Esposa do presidente do TJ-PE foi exonerada, mas já tem emprego novo no TCE

jan 14, 2011 by     98 Comentários    Postado em: Sala de Justiça

Juliana Lemos (Foto extraída no site do TJ-PE)

Enquanto a Justiça pernambucana foi listada pelo Conselho Nacional de Justiça, como a mais lenta do país, algumas coisas parecem bastante velozes nas hostes do poder.

Mal foi exonerada de seu cargo comissionado no Tribunal de Justiça de Pernambuco (onde comandava a “Associação das Esposas e Cônjuges dos Magistrados”) e a esposa do presidente do TJ-PE, a senhora Juliana Lemos, já foi nomeada para outro cargo comissionado.

Dessa vez pelo Tribunal de Contas do Estado.

A nomeação foi publicada no dia 30 de dezembro, conforme consta no Diário Oficial Eletrônico do Estado.

Pode ser muito chato ler o Diário Oficial; mas nessa literatura a gente acaba descobrindo cada coisa…

98 Comentários + Add Comentário

  • Quem tem competência não se perde… e chovem cargos comissionados!

  • Vou deixar uma dica…

    Rabone, tenta obter o nome das esposas de todos os Desembargadores e joga o nome no Diario Oficial, depois pega o nomes dos parentes dos Conselheiros do TCE e joga do Diario Oficial!!! Vai ser tanto nepostismo cruzado nesse mundo de meu Deus!!!

    • É muito descaramento! como é que esse pessoal dorme tranquilamente?!
      É difícil mas não é impossível fazer esse levantamento que marcos lira sugeriu. É só começar a apurar!
      Os interessados poderiam unir forças na apuração, e trazer a público o que encontrarem!

      Também tenho uma dica: poderíamos tentar descobrir o e-mail dessa turma toda e colocar aqui pra que todos possam pedir explicações!

      • “Mulé de malandro” é o povo que tem que aguentar essas palhaçadas das “autoridades” e achando bom.

    • é uma boa ideia dada por marcos lira. teríamos uma pequena noção do nepostismo no nosso judiciário. isso, se deixarmos de lado os irmãos, filhos…

    • É O QUE SEMPRE DIGO: ENQUANTO PROSPERAREM ESSES “RESQUÍCIOS DAS CAPITANIAS HEREDITÁRIAS”, ESTAMOS FERRADOS.
      ISSO É NEPOTISMO CRUZADO PURO! ALIÁS, ISSO NÃO É VEDADO PELA LEI ANTINEPOTISMO, NÃO?

  • Pernambuco agora tem uma mistura de Marcela Temer e Imelda Marcos.

    • Toda infamia é pouca pra se referir a essa imoralidade de nomeação por troca de favores!

      • Não escrevi, mas concordo.

  • Engraçado como a OAB se manifesta a qualquer ato do Executivo(leia-se LULA), porém nos atos expúrios do Judiciário se cala. Estranho

    • Sem dúvidas, o judiciário é o recanto da solidariedade, tem muita gente contando com a solidariedade de muitos para ocupar cargo comissionado. aliás, a própria estrutura do judiciário é uma vergonha, enquanto a atenção à população é precária, a estrutura de despesa deste poder é de fazer inveja a qualquer executivo. São departamentos e mais departamentos que usam e abusam de recursos públicos que nunca faltam. Enquanto isso, bem, enquanto isso a OAB se diz preocupada com os tais passaportes da família de Lula. Vergonha, basta olhar o Diário Oficial e constatar a troca promíscua de favores entre os poderes. Aliás, além do diário oficial, as páginas sociais dos jornais locais são uma boa pista dessa relação promíscua.

      • Thiago,

        No TJPE tudo é contraditório. No tribunal, eles compraram frigobar novos para substituir os antigos que ainda estavam bons e funcionariam por muito tempo ainda.

        Ao mesmo tempo falta produto de limpeza para os banheiros e envelopes para enviar os ofícios pelos correios.

        Para os juízes e cargos comissionados, a gente só vê benesses. Para os servidores efetivos concursados, só cortes nos salários e benefícios.

        Não tente entender este tribunal.

        • ACREDITAMOS QUE O SINDICONTAS DE PERNANBUCO É ATUANTE E QUE CERTAMENTE AGIRÁ NO SENTIDO DE CORRIGIR TAIS ANOMALIAS.VAMOS Á LUTA COMPANHEIROS!!

  • Uma dica para os que estão criticando:

    - Parem de reclamar e vão trabalhar para sustentar essa elite que deve estar pouco se lixando para o que o povão está pensando.

    Povão só tem direito a andar em pé de ônibus, pagar caro e trabalhar muito pra sustentar a elite bon vivant.

    E se protestar nas ruas ainda apanha da imprensa.

    • êêê ôôô vida de gado…

  • Essa cultura do patrimonialismo ainda acaba com esse país. E quando as coisas parecem estar melhorando, constatamos que está acontecendo exatamente o contrário!
    Por que tantos cargos comissionados? Essas funções não poderiam ser desempenhadas por servidores de carreira? Por que tantas funções gratificadas (para servidores de carreira)? Essas funções não poderiam ser desempenhadas pelo servidor diante dos vencimentos que o Estado lhe oferece?
    É triste a situação do serviço público brasileiro.
    Fui servidor (concursado) por três anos e me decepcionei com o serviço público. Apesar de ser alçado, logo de cara, para um cargo de chefia (função gratificada – que poderia muito bem não me ser paga) vi que 90% dos servidores, meus subordinados ou não – estavam muito mais interessados em trabalhar menos e ganhar mais do que efetivamente cumprir sua função e servir ao público. Quando eu reclamava sobre essas coisas, alguns me diziam: isso nunca vai mudar, se quiser, volte para a iniciativa privada. Foi o que fiz, e não me arrependo. Pedi exoneração (da função e do cargo)
    Para que tantos carros oficiais? Para que tantas viagens desnecessárias?
    A jovem esposa do presidente do TJPE (não vejam aí qualquer tom depreciativo) é mais qualificada que qualquer servidor do TCE para exercer a função de Secretária da Escola de Contas Públicas? Não a conheço, mas acredito que os servidores do TCE conhecem melhor o funcionamento da sua escola.
    Importante lembrar que o STF entende que o nepotismo cruzado também atenta contra os princípios da impessoalidade e moralidade!

    • Apoiado, excelente comentário.

    • Será que acaba? Acho que o patrimonialismo é a essência do Brasil. Por isso seremos sempre o país do futuro e nunca passaremos de um rico país de 3° mundo!

    • O provincianismo com que a coisa pública é tratada aqui no nosso Estado é que vai terminar de esborralhar a vida do cidadão.

      E depois, ainda temos que ver certas figuras virem a público, nas colunas sociais, posar de santinhas!

  • Ah, gente, peraê, né?

    A Associação das Esposas e Cônjuges dos Magistrados é uma das entidades mais importantes para o país e para o estado, afinal ninguém vive sem uns coquetéis, bufês e colunas sociais, né?

    http://fernandomachado.blog.br/parabens-acmepe/

    • Peraí, rapaz!

      Não faça pouco caso da mais nobre das instituições brasileiras! A gloriosa Associação das Esposas e Cônjuges dos Magistrados é um patrimônio que nos faz ter orgulho do fato de sermos brasileiros.

      A propósito, alguém pode responder se a digníssima instituição ainda tem sua sede estabelecida no térreo do Ed. Paula Batista? Pois acho uma honra saber que pagamos para que as senhoras tenham um lugarzinho (num prédio público) para suas reuniões sem a preocupação mundana com coisas banais como as contas da CELPE, da COMPESA ou da companhia telefônica!

      • Positivo. No térreo defronte a Amepe.

        • Desde a primeira vez que pisei naquele prédio, após deixar o carro no estacionamento do TRf, atravessar a ponte de paletó e carregando 3 processos de 2 volumes cada :P , logo pensei no absurdo que estava vendo, associação das esposas dos caras que trabalham ali O.o LOL, é pra ficar de olho nas muié??? ou pras muié verem se os “home” tão trabalhando mesmo???

          Voltei de tamandaré beach e percebo que podemos tirar umas férias das barbáries cometidas na administração da res publica, mas seus efeitos sempre nos alcançarão.

          PS. tamandaré muito melhor que Porto. ;)

    • È uma vergonha! Falasse muito nos poderes executivo e legislativo, mas creio que o judiciario é o pior deles, justamente por serem poupados pela imprensa.
      Me disseram uma certa vez que uma parte das ‘custas processuais’, que todos pagam para entrar com uma ação na justiça ,vai para a tal associação das esposas dos magistrados.

  • Pq será que nessas horas o feminismo não fala mais alto e as mulheres não reivindicam seus direitos de independência em relação ao homem?

    Pq não mostram que são competentes e seguem carreira própria ao invés de se escorar que nem galho de inhame na vida e nas influências políticas dos maridos?

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    • Caro Genserico,
      “Cônjuge” pode se referenciar a homem ou a mulher, sabia? Magistrado tb, sabia? Existem mulheres juizas e desembargadoras, com isso seus cônjuges são homens e podem fazer parte da Associação! Portanto deixe de preconceito!
      “Pq não mostram que são competentes e seguem carreira própria ” … tem muittooosss homens q assumem cargos comissionados, só por amizade ou parentesco, sem alguma competência, portanto, por favor, reveja seus conceitos!

      • Reverei não.

        Me mostre onde eu exagerei no comentário…

        Nem venha defender esse movimento chato pra cacete chamado feminismo!

  • Ela foi exonerada por determinação do Conselho Nacional de Justiça. Para BURLAR a ordem do CNJ, fizeram essa “gracinha”…
    Até onde eu sei, isso é NEPOTISMO CRUZADO e deveria ser denunciado.
    Alguém manda essa senhora estudar pra fazer um concurso, pelo amor de Deus!

    • Verifiquem se há parentes de Conselheiros no TJPE. É possível que tenha havido cruzamento. Isso é uma VERGONHA para as instituições de fiscalização do país.

    • Pelo jeito ela é muito acobertada. Se ela sair do TCE no outro dia ela será nomeada em outro órgão público, pois o maridão tem muita influência. Vocês duvidam? rsrrsrsrs

  • Esta ferida pútrida de cargos comissionados também chegou ao Ministério Público de Pernambuco. Isto aconteceu na gestão do Dr. Paulo Bartolomeu Varejão. Este senhor trouxe figuras para dentro dos quadros da instituição que pouco ou nada contribuíram. Ele chegou ao ponto de criar um cargo totalmente desnecessário para abrigar um amigo. (secretário geral adjunto). As gratificações para estes cargos tiveram um aumento de mais de 43% quando os servidores do quadro E CONCURSADOS TIVERAM APENAS 8%. As gratificações chegam a mais de 8 mil reais e ainda mais uma ajuda alimentação e fora telefone celular.

    A Pergunta é: Será que novo Procurador Geral Dr. Fenelon dará continuidade a esta política mesquinha ou privilegiará os quadros da casa? A conversa na rádio-corredor é que serão mantidos alguns “amigos do Varejão”.

    E aí cadê A MORALIDADE? A IMPESSOALIDADE? E A PUBLICIDADE DOS FATOS?

    Cada nomeação que for feita assim que sair no Diário Oficial será exibida neste blog com os dados e se possível com as características que levaram a pessoa ao cargo comissionado.

    Só o PATRULHAMENTO DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA DANDO O MÁXIMO DE PUBLICIDADE E DENTRO DA MAIOR LEGALIDADE POSSÍVEL. (AFINAL OS ATOS SÃO PÚBLICOS. FORAM OU SERÃO PUBLICADOS NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO). E ainda usando o poder dos blogs e expondo ao público em geral poderá minimizar esta verdadeira ferida purulenta que infecta o nosso serviço público.

    O que causa espanto é que talvez o que seria a última instituição a combater esta praga agora esta agora na mesma situação.

    A PERGUNTA FINAL É QUAL É A MORAL QUE QUALQUER PROMOTOR DE JUSTIÇA TERÁ PARA COBRAR DAS PREFEITURAS OU DEMAIS ENTES GOVERNAMENTAIS O EXCESSO DE CARGOS COMISSIONADOS?

    Poder Discricionário foi criado no sentido de se trazer gente que contribua efetivamente E NÃO PARA EMPREGAR CINQUENTÕES INCOMPENTENTES OU JOVENS FORMANDOS SEM EXPERIENCIA NENHUMA E APENAS PORQUE SÃO AMIGUINHOS OU PARENTE DE ALGUÉM.

    UMA VERDADEIRA VERGONHA QUE O VAREJÃO FEZ A INSTITUIÇÃO. Seus atos mesmos dentro da legalidade NÃO PASSAM PARA O CONTRIBUINTE-CIDADÃO DE PURA FALTA DE SINTONIA COM OS ANSEIOS DA UMA CIDADE DEMOCRÁTICA,JUSTA E PLURALISTA.

    • Complicado, não é?!

      • Sindjus pede valorização dos servidores do MPDFT

        Esta semana o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) nomeou um servidor público federal do Poder Executivo para ocupar o cargo de Chefe do Departamento de Gestão de Pessoas do órgão. Há muitos anos os cargos de chefia são ocupados por servidores de carreira do próprio MPDFT valorizando e respeitando os funcionários do quadro. O Sindjus acredita que essa prática garante aos órgãos públicos a isenção política necessária para o cumprimento das suas missões. Por isso, nesta terça-feira (11) o sindicato enviou ofício a Procuradora-Geral de Justiça do Distrito Federal e Territórios, Eunice Pereira Amorim Carvalhido, lembrando que a instituição conta com servidores capacitados para assumir os cargos de chefia, não havendo necessidade de utilizar servidores de outros órgãos ou sem vínculo com a administração pública para tais funções.

        A Pergunta é? Será que o MPPE na atual continuará a administração estilo suplente e vereador que foi imposta pelo gestor personalista que saiu esta semana? Ou terá a hombridade de uma penada só mandar para casa aquele montes de comissionados? E será que manterá ainda em seus quadros a enxurrada de SERVIDORES EMPRESTADOS HÁ DÉCADAS DE OUTROS ÓRGÃOS/PREFEITURAS ? Pior ocupando cargos e conduzindo os destinos da instituição fazendo isto de forma puxa-sacal e com pouco conhecimento de suas funções?

        É um desafio e tanto? Alguém acredita que alguma coisa mudará?

  • Kd Ministerio Publico? hein!!!!!!!!!!

    Caladinho….

    Kd os Jornais de tantos anos de tradição?

    Kd os noticiarios da tv?

    Meu Deus!!!!!.

    Será que um dia esse Brasil vai ter jeito?!

    • Esse é exatamente o meu sentimento!

    • O primeiro está lotado de amigos dos príncipes e do rei. Os demais tem o reino como importante fonte de recursos através de propagandas e reportagens maquiadas. Não é difícil chegar a resposta!

    • Os jornais?!?!?!? Ah, os jornais…

      Aqueles que aqui vivem de bajular e fazer reportagens sobre a grandeza dos nosso nobres juizes e desembargas!!!!

      Atirar na própria cabeça?!?!?! Que horror!!! E as minhas viagens à zoropa e quetais??? Jamais que as perderei!!!!

  • Mas o TCE – essa egrégia corte comandada por políticos que fazem tudo para serem nomeados conselheiros – não deveria fiscalizar a correta aplicação do dinheiro público e dar exemplo para os outros órgãos?

    • TCE é pior que o Judiciário e MP em matéria de tráfico de influência, ilegalidade, impessoalidade e imoralidade.

  • Ah como eu queria ser Conselheiro do TCE pra ter um avião desses aqui em casa.

  • Deixa a mulher do cara trabalhar, minha gente!

    Tão achando ruim? Estudem e passem em um bom concurso. Tem um monte aberto pelo Cespe, Fundação Carlos Chagas, Cesgranrio, etc … ou, para a rapaziada, se atraquem com uma juiza coroa e vivam de mesada dela.

    • Perdeu a oportunidade de ficar calado, este é o comentário mais cretino que eu ja vi. Eu, por exemplo, ja passei em vários e sou funcionário público, mas nem por isso me indigno diante da imoralidade. Qual seu cargo comissionado ?

      • PS: Corrigindo… deixo de me indignar

        • Thiago, já ouviu falar em ironia ?

  • Me confundi.

    É bom ser Magistrado.

    Como Magistrado tem um avião desse.

    Mas, sendo Conselheiro do TCE acho que já serve.

  • Já que estamos falando de descalabros, acho que cabe umas linhas sobre o atual clima de “terror” na área da educação estadual. O Sintepe vem denunciando, de maneira acanhada, o estado das coisas, mas a verdade é que nunca antes em pernambuco se viu algo igual. Sob os auspícios de querer pôr “ordem na casa”, ou seja, saber quem estar usufruindo de benesses quando deveria estar dando aulas, as GREs estão orientando a redução de turmas no regime regular, notadamente no turno da noite, em benefício do incentivo as matriculas no chamado projeto Travessia e escolas de regime integral. São diversas as unidades escolares que estão devolvendo professores, a maior parte sob o critério da antiguidade no posto, ou, em outras palavras, quem é mais recente na escola “dança” na chapa quente. Independe sua competência ou histórico de frequência as aulas, o que vale, a moda do Tim Maia, é o vale tudo. Só não vale contestar os “fatos”, pois a antiguidade é o critério maior da meritocracia dudiniana. Até ai, tudo bem, se não fossem nossas escolas estaduais, com poucas exceções, verdadeiros feudos comandados por gestores tais como “despostas não esclarecidos”, ex-professores que almejam ser mais realista que o rei, contanto que possam gerenciar benesses e interesses próprios. É um momento impar para criar novas redes de parentelas, com o auxílio “luxuoso” de professores contratados temporariamente. Sei que é chover no molhado tocar no assunto, posto que mesmo sob todas as evidências a secretaria de educação ainda jura ser verdade pagar o piso salarial, imaginem admitir o atual estado das coisas. Se vocês, do acerto de contas, acharem interessante prosseguir com o tema, me disponho a novas informações, mais detalhadas, embora não esteja disposto a lero-lero, mesmo porque saõ muitos os professores que estão sendo obrigados a mendigar aulas nos cafundós de “Judas”, para não ficar sem carga horária.
    tenho dito.

  • Pierre, vocês acabaram com os chats? Vamos aproveitar que janeiro é férias! rsrsrsrsr

  • Isso é Brasil. Adapte-se ou chore. Brasileiro é escroto e quem está reclamando por aqui faria o mesmo se tivesse a chance!
    Basta ver nas ruas, terminais de ônibus, filas de banco, hospitais lotados de fanfarrões atrás de atestados, professor de Federal que dá 2 aulas por semana e passa o resto do tempo no cafezinho e orkut e etc … Todos querendo “dar um jeitinho” de passar os outros pra trás.

    • Nesse mesmo dia o TCE publicou o resultado do pregão para que uma instituição bancário administre a folha de pagamento dos seus servidores, e quem saiu vencedor foi o BRADESCO.
      PARABÉNS ao TCE e seus servidores por se equipararem aos servidores do Executivo!

    • É isso aí…o problema é cultural, quase todos esses que reclamam fariam rigorosamente o mesmo se pudessem. Esse é o Brasil, dos brasileiros que elegem a titular da pasta(Casa Civil) onde se descobriu um dos maiores casos de corrupção de 1º escalão da história do Brasil e minimizam casos escabrosos de desonestidade e desvio de dinheiro público, simplesmente por acreditarem que com Dilma terão mais benefícios, e ainda têm coragem de dizer que ficam escandalizados com uma nomeação para cargo em comissão. Não enxergam nada além do próprio umbigo.
      Vejam mais essa dos parceiros do PT:
      http://www1.folha.uol.com.br/poder/861386-desvios-na-funasa-chegam-a-r-500-milhoes-diz-cgu.shtml

  • Concordo Alexsandro, mas não são só os brasileiros os detetores destas façanhas. Onde houver dindin, ganância e facilidades terá tudo isto postado por André.

    • Pois é!

      • Pra que stress?
        O fim do mundo tá próximo conforme o calendário Maia 21.12.2012.
        Aproveitem!!!
        kkkkkkk!!

        • Acho que é em 2014:
          Dilma x Dudu.

        • Depende do sucesso da Copa 2014.

          :-P

        • Se Eduardo se tornar presidente, acho que vamos ter saudades de Katia Abreu…

  • Estudar? No Brasil? Dá trabalho e ganha pouco! É melhor conhecer as pessoas certas! Isso é Brasil, se adapte ou ficarás com invejinha!kkkkkkkk

  • Não é apenas no Poder Judiciário e no TCE não!!! O ATS já vem sendo pago também no Ministério Público de Pernambuco – MPPE. E, em breve, começarão a pagar também o PAE. Ambas verbas indenizatórias reconhecidas administrativamente!!!
    Pergunta-se: e a sociedade como é que fica?! Simplesmente órfã!

    O interesse privado de uma classe é maior do que o interesse público – a devida prestação jurisdicional – ao cidadão que fica capenga.

    A perda é da sociedade que não conta com a presteza de um magistrado, de um promotor de justiça e de um defensor público.

    Convém ressaltar que o Estado de Pernambuco é reconhecidamente tido como precário diante da omissão de tais órgãos. Faltam juízes, faltam promotores de justiça, faltam defensores públicos. E, para tanto, utilizam-se do velho e arcaico argumento da limitação financeira. Contudo uma “limitação financeira” disfarçada que é conivente com o pagamento de verbas indenizatorias (ATS e PAE), contudo altiva para com o uso do dinheiro público quando de trata de uso com pessoal (leia-se: mais magistrados, mais promotores de justiça, mais defensores público).

    Já se disse que: “a desejável convergência entre ética e política nem sempre tem ocorrido ao longo do processo histórico brasileiro, cujos atores, ao protagonizarem episódios lamentáveis e moralmente reprováveis, parecem haver feito uma preocupante opção preferencial por práticas de poder e de governo que se distanciam, gravemente, do necessário respeito aos valores de probidade, de decência, de impessoalidade, de compostura e de integridade pessoal e funcional.

    Tais comportamentos, porque motivados por razões obscuras, por desígnios inconfessáveis ou por interesses escusos, em tudo incompatíveis com a causa pública, são guiados e estimulados por exigências subalternas resultantes de um questionável pragmatismo político, que, não obstante o profundo desvalor ético dos meios empregados, busca justificá-los, assim mesmo, em face de uma suposta e autoproclamada legitimidade dos fins visados pelos ‘governantes’.

    Os membros de Poder, quando assim atuam, transgridem as exigências éticas que devem pautar e condicionar a suas atividades, que só se legitima quando efetivamente respeitado o princípio da moralidade, que traduz valor constitucional de observância necessária na esfera institucional de qualquer dos Poderes da República.

    A ordem jurídica não pode permanecer indiferente a condutas de quaisquer autoridades da República que hajam eventualmente incidido em censuráveis desvios éticos no desempenho da elevada função de representação política do Povo brasileiro”.

  • Eu queria ver a resposta da “Associação das Esposas e Cônjuges dos Magistrados” ao blog Acerto de Contas. Aguém traz mais notícias dessa associação? Vocês conhecem alguém dessa associação? E a remuneração, de onde vem? Vamos denunciar!

    • Se eu não estou enganada, o estacionamento e o serviço de xérox do Fórum Joana Bezerra são controlados por essa Associação. Ou seja, a renda dela também é proveniente desses serviços.

      • A xerox eu tenho certeza, porque os recibos vêm com o carimbo da Associação. O estacionamento, eu tava prestando atenção essa semana, tem um banner bem grande na entrada com o nome da Associação tb.

    • A denúncoa chegou ao CNJ, mas parece que deram um jeitinho para abafar.
      mandaram desocupar o prédio em 30 dias mas houve recurso que não foi julgado ainda. Uma vergonha!

    • essas excelentíssimas senhoras fazem o que pra lucrar com a xerox e o estacionamento e não terem que pagar as contas da sala?

      se fosse Associação de Cônjuges dos Contínuos dos 3 Poderes, com certeza iriam providenciar pra que a reunião fosse feita debaixo de uma jaqueira carregada…

      enquanto isso, o abrigo de cães e eqüinos que eu ajudo tá com milhões de contas de luz atrasadas, altíssimas por sinal

  • O Poder Judiciário de Pernambuco é imoral… reinodo patrimonialiosmo, patriarquismo, nepotismo, autoritarismo…
    O TJPE se assemelha a um feudo da idade média, onde os desimbargadores e juízes podem fazer qualquer coisa sem nenhuma fiscalzação e tratam aquilo como as cozinhas de suas casas.

  • mas coitada dessa senhora, aposto como ela não entende o objetivo de um cargo comissionado, acha que ñ está fazendo nada demais

    ñ é um problema só legal, é cultural mesmo

    • É mesmo.

      Dá até pena.

  • Servido pelo dinheiro público, deveria ser quase todo cargo comissionado, a nomeclatura!

  • Precisamos fazer uma CPI para saber quanto cada CPF dessas otoridades sacam dos cofres públicos.

    Pena que isso nunca vá acontecer.

    Sobre a esposa, independente do apadrinhamento, ela deve ter seus méritos. Todo mundo tem os seus. É só ela passar num concurso que acaba a celeuma.

    Ou alguém aqui é ingênuo para acreditar que os concursos não são feitos (dirigidos) para efetivar os apadrinhados??

    • diz isso não, homi, tou começando a estudar pra um agora :/ já tou desmotivado

  • Lula não é mais nem presidente e continua inaugurando coisa por aí. E tinha que ser onde?

    Claro que em Pernambuco. Eu acho que muita gente por aqui, do alto de sua ignorância, ainda acha que ele é presidente.

    http://g1.globo.com/carros/noticia/2011/01/montadoras-da-europa-e-eua-voltam-atencao-para-o-brasil.html

    • Deixa dessa doença , esquece lula o assunto que estamos tratando aqui é outro, por favor não tire o foco.
      Pierre, Raboni e Bahé criem um post com o titulo: “Desabafo sobre coisas diversas” e sempre matenha ele aberto uma vez por mês, para esse eleitores de mal resolvidos colocarem suas frustrações e mágoas.
      kkkkkkkkkk!!!!!!!

      • É pra falar de frustrações e mágoas?

        Ué, até hoje os cães raivosos, doentes e rancorosos atacam o governo de FHC, pq que não se pode mais falar de Lula?

        Tinha que criar um post só pra esse pessoal rancoroso ficar falando de FHC.

        • ain meu pai do céu, dai-me forças
          se já não bastasse todo mundo reclamando de FHC a vida inteira, agora tem outro ídolo pra eu ter que ouvir o resto da vida que não presta

          queria q os dois fossem esquecidos

  • As Instituições de Poder do Estado de Pernambuco – todas elas -nos envergonham profundamente. E o pior de tudo é que essa canalhice ocorre em um Estados mais pobres e injustos da Federação.

    Agora uma pergunta: por que essa notícia não é estampada na primeira página de nossos maiores jornalões, como o JC e o DP?

    • Fácil de responder:

      Vá até o restaurante Leite e veja quem são as figuras que frequentam o ambiente bebericando vinhos de R$ 2000,00 a garrafa, e uísque 21 anos! Todos bons amigos!

    • Será que é porque vai de encontro aos interesses do dono e dos amigos dos donos…

  • Pelo jeito, o caldo deve engrossar pro lado daqueles que insistem em ir de encontro à lei: olha só a repercussão do caso da nomeação desta senhora no não menos renomado Blog do Jornalista Frederico Vasconcelos, da Folha de São Paulo:

    http://blogdofred.folha.blog.uol.com.br/

    17/01/2011
    Exonerada pelo TJ-PE, mulher do presidente ganha um cargo em comissão no Tribunal de Contas

    Só estranho o fato de uma notícia desta, não atrair, como já foi dito aqui, o interesse dos jornalões e das emissoras de TV.

    • Meu camarada, povo dá jeito de barrar é tudo. Muitos interesses envolvidos e ai tem que se ter peito para enfrentar!! Buraco é mais embaixo como diz o dito popular. Para você ter uma idéia, o mais vergonhoso mesmo, é ver a população ser massacrada. Quem nunca ouviu falar de alguém que precise de um defensor público, de um juiz ou de um promotor? Você sabe quanto ganha um defensor em Pernambuco?? Aproximadamente 3.200,00. Vergonha. Estados mais pobres que Pernambuco, por exemplo, Piauí, Alagoas, remuneram seus defensores público em torno de R$ 10.000 (dez mil reais) e aqui é essa vergonha.

      A defensoria pública não detém autonomia financeira a exemplo do Poder Judiciário o qual recebe 6% (seis porcento) em cima da Receita Corrente Líquida do Estado (RCL). O mesmo acontecendo com o Ministério Público que recebe seu duodécimo baseado também na RCL so que incide “apenas” 2%.

      Se você para analisar chegará a perguntar-se como é que a justiça é tão morosa, porque faltam juízes? Por que faltam promotores de justiça? Os defensores não dá para criticar tanto pois recebem salário baixo.

      Todavia, juízes e promotores de justiça, são bem remunerados, mas o que acontece, em Pernambuco, é que faltam juízes, faltam promotores de justiça. Recentemente encerrou-se as inscrições para concurso de juiz de direito do estado. Vamos esperar o que vai dar. Já no Ministério Público o concurso encerrou ano passado e houve algumas poucas nomeações. A desculpa para tanto é a falta de recurso, é a limitação imposta pela LRF que alça o gasto a um limite prudencial de 1,90%. Atualmente não sei a que patamar se encontra o MP-PE.

      O que sei é que tanto Poder Judiciário, Ministerio Público e Tribunal de Contas, vêm pagando a seus membros da ativa, inativa e pensionistas, uns direitos que forão reconhecidos no âmbito administratrivo – PAE e ATS -.

      O que se pode afirmar é que os valores não são ínfimos. São valores altos que oneram por demais a despesa de qualquer destes órgãos acima referidos. Aí se questiona: A LRF é aplicada duramente quando se trata de nomear servidores e membros, mas quando é para pagar direitos dos membros ela é relativizada. Lamentável.

      A sociedade mais uma vez é quem paga! A prestação jurisdicional encontra-se capenga. Algumas comarcas do Estado não tem juiz, não tem promotor, não tem defensor. E olhe lá se tem LEI. O que acontece são mágicas feitas para TENTAR minimizar os efeitos da carência. Verdadeiro faz-de-conta.

  • “Só estranho o fato de uma notícia desta, não atrair, como já foi dito aqui, o interesse dos jornalões e das emissoras de TV.”

    Fácil de entender.

    “A” é dono de jornal e quer que seu jornal tenha espaço no estado e cresça muito.

    O que é que “A” faz?

    Bajula “B” que é prefeito, abafa os erros de “C” que é governador, coloca todo dia na coluna social a família de “D” que é juiz e omite os crimes de “E”, conhecido empresário da cidade.

    Por exemplo, a esposa de “C”, geralmente um ser inútil e desocupado, quer lançar um livro que fala nada de coisa nehuma.

    “A”, que não é besta, coloca o livro imprestável da desocupada esposa de “C” na capa do seu jornal e ainda chama essa porcaria de best-seller.

    É assim que a imprensa local garante seu espaço.

  • NA mosca, Assunção! é assim que funcionam acordos da elite.

  • ô gente, vcs. também não largam do pé da coitada da Juliana Lemos, pô.É a recompensa da bichinha, ela vai ficar fazendo o que em casa,né.
    Nós pobres mortais, casamos e ganhamos um pacote, sogra, cunhado, etc.Ela não, casou e ganhou um cargo comissionado.

  • Pra que cargas d’água as esposas de juizes precisam de uma associação?

    • boa pergunta.

  • O problema é cultural, quase todos esses que reclamam fariam rigorosamente o mesmo se pudessem. Esse é o Brasil, dos brasileiros que elegem a titular da pasta(Casa Civil) onde se descobriu um dos maiores casos de corrupção de 1º escalão da história do Brasil e minimizam casos escabrosos de desonestidade e desvio de dinheiro público, simplesmente por acreditarem que com Dilma terão mais benefícios. São os mesmos que ainda têm coragem de dizer que ficam escandalizados com uma nomeação para cargo em comissão. Não enxergam nada além do próprio umbigo.
    Vejam mais essa dos parceiros de governo do PT:
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/861386-desvios-na-funasa-chegam-a-r-500-milhoes-diz-cgu.shtml

  • Será que o corregedor tá dando uma forcinha pro presidente do TJPE??? ou a servidora exagerou mesmo???

    ADITAMENTO À PORTARIA Nº 009/2011 – CGJ
    Ementa: Aditamento à Portaria nº 009/2010, a fim de incluir, no pólo passivo do Processo Administrativo em apreço, a servidora Tereza
    Maria Martins Rego Matos, bem como modificar a conduta imputada ao servidor Pedro José de Matos Neto.
    O Desembargador Bartolomeu Bueno de Freitas Morais, Corregedor Geral da Justiça do Estado de Pernambuco , no uso de suas
    atribuições legais, especialmente as ditadas nos artigos 35, 37 e 39 do Código de Organização Judiciária do Estado de Pernambuco e artigos
    85 e 86 do Regimento Interno da Corregedoria Geral da Justiça,
    CONSIDERANDO documentação acostada posteriormente à instauração do Processo Administrativo em tela, consistente na cópia integral dos
    autos de inquérito policial instaurado para investigar os responsáveis pela criação de blogs ofensivos à moral do então Presidente do TJPE, Des.
    Jones Figueiredo Alves;
    CONSIDERANDO que as provas colhidas dão conta de que a conduta a ser imputada ao Sr. Pedro José de Matos Neto é a de publicação de
    textos (comentários) ofensivos à dignidade e honra do Des. Jones Figueiredo, então Presidente deste E. TJPE, ultrapassando o liame da crítica
    política, jurídica ou pessoal urbana, atentando, em tese, contra o dever contido no art. 193, IV, da Lei nº 6.123/68, c/c art. 74, 5, “d” e “e”, do
    RICGJ, além do art. 139 do CPB;
    CONSIDERANDO que há no caderno de informações policiais fortes indícios da participação da servidora Tereza Maria Martins Matos na criação
    dos indigitados blogs e disseminação da existência dos mesmos a magistrados e servidores deste TJPE , com o intuito de coagir o então
    Presidente a modificar decisões administrativas que lhe causaram diminuição remuneratória, o que configuraria, também afronta ao art. 193, IV,
    da Lei nº 6.123/68, c/c art. 74, 5, “d” e “e”, do RICGJ, bem como aos arts. 139, 140 c/c 141, incisos I e II, 299 e 344, todos do Código Penal, o
    que levaria, quanto a este último, afronta ao art. 204, I, da lei nº 6.123/68;
    RESOLVE:
    ADITAR a Portaria nº 009/2010 para:
    INCLUIR a servidora Tereza Maria Martins Matos no pólo passivo do Processo Administrativo Disciplinar em tela, imputando-lhe a conduta de
    criação de blogs ofensivos à moral do Des. Jones Figueiredo Alves e disseminação da existência dos mesmos a magistrados e servidores deste
    TJPE, com o intuito de coagir o então Presidente a modificar decisões administrativas que lhe causaram diminuição remuneratória ;
    MODIFICAR a conduta imputada ao servidor Pedro José de Matos Neto, anteriormente acusado de haver criado os citados blogs, passando
    a responder pela publicação de textos (comentários) ofensivos à dignidade e honra do Des. Jones Figueiredo, então Presidente deste
    E. TJPE, ultrapassando o liame da crítica política, jurídica ou pessoal urbana;
    DETERMINAR o retorno dos autos à comissão processante constituída às fls. 74/75.
    Publique-se.
    Recife, 14 de janeiro de 2011.

    Diário de Justiça Eletrônico, do dia 17 de janeiro de 2011:

    https://www.tjpe.jus.br/dje/djeletronico?visaoId=tjdf.djeletronico.comum.internet.apresentacao.VisaoDiarioEletronicoInternetPorData

    final da página 14.

    • Essa servidora só cometeu um pecado: atravessar no caminho de autoridades desonestas, perseguidoras e pouco republicanas. Só isso. Profissional competente, professora renomada, mãe e colega de caráter ilibado, não merecia ser objeto de perseguição, tendo a sua cabeça à prêmio.
      Conduta vergonhosa dessas comissões processantes, que não chegam a lugar nenhum e se locupletam, jogando na lama o nome de pessoas honradas, como ela.

      • Pedro e Tereza pegaram em bomba.
        A única saída é pedir ajuda a ONU.

  • A verdadeira (e maior) bomba sequer estourou.
    Mas em breve, muito mais breve do que você e todos podem esperar, ela explodirá e não sobrará pedra sobre pedra.
    Meninos, tremei…

  • Dizem que tá rolando o maior climão lá pras bandas da Rua da Aurora.
    A mais recém comissionada anda faltando o batente, chega atrasada, vive dependurada no telefone funcional, e é toda não-me-toques com o pessoal do TCE e ao invés de cavar amizades e boas convivências com o pessoal da casa, preferiu o isolamento, causando revolta com a turma, por ter ficado com a vaga de uma ex-comissionada, que teve a cabeça degolada pra ceder lugar a essa ex-estagiária, que de gata-borralheira, hoje vive seus dias de adorável Cinderela.

    • Com uma diferença, básica Fresa…
      O príncipe da Cinderela era todo “INHO”
      Gatinho, Lindinho e Novinho.

  • Com uma diferença básica…
    O príncipe da Cinderela era um gatinho…lindo e novinho.
    hauhauhauhau

  • Vejam só, que os velhos hábitos na política e na ocupação de cargos públicos não tem idade. Por sinal, uma pesquisa no google imagens “juliana lemos tj pe”, mostra imagens muito interessantes da intensa vida social dos membros do tj.
    http://www.google.com.br/images?q=juliana%20lemos%20tj%20pe&um=1&ie=UTF-8&source=og&sa=N&hl=pt-br&tab=wi&biw=1280&bih=699

  • Enquanto isto os comissionados da Rua do Sol (mais conhecidos como amigos do Rei ou Membros do Clube do Uìsque) estão um tanto atordoados com os rumos que estão sendo tomados. Parece que as boquinhas estão para ser perdidas. Nem adiantou muito os pequenos mimos feitos(com o dinheiro dos outros) (gravatinha vermelha e caixinha de uísque).

    Quem viver verá a “porca torcer o rabo” ou “onde a coruja dorme”

  • CASA DE FERREIRO ESPETO DE PAU. QUAL A MORAL DESTA INSTITUIÇÃO PARA COBRAR ISTO DOS OUTROS? EM SEUS QUADROS HÁ MAIS DE 400 SERVIDORES À DISPOSIÇÃO E UM MONTE DE COMISSIONADOS (APADRINHADOS DE POLITICOS).

    A MATÉRIA ABAIXO EXTRAÍDA DO SITE DO MPPE.(WWW.MP.PE.GOV.BR LEIAM. JULGUEM E PASMEM COM TANTA CONTRADIÇÃO.

    Sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

    16h45 – MPPE consegue que aprovados em concurso público de Camaragibe, em 2008, sejam nomeados de imediato

    O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) conseguiu, ontem a noite, a tutela antecipada de uma Ação Civil Pública (ACP) ingressada para que a prefeitura municipal de Camaragibe nomeei, dentro do número de vagas, todos os aprovados no concurso público realizado em 2008. A prefeitura municipal tem até o dia 23 para nomear todos os aprovados e exonerar os cargos em comissão e contratos temporários. A Ação foi ingressada pela promotora de Justiça Selma Magda Pereira Barbosa.

    A atuação do Ministério Público de Pernambuco para tentar acabar com os contratos temporários e cargos comissionados em Camaragibe é antiga. O concurso público de 2008 só foi realizado após um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o MPPE. Antes disso, o município estava há pelo menos oito anos sem realizar concursos, e a administração municipal funcionava de acordo com os interesses do gestor, que nomeava os trabalhadores para cargos em comissão, ou então por contratos temporários.

    As manobras da prefeitura eram justificadas por uma Lei Municipal que previa esse tipo de contratação. No entanto, a Lei feria os princípios constitucionais e o MPPE conseguiu, através de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, que a legislação fosse julgada inconstitucional. “A partir daí, qualquer contração use a antiga lei municipal como base é considerada ilegal”, explicou a promotora de Justiça.

    No entanto, a luta para que os aprovados no concurso fossem nomeados continuou, e em março de 2009, foi firmado um outro TAC para que nomeasse os aprovados, dentro do número de vagas previstas, e dispensasse os temporários e comissionados. Ao terminar o prazo, a promotora de Justiça, então resolveu dar entrada na ACP, com o pedido de tutela antecipada, ingressada no último dia 08, atenta ao prazo do concurso, que é até o dia 23. “Ou nomeia todo mundo, ou então o prazo vai ter que ser prorrogado, mesmo assim, esperamos que todos sejam nomeados de imediato”, disse.

  • COMPANHEIROS:

    NA BAHIA, A SITUAÇÃO É SEMELHANTE!! ENTRETANTO, A DIVULGAÇÃO DESTAS “CORTESIAS” CERTAMENTE MUDARÁ TAL CENÁRIO, SE O MP DE PERNANBUCO AJUDAR.

    Quem devia dar o exemplo. Chega atrasado comigo ( E diz ). Soy latino americano …

    segunda-feira, 14 de setembro de 2009

    DENÚNCIA: NEPOTISMO NO MINISTÉRIO PÚBLICO DA BAHIA

    Perseguição aos Diretores do Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado da Bahia mostra que no Parquet baiano há problemas. O SINDSEMPBA – Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado da Bahia, recentemente fundado, (27/07/2008), já demonstra sua força, ao tempo que apresenta os primeiros sinais de que mudanças irão ocorrer no âmbito interno do Órgão Ministerial baiano. Após a publicação de notícias através do site do Sindicato – http://www.sindsempba.com.br – o Excelentíssimo Senhor Procurador Geral de Justiça do Estado da Bahia, LIDIVALDO REAICHE RAIMUNDO BRITTO, demonstra através da Portaria nº 520/2008 publicada no DPJ – Diário do Poder Judiciário – do dia quatorze, do corrente mês, que ainda existe sinais de Coronelismo no serviço público da Bahia. Motivado pelas denúncias de nepotismo, excesso de cargos em comissão, desvio de função e descaso com os servidores concursados, dentro daquele Ministério Público, o principal representante desta conceituada Instituição instaurou, o descabido Processo Administrativo Disciplinar contra os Diretores do SINDSEMPBA. A atitude adotada pelo chefe do Parquet baiano constitui flagrante desrespeito a nossa Constituição Federal: por tentar coibir a liberdade de expressão e de informação, os direitos constitucionais do sindicato; assim como fere alguns dos princípios doutrinários de direito. O SINDSEMPBA é uma pessoa de direito privado, é um ente coletivo constituído e responsável por todos os atos praticados, na forma da Lei. Os diretores do SINDSEMPBA são apenas integrantes do órgão executivo do sindicato, não há sentido algum em processá-los administrativamente por atos praticados pela Diretoria, pois, internamente só responde-se a processos administrativos por atos praticados no exercício das funções inerentes ao cargo de servidor público ou relacionadas com elas. A Portaria nº 520/2008 é um notório meio de perseguição, em pleno século XXI, e a publicação desta deixa transparecer a desmemória de alguns ao reconhecimento da Liberdade Sindical como Princípio Universal: A liberdade sindical foi consagrada universalmente como direito fundamental da pessoa humana, por sua inclusão em várias constituições nacionais e, principalmente, em normas internacionais, tais como: a Declaração Universal dos Direitos do Homem (ONU, 1948); o pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (ONU, 1966); o Preâmbulo da Constituição da OIT e a Declaração de Filadélfia (OIT, 1944), entre outras, mas como dizem: “pense num absurdo, na Bahia há precedente!”. A resposta que a sociedade esperava não era essa, mas sim a resposta do Ato nº 386/2008, publicado no DPJ do dia 05 de setembro de 2008 o qual estabelecia o prazo de 30 (trinta) dias para anunciar relatório conclusivo sobre o número de funcionários que, provavelmente, se encontram em desacordo com as regras previstas na Súmula Vinculante nº 13. Isso, infelizmente, não aconteceu, em contrapartida, o Ministério Público do Estado da Bahia adiantou o pagamento do abono para o mês de outubro e das férias para novembro deste ano; por isso, quiçá, estão gratificando pecuniariamente aqueles que deveriam ter sido exonerados. A contradição maior é que, 06 (seis) servidores concursados deixaram de avançar na carreira sob a explicação da administração de insuficiência de recursos para o avanço desses servidores. A maior prova de tratamento desigual, é o número de concursados que pediram exoneração. Desde o primeiro concurso de 2004, já passam de 100 o número de exonerações de concursados que preferiram partir para outro local trabalho, às vezes com remuneração ainda menor, porém com ambiente mais. Em resposta a Portaria nº 520/2008 o SINDSEMPBA publicou em seu site nota oficial, onde diz que não se intimidará e tomará as providências necessárias para cessar essas arbitrariedades.

    Fonte: SINDSEMPBA

  • a ACMEPE faz muito pelo povo! Vocês não tem ideia!

    http://www.tjpe.jus.br/drh/informativo/comunicaRH/2010/218_mural_acmepe.htm

  • Mais uma que só a presidenta pode fazer pelo povo!

    http://fernandomachado.blog.br/parabens-juliana/

  • GOSTOSA

Tem algo a dizer? Vá em frente e deixe um comentário!

XHTML: Você pdoe usar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Enquetes

Em relação ao impeachment de Dilma Rousseff, qual sua posição?

Ver Resultado

Loading ... Loading ...

Frase do dia

  • A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes.”, Adam Smith.

ARQUIVO

novembro 2019
S T Q Q S S D
« mai    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Informação com Humor

MARCO BAHÉJornalista
É formado em Jornalismo e pós-graduado em História Contemporânea e História do Nordeste do Brasil. Foi repórter da Gazeta Mercantil para os estados de Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. Também atuou como repórter do Jornal do Commercio, editor da Folha de Pernambuco e repórter especial do Diario de Pernambuco. É correspondente da revista Época no Nordeste desde 2003. Tamb´m atua com publicidade e marketing eleitoral desde 2004.
PIERRE LUCENADoutor em Finanças
É doutor em Finanças pela PUC-Rio e mestre em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor adjunto de Finanças da UFPE e foi secretário-adjunto de Educação de Pernambuco. É autor de vários trabalhos publicados no Brasil e no exterior sobre o mercado financeiro, e participa como revisor de várias revistas acadêmicas na área. É sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Finanças. Foi comentarista de Economia do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação (TV Jornal e Rádio CBN). Atualmente é coordenador do curso de administração da UFPE, e Coordenador do Núcleo de Estudos em Finanças e Investimentos do Programa de Pós-graduação em Administração da UFPE (NEFI).