O impeachment de gabinete

dez 7, 2015 by     11 Comentários    Postado em: Política

Na semana passada assistimos a um roteiro sinistro de uma tragédia afeita à frágil democracia brasileira: uma chantagem de um Presidente da Câmara, resultando e um pedido de impeachment da Presidente da República.

O Governo Dilma é um desastre, e isso não é novidade, mas chama a atenção como este pedido pode simplesmente reverter a vantagem para um governo que parecia (e parece) acabado. Mesmo o Governo Dilma, reconhecidamente incompetente na política, é incapaz de não conseguir 171 votos na Câmara Federal.

Se fosse em março, quando o povo foi às ruas em caráter de desespero, poderia até acreditar que o impeachment fosse à frente, mas no meio da semvergonhice que foi marcado todo este processo, não me parece minimamente razoável.

Que o Governo Dilma não reúne mais condições de governar, isso também é novidade, mas está sendo altamente pedagógico para a população ver o PT sangrar de seu próprio corte, pelo menos para aprender que dinheiro não dá em árvore e que uma hora é preciso pagar a conta do populismo irresponsável.

O Governo Dilma é como uma pirâmide financeira, que iludiu os incautos com dinheiro distribuído sem o devido lastro produtivo.

O Governo Dilma é uma espécie de Telexfree sem a interferência judicial.

A pirâmide ruiu e os desavisados ainda não se deram totalmente conta do que aconteceu. Mas sua ruína é um aprendizado para o povo.

Já do outro lado, com uma pressa que só se vê em quem também não é afeito a tradições democráticas, a oposição tenta um impeachment sem lastro, sem povo…um impeachment de gabinete.

O Governo Dilma merece acabar…merece o impeachment. Quem não merece é esta oposição que não consegue se comportar como gente adulta.

Como já disse o jornalista José Antonio Lima, PT e PSDB não merecem o protagonismo na cena política nacional. Isso sem falar que entregar o país ao PMDB é quase como aceitar que este país realmente não tem jeito.

O pior disso tudo é não termos luz no fim deste túnel.

Que tragédia!!!

11 Comentários + Add Comentário

  • Pierre,

    Em toda post coloca uma esta observação no final:

    “O PT deve acabar e levar toda sua corja junto! A culpa é do povo burro e imbecil Esquerdistas alienados, vagabundos e maconheiros! Todo petista merece sofrer! Fora Luladrão fora DilmAnta!”

    Se você fizer isso economiza o dedo dos cães raivosos; e as pessoas que querem debater seriamente ficam livres de ter que ler os mesmos comentários atabacados toda vez que você publica algo!

    • Isso Pierre, poupe os nossos comentários raivosos e indignados contra essa gente safada e que merecia ser tratada à la Che Guevara, Fidel, Pol Pot ou Stalin

      Vejo os defensores do pt mentindo escrotamente do mesmo jeito que fizeram na campanha. Aliás, defender o pt não é mais uma prerrogativa democrática: é cumplicidade com a quadrilha

      A raiva é saber que a oposição cretina dificilmente será bem sucedida

      Vamos ao abismo

      • E aí xará? Blz?

  • O importante é tirar o PT e acabar com o comunismo. A Argentina e a Venezuela já deram o exemplo, agora o Brasil precisa fazer a parte que lhe cabe para destruir totalmente essa bosta de comunismo, Foro de São Paulo, FARC etc. Hugo Chavez já foi pro inferno, daqui a pouco Fidel Castro e Lula chegam lá pra fazer companhia. E se Deus quiser, a América Latina se livra dessa doença que é o comunismo.

  • Dilma tá praticamente exterminada, a mulher parece uma louca varrida que fugiu do hospício. Se ela não cair pelo impeachment, vai levar tanta porrada até 2018 que não sei se aguenta.

  • Também concordo que essa crise tem um efeito pedagógico. O PT viciou o povão em dinheiro fácil. O povo ficou achando que dinheiro dá em árvore.

    Tá aí o resultado.

    É bom o povão levar uma surra violenta do PT pra tomar vergonha na cara e aprender 2 lições:

    1- dinheiro não cai do céu;
    2- socialismo é coisa de vigarista.

    Se aprender essas lições, ótimo.

    Se não aprender e continuar votando em socialista, vai continuar apanhando até o Brasil virar Cuba.

  • Se esse chiqueiro fosse um país normal, essa Dilma não seria eleita nem pra gerente de puteiro. A doida não sabe nem falar. Só um povo muito fudido e de terceiro mundo como o brasileiro para votar numa aberração dessa.

  • Também não acho bom que o PMDB mande no País. Mas, talvez colocá-lo no poder agora sirva para que o PMDB vire vidraça. Terão uns 2 anos pra fazer algo e se não der certo, vão sair enfraquecidos para as próximas eleições. Acho que já é hora de pensar nos nomes para 2018. Aécio, Ciro, Marina… Lula? Qual candidato teria chances de vencer? Qual candidato teria chances de governar? Acho que devia haver uma reforma eleitoral que garantisse pelo menos 30% das cadeiras da Câmara e do Senado para o partido que vencesse as eleições. Acho que esse é o único caminho para fazer um país governável.

  • Interessante é ver os vagabundos petralhas no facebook tentando defender o que sobrou do PT. Esses doentes ainda tem a cara de pau de ficar se fazendo de vitima, de dizer que estão em defesa do pobre… bando de safados. Faliram o país, os pobres estão cada dia mais miseráveis, destruíram a economia, a segurança, a saúde, a educação, enquanto isso os petistas cada vez mais milionários.

  • Os outros partidos de esquerda como Rede, PSOL, PSTU PC do B, PSB, PV vão ser como refúgio para os petistas nas próximas eleições.

  • Parabéns pelo texto, Pierre! Claro, conciso, direto e objetivo.

    A alegoria da “pirâmide” foi excelente e se aplica a governos populistas em geral, como os da Argentina e da Venezuela. Como já dizia Margaret Thatcher: ” o problema do socialismo é que um dia o dinheiro dos outros acaba…”

    Só discordo, em parte, da crítica à mobilização da oposição a favor do impeachment.

    Eu também penso que é muito bom para o país e pedagógico para o povo a manutenção desse governo fracassado pelos três anos que ainda lhe resta. Não acho que haja motivos para impeachment, mas é preciso considerar que oposição serve pra pentelhar, desgastar e infernizar a vida dos governentes, isso é próprio do jogo político.

    Ou alguém acha que esses deputados petistas aí de baixo realmente acreditavam na existência de razões jurídicas que justificasse, o pedido de impeachment do Presidente Fernando Henrique Cardoso?

    “https://www.youtube.com/watch?v=mJgmR6IzqfY”

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

maio 2017
S T Q Q S S D
« mai    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).