Quem começou a intolerância que se abrace com ela

set 12, 2015 by     22 Comentários    Postado em: Política

Chegamos a uma situação absurdamente degradante na política brasileira. O racha que toma conta do país está tornando o debate cada vez mais pobre. Hoje não temos debate de idéias, pois a maioria se transformou em torcida organizada.

Obviamente quem mais sofreria com isso era o Governo, já que inevitavelmente uma hora se tornaria impopular, pois a economia é cíclica.

A reclamação de governistas com o ódio que toma conta do país é sincera, mas é preciso colocar o guizo no gato: quem começou a transformação do debate pobre em intolerância não foi a oposição.

O debate pobre se dá de várias formas, desde o ataque na eterna “herança maldita” até o desdém em coisas sérias como o rebaixamento do Brasil na S&P esta semana pelo ex-Presidente Lula, em uma contradição que não demorou uma hora para ser desmascarada.

Em 2013 o debate já se encontrava abaixo da linha da miséria quando a blogueira cubana Yoani Sanchez desembarcou no Brasil a convite de várias entidades. Yoani foi ciceroneada por Eduardo Suplicy, mas enfrentou a baixaria e a intolerância da UJS e outros grupelhos odiosos. O Acerto de Contas falou sobre isso à época.

Para quem não sabe, estas organizações normalmente são braços políticos de partidos…uma espécie de assessoria para assuntos de baixo nível. Os argumentos sempre são os mais toscos possíveis, como a acusação patética de que é um braço da CIA e blá blá blá. O mesmo discurso utilizado por Maduro para prender oposicionistas, cujo único crime foi mobilizar para protestar contra o Governo.

Quem melhor definiu essa situação ridícula foi o PSTU, em um posicionamento brilhante sobre a passagem da blogueira cubana no Brasil, no editorial Quem tem medo de Yoani Sanchez?

Para quem não se lembra do episódio grotesco protagonizado por playmobills, o vídeo abaixo nos mostra um pouco do que aconteceu.

Após este lamentável acontecimento, vieram as passeatas de 2013 e a partir daí tudo piorou.

Mesmo com o esfriamento da mobilização das jornadas de junho, o acirramento da eleição de 2014 fez o trabalho final de intolerância e racha no país.

A campanha de Dilma Rousseff se tornou uma máquina de triturar biografias, como a de Marina Silva, covardemente atacada, e o resultado foi o péssimo clima que toma conta do país atualmente.

Como do outro lado também tem muita gente ruim, o debate se tornou insustentável. Basta falar na agressão ao ex-Ministro Guido Mantega em um restaurante e também em um hospital. Guido pode ter muitos defeitos e sua política econômica foi um desastre, mas nem de longe representa uma figura torpe e nefasta da política brasileira. Nada de imoral pesa sobre seus ombros para ser alvo de tanta intolerância. No fundo atingiram quem não merecia.

Os exemplos são os mais diversos possíveis, como a disputa bisonha entre Pixuleco e UJS na semana retrasada, mostrando a que nível chegamos….dos dois lados.

Mas quem mais sofre com tudo isso neste momento é justamente quem começou a intolerância: o próprio governismo, e agora dar conta dessa disputa esquizofrênica é tarefa de quem a começou. Já dizia um provérbio popular de origem incerta: “Quem pariu Mateus que o embale”.

22 Comentários + Add Comentário

  • “…política econômica foi um desastre…” esse blog cada dia pior.
    Apenas 3 ministros da fazenda exerceram o cargo por 8 anos consecutivos: Fernando de Portugal e Castro, Pedro malan e Guido Mantega. Guido por ter errado sim em certas ações mas acertou muito.

    • Foi maravilhoso….basta ver o desastre que estamos enfrentando. Aliás, o que eu falei é consenso até entre petistas.

    • Ainda tem gente que tem a cara de pau de defender as merdas do PT e de Guido Mantega.

      O país falido, a Petrobras quebrada, inflação e desempregos galopantes e tem gente que jura que está tudo às mil maravilhas.

  • Quem começou com essa política do ódio foi Lula nos anos 80. O cara parecia um animal gritando nos comícios, xingando as “elites malvadas”, elite da qual ele faz parte hoje. Passou a vida atacando todo mundo e ainda hoje insiste com essa palhaçada de se fazer de vítima do “imperialismo capitalista” e dos banqueiros, banqueiros estes que financiaram todas as campanhas do PT.

    Esses vermes esquerdistas não tem condição moral de cobrar nada de ninguém. Se o país está esse lixo, é por causa desses marginais que tiveram tudo nas mãos e só fizeram roubar e enriquecer às custas da ingenuidade e boa-fé de pessoas pobres que depositaram alguma confiança nesses trastes.

    • KKkkkkkkk. O post é sobre o ódio dos idiotas. Muito bom.

  • Engraçado, o PT destruiu o país, mas acha que tem o direito de ser respeitado.

    Roubar e falir uma das maiores empresas do mundo (Petrobras) pode, o que não pode é o povo se manifestar contra um governo de ladrões e picaretas.

    Tá serto.

    • PT, PMDB, PP, PSDB, PSB… Pode ir colocando todos os “P” possíveis quando se fala em dinheiro desviado da petrobras. Ah sim, sem esquecer do preço do petróleo, que só faz subir né, no mundo todo. Não quero isentar o PT sobre a crise na petrobras, mas existe outros fatores importantes também.

  • Boa noite a todos!

    Ódio pode ser definido como aversão intensa, injúria sofrida.
    Quando a realidade é distorcida a fim de ludibriar a população com baixo nível de escolaridade, quando teorias econômicas são desprezadas, quando governantes incitam a divisão de classes (nós e eles), quando falácias são proferidas objetivando minimizar situações críticas, nasce o sentimento de aversão e sente-se a injustiça.
    Concordo que os ataques sofridos pelo Mantega são terríveis, eu não o faria, mas discordo sobre sua imagem torpe, acaso acham que um economista com doutorado em sociologia não tinha consciência dos rumos que o Brasil estava tomando? Quando um ministro da fazenda adota políticas desastrosas a vida de muitos brasileiros também vira um desastre.

    Sds.

    Bruto – Tókyo

  • Concordo plenamente, Pierre. E aqui no AdC, os fascistas? Tem cada comentaristas, daqueles que nunca leu um livro na vida. Que se acha o expert em português porque não sabe nem um outro idioma mais. tem gente que é atraso civilizatório puro. eheheh

  • Todo o ódio que o PT passou anos destilando contra os outros, agora está voltando contra ele. O PT foi quem mais jogou uns contra os outros e estimulou divisões do tipo: rico x pobre, negro x branco, nordeste x sudeste etc. Tudo isso sempre fez parte de uma estratégia do PT para alcançar o poder e se manter nele eternamente. Lula apostava na ideia de enfraquecer os setores da sociedade jogando-os uns contra os outros para no final ganhar apoio de todos. O PT planta o ódio depois se faz de vítima deste mesmo ódio que eles próprio plantaram. É como o sujeito que toca fogo na casa velha em que mora pra se fazer de vítima e ganhar uma casa nova do seguro.

  • Só tem psicopata no PT, os caras lascam o pau em Joaquim Levy, dizem que ele é da “direita golpista”, mas ao mesmo tempo precisam dele para organizar a zona que Lula e Guido Mantega fizeram. Esquerdista é tudo doente da cabeça, basta ver o comportamento de Dilma pra ver que tem algo muito errado com essa gente.

  • O PT sempre foi o partido que mais destilou ódio na história do Brasil.

    Um claro exemplo disso é o vídeo da esquerdista Marilena Chauí falando, com todas as letras, que ODEIA a classe média e Lula por trás rindo e aplaudindo. Marilena apenas fez o que o PT sempre adorou fazer: demonizar a classe média brasileira que trabalha e paga imposto pra sustentar as demagogias do PT.

    Pra quem ainda não viu esse “clássico” que representa bem o ódio da esquerda, aí vai o link:

    https://www.youtube.com/watch?v=OsvhFMrJLT8

    • Acredito que o que Marilena Chauí quis dizer é que odeia o comportamento da classe média. É preciso assistir ao discurso completo. Neste caso, a classe média que ela odeia eu também odeio. Por exemplo, aquela classe média que coloca um adesivo “Fora corruPTos” em seus carrões importados de luxo, mas frauda a declaração do imposto de renda, estaciona em cima da calçada, não respeita a faixa de pedestres, etc.

      • Pessoas sonegam impostos, colocam carro sobre a calçada ou jogam lixos nas ruas. Atribuir isso a uma classe social é má fé dos esquerdistas hipócritas!

  • A ideologia petista é a da hipocrisia.

    Eles xingam os outros mas posam de coitadinhos se alguém xingá-los.
    Falam mal do capitalismo mas adoram um facebook e um smartphone.
    Reclamam das elites mas a cúpula petista mora em cobertura de bairro de elite.
    Ovacionam Cuba mas passam as férias com Pateta em Miami.

    • Exatamente. Julgar que as pessoas vão necessariamente se comportar de um jeito ou de outro por causa de sua classe, cor, raça, etnia ou religiao comeca como um discurso aparentemente cientifico, mas acaba em fornos crematórios ou no paredón.

      • Gonçalves, é isso mesmo!

        O pt experimenta o veneno que por muito tempo inoculou na população.

        Posavam de santos guerreiros mas eram apenas oportunistas lutando pelo poder para poder conquistar uma vida de alta burguesia sem precisar trabalhar honestamente.

        Os comentários parecem oriundos de torcidas organizadas? E queriam o que diante de tanto descalabro? Os cientistas cansaram de conjecturas e querem bater, querem o sangue dos corruptos.

        O blog defende o governo Lula, Mantega, Genoino e outros entes envolvidos com o pt e com corrupção. Tenho que respeitar mas penso diferente. Não precisa de paredón e nem de e câmaras de gás mas expropriar o bens e o dinheiro roubado e mais uns 20 anos de efetiva reclusão na Papuda, estaria de bom tamanho.

        Isso não é ódio: é apenas a defesa de um preceito da justiça que é dar a cada um o que merece.

  • Pierre,

    Post pertinente com algo ainda pouco comentado. A transformação do debate político em ódio é fruto da atuação sistemática do PT e dos seus satélites de extrema-esquerda nos últimos 35 anos. Eles sempre fizeram política pregando a eliminação dos adversários da arena política, somente admitindo-a para fins de eleger entidades responsáveis por todo os males da nação assim como “sparrings” que servissem para serem derrotados e dar-lhes legitimidade.

    E continuam com essa mentalidade e discurso. A evolução política e democrática do Brasil passa pelo completo afastamento dessas pessoas/partidos que atuam no regime democrático para destruí-lo. Só assim partidos/pessoas realmente democráticos poderão protagonizar a política nacional e evoluir nossas instituições como ocorre nas nações civilizadas.

  • O petismo já era!! Acabou!! É uma questão de tempo ou do impeachment!!
    Por outro lado, o fascismo de direita visto recentemente é tão deletério quanto o que sobrou da extrema esquerda: o psol.

    Em suma, não podemos deixar que os extremistas pautem, com ódio, as relações da sociedade. Gente ruim e odiosa é potencialmente de criminosa. Se cometer crime, cadeia neles!!!

    • Tu continua o fascista que sempre foste.

      Agora acusando os liberais de fascismo e querendo mais estado para defender teus ideias fascistas.

  • Palavras da socióloga Walkiria Leão Rego:

    “Mas a gente vem para a delegacia com aquela cara que você pode imaginar, de petista que vai ouvir de delegado ou outro agente que foi bem feito, que a gente tem que sofrer mesmo. É o que acontece hoje. A mídia criou um ambiente de ódio semelhante ao que fizeram no nazismo. As pessoas estão fora de controle e acham que podem agredir ou até matar um petista sem que ninguém faça nada. E se ninguém do nosso lado fizer nada, é isso o que vai acontecer”, avaliou.

  • A mídia criou um ambiente de ódio?????

    A mídia é que é culpada de tudo???????

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    A minha avó já dizia que a desculpa de amarelo é comer barro

    Vai, amarelinho, come mais um prato!

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

abril 2017
S T Q Q S S D
« mai    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).