Novo Recife: a última obra(da) de João da Costa

dez 28, 2012 by     130 Comentários    Postado em: Política

Quando você achava que este cidadão não seria capaz de mais nada, eis que ficamos sabendo que está aproveitando o sopro de poder até o último suspiro.

No último dia útil de gestão, João da Costa, que pode ser classificado como o pior Prefeito da história do Recife, conseguiu cassar a liminar que proibia a votação no Conselho de Desenvolvimento Urbano sobre o Projeto Novo Recife, e às pressas reuniu sua patota, comandada pela sua secretária Maria de Biase e fez uma reunião relâmpago do CDU, sem ninguém ficar sabendo, e aprovou o projeto como ele e a Moura Dubeux quiseram.

Resta saber agora se Geraldo Julio vai simplesmente bater palmas para João da Costa e sua construtora favorita, ou se vai revogar a decisão tomada frente a este absurdo, que no mínimo podemos chamar de anti-republicano.

A atitude do novo Prefeito falará muito pelo que será sua gestão.

O pior de tudo é a desfaçatez com a pressa em aprovar o projeto. Reuniu mais de uma dezena de secretários em uma reunião à portas fechadas, apenas para satisfazer a Moura Dubeux.

Esta “maravilha” da imagem acima pode ser considerada a última obra(da) do pequeno João da Costa.

Aliás, a imagem acima é o maior retrato de nossa capital, que se propõe a ser a nova Bagdami, que é uma mistura de Bagdá com Miami.

Os males que esta turma do PT fez à cidade do Recife serão sentidos em décadas. Desordem urbana, caos administrativo, entrega do planejamento da cidade às construtoras e empreiteiras, aparelhamento da máquina, etc. Fica difícil enumerar todos os males que esta patota fez à cidade.

Apesar das tentativas de fazer de conta que não é com ele, é bom nunca esquecermos que o responsável por esta tragédia é João Paulo.

Este sim o indicou e o elegeu.

Por fim, em meio à toda esta mobilização e pressa para aprovar o projeto da Moura Dubeux, resta a pergunta: não teria nada mais importante para fazer no último dia de gestão?

130 Comentários + Add Comentário

  • Absurdo, antidemocrático, vil e desonesto. Espero que diante do repudio que esse ato final de João da Costa deve causar na população e nos meios especializados sensibilizem o Prefeito Geraldo Júlio.

    • Não sejamos inocentes. Nada se faz em fim de mandato sem a concordância ou até a determinação do sucessor. É mais uma obra de Geraldo, assim como o aumento extorsivo do IPTU.

  • Assim, sem mais nem menos? Que feliz ano novo…

  • Na verdade essa é a primeira obrada de Geraldo Júlio. É ele que foi financiado pela MD indiretamente via doações ao PSB nacional e quer ver o projeto aprovado, mas não quer se queimar. João da Costa fez o que Seu Rei mandou fazer. A farinha é a mesma, só muda a embalagem.

  • FORA PT !!!

    JA VAI TARDE… ATÉ NUNCA MAIS !!!

    LIXO DE PARTIDO…

    • PT, PSB… tudo a mesma coisa.

      Tá na cara que isso é ato conjunto de João da Costa, Geju e Dudu.

  • Sou a favor de um projeto para revitalizar aquela área e concordo com algumas ideias do Projeto Novo Recife, mas não com a imposição do planejamento todo como um “pacote” da forma como a Moura Dubeux quer, muito menos com essa forma desonesta – corrupta, mesmo! – de se aprovar tudo.
    Para mim, é preciso debater com a sociedade e então fazer um concurso para o projeto, depois uma nova licitação entre as empreiteiras. É uma obra pública e precisamos provar que o Recife é de seus habitantes, não de quem ocupa a cadeira da prefeitura ou quem paga mais a este último. Aqui não é “terra de ninguém”!

    • Mariana, não estou defendendo as empresas, apenas buscando dar a você mais argumentos: não é uma obra pública, nem houve licitação. O que houve foi um leilão para a compra do terreno inteiro por um grupo de empresas reunindo a Moura Dubeux, Queiroz Galvão e GL Empreendimentos (do antigo dono da Vitarella, Gerson Lucena). É por isso que causa tanta polêmica e também por isso que as empresas (a Moura Dubeux, insisto, é apenas uma delas) não arredam o pé. Não existe a mínima possibilidade de haver “concurso”, como você falou, muito menos “nova licitação”. É questão de liberar ou não aquelas torres horríveis que eles querem colocar lá. Pronto. E o único jeito para isso é negociar contrapartidas. O problema é que o fórum público responsável por isso era para ter sido a peste do Conselho de Desenvolvimento Urbano (CDU), esse mesmo alvo do post do blog. Agora fica meio Chapolin Colorado: “Oh, e agora, quem poderá nos defender?”

  • Um Nojo que a maior parte da sociedade acoberta e acha normal.
    Prefeito e construtora sebosos

  • Essa Mariana Gominho devia estudar mais: como uma empresa dona de um terreno vai fazer o que o povo manda. Como “é uma obra pública”? Vendeu acabou

    • Nem é obra pública, e nem é “vendeu, acabou”. Cabe ao poder Público dizer o que pode ou não ser construído. Isso é a regra.

      • Prezado Pierre, se vc compra um terreno, logo ele é seu, e mediante as leis, vc pode construir oq a lei permitir, como nesse caso, as empresas irão comprar terreno para que o governo ou elas mesmas construam praças, ou algumas outras coisas q não vão ter o retorno financeiro do valor que foi pago pelo terreno, pq o governo não fez isso antes de leiloar os terrenos do cais? tem algo meio errado ai né? se eu tiver errado, ate pq ninguem é dono da verdade, por favor, me corrija. abs, Marcos Aurelio.

        • Ok, te corrijo. Existe uma coisa chamada de “lei de uso do solo”. Existe também outra coisa chamada de “Plano Diretor”.

          Não se quer necessariamente que se construam praças ali. O que ser quer é que a ocupação agregue à cidade do ponto de vista urbanístico. Quer saber como vai ficar o Cais se o projeto for aprovado da maneira que a MD quer? É só dar uma volta na Ilha do Leite pra saber. Ali só tem prédio comercial, igualzinho como vai ser no José Estelita. De dia é tudo engarrafado e quase ninguém passa a pé. De noite é esquisito, deserto, morto mesmo, uma desgraça. Ou seja, é um lugar que serve somente como poleiro para escritórios, quando poderia ser muito mais se tivesse sido melhor ocupado. A intenção é evitar que isso se repita no Cais.

        • A lei exige que se aprove um projeto que esteja de acordo com os interesses da cidade.

        • Basta olhar a Beira Rio e sentirão a desgraça.

    • Não existe vendeu e acabou. Em terreno nenhum, muito menos numa área enorme de importância para toda cidade. O interesse da população prevalece sobre a propriedade e regulamenta seu uso.

  • Que pena que o mundo não acabou!!
    João da Costa apenas fez o que “Dudu” mandou…se vai ganhar algum apartamento..ou outro “presente” isso já já saberemos!! Vergonha!

  • Engraçado o comentário pífio chamando de “turma do PT” e de alguns energúmenos na sequência. A falta de caráter na atitude INDEPENDE do partido político. É algo relativo a ele e somente a ele. E antes de falarem que o PT só ferrou a cidade, procurem no Google como era o Recife ANTES de João Paulo e DEPOIS de sua gestão. Se não tem conhecimento para falar, fechem a latrina que é muito mais útil para todos nós.

    • Pergunta a teu chefe quanto custou o lindu e quanto custou fim de mandato o parque santana e o de apipucos, junto da casa dele, deve ser para os netos brincarem, mas pelo menos fez um parque! Com a câmara na mão e muito dinheiro no bolso, desculpe no caixa! 12 anos de uma cidade com dinheiro e veja como está Recife!

    • Esquenta não Martins, eu acredito que os culpados são JPLS e JG e não a instituição PT.

  • E Recife cada vez mais feia…

  • Sem querer ser chato…. o poder público diz “o que pode” e “o que não pode” com base em regras pré-estabelecidas – e não em arbitrárias opiniões dos chefes de plantão. Até onde sei – se estiver mal informado, me corrijam – o projeto respeita a lei de ocupação do solo vigente na época de seu registro. Daí por que acho difícil impedir sua concretização.

    Vocês verão que “o poste” não moverá uma palha pra mudar nada… vai ficar tudo como está mesmo…

    • Caro detetive espiritual,

      Independente de pode ou não pode, essa obra não tem NENHUM interesse público(e quando falo interesse público falo do interesse do povo e não do interesse dos seus representantes como normalmente é tão traduzido na política brasileira.). Sendo assim se houver pressão popular suficiente, não se constroi nem uma gangorra.

      • Quer apostar como o povo não tem, como nunca teve, vez? Quem manda na política, portanto no país, é o dinheiro. Vc tem? Não? Eles têm!!!

    • Qualidade de vida, quando não tem, desvaloriza o próprio imóvel!
      Recife, se vive bem fora do ap? Enclausurados é qualidade de vida?

  • Ladrão FILHO DA PUTA!!

  • E assim caminha a humanidade….

  • Filho de uma PUTA!! Apesar que tenho ‘quase’ certeza que Geraldo Julio ta por tras disso e deve ta vibrando!! Ja que a Moura Dubeux deve ter doado muito din din pra campanha do boneco de Eduardo Campos. Recife uma cidade MAL PLANEJADA, cheio de ‘projetos’ megalomaniacos e cercada por uma ideologia ufanista do governo E.C! Acho eh pouco pra o cidadao recifense que, em sua maioria eh bitolado e baba-ovo desse governo!!

  • Tempos melhores virão? Tomara! O Recife precisa e merece.

  • Acho também um absurdo esse tipo de atitude advinda de um dirigente público, até porque parte da sociedade exprimiu a sua insatisfação quanto a essa proposta. Contudo, ressalto que a “culpa” de ter eleito João da Costa não é somente de João Paulo por tê-lo indicado, e sim de quem o elegeu. E não sei se “culpo” somente a população que nele votou, me consterna e desalenta pensar que esse lobby da MD é tão bem articulado que lotearia o Recife para si em muitas das coligações que pleitearam as eleições onde João da Costa foi eleito e não sei até que ponto ,posturas divergentes aos interesses daquele lobby são possíveis nessa estrutura de poder apodrecida. Não quero ceifar a fé e, acreditando que é sempre possível mudar, torço por uma vida digna no Recife. Os bravos guerreiros não precisam estar travando constantes batalhas, sobretudo, em sua própria cidade.

  • Não defendendo o PT, mas nessa hora é bom lembra que João da Costa fez uma gestão isolada. Tanto trabalhou em desacordo com partido, que foi chutado de uma segunda gestão.

  • E o MPPE nao faz nada?? Nao contesta, nao instrui a populacao, nao abre um debate??? Enfim, pra que serve o Ministerrio Publico do Estado de Pernambuco mesmo???

    Outro ponto importante quanto deve ter sido a evolucao de patrimonio do nosso antigo prefeito Joao da Costa no final dessa sua gestao melancolica?? Creio eu, que ele deve ter ‘investido’ muito em apartamentos ne?! Ja que eh um investimento solido!! hehe

    • O MPPE esteve presente todo o tempo e questionando mas sequer foi dada a voz na reunião do CDU. A promotora falou e muito bem ao final da reunião. Mas como um trator passaram por cima de tudo e aprovaram. Mas entre aprovar e construir como está há uma longa distância,

    • Promotor depois que entra no mpublico, que saber quando é o próximo reajuste de salário, que viver como rico sem o risco da iniciativa privada!

  • Se o povo não concorda, porque deixa?! Acredito que isso só acontece por uma falta de respeito não só do atual governo mais também da Construtora! Mais como sempre acontece, depois de muito carnaval e festas o povo acaba esquecendo! e deixa as coisas acontecerem na frente do nariz e não fazem nada! O Povo acha ruim, mais quando todos os imoveis estiverem prontos para a venda o povo vai la e compra porque e Chique e da Status Social!! Focam no politico, mais a final quem vai construir atras do seu quintal? Não adianta chamar nomes ou reclamar se você não faz nada!
    Quem foi que voto no partido e quem compra os imoveis? O povo se deixar ser desrespeitado e geralmente não fazem nada!!
    Se o povo acha ruim, move your ass and stop just complaining!! Apontar dedo não resolve nada, e sim ter atitudes!!

  • Opa, nessa cidade não tem mais Ministério Público não é? Não tem mais embargo ou coisa parecida? Até as torres gêmeas foram embargadas, obviamente que antes de Jarbas “comprar” um apartamento lá, e o (B)No(b)vo Recife vai ser intocável?
    Parabéns aos prefeitos do PT, lutaram tanto para chegar ao poder, e hoje a gente entendeu bem direitinho o porque. Foi só para terminar o loteamento da Cidade. Parabéns pela especulação imobiliária bem feita (só que não). Foi quase imperceptível o descaso por anos com o Recife Antigo e o Cais, para coincidentemente 12 anos depois ser permitido que a MD “salvasse” nossa pequena cidade da destruição, com a construção de tão desejáveis prédios.
    Essa é história de Recife, uma cidade condenada à afundar no mangue, no cocô do caranguejo. Parabéns aos tradicionais pernambucanos, se empanturrem de Bolo de Rolo e Bolo Souza Leão, enquanto o resto do “povo” se arromba para conseguir chegar ao trabalho, que ao final das contas, não vale nada.

  • Concordo com Marcos a respeito do comentário generalizado de falar sobre “TURMA DO PT” algo pontual.A gestão de João Paulo (do PT) traz fatos, basta pesquisar. Nem todo partido é composto por ótimos políticos. O PT trouxe coisas ruins e algumas boas que antes não tinham sido alcançadas. Esse negócio de ficar metendo o pau no PT por causa de algumas situações (inclusive muitas que ja existiam e so explodiram agora) tá ficando forçado demais. :)

    • Exatamente amanda. Infelizmente a oposição direitista esta usando está má gestão para macular a imagem geral do PT em Recife.

      • 12 anos de má gestão, autodestruição foi do pt! Pt não é maior do que os interesses do povo!

  • o responsável foi João Paulo? quem elegeu João da Costa foi o povo e não ele…

    • Né isso.

  • Esse não é o Recife que queremos!!! Infelizmente parece que a eles não interessa a descaracterização de uma área inegavelmente portuária, com um legado histórico, cultural e ambiental valorosos. Novas Torres de Concreto não podem, não devem ser admitidas, engolidas… Pelo CDU! Onde está o Ministério Público???!… ACORDA RECIFE, ACORDA!!!

  • Quem foi o que cassou essa liminar? E sob que argumento?

  • Meu amigo, realmente esse prefeito pode até ser enquadrado com o título de pior prefeito da Historia, e vossa senhoria que escreveu tal texto, deve estar tendo orgasmo múltiplos, por provavelmente se tratar de um direitista, e esta contente por um “fraco” e suposto petista esta fazendo essas titicas. Não generalize o partido, e escreva “turma do PT” como sendo de um termo baixo calão, tenha mais respeito por um dos partidos que mais fez pelo Recife e pelo Brasil, JP realmente errou ao indicar JC, o povo votou e João da “bosta” traiu joão paulo e os recifenses. Torço para que o ventríloquo Geraldo Júlio faça uma gestão condizente com essa cidade tão maravilhosa que nos últimos 4 anos foi esquecida.

  • Durante muito tempo eu achei que JC fosse apenas incompetente para gerir uma cidade. Depois, incompetente e raivoso (a doença dele é típica de quem carrega muito ódio e amargura). Agora (ou já há algum tempo), está claro: incompetente (o pior prefeito de Recife de todos os tempos), rançoso e bandido! Resumindo: um MERDA! FILHO DE UMA PUTA VENDIDO até alma!

    • Realmente, também tinha essa mesma impressão, agora no entanto virou uma mescla de incompetência com sacanagem.

  • que textinho ruim o seu Pierre. Mal escrito, equivocado, até uma noticia que poderia ser incrivel vc estragou tudo. pena que de tão tendencioso vc botou os pés pelas maos e falou besteira. fui criado nas barbas do pt que hj consideramos é so um cavanhaque. mas, vc caro amigo, nem botar de molho seu ex-bigode conseguiu. muito feio!

    • Cuidado para não esquecer a pontuação quando for criticar o texto dos outros.

      • Puxa saco de PT. Putz ainda existe isso… vergonha alheia.

        • Pt faz bem lavagem cerebral, espero que a oposiçao na câmara tenha força para brigar pela melhor cidade que for possível!

  • Se forem fazer um inventário das coisas absurdas que foram cometidas no Recife por seus alcaides (movidos pelo poder economico desmedido), podemos incluir:

    a) destruicao de uma ponta do Forte das 5 pontas, destruicao do palacio de Friburgo (periodo pos ocupacao holandesa);

    b) aterramento de uma enormidade de rios e mangues (ate hj temos problemas de enchentes por conta disso);

    c) Dantas Barreto;

    d) ponte giratoria sem girar;

    e) sucessivos planos diretores que permitem construir em qq lugar, qq coisa…

    etc, etc, etc

    Poderia enumerar mt mais, so pra mostrar que o PT nao esculhambou a cidade menos do que ela ja vinha sendo avacalhada antes. O demerito é que seria uma esperança de melhora. Ate aquela lei dos 12 bairros foi um sopro disso. Depois, cairam no bolso das construtoras, o que atingiu o apice com JdaC.

    E nao se iludam com GJu. Ele pode ser um prefeito melhorzinho, dinamizar uma ou outra obra, inaugurar a via mangue, ajeitar a coleta do lixo, ter menos entraves no TCE (por motivos obvios) mas caminha pra ser a mesma porcaria melhorada. E nao me digam q ele nao sabe dessa aprovacao. Prefere ficar calado pra nao se queimar.

  • Não tenho opinião formada sobre assunto ainda, mas respeito o povo que quer mais discussão sobre o assunto. Mas, dizer o que, sobre esse último gesto de João da …osta?
    Este energúmeno despediu-se com o fecho de ouro. Tomara que a cidade que agora está totalmente privatizada e atrelada a interesse de poucos grupos, volte a ser do povo.

    • dá uma lida no site dos direitos urbanos. eles catalogaram notícias a respeito, entrevistas, vários textos de diversas fontes.

  • Sinceramente tenho uma visão um pouco diferente da maioria aqui no Blog em relação ao Cais.

    Claro que queria que tivesse no local algo para uso comum da população e que houvesse discussão.

    PORÉM… por pior que seja, o local HOJE é privado. A população de Recife deveria ter aberto os olhos antes para isso.

    Não me agrada nem um pouco uma propriedade privada ser reintegrada arbitrariamente. Abre uma brecha muito grande para futuramente o estado (com “e” minúsculo mesmo) roubar minha propriedade em nome da maioria ou para uso da maioria.

    Ngm aqui ia querer que o estado viesse e derrubasse o prédio ou a casa em nome da maioria. A essência é a mesmo, há um dono e a propriedade privada TEM que ser respeitada.

    Para mim, uma propriedade privada pertence apenas ao dono, desde que ele cumpra todos os requisitos que já existia em lei, poderá usar para o que bem entender.

    Por mais triste que seja a construção dessas torres, a empresa está plenamente em seus direitos.

    • E para mim não tem essa de que é empresa grande.

      Pode ser um terreno de um pobre coitado ou uma fazenda de um bilionário, se for adquirida dentro da lei, SÓ pertence ao proprietário.

      • Concordo em gênero, número e degrau.

        Os únicos direitos que temos de fato são o direito à vida, à liberdade e à propriedade.
        Creio que uma sociedade se tornaria ideal a partir do momento em que nenhum direito reclamado por um reduziria um, ou mais, desses três de outro.

        • Existem muitos mais direitos que estes, pois vivemos em SOCIEDADE.

          O que você faz, afeta os demais, portanto, existem leis para limitar sua propriedade, pro exemplo.

          Exite o patrimônio histórico, ambiental, existem leis para garantir a infra-estrutura elétrica, água e esgoto das regiões. Existe PLANEJAMENTO URBANO, existe direito até a iluminação natural e circulação de ar adequada, isso se chama CIVILIZAÇÃO.

          Mas NADA é respeitada em nome do interesse econômico e de palhaços, lisos, que fazem a defesa destes crápulas que destroem nossas cidades, enquanto criam seus filhotes no primeiro mundo.

        • E o que a porra do complexo vai afetar na sociedade???

          A diferença é que antes não tinha nada e amanhã terá prédios. O que vai mudar?

          Por que a sociedade só veio abrir os olhos depois que foi comprado? Ninguem estava nem ai para aquele terreno, ai quando uma empresa compra, aparece um monte de socialistazinho de ipod chorar feito uma criança.

          Qual é um patrimônio historico de um monte de ex armazens de açucar?

          Não estou dizendo que sou contra nem a favor, só estou dizendo que o terreno é dele, ele faz o que quiser, desde que esteja dentro da lei.

        • É muito cabeça de bosta mesmo esse Felipe.

          Rapazinho, se vc enfia um monte de prédio em um lugar, isso terá INÚMEROS IMPACTOS, tanto ambientais (vai tudo pro rio a bosta dos bacanas), quanto de mobilidade (imagine os engarrafamentos que já são pesadelos piorarem 70% naquela área, ainda somada ao rio mar), além de muitos outros.

          Ou vc é funcionário da Moura Duboi, ou é muito idiota. Talvez os dois…

        • E a rede elétrica? E a rede de esgotos da região, mais que centenária? E as redes de água e energia elétrica? E a circulação dos ventos na cidade? E destruição da vista dos bairros adjacentes? E o encobrimento dos monumentos do bairro do Recife? E a quebra da estética do bairro central? E as ilhas de calor/sombra diurna que um paredão anti-tsunami como este vai causar? E o impacto no trânsito? E no comércio da região?

          Enfim, poderia passar horas aqui só fazendo perguntas QUE OBRIGATORIAMENTE tem que ser respondidas para um empreendimento desses. Empreendimentos destes no exterior (em países modelo) costumam passar 3, 4 anos para serem aprovados, aqui se aprova, sem discussão, a toca de caixa, em “véspera” de feriado. E olha que nem estou falando do custo de oportunidade para a cidade!

          Particular que comprou assumiu o risco de seu projeto megalomaníaco e ILEGAL não ser aprovado pela cidade. Não existe isso de “comprei, faço o quero”, vivemos em sociedade e você precisa respeitar as regras dela ou então, declare sua independência, se isole e viva as consequências.

        • Meu filho, vc ja escutou falar sobre função social da propriedade? O não existe essa de que o terreno é meu e faço o que quiser com ele.

        • Ainda acho que isso deveria ter sido feito antes de vender, como fizeram no terreno dona lindu, que a maioria achou ruim, mas uma tuia de gente vai la. Obviamente que tem q haver um projeto que seja de interesse da sociedade e das empresas donas do terreno. Mas ai ditar q tem q haver uma praca ou algo do tipo, eh ridiculo, as pessoas que moram ao redor, mesmo concordam com o projeto Aprovado, sugiro que todos que estao contra, se juntem, comprem o terreno de volta, e de para a sociedade fazer uma praca e que tb frequentem, ou senao fique discutindo suas lamurias em protestos virtuais, ou senao, pq nao discutem para derrubar 50% dos predios em Bv onde alguns que discutiram aqui moram, ate em predios da propria Md, isso sim iria ajudar o transito nao eh? Ou nao seria de interesse de uma tal de sociedade???

        • Joao.

          A bosta que eles cagam hoje vão pra onde,seu troxa? A que tu caga vai pra onde?

          É cada uma que tenho que ler…

  • É melhor deixar do jeito que tá, ou então botar uma favela lá dentro!

    Resolve o problema de vcs?

  • João ficou com 16 apartamentos para distribuir Geraldo com 10 também para distribuir, foi realmente um excelente negocio!

  • Existe uma solução extremamente eficiente citada alguns posts acima caso estejam irritados: Não comprar.

    Pierre, podemos esperar notícias sobre a posição de geraldo campos quanto a isso?

    • O que se quer evitar é o dano para a cidade, para a sociedade, a desobediências as leis.

      Não se quer evitar um prejuízo privado, portanto, nada tem a ver com quem compra ou não.

      É incrível como tem gente que luta contra os próprios direitos! Contra os próprios interesses!

      É muito carrapato achando que vai ser cavalo campeão nesta corrida deturpada pela sobrevivência neste país.

      • Você considera um prédio um empreendimento barato?
        Há apenas um motivo para se construir: tem quem compre.

        Se não tivesse gente interessada, não existiria nenhum “Novo recife”.
        Não estou tentando evitar prejuízo de ninguém, basta pensar um pouco, e usar uma das leis mais conhecidas: oferta e demanda.

        • Se você vender merda embalada a vácuo vai ter gente pra comprar. Isso não é argumento pra nada!

          Ancap.. vá pastar! Deixe de olhar o “empreendimento” pela ótica do morador/vendedor, veja pela ótica da LEI e da cidade.

  • Bem, tenho ideias diferente da maioria. Acho que a área está abandonada a anos e anos, mais não sou de acordo a construção das barreiras anti-tsunamis. Mais acho que o povo só se mobiliza quando é votado ou quando chega as empreiteiras derrubando o local, fazem ocupe ou protesto, o MPPE veta as obras e o povo fica novamente em casa esperando acontecer novamente um novo projeto ou uma nova assinatura e o local fica entregue as baratas. Que sabe se fossemos mais ativistas e ocupasse realmente o espaço com um projeto do terceiro setor ou quem sabe um projeto que viabilizasse a utilização da área. Projetos podem ser escritos e entregue na prefeitura. Digamos que o povo quer uma área na qual não sabe ainda o que poderia ser feito com ela e a prefeitura caga no pal construindo uma coisa que o povo protesta sem saber o que fazer com a área ou o que poderá ser feito. Façamos nossos projetos de museu, centro culturais, teatro, cinema, skate park, centro para oficinas, enfim, temos vários estudantes arquitetos, músicos, artistas de rua, artistas formados, cineastras em formação, artes cênicas formados, pessoas que poderiam contribuir para um grande projeto e mostrar que além de não querer a aprovação da merda do projeto grande Recife, poderemos mostrar que queremos mais cultura no Recife, menos prédio e mais arte, enfim, é o meu ponto de vista e posso ajudar, quem sabe poderemos realizar reuniões com todos de áreas diferente e definir o que pode ser feito. Bem é o meu ponto de vista, acho que João da Costa realmente é o pior Prefeito da história de Recife e não apoio esse projeto, Acho que poderemos fazer mais coisas com a nossa ajuda no local, sem a ajuda do governo. É assim que os ativistas trabalham em conjunto, acho que plaquinhas de protestos não adianta mais. Quem sabem um bom projeto e uma boa reunião com o próximo prefeito ajudará, aliás, estamos na era de Aquariuns.

    • Guga, justamente o que você descreve como ideal está acontecendo. A população está indo atrás de que o projeto não aconteça antes do início da derrubada/(pior)construção, ele ainda está em fase de aprovação, embora as etapas de aprovação estejam truncadas. Não posso me incluir nessa descrição, mas é uma quantidade grande de gente que se informa e age ao mesmo tempo, bonito de ver mesmo. Já faz um tempo, desde o início do ano. Não sei qual foi o gatilho, mas sei que já é um caminho longo e bem intenso. E não faltam projetos alternativos. Inclusive, já haviam um projetos anteriores para a área. Parte disso é a tal confusão entre “Novo Recife” e “Recife—Olinda”. Mas então, sobre a iniciativa privada, e que tal se as construtoras envolvidas topassem rever o projeto? Há outras estratégias que permitem ganhar dinheiro igual ou maior sem salgar o solo, de forma menos predatória, gerando benefícios e lucro durante um prazo maior e pra mais gente.

      • Que bom então que já está encaminhado os projetos, então que protestemos e não deixaremos que o Novo Recife aconteça.

  • É lamentável, para um professor universitário, que não consegue entender a grandeza histórica do PT. João da Costa foi um bom prefeito, estava só com todas as metralhadoras apontadas para si, desde os oportunistas como o governador, passando pela mediocridade de João Paulo e Humberto e caindo nas manchetes dos nossos provincianos jornalecos. Espera-se, no mínimo, que o professor blogueiro lance mão de algum conteúdo estatistico para justificar os argumentos, mas o pobre ejovem professor prefere a vilesa do senso cumum. Não percebo acidez, nem ironia nos seus comentarios acerca de algumas figuras políticas, amigos seus. Podemos observar a gestão do PT na cidade do recifeatravés dos temas: referencial habitação, referencial saneamento, referencial saúde, referencial mobilidade, referencial educação… etc, assim podemos perguntar de forma imparcial e isenta “dá pra defender o PT??”

    • HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAH

      Esse pessoal que defende a bunda suja do PT me faz dar altas gargalhadas.

  • Lamentável!!!!

  • Pierre,

    o projeto definitivo é esse aqui!
    http://i1125.photobucket.com/albums/l582/Pernambuco1817/novorecifevideo_zps35ae7c2a.png

    as imagens foram retiradas do vídeo da reunião do CDU.

    recife perdeu uma grande oportunidade… esse projeto não vai revitalizar o bairro!

    mais uma cagada do PT!
    obrigado JP e JC!

    • resumindo…

      o projeto é vendido como algo moderno!! mas de moderno não tem nada….

      são prédios feios! que sequer possuem padrão de av. boa viagem, que já não é muita coisa.
      são literalmente “espigões residenciais adornados com azulejos de banheiro da grife MD”

      se estivéssemos falando apenas de empresariais e hotéis… seria interessante pelo retorno econômico que trazem pra cidade!
      mas o projeto “Novo Recife” é majoritariamente residencial!!! serão oito torres residenciais de 40 andares! o projeto não ajudará em nada na tao sonhada revitalização do bairro de são jose.

      minha ultima esperança na cidade era o cais jose estelita! sempre sonhei pra aquela região algo como Canary Wharf ou Puerto Madero.
      Região com hotéis, restaurantes, cafés, centros culturais, espaços de contemplação da bacia do pina, residenciais baixinhos, um ou outro prédio comercial alto de padrão diferenciado como vemos em Londres, etc…

      vou ficar só no sonho mesmo.

      obrigado joão da costa.

      • Olha só, a única coisa feia que eu vejo na foto do projeto é o entorno dos novos edifícios. Ô lugarzinho chinfrim.

        Espero sinceramente que outras construtoras sigam o mesmo caminho e revitalizem aquela área.

      • rapaz… tá feio mesmo.

  • Alguem ainda duvida que GJ vai apoiar as ultimas medidas do PIOR PREFEITO DO RECIFE, Projeto Novo Recife, estacionamentos verticais tirem o cavalinho da chuva (ou da seca). Ah! aguardem o anuncio, baseado em “pareceres técnicos”(?), para a construção dos viadutos da Agamenon.
    Não se iluda meu amigo Pierre, o GJ vem arrasador, literalmente. Com o respaldo popular de uma eleição ganha no primeiro turno e apadrinhado de um governador apoiado pela maioria dos pernambucan@s, ja até questiona a legitimidade dos movimentos populares organizados que defendem o Recife.
    Dificil acreditar que teremos um bom 2013, com esses caras mandando e desmandando.

  • gente isso num é coisa do PT sozinho não , até pq J Costa não está com ess apilha toda do Partido não . Não sejam ingênuos, é de interesse de uma segunda sigla que tem 3 letras , tb começa com P e da qual J costa sairá como deputado em alguma eleição próxima…

  • Finalmente esse projeto saiu!
    Os prédios vão ficar bonitões.
    Estou até pensando em alugar, ou mesmo comprar, um apt ao João da Bosta.
    Tem que construir prédios, shopping, arenas, parques…
    A cidade tem que crescer e o dinheiro circular.
    Estamos no capitalismo. Abracemo-os!
    Tá certo.

  • Cabe à sociedade simplesmente não comprar os tais imóveis, mas infelizmente antes do pré-pré-pré-lançamento já estarão todos muito bem vendidos. Alguma dúvida?

  • Finalmente aprovaram! Espero que outras construtoras sigam o mesmo caminho e finalmente tragam desenvolvimento para aquela região.

    Aos anti-progressistas de plantão, só lamento!

  • Esse sujeito é um bandido que descumpre um mandato judicial e merece cadeia. Além de ser um VENDIDO,ARROGANTE,PRETENCIOSO, E TOTALMENTE ANTI -DMOCRATICO qu e se esconde na calada da noite, no s minutos finais do seu mandato e faz a maior cagada de todos os tempos: Fez Um péssimo governo, aniquilou a cidade : suja, esburacada, fedorenta ,e esgotos correndo pela rua , fez cagada na sua entrada na prefeitura, durante a sua permanência de 4 anos cagou total e fez a ultima grande cagada , DIGA-SE DE PASSSAGEM PATROCINADA, na saída covardemente escondido atras do poder publico, um indivíduo que é nossos empregada e pagamos o salário desse imbecil que ao invés de estar a serviço da ciadade esta a serviço de construtoras , empreiteiros. MALDITO!!!!!!!

  • Quando o eleitor vota errado, tem o Pita que merece.

  • Impressionante como as pessoas envolvem uma emoção tão grande em uma coisa tão simples, tanta coisa para esses ditos “urbanistas” se preocuparem , mas eles se preocupam com uma das únicas coisas que funcionam no pais , que é a atividade empresarial, que gera empregos , impostos , paga os salários dos funcionários públicos ( a grande maioria das pessoas que tem tempo e disposição para encarar essas bravatas de ocupar propriedades dos outros), e realmente como foi comentado o texto é completamente tendencioso e parcial, incitando a tudo que é antidemocrático, ou seja desrespeito a propriedade , ao direito de empreender , de cumprir as legislações vigentes , e ainda se fala em aprovação sem discursão o projeto tramita a 4 anos pelos porões da burocracia e ainda falta discursão? Que isso minha gente, vamos deixar de ser hipócritas e invejosos, o projeto tem que sair urgente, essa síndrome de vira-latas que não podemos fazer tão bem como os outros , misturado com a ideia do caranguejo puxando o outro para ficarem juntos dos dois no fundo do balde tem q acabar! Vivemos um no ciclo que requer novas soluções e projetos, que orgulhem e marquem esse novo momento do estado, lembremos das soluções prontas como foi o memorial arcoverde que não tinha moradores e vejam o que deu, um vazio urbano sem uso, o antigo tem que conviver com o novo, é do contraste entre eles que marcamos nosso tempo, honrando os que nos sucederam .

  • ali não é Recife antigo… é um bando de mato. Antes prédios criando uma Skyline bonita para os turistas e próprios morados, que terrenos abandonados, mal conservados e virando ponto de violência (digo me referindo a assaltos). O projeto vai trazer empregos, e pelo o que eu já li sobre é bem estruturado e planejado! com certeza não trará danos a ninguém! vai apenas diminuir o fluxo de carros pra zona sul/norte que precisam urgentemente de um efluxo de contingente automobilístico.

    • Boa colocação

    • APOIADO

  • É pra rir quando alguém fala que o PT salvou o país, ou fez o país pra frente. Saúde, educação e segurança continuam a mesma bosta. Desenvolvimento econômico não é desenvolvimento social, a nossa classe c é mais fruto de mudança estatística do que qualquer outra coisa. Gente pedindo esmola, salários baixos, corrupção, sempre esteve em nossa país e não mudou nada. Sem contar que nossa economia meia boca se desenvolveu fruto da estabilização da economia oriundo do plano real, que por mais merdas que nossos políticos fizessem conseguiu avançar. O PT foi contra o plano real, bolsa escola, lei da responsabilidade fiscal, ai quando deu certo vai a público dizer que fizeram tudo. Quero ver daqui a dez anos, o povo todo endividado, os gringos empregados nas posições mais altas por falta de qualificação do brasileiro, a saúde uma lástima, a segurança sofrível. O PT pode ser comparado ao PSDB gastou uma fortuna em propaganda, não fez nem 10% do que poderia, enriqueceu seus companheiros, e vem um monte os esquerdistas de internet dizer que é culpa da direita.

  • Quem o elegeu nao foi João Paulo, foi o povo, agora se depois dessa o povo pernambucano nao aprender a votar…Nao adianta xingar, espernear por um politico que vcs mesmo elegeram.

  • Me questionaram se o governo não poderia estar dando atenção e gastando dinheiro com o turismo, no lugar de prérios. Minha resposta: Sim, poderia. Mas o governo não quer gastar com isso, sabemos bem disso além do que eles tem outras prioridades com os gastos dos caixas públicos – como saúde e educação que são BÁSICOS, e precisam melhorar. Vivemos num mundo capitalista, onde dinheiro é tempo / tempo é dinheiro … Não temos tempos a perder. Eventos grande como as olimpiadas e copa vêm por ai! Precisamos de uma cidade preparada para o que vem de fora! de Infraestrutura! Mas tabém precisamos de uma sociedade sólida! portante, que os cofres públicos se detenham a evoluir e desenvolver o interior de nossa cidade (me refiro a saúde/educação) e as empresas privadas a nossa diversão (lazer). Quer melhor exemplo do que o Porto Novo que está ai ficando prontinho no Antigo ? Foi “do governo” mas quem criou o projeto foram essas mesmas construtores que vocês condenam! Na região desse “bairro novo” que foi aceito o projeto em questão provavelemnte terá atrações turísticas, além de ponto de escoamento populacional, como shopping, galerias, restaurantes, etc.

  • O que se rsperava? Obvio q Geraldo vai Aprovar de portas abertas e na cara de pau.. A moura dubeux q bancou grande parte da campanha. E qnt ao joao fa costa… Quem caga na entrada deve deixar uma nosta maior ainda na saida.

  • Tá horrível esse negócio da galera de Daniel (PSDB), sei lá quem mais quem. Todo mundo percebe que a gestão de João da Costa foi isolada, não se pode condenar um partido inteiro devido a um revoltado que decidiu se juntar ao novo prefeito para a aprovação as escondidas de coisas como essa. Lembro do Recife antes de João Paulo…Era tudo muito pior do que é hoje…Vamos deixar de atacar quem tanto ajudou o povo Recifense, principalmente os mais carentes. João Paulo fez muito por essa cidade, temos que reconhecer isso…Ficar criticando , por criticar João Paulo , tem nada a ver…As críticas a João da Costa são cabíveis ,pois realmente a gestão dele foi horrível…Mas vim falar de João Paulo é apelação ridícula…Não voto de jeito nenhum em PSDB , Democratas e outros mais ai, que sempre fizeram de Pernambuco um estado inexistente no mapa do Brasil…

  • Fico feliz que a população dessa cidade tenha identificado o real dano da verticalização predatória praticado pelas construtoras com a participação da prefeitura que recebe o “toco”. Resta saber se projetos como os viadutos que iram ligar “um engarrafamento ao outro em menos tempo” sairá do papel.

  • Tem muita gente que até ia achar bom se começasse uma favelona lá, pois é patrimônio do Recife a pobreza e a miséria.

    Com todas as ressalvas às grandes construtoras, sou a favor do projeto sim. Ninguém aqui reclamava quando aquela área estava abandonada e entregue à própria sorte, mas reclama quando alguém resolve dar um destino.

    Aquilo ali não tem nada de patrimônio, são duas avenidas abandonadas e cheia de galpões abandonados.

    E, como já falaram, aquilo ali é área privada. Basta o projeto deles respeitar as leis do país e o plano diretor da cidade para ser aprovado. Não precisa a,b ou c gostar ou desgostar do projeto.

    • Finalmente alguém da “oposição aqui! kkkk as pessoas esquecem que os que sao contra o projeto não são 100% da população e garanto… nem são 50%!

      • ?????? A MACONHA TAVA VENCIDA FOI?

      • …..

      • A MACONHA DELES ESTAVA VENCIDA EM ACHAR QUE TODA A POPULAÇÃO É CONTRA O PROJETO NOVO RECIFE,POIS EU FAÇO PARTE DO POVO E SOU A FAVOR. KKKKKKKKKKK :) :D

    • Que piada é essa? Ninguém falava nada quando não tinha nada? Falar nada sobre o nada?

      Só se fala quando se intenciona fazer. Mil rascunhos foram feitos para o local, mas o projeto que o lucro dos empresários donos de Recife mandou foi esta porcaria.

    • APOIO O PROJETO DE COPO E ALMA,E SOU CONTRA ESSA SEITA RELIGIOSA TERRORISTA QUE ODEIA O DESENVOLVIMENTO.

  • “Esta “maravilha” da imagem acima pode ser considerada a última OBRADA do pequeno João da Costa.”

    Pierre, esta foi demais… Parabéns pelo texto… Gostei da ironia acima mencionada. Quanto ao JOÃO DEU AS COSTAS, já vai tarde!!!

  • Nunca Gostei desse joão da bosta mesmo sempre soube que ele era um antiético e imoral

  • Pierre, BOAS FÉRIAS e um FELIZ 2013 para você.

    Depois de um post destes, só nos resta tocar a vida em frente.

    Abs

  • Eu não vejo algum em fazer estes prédios no cais José Estelita, acho que fica até mais bonito do que ficar vendo aquela área degradada.

    • concordo

  • Pior é a aberração em que transformaram a AV. Conde da Boa Vista, uma das vias mais importantes do centro do Recife, inclusive, tombada como patrimônio histórico. Transformaram a Conde da Boa Vista. num caótico corredor de ônibus quase sem espaço para o trânsito de automóveis. De qual “mente brilhante” nasceu essa idéia? Tenha dó!

  • A crítica poderia ser melhor formulada se não fosse a intenção de desqualificar o Prefeito. O projeto tem o mal de ser grandioso demais para aquele bairro, mas isso é um detalhe que pode ser corrigido se a crítica for dirigida para aprimorar e não para negar uma boa iniciativa.

  • Muito bem JOÃO DA COSTA, Meu nome é DENIZE FARIAS, sou moradora do bairro do Cabanga a mais de 40 anos, liderança atuante no Conselho tutelar da Cidade do Recife Rpa1, além de ter sido coordenadora do Orçamento participativos Rpa1.2 em anos anteriores. Sabedora da situação do desemprego que vive a população do Cabanga e adjacência,e da necessidade de valorização do nosso bairro, Junto com muitos moradores da área ,temos que estar felizes pela aprovação do Projeto Novo Recife, que é um complexo formado por empresariais, flats, hotéis e áreas de comércio e lazer. Onde a população do bairro do Cabanga será beneficiada. Considerando que tudo que é inovador busca discussão por parte de conservadores, ignoramos e entendemos que durante muitos anos esse terreno estava abandonado e nunca apareceu nem um movimento popular , nem grupo organizado para questionar.

    • Muito bem amiga,sou do bairro de Afogados,mas já morei no Coque,e nunca vi nenhuma dessas pessoas se mobilizando a favor de algum projeto que melhore a vida das pessoas daquele lugar,erama penas cr´[iticas e preconceito contra os moradores do Coque,Cabanga e demais bairros.

  • Caríssimos,

    A mobilização popular necessariamente não surge de ações proativas planejadas. A população tem o direito de questionar mesmo que outrora não o tenha feito. Sabemos dos problemas sociais dos bairros que margeiam o espaço, mas lembre-se que a administração atual regeu sobre a batuta do capital privado e de interesses próprios escrachados em denuncias contra a gestão do PT (inclusive em esfera federal!). O que garante que o ecossistema do Cabanga seja realmente sustentado por esta obra, NADA. Projetos aprovados são construídos completamente diferentes do que foi proposto no papel (Ciclovia da Via Mangue). Existem modelos mundo afora de crescimento urbano humanizado que valorizam aspectos econômicos, socias e ecológicos. Uma coisa é FATO, a mente tacanha da população que senta e admira o mal serviço, achando que o regular é ótimo porque sempre é ruim e a atitude de olhar apenas para o próprio umbigo gera uma nação sem valor. Sem apego real aquilo é seu. Cultura não é apenas o Maracatu ou o Carnaval Colorido. Cultura é demonstrada em atitudes individuais e coletivas.

  • pegue o seu diploma e o introduza no reto

    • Nossa! Que baixaria!!! Típico de um pessoa vulgar.

  • Sabe o que acho mais triste desta discussão? É que embora estejamos certos, tudo continuará como está. Provando que a Política não tem interesse no que a Sociedade precisa e deseja. Daqui a um tempo, aquele trecho estará intransitável, exatamente como acontece hoje com a Ilha do Leite. E com certeza, Geraldo Júlio tem consciência do que está acontecendo, tendo em vista que está havendo a passagem do comando da cidade. É triste ver o que acontece em Recife, crescimento sem planejamento urbano algum!

  • Quem aqui não já imaginou viver em numa cidade onde a principal meta da prefeitura é garantir qualidade de vida aos cidadãos?! Isso me parece óbvio! Todavia, qual modelo de gestão sustentável e adequada podemos aplicar à nossa coletividade?! Sabe-se, por parte principalmente dos geógrafos que estudam o espaço geográfico urbano, que a Cidade do Recife/PE possui um sítio geográfico (o espaço físico delimitado por coordenadas geográficas precisas) pequeno. Não pode crescer muito horizontalmente.. Então cresce desorganizadamente de modo vertical. Processo de verticalização excessivo para um sítio geográfico pequeno. Essa é a nossa realidade. Crescimento populacional, dentre outros fatores, dá nisso! Quando não se tem para onde crescer precisa-se encontrar uma saída para este crescimento físico. E a saída encontrada aqui em nossa cidade, ótima para alguns, ruim para outros tantos, foi a verticalização. Essa foi a opção do Recife. Felizmente ou infelizmente. Mas essa verticalização tem suas consequências nefastas em se tratando de um espaço geográfico-urbano relativamente pequeno como é o nosso. Para onde cresceríamos para acomodar tanta gente ao longo dos anos, eu pergunto?! Crescimento horizontal como alguns propõem?! Sim, mas em qual direção?! Na direção do mar?! Para o interior, passando pela ondulada Zona da Mata pernambucana, longe do Centro do Recife, e onde construções pesadas são inviáveis do ponto de vista econômico?! Para onde, então?! Sabe-se, também, que Recife é uma cidade conurbada, ou seja, seus limites geográficos com as nossas cidades vizinhas praticamente desaparecem. O crescimento, então, para os lados seriam impraticável. Todavia, as pessoas desejam morar em algum lugar do Recife, pessoas querem ter seus escritórios aqui nesta cidade, pessoas desejam ter seus consultórios médicos situados espaço geográfico do Recife, não em outro lugar. Mas a cidade é pequena para tanta gente, tantos empreendimentos. O que fazer, eu perguntaria a esse rapaz chamado Pierre?! Seu texto incita a uma reflexão, mas não indica soluções concretas e plausíveis, reais e autênticas, daquelas que os técnicos ficariam maravilhados com a genialidade suscitada para a solução do problema. Onde colocaríamos essas centenas de milhares de pessoas que desejam ter seu espaço físico para morar, desenvolver suas atividades profissionais etc.?! Alguém já parou para raciocinar, sem paixões efêmeras por algo que está na moda, que há uma necessidade premente por espaço e que esse espaço não existe nos moldes a que estamos acostumados a ver e sentir ou no ideal que desejamos?! Mas o desejo por uma cidade mais humana já é realidade em muitas cidades geridas com seriedade mundo afora, que aderiram a uma maior racionalidade na utilização do solo, do espaço geográfico. Seria a adesão (não compreendida muito bem por aqui no Brasil ainda) da cultura do viver bem. Em outras palavras, serviços e soluções que permitem aos moradores usufruir de modo fácil, simples e prazeroso a própria cidade. Mas, será que hoje usufruímos bem da cidade do Recife? Claro que não! Antes de tudo, um lembrete interessante por aqui e quase nunca citado nos textos do Pierre: SEGURANÇA! Já imaginou bater perna pelo Recife como se estivesse caminhando nas ruas de Berlim, aproveitando cada pedaço da cidade?! Não fazemos isso por falta de opção ou por falta de segurança?! Até alguns parques foram construídos, mas quase ninguém frequenta esses lugares. Quando indago às pessoas o porquê de não aproveitar melhor esses espaços de lazer (os poucos existentes, a exceção do Parque da Jaqueira) essas pessoas me dizem que não se sentem seguras nestes locais. Afinal, não estamos em Berlim, Paris, Bruxelas, Chicago, Nova Iorque etc. Nestas cidades você pode caminhar por toda cidade, conhecendo cada pedacinho delas, sem a preocupação com a segurança, pois há policiamento eficiente e uma cultura de segurança voltada para toda população de forma séria e competente, adequada e criteriosa. Tudo bem, poderíamos construir um parque público lá no Cais José Estelita… Quem vai nos dar segurança para caminhar a qualquer hora do dia ou da noite?! A polícia com seu pequenino efetivo que, desde que foi criada, jamais conseguiu ser eficiente como a polícia das grandes cidades do mundo desenvolvido?! Para ter um Recife melhor a cidade precisaria, talvez, ser reinventada, mas não nos moldes que encontramos hoje em dia, por certo. São vários requisitos para se ter qualidade de vida que vão da política energética ao transporte alternativo, da reciclagem do lixo à educação do paladar nas escolas, onde as crianças descobrem os sabores do território; uso racional do solo, critérios rigorosos para as construções e, o mais importante, a inversão do mando do capital, ou seja, que não se deixe o capital comandar essa utilização do espaço geográfico que, de resto, pertence a todos e não a alguns privilegiados que tem dinheiro para lotear a cidade, comprar a cidade toda. O impacto das grandes construções afeta a todos! A propriedade privada precisa cumprir seu papel social pela lei e seu papel mais humano pelo direito natural, creio. O Recife quer manter viva sua identidade, mas entra num dilema em relação ao seu crescimento. Modernizar-se… Mas qual modelo de modernização, urbanização e desenvolvimento que pode ser adequadamente aplicado por aqui?! Que se tenha um modelo real, concreto, não-utópico, jamais modelos de urbanização líricos e românticos, afastados de nossa realidade ou desprovidos de argumentação lógica e coerente. A população quer sentar num Café, ir ao teatro, estar num bom restaurante, apreciar um comércio de rua tradicional e ordenado, disciplinado e limpo, organizado etc.; quer frequentar livrarias, pegar uma sessão das oito no cinema do bairro, por exemplo.Mas também deseja ter um lugar digno para morar, quer montar seu consultório, ter seu escritório de arquitetura, de advocacia, quer ver oportunidades profissionais surgirem pelo processo de modernização e desenvolvimento do Recife. Precisamos decidir adequadamente o que queremos, o que desejamos, enfim. Essas práticas podem salvar a alma de uma cidade, seu espírito histórico-cultural-geográfico. Mas o capital precisa fazer sua parte de forma mais humana, acredito. Pois sem o humano o capital perde sua razão de ser. O que vemos no Recife hoje em dia é algo brutal e descontrolado, uma máquina voraz e devassa desumanizando a cidade, transformando-a numa cidade de guetos privilegiados para poucos abastados. Precisamos compreender que desenvolvimento e modernidade pode e deve estar ligado à defesa da identidade humana, como bem diria Hannah Arendt, identidade esta que pode ser cultural, ecológica, histórica, geográfico-humana etc. O foco precisa sempre ser o ser humano em todo esse processo. Isso é algo que o capital não consegue conciliar jamais.

  • Caríssima Andréa: Não seria também o contrário daquilo que você escreveu, ou seja, a sociedade (desinformada, alienada, inculta e iletrada na sua maioria) desinteressada no que a política faz?! Acredito que podemos colocar as duas coisas da mesma forma com resultados nefastos e medonhos para toda coletividade. E concordo com você na questão do trânsito naquele local com a excessiva verticalização que ocorrerá na área. Outrossim, a sociedade, se fosse menos alienada e desinformada, desinteressada nas questões da cidade, teria se movimentado melhor, adequadamente se mobilizado para impedir essa brutal utilização do espaço urbano. Como escrevi em meu comentário: a propriedade privada pode e deve ser garantida, mas precisa se humanizar a utilização da mesma para o bem de toda coletividade, contrapondo aqui o que foi dito num comentário sobre esse assunto. O privado precisa conviver harmonicamente com a coletividade, pois suas ações afetam a TODOS. Afinal, não estamos em compartimentos estanques no espaço geográfico. E o Geraldinho em tempo algum transformará Recife numa moderna Chicago, USA, por exemplo. Seguirá, como não poderia deixar de sê-lo, a cartilha do capital, não a da coletividade.

  • como diz o poeta C.Penna Filho.”Recife cidade ingrata aguia sangrenta leão,ingrata para os da terra,boa para os que não são” em trocadilhos é uma boa terra para os ladrões,os corruptos e os que não tem o menor compromisso com a história do Recife,da sua cultura e do seu passado e querem transformar o seu futuro em apenas uma selva de pedras e num caos urbano sem fim.Quem levará vantagem neste projeto faraonico serão sempre os mesmos,os que são eleitos pelo povo e os que tem a caneta na mão e assinam o ordem se serviço.

    • Eu como cidadão pobre,teria vantagem nesse projeto também,pois poderia ter um bom emprego agora,e poderia estar saindo da pobreza.

  • Minha gente…Se não fosse aprovado pelo JC, seria pelo queridinho de Eduardo, isso é fato!

    • Concordo!

  • Esse sem dúvidas foi o pior “prefeito” que o Recife já teve, por causa dele a cidade está imunda, fedorenta, mau organizada e atolada em dívidas. Só espero que Geraldo, que durante sua candidatura nos prometeu quase o paraíso celestial, não permita que algo tão lindo como é Estelita se perca deste jeito.

    PS: Daqui a dez anos quando João da Costa estiver velhinho ele se canditará de novo, não para prefeito, mas para vereador ou até mesmo deputado Estadual, e não ficaria espantado se ele ganhasse novamente… Fazer o que né? Infelizmente temos uma população onde 90% possui Alzheimer e os outros 10% não estão nem aí para o política da cidade.

    Nessas horas tenho nojo de ser Brasileiro :(

  • caros amigos , todos nós temos a preocupação com o melhor de nossa cidade , mais as vezes e geralmente as pessoas brigão e relutam para ser sempre do contra , certo que estamos discutindo esse projeto pelo um simples fato , que é a inoperância do nosso poder público que não delimita nada , não tem um projeto de futuro para nossa cidade ,tanto no âmbito social e econômico , esse PT que aí esteve , não fez um programa sério de governo e pior soltou a cidade não mão de poucos empresários e de idiotas do partido que com fome e ânsia de poder ,abriu a mão e nossa cidade está um nojo , cheias de camelôs , transito parado , saúde um bosta , administração um caos e etc , mais digo não sou contra o projeto , por na minha visão será um salto de qualidade para aquela bairro esquecido por tudo nós , mais ressalvo tudo tem limite e isso deve ser claro para a sociedade e não fazer algo as escuras .

  • Gostaria de uma explicação: como um sujeito, simples, que morava no bairro de AREIAS, funcionário público, entrou para politica, foi secretário de município, e exerceu outros cargos de funcionário público, consegue morar num palacete em bairro nobre do Recife. Com salário de funcionário público, mesmo que em cargos mais graduados, não consigo calcular quanto tempo precisaria para comprar um palacete. Será que a familia dele passa fome? ou foi oriundo de ” consultorias “, como foi de um ministro do atual governo federal?

    • Vicente, não faz pergunta “dificil”…

      Deve ter ganho na mega da virada.

  • SORRIA: ÚLTIMAS HORAS DO PT EM NOSSA PREFEITURA!

  • Recife (e Olinda) são cidades que possuem potenciais de belezas naturais que poucas cidades ainda tem, contudo, diante da má gestão dos últimos prefeitos destas duas cidades, ambas estão tomando (e rapidamente) uma forma grotesca, sufocando não só as suas belezas naturais, mas deteriorando a sua arquitetura histórica que é, ou deveria ser, a marca registrada das duas cidades.

    O pior é que esse tipo de crescimento extremamente desordenado das cidades (Olinda e Recife) influencia não apenas no aspecto visual delas, mas também na qualidade de vida dos seus habitantes, vide o mal exemplo dado pela pracinha localizada onde foram erguidos os Piers Duarte Coelho e Maurício de Nassau, ambos da Moura Dubeux, diga-se. Tivemos de brigar para podermos ter o direito de usar a praça, quando na verdade estes prédios nem deveriam estar ali e toda, TODA AQUELA ÁREA deveria ser de uso público. Uma orla, com direito a calçada, ciclovia, etc. Analisando friamente as circunstâncias, hoje qualquer um pode concluir que a construção da pracinha ali localizada foi uma espécia de “cala a boca”! Uma vergonha!!! Infelizmente, depois que o PT assumiu o poder , este país está virando uma republiqueta das bananas, só que neste contexto nós é quem somos os bananas.

    • Se o Brasil está virando uma república da bananas,os macacos que adoram o atraso,já habitam essa porcaria atrasada e subdesenvolvida.

  • Esse João da Costa é o CARA!!! Esse cidadão realmente quer desenvolver o Recife,assim gerando renda para o Recife e emprego para os pobres da cidade. Sou a favor do projeto,pois a cidade é para todos,não é apenas para aqueles daquele seita religiosa que é contra o desenvolvimento e a melhoria de vida das pessoas pobres.

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

outubro 2019
S T Q Q S S D
« mai    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).