorância — procuro saná-la lendo, estudando, refletindo. Cada um faça o que quiser com a sua própria. O MPL se considera um movimento revolucionário — já falo quem são seus interlocutores. Se os jornalistas — com as exceções de sempre — lessem um pouco mais e dessem um pouco menos de atenção à fofocaiada das redes sociais, saberiam que a violência, o terror, a desordem, a confusão generalizada, a desestruturação de serviços públicos etc., tudo isso é uma etapa da luta revolucionária.

    “Ah, o Reinaldo acha que eles iriam fazer uma revolução. É um paranoico!” Uma ova! Eu não acho que eles iriam fazer revolução, não! Eu estou sustentando que eles consideram que a violência lhes é útil porque existe teoria a respeito, que trabalha com esse dado. Eles só estão decididos a tornar a vidas nas cidades um inferno para conquistar posições de poder na miríade de partidos de esquerda.

    Rafael Siqueira, o tiozinho com cara que caiu do caminhão que voltava com a tralha de Woodstock, TRINTA E OITO ANOS, concedeu entrevista. Leio na Folha o que segue em vermelho:

    Durante o ato, o MPL conversou com alguns grupos de esquerda sobre a presença de “neofascistas” agredindo pessoas na rua. “É inconcebível essa onda oportunista da direita de tomar os atos para si.”

    Segundo o movimento, desde o ato de terça-feira, grupos de direita (não se sabe se organizados ou não) levaram às ruas pautas que não representam o MPL, o que gerou preocupação, pois “distorce a iniciativa”.

    “O que preocupa não é a participação das pessoas na rua, mas pessoas claramente contra as organizações sociais e que nunca participaram de manifestações, começarem agora a usar os atos para promover a barbárie.”

    A decisão de voltar ou não às ruas será tomada após conversa do MPL com grupos aliados –MPST (Movimento Popular dos Sem Terra), MST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra), Ocupação Mauá e Periferia Ativa–, que deve acontecer até a semana que vem.

    “Ainda não sabemos que estratégia tomar, vai ser uma conversa longa e franca entre todas as organizações no campo da esquerda pra que a gente não fique rachado entre a gente, precisamos manter a união, que é o mais importante.”

    Retomo
    Eis aí. Eu disse desde o começo que o MPL havia trazido para as cidades, com o apoio bucéfalo da imprensa, os métodos que o MST usava no campo. Podem procurar os textos. Estão em arquivo.

    O MPL está fora? Como já disse aqui, então eu estou pensando em aderir ao movimento de protesto. Só que eu teria algumas exigências para tanto, que, acredito, não serão acolhidas:
    1) que os que querem mudar o Brasil (e até o mundo) não destruam a rotina das cidades. Peçam autorização ao Poder Público para se manifestar numa grande praça. É fascista impor a participação a quem não quer participar;
    2) pela volta dos R$ 3,20. É um escândalo que Prefeitura e governo tenham de cortar investimentos por conta de uma benefício que é irrelevante para milhões, mas que é relevantíssimo para o futuro.

    Que bom que esse MPL nunca me enganou. Identifico essa gente de longe, pelo cheiro.
    Por Reinaldo Azevedo

  • Toda mudança radical gera medo.Principalmente nos mais experientes. Povo nas ruas é melhor do que sentado em casa vendo novela e esperando a morte chegar. Nós mais antigos, tenho 52 anos, temos que ir para ruas trocar experiências com essa massa estudantil… O futuro pertence aos que lutam … Nada foi conquistado!!! A estrada é longa,mas se começarmos agora, teremos um país daqui a 50 anos !!!!

  • Achei a análise do texto excelente. Concordo com o termo “indivíduo do meio”. Porém, concluir que isso é brincar de revolução… eu discordo. Para essa manifestação é o caos e a barbárie abafada por uma maquiagem de movimento pacífico e democrático. Há anos (uns 8 anos) discuto com amigos sobre o cenário político no país (e no mundo) e sempre inferimos que a barbárie viria a tona.
    Com certeza, não termos um final feliz a curto prazo. O manifesto é realmente caótico!!!!!!!!!!! Mas acredito que isso será a nossa salvação num futuro mais distante.
    Abs. e parabéns pelo texto.

  • Acho que um dos problemas é quando se cai no “O resto, para ele, é resto.” do oitavo paragrafo

  • Vejam, o povo reage ao pronunciamento de Dilma.

    http://www.youtube.com/watch?v=qZoZ6al0U8w&feature=player_embedded#at=22

  • Nossa que tendenciosa essa matéria, e o pior vcs apoiando isso…não vi ninguém brincando lá…esse Pierre Lucena é um BABACA que quer aparecer….aposto que esse almofadinha nem deu as caras por lá, burguesinho metido a merda…

  • Prezado Pierre, tô aqui no Rio, li muita coisa e a melhor foi esse seu texto. Obrigado e parabéns. Só não vejo essa revolução (golpe?) como algo tão temível. Objetivamente, os militares estão ok, o movimento inclui 1% dos brasileiros, suficientes pra protestar, mas não pra fazer um golpe, sem armas. De qualquer modo, a ideia anti-Dilma é sugerida por uma minoria barulhenta mas inexpressiva numericamente.
    Fora os últimos dois parágrafos, sua análise bate perfeitamente com a minha.
    Obrigado inclusive por me fazer entender pq votei na Marina!

  • Os partidos políticos do Brasil faliram. A direita sempre foi vendida, e a esquerda trocou sua agenda de reformas sociais pelo pragmatismo político dos lobbys privados desde que Lula chegou ao poder. O resultado não poderia ser outro: nenhum eleitor se sente representado por nada nem ninguém que integra esse sistema.

  • Belo Texto Pierre.

    Acho que do dia que ele foi criado até hoje, o clima deu uma amenizada. Afinal de contas, é final de semana!. Vamos ver como vai se desenrolar durante a semana, até porque Dilma vai ter que começar a mostrar se vai tocar mesmo aquela conversa mole do discurso!.

    O que me causa tensão é como está sendo o desenrolar desse fenômeno. A direita, ou parte dela, acusa as manisfestações como parte da insatisfação popular com o governo, o que não deixa de ser verdade.

    Já a esquerda, em seus blogs e revistas, não acreditam nisso, se acham inclusive como autores do protesto, e quem assumir a paternidade dos atos.

    Uma coisa é certa, tais atos mostram como o PT, a até então melhor alternativa de partido de esquerda do país, está distante das ruas, e isso faz muito tempo. Eles parecem ter uma agenda própria, do partidão, que carece que fiança popular. E eles tem um problema crônico, não sabem aceitar críticas!!! Vimos isso aqui em Recife, com um governo altamente incompetente, mas que era visto com a ilha da alegria!.

    O PT deveria aproveitar o capital social dessas manifestações e se afastar de partidos pobres que compõe sua aliança. Também deveria, como partido mais próximo das ruas (pelo menos entre os grandes!), saber o que estava sendo dito e dar uma resposta rápida. Se ele não sabe como ouvir essas vozes, peça ajuda à Dudu, que é mestre nisso! (craque em mostrar respostas assim que a opinião pública se manisfesta de alguma forma que ele pode aproveitar!)

    Apenas de ter um caráter quase anárquico, esse movimento tem uma posição que se alinharia mais ou menos na área onde o PT se encontra. Um movimento de esquerda, porém sem ser radical. O problema é que o PT anda distante, distante das ruas, é mais fácil vê-los de terno de gravata em carros pretos com ar-condicionado do que suados tomando uma cerveja quente depois de uma passeata!.

  • Um outro grande problema do Brasil, pouquíssimo abordado aqui, são os maus empresários, que, para maximizar os seus lucros:

    1 – entram em conluio entre si para fraudar licitações, arrumar contratos e superfaturar obras públicas;

    2 – deixam de pagar direitos trabalhistas e previdenciários dos seus empregados;

    3 – são o sujeito ativo da corrupção. Eles são os corruptores;

    4 – financiam a esmagadora maioria desses políticos nojentos e corruptos;

    5 – deixam de emitir notas fiscais e sonegam muitos $$ em impostos. Você, que está lendo, por acaso exige sempre a Nota Fiscal?

  • O PT está colhendo todo o mal que plantou nesse país. Fez tanta miséria e agora a parte mais esclarecida e estudada da sociedade não aguenta mais o descaso com o qual o governo do PT trata esse país.

    Esse governo vem brincando com a cara do povo desde o tempo de Lula, vem levando esse país na brincadeira e agora está aí o resultado, o brasileiro se sente um palhaço obrigado a trabalhar feito escravo burro de carga pra sustentar a vadiagem que o PT estimula no país, as pessoas de bem saíram às ruas por que não aguentam mais tanta baderna e esculhambação.

    São TRILHÕES ROUBADOS pagos por quem trabalha na forma de impostos, ninguém aguenta mais essa situação, isso é insuportável pra qualquer pessoa trabalhadora e de bem.

    O PT está fingindo que essa REVOLTA não é com ele, até tentou tirar proveito da situação, mas foi EXPULSO pelos manifestantes em São Paulo. As pessoas esclarecidas e bem informadas já perceberam a malandragem do PT em tentar tirar proveito da situação. O governo pode enganar os coitados famintos do bolsa-esmola que tem pouco estudo e informação, mas a classe média esclarecida é sabedora dos artifícios, técnicas, malabarismos, estratégias e métodos do PT para enganar a população.

  • O grande problema é a crise de representatividade que vive o Brasil, e a culpa é sim dos próprios partidos. Foram eles que conduziram as coisas a este ponto quando aceitaram o dinheiro daquele empresário de transporte que não queria metrô por que ia competir com o seu ônibus. Ou daquele empresário de segurança privada que queria leis mais lenientes para ver a criminalidade aumentar e seus negócios faturarem mais. Ou daquele empresário do plano de saúde, que queria que o seu político sucateasse o SUS para trazer mais clientes para seu negócio. Ou daquele dono de empreiteira, que queria que você fraudasse uma licitação de grande obra e superfaturasse o valor. Os partidos se venderam em troca de financiamento de campanha, abandonaram suas agendas sociais para se entregarem de corpo e alma ao mais sujo o podre pragmatismo político com vias a se perpetuar no poder. Agora, ficam espantados ao ver o nível de rejeição da população e descobrir que o povo não se sente representado. Eu também não concordo com o fim dos partidos políticos, sou a favor da democracia e da liberdade, mas não tem como tirar a razão da indignação popular ante tudo que existe aí. Talvez seja esse o momento para certas lideranças partidárias descerem um pouco do pedestal e refletirem se suas atitudes nos últimos anos realmente representaram o anseio do povo, ou se serviram apenas como prostitutas a grandes lobistas e empresários. A única forma de acabar com o que está acontecendo e resgatar a credibilidade de nossa democracia é uma reforma política e eleitoral ampla, que seja capaz de coibir os interesses privados na administração pública e trazer de volta os partidos para junto do povo. Acabar com campanhas eleitorais milionárias e as coligações que façam um candidato ter mais da metade do guia eleitoral e passar como um trator por cima da oposição. Padronizar campanhas eleitorais para apenas transmitir as propostas de um candidato, e não ser esse circo de mídia cheio de efeitos e jingles chicletes que temos toda eleição. Reprimir com rigor a compra de votos e a manipulação eleitoral dos pobres que não tiveram acesso a educação. Enquanto isso não for feito, vai ser inútil pedir a população que poupem as cabeças dos políticos. Os políticos não representam mais ninguém senão os interesses de grandes grupos privados, e o processo democrático não tem nenhuma legitimidade do jeito que está. Precisamos de uma reforma política para ontem!

  • eu como cidadão pernambucano me arrependo muito por não participar das manifestações,quando vc fala que o povo não tem liderança eu concordo mas a liderança nesse caso é o povo quando alguem sai de casa ele quer mostrar sua insastifação sem voz,o único meio de manifestar-se é o próprio proteto,não há uma intençao individualista e simcoletiva não importa se eu não entendo o que importa é o que ta acontecendo e eu apoiando não há movimento; Recife,SãoPaulo,Brasília………. e sim focos do manifesto brasileiro quem foi a rua nãofoi eu ou voçê foi o brasil,se tivessem saido so o grupo de São paulo ou vise-versa teriam alcançado o que o Brasil conquistou hoje?
    abraços!

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

outubro 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).