Chapa Pró-Dima só consegue 199 votos em plenário na Câmara

dez 8, 2015 by     13 Comentários    Postado em: Política

A situação do Governo Dilma nas últimas 24 horas se deteriorou muito.

Mesmo sem gente nas ruas, o impeachment, que por enquanto é apenas de gabinete, começa a ganhar corpo através da formação da comissão especial que analisa o pedido.

O Governo levou uma verdadeira surra na votação no plenário: 272 a 199 votos.

Em poucas palavras, o Governo precisará de 171 votos para impedir o impeachment quando este for levado a plenário. Se fosse hoje escaparia, mas não se pode dar sequer ao luco de perder 29 votos.

Pelo jeito o rompimento com Temer começa a complicar muito o Governo Dilma.

13 Comentários + Add Comentário

  • Pierre, essa coisa de “falta de gente nas ruas” não retira a legalidade (e consequentemente legitimidade) do procedimento, o qual foi instituído seguindo meridianamente a CF, a Lei nº 1079/50 e o Regimento Interno da Câmara.

    Nunca houve e difícil haverá movimento de massa no Brasil nesse sentido, como houve na Ucrânia recentemente para tirar Viktor Yanukovitch (e foi bem registrado no documentário “Winter on Fire”, disponível no Netflix). O brasileiro médio não tem têmpera pra isso; só se coça para fazer no máximo reivindicações corporativas (ex: servidor público protestar/fazer greve por aumento de salário).

    As pessoas que foram pra rua em 92 eram aquelas que estavam tuteladas e orquestradas por movimentos liderados pelo PT e aliados: UNE, sindicatos, artistas/professores universitários vinculados ao PT, etc. Não foi, nem de longe, um movimento de massa.

    • Lucas
      Em março tinha muita gente nas ruas. Metade daquilo e Dilma não se segura.

    • Desculpa Lucas, mas o que vc acha do parecer de Marcelo Neves sobre o impedimento do mandato da presidente? Ele é fraco? Talvez tenha sido produzido por um incompetente? Gostaria de conhecer a sua opinião.

  • “Foi imposta uma votação secreta, para que a traição comesse solta e os parlamentares se escondessem das responsabilidades perante a população. Foi impedida a palavra de todos os deputados. Voto secreto, NÃO! É um dever nosso ser transparente!

    A chapa alternativa, formada por parlamentares da oposição e dissidentes do governo venceu a concorrente, por 272 votos a 199.

    Voto secreto estimula a traição e o comportamento covarde. Isso degrada o parlamento. O governo Dilma é indefensável, sim, mas deve ser derrotado nas urnas. Um processo de impeachment feito dessa maneira fica maculado. Aquele que é o elemento mais agudo do processo político está sendo objeto de manobras. Se queremos o combate à corrupção, não podemos usar meios corruptos. Se queremos a transparência, não podemos aceitar votação secreta.

    E, mais uma vez, olha a coincidência cronológica fantástica: esta sessão sobre o impeachment foi chamada enquanto acontecia a reunião do Conselho de Ética que discutia o processo contra Cunha – novamente adiada.”

    da página do Chico Alencar no facebook.

    Escândalo é um pilantra comandar o processo de Impeachment de uma presidente da maneira como está conduzindo, por trás dos bastidores sem transparência nenhuma. Esse tipo de coisa só denuncia o que esse impeachment realmente é: GOLPE PARAGUAIO.

  • Muito bom, excelente.

    Ver o PT levar surra é um dos maiores prazeres que um ser humano NORMAL pode sentir.

    Agora é rezar pra esse pedaço de merda voltar para para o seu habitat natural: a privada.

  • Pierre, vê essa:

    Deputados petistas QUEBRARAM urnas eletrônicas na eleição da comissão especial:

    http://g1.globo.com/politica/processo-de-impeachment-de-dilma/noticia/2015/12/deputados-governistas-quebram-urnas-na-eleicao-da-comissao-especial.html

    É só isso que essas ALMAS SEBOSAS sabem fazer.

    PT, o partido dos MARGINAIS, BANDIDOS, VAGABUNDOS, DELINQUENTES e MALOQUEIROS.

  • Dilma e o PT se fuderam. Só falta agora varrer esses lixos do poder.

  • Tirar Dilma e por Temer,Trocar um gambá que ameaça as galinhas por uma raposa na esperança que proteja o galinheiro.Quanto inocência

  • Aproveitei o bonde da história,consegui me aposentar,por esforço e capacidade intelectual,tenho um salário mais ou menos bom,portanto,não tenho de que me queixar da vida e nem procurar “culpado”.graças a Deus

  • Cunha tem que contratar um exército com carros blindados para sua segurança pessoal, a petralhada manda acabar com ele fácil. Com petralha não se brinca. Celso Daniel que o diga.

  • O perigo é que o PT não vai largar a teta fácil. Só Deus sabe que recursos esses animais selvagens podem usar para se manter no poder. Já conseguiram corromper até as Forças Armadas brasileiras, só falta as FARC invadirem o Brasil com as milícias, os narco-terroristas e as guerrilhas comunistas da América Latina para dominarem de vez essa pocilga.

  • A militância petralha tá com medo, se a bandida cair vão perder a mortadela. Não vai sobrar nem dinheiro pra maconha. Alguém tem que avisar a essa cambada de malandro que a vagabundagem tá com os dias contados.

  • Eita Renato, que é por aí mesmo

    Sou favorável ao voto aberto mas, nesse caso, adotaria o mais fácil de tirar a Dilma

    As urnas foram aferidas no ano passado e sob uma campanha mentirosa e sórdida

    A democracia não deve tolerar esse vale-tudo

    Remover a presidente é a Lei e chama de golpe quem se favoreceu ou se favorece com os crimes

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

dezembro 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).